skip to Main Content
27 de setembro de 2020 | 10:47 am

BUERAREMA: ELINHO ALMEIDA TERÁ JEOVÁ ROSÁRIO COMO CANDIDATO A VICE-PREFEITO

Jeová, Bacelar e Elinho durante encontro que selou chapa
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Vereadores de Buerarema, Elinho Almeida (Podemos), formará chapa puro-sangue na disputa pela prefeitura do município sul-baiano em 2020. O empresário Jeová Rosário, presidente da Viação Jequitibá, será o vice de Elinho. Ambos são filiados ao Podemos.

A confirmação da vice ocorreu durante reunião, nesta tarde de segunda (31), em Salvador, do pré-canddidato com o presidente estadual do Podemos, o deputado federal Bacelar, e com Jeová. Os nomes serão oficializados em convenção municipal prevista para 16 de setembro.

Elinho disse que, até o prazo final das convenções partidárias, manterá conversas com siglas e movimentos do campo de oposição em Buerarema para fechar as propostas de campanha e governo. “Nosso interesse é formar chapa e coligação que representem os anseios dos cidadãos de Buerarema”, disse.

ARTIGO || O BALAIO DA POLÍTICA ILHEENSE

Tempo de leitura: 4 minutos

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui Costa.

Jerberson Josué

Semana passada fiz uma análise do cenário eleitoral e até hoje dá “pano pra manga”. Um amigo me contou que no PSD os pré-candidatos de menor força e popularidade foram tirar satisfações com os dirigentes, pois não sabiam que poderiam ser mulas de figurões da política, e ameaçaram promover abandono de pré-candidaturas, o que dificultaria a vida dos ditos tubarões. Vale lembrar que não existe mais tempo pra mudanças.

No PSB, a confusão é sobre o nome do ex-vereador Marcos Flávio. Ele se filiou inicialmente no dia 2 abril ao Podemos, algo normal. O problema é que no dia 4 de abril o ex-presidente da OAB se filiou ao PSB e também ao PCdoB. Qual é o destino do nobre advogado Marcos Flávio? É a pergunta geral. Tem gente achando que foi uma barbeiragem; outros acreditam que foi uma jogada do prefeito, pois o ex-vereador Marcos Flávio é aliado do prefeito e foi para o PSB com a missão de garantir o PSB na base e, de quebra, assegurar a vice e ter um fiel aliado como opção.

A filiação ao PC do B não bate com essa estratégia. Tem gente que diz que essa tática assegura caminhos a seguir e tranquilidade pra escolher a melhor opção mais a frente, no pós-pandemia. Saberemos a resposta quando Marcos Flavio falar ou agir, apontando ao TRE em que partido quer ficar. Outro movimento importante é feito pelo ex-prefeito de Ilhéus, o professor Jabes Ribeiro. Conhecido como um grande articulador, ele faz jus à fama, e nos bastidores atua fortemente pra garantir grandes apoios ao seu pré-candidato, o empresário Cacá Colchões.

O ex-prefeito Jabes conversa com capa pretas estadual de diversos partidos, de diversas correntes ideológicas. Com a saída de alguns nomes do partido na proporcional, o ex-prefeito também trouxe para fileiras progressistas lideranças dos principais e mais importantes bairros. A lista do progressista é guardada pelo ex-prefeito Jabes a sete chaves. Ele sabe muito bem do poder de convencimento da caneta de um prefeito e por isso não vai dar mole ao prefeito Mário. Alguns experientes articuladores na montagem de chapa, apontam que o progressista vem muito forte e devidamente espalhado em todos os cantos, inserido em todas as classes sociais e segmentos, ou seja, diferente do que muitos pensam, o partido do ex-prefeito vem forte sim, também, na corrida para o legislativo ilheense.

A SABER AO ABRIR AS URNAS. Na articulação para a majoritária, o sonho do ex-prefeito é ter nas fileiras de seu pré-candidato quase todos os partidos da base do governador RUI, à exceção do PSD, apesar de até no PSD ter amigos e filhos políticos. As conversas, principalmente com o PT, PSB, PCdoB e Cidadania, são contínuas e diárias. O PT segue firme com seu pré-candidato, o empresário Nilton Cruz.

Nilton Cruz anda a cidade de norte a sul, na construção de sua candidatura, além de articular nos gabinetes de Ilhéus e Salvador. Um forte aliado do empresário e pré-candidato é o deputado Rosemberg Pinto, o líder do governo na Assembleia Legislativa. Nilton Cruz, assim como Jabes, sonha em aglomerar em torno de sua campanha o máximo de partidos da base governista para atrair o governador Rui e o senador Jaques Wagner, que são de seu partido.

O prefeito Mário Alexandre PSD vive difíceis momentos, diante de desmandos e caos administrativos, confusões e fofocas de bastidores, um verdadeiro inferno astral, principalmente que os problemas da pandemia fazem estourar todo dia uma nova bomba no seu colo. Além de insatisfação de aliados, inclusive na Câmara, vereadores de sua base reclamam que não têm demandas atendidas pelo governo, e as pressões nas bases apertam mais ainda os vereadores que se sentem abandonados pelo prefeito Mário. Vale lembrar que Mário tem fama de não cumprir com o combinado e ser inadimplente da palavra.

Alguns dizem que o que ele diz sentado, não vale em pé. Diante de tanta problemática e com gigante rejeição, sua reeleição fica cada dia mais improvável. Dizem até que o grupo já pensa em um plano B, em lançar um nome novo e diferente, até de fora da política. Mário tem batido cabeça também no estado, por sua aproximação com ferozes opositores do governador, como a deputada Dayane Pimentel, do PSL, ex-partido de Bolsonaro.

O constrangimento é grande, principalmente porque bolsonaristas com cargos no governo Mario, batem no governador Rui Costa todo dia nas redes sociais. O CLIMA fica ruim quando esse assunto é discutido em Salvador, e nem os senadores Otto e Coronel, ambos do PSD e aliados do governador, conseguem defendê-lo. Principalmente, porque os senadores fazem contraponto ao governo Bolsonaro. Coronel é presidente da CPMI das FAKES NEWS. O engraçado é que essa mesma turma é vetor de retransmissão na cidade, da rede de compartilhamento investigada pela CPMI que o Coronel preside. Até onde vai esse imbróglio, só vamos saber mais à frente. Diante de tudo isso, esse é o pior momento do governo Mário.

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui e avança nas articulações até com partidos da base do governador. É certo que a eleição de 2020 é laboratório para 2022. Por isso, Rui está atento ao que acontece em Ilhéus e, dificilmente, ficará de braços cruzados. Mas qual será a tendência do bem avaliado Rui Costa é a pergunta recorrente. Só não deve vacilar e mexer na peça errada do xadrez político ilheense. E assim, aguardamos os próximos capítulos.

Jerberson Josué se define como um estudante na escola da vida.

ILHÉUS: RUI INTERFERE E PODEMOS APOIARÁ MARÃO

Marão, de vermelho, ao lado de Bacelar, fecha apoio do Podemos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Menos de 24 horas após pedido do governador Rui Costa, o Podemos fechou apoio à reeleição do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão). O prefeito se reuniu com o presidente estadual da legenda, o deputado federal Bacelar, nesta tarde, na capital baiana. Ontem, Rui fez pedido a Bacelar para que apoiasse Marão. Os três estavam no Baile Real Masqué, pelas Voluntárias Sociais da Bahia.

Há duas semanas, o PIMENTA antecipou que o Podemos poderia deixar o arco de partidos que apoiam Valderico Júnior, que saiu da base de Rui Costa para se filiar ao DEM de ACM Neto. Acabou perdendo o partido, numa série de derrotas que inclui perda de importantes aliados como o professor Emenson Silva, agora assessor de Marão para assuntos legislativos. Originalmente, Valderico Júnior disputaria a prefeitura pelo Podemos.

ILHÉUS: VALDERICO JÚNIOR CORRE PARA NÃO PERDER O PODEMOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Valderico, também conhecido como Júnior Reis, era do Podemos, mas migrou para o DEM

O empresário Valderico Júnior está se articulando nos bastidores para não deixar o Podemos escapulir do seu arco de alianças que está sendo desenhado para a candidatura a prefeito de Ilhéus.

A ameaça de perda de controle do partido surgiu após o filho do ex-prefeito Valderico Reis decidir deixar a base de Rui Costa e migrar para o DEM do oposicionista ACM Neto. Emissário de Mário Alexandre procurou a cúpula do Podemos para que a sigla apoie a reeleição do prefeito ilheense.

Na missão para manter o Podemos na sua aba, Valderico Júnior conta com ajuda do advogado Michel Reis.

A ameaça, aliás, não é tão levada a sério. Em Itabuna, o Podemos apoiará Dr. Mangabeira, que, apesar de estar no PDT, é oposição a Rui Costa.

PARTIDOS JÁ RECEBERAM R$ 1,3 BILHÃO PARA FINANCIAR CAMPANHA ELEITORAL

Tempo de leitura: 2 minutos

TSE autorizou o pagamento para 22 partidos|| Foto divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mandou pagar cerca de R$ 1,3 bilhão do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para 22 dos 35 partidos políticos que têm direito aos recursos. Segundo TSE, DEM, Avante, PRB, Pros, PSC, PT, PTC, MDB, Patriotas, PHS, PMN, Pode, PPS, PR, PRP, PRTB, PSD, PSDB, PSL, PSOL, PV e SD receberam a verba para financiar a campanha eleitoral.
De acordo com dados do TSE, o MDB é o partido com direito a mais recursos, com R$ 230.974.29008, seguido do PT, que conta com R$ 212.244.045,51. O PSDB ficou com R$ 185.868.511,77, seguido do PP, que embolsou R$ 131.026.927,86. Veja no final do texto quanto cada partido receberá. O total de 35 partidos terá acesso aos recursos financeiros.
Mais 12 legendas – PSTU, PDT, PMB, PP, PTB, Rede, PCB, PCdoB, DC, PCO, PPL e PSB – tiveram o processo aprovado, e o TSE deve emitir as ordens de pagamento nos próximos dias. O partido Novo ainda não indicou ao TSE os critérios de distribuição do fundo para receber sua quota.Os partidos vão receber o total R$ 1,7 bilhão de Fundo Especial de Financiamento de Campanha.
O Novo já se declarou contra a aplicação de recursos públicos no financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais. “O Novo é mantido por seus filiados e doadores, não pelos impostos, pagos pelo cidadão”, diz o partido, que tem 19.026 filiados, segundo dados disponíveis no portal do TSE.
A legenda tem direito a R$ 980.691,10 do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. Conforme o TSE, se o Novo não requisitar sua parcela do fundo, o valor será devolvido ao Tesouro Nacional até o fim deste ano.
Para receber os recursos do fundo, os partidos têm de formalizar o pedido no TSE e mandar a ata da reunião do diretório nacional que definiu os parâmetros de distribuição da verba. Entre os critérios, obrigatoriamente está a destinação de 30% do total para o custeio das campanhas das candidatas de cada partido.

Leia Mais

PRESIDENCIÁVEL MANUELA D´ÁVILA PARTICIPA DE DEBATE EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Manuela d´Ávila participará de debate em Itabuna || Foto Divulgação

A pré-candidata à presidência da República pelo PCdoB, Manuela D’Ávila, participará de encontro com lideranças e militantes regionais em Itabuna. O evento será no próximo sábado (9), no Instituto de Cultura Espírita de Itabuna (ICEI), às 9h30min.
Manuela D´Ávila debaterá sobre democracia, emprego e desenvolvimento em evento que contará com a presença do presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães, do presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, e dos deputados federais Alice Portugal e Daniel Almeida.
Jornalista e deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela D´Ávila cumpriu dois mandatos como deputada federal e foi líder do PCdoB na Câmara dos Deputados. Indicada três vezes pelo Diap como uma das “100 Cabeças do Congresso” e cinco vezes ao Prêmio Congresso em Foco, que premia os melhores parlamentares do Brasil.
Será a segunda vez, neste ano, que o município sul-baiano receberá a visita de presidenciável. Em maio, Álvaro Dias, do Podemos, também participou de eventos em Itabuna, quando se reuniu com filiados ao partido, além de produtores rurais e empresários do sul do Estado.

"ÁLVARO DIAS ESTÁ GARANTIDO NO 2º TURNO", AFIRMA RAFAEL MOREIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Rafael Moreira discursa, observado por Milton Cerqueira, Álvaro Dias e Renata Abreu

O presidente do diretório itabunense do Podemos, Rafael Moreira, considera o senador Álvaro Dias competitivo e com presença “garantida no segundo turno” da disputa presidencial de 2018. “É o único nome que tem uma postura de centro corroborando com o pensamento da maioria do eleitorado brasileiro no momento”, disse ele em entrevista ao PIMENTA.
Pré-candidato a presidente da República pelo Podemos, Álvaro Dias participou de eventos em Ilhéus e Itabuna, na sexta e no sábado (5 e 6). Rafael Moreira, que é pré-candidato a deputado estadual, vê no presidenciável “experiência política comprovada pelos seus vários mandatos”, inclusive como governador do Paraná. “E o melhor, [o nome dele] não está envolvido nessa lama da corrupção, tem conduta ilibada”, acrescentou.
Na sexta à noite, Álvaro Dias reuniu cerca de 800 pessoas na Terceira Via Hall, em Itabuna, quando também deu posse a Rafael como presidente do diretório do Podemos. O evento teve a presença dos deputados federais Bacelar e Renata Abreu, presidentes dos diretórios estadual e nacional do Podemos, respectivamente, o deputado estadual Jânio Natal, o prefeito de Almadina, Milton Cerqueira, o vice-prefeito de Itabuna, Fernando Vita, e a secretária de Governo de Itabuna, Maria Alice Pereira.
Rafael Moreira também falou de propostas para o sul da Bahia. Pré-candidato a deputado estadual, ele afirmou que defende fortalecimento do sul e extremo-sul da Bahia. Uma das propostas a ser defendida é um centro de convenções para 6 mil pessoas em Itabuna. “Como sou otimista, sonho Itabuna sendo a capital baiana do turismo de negócio”, afirma. Ele diz que a proposta é papel do Executivo, mas depende de articulação política, o que pode ser feita pelo mandato como parlamentar.

ÁLVARO DIAS FICARIA COM ACM NETO NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Álvaro Dias durante entrevista a Roberto de Souza, na Rádio Nacional

O senador Álvaro Dias disse em entrevista ao radialista Roberto de Souza, do Resenha da Cidade, que, por ele, o Podemos apoiaria ACM Neto na corrida ao Palácio de Ondina em vez de Rui Costa (PT).
– Tem que respeitar decisão local. Mas, se optasse, seria pelo Neto na Bahia. Sabemos separar as coisas – disse ele, fazendo a ressalva de entender a decisão tomada pelo diretório baiano e do deputado federal Bacelar.
O Podemos integra a base do governador Rui Costa e apoia a reeleição do petista. Álvaro Dias é, no Senado, dos adversários mais ferrenhos do PT.

ÁLVARO DIAS ADMITE CONVERSA COM O DEM E REJEITA ALIANÇA COM PSDB E MDB

Tempo de leitura: 2 minutos

Álvaro Dias (c) falou de projetos e de aliança com o DEM || Foto Jorge Bittencourt/Pimenta

O senador e presidenciável Álvaro Dias (Podemos) admitiu nesta sexta-feira (4), em Itabuna, no sul da Bahia, que existem conversas iniciais com o DEM sobre uma possível aliança nacional para disputar às eleições de outubro.  “O que há é um desejo de muitos de estabelecer uma convergência mais ao centro. Sempre surge essa discussão e partidos que podem buscar uma aliança, concentrando o apoio em determinado candidato. Mas essa é uma conversa muito incipiente”, disse ao PIMENTA.
Além do DEM, o senador acenou que pode conversar com o PRB. “Ainda estamos no campo da preliminar, porque temos que esperar algumas etapas e respeitar as candidaturas dos outros partidos. O Rodrigo Maia (DEM), Flávio Rocha (PRB) são pré-candidatos de partidos que estão muito próximos. Nós não somos obstáculos a um entendimento. Estamos dispostos a facilitar uma convergência, mas somente o tempo dirá”.
Álvaro Dias disse que a convenção do Podemos será dia 22 de julho e que até lá muita coisa é possível. O senador descartou qualquer chance de alianças com partidos como MDB e PSDB, e afirmou que, se eleito, irá enxugar a máquina pública e uma das primeiras medidas será reduzir o número de ministérios para 15, no máximo.
Ele veio ao sul da Bahia participar do 3º Encontro Regional do partido, que na Bahia conta com os deputados Bacelar (federal) e Jânio Natal (estadual). Além dos dois parlamentares, o evento contou com a participação da presidente nacional da sigla, a deputada federal Renata Abreu, vereadores, prefeitos e pré-candidatos a deputado, além do presidente do diretório municipal, Rafael Moreira.

PRODUTORES E EMPRESÁRIOS SE REÚNEM COM PRESIDENCIÁVEL ÁLVARO DIAS NA CEPLAC

Tempo de leitura: < 1 minuto

No sul da Bahia, Álvaro Dias participará de eventos do mandato e da pré-candidatura à Presidência

Produtores rurais e lideranças empresariais sul-baianas reúnem-se com o senador e presidenciável Álvaro Dias, na próxima sexta (4), no auditório do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec), na Rodovia Ilhéus-Itabuna, para discutir pontos como revitalização da economia sul-baiana, situação dos cacauicultores e preservação da Ceplac. O encontro está previsto para as 14h.
Além do fortalecimento da Ceplac, os agricultores do sul da Bahia propõem o estímulo, o fomento e a difusão do cooperativismo e o associativismo rural. Defendem, também, a análise conjuntural da situação da cacauicultura brasileira, com destaque para o grau de endividamento da classe e a busca de novos investimentos financeiros, com vistas à revitalização da economia baiana.
Álvaro Dias é o primeiro presidenciável em 2018 a visitar o sul da Bahia. Além do encontro com produtores rurais e funcionários da Ceplac, o senador também participa de encontro regional do Podemos, na Terceira Via, na Avenida J.S. Pinheiro, a partir das 19h. Mais cedo, ele concede entrevista coletiva à imprensa.

Back To Top