skip to Main Content
11 de agosto de 2020 | 09:41 pm

POLÍCIA CIVIL BAIANA LEILOA CARROS APREENDIDOS COM TRAFICANTES DE DROGAS

Carros serão leiloados nesta quinta-feira (6) na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil realizará, nesta quinta-feira (6), o primeiro leilão de bens apreendidos com traficantes de drogas. Na primeira edição, seis veículos serão colocados à venda. A iniciativa é realizada em parceria com o Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad).

As delegadas Andréa Ribeiro, Tatiany Cardoso e Fabiana Pinheiro, integrantes de uma comissão criada em maio deste ano, analisam os itens encontrados com os criminosos. Após liberação da Justiça, eles ficam aptos para serem vendidos.

“Os responsáveis pelos inquéritos, comprovando que o bem foi comprado através da venda de entorpecentes ou utilizado para ações ilícitas, solicitam a alienação antecipada via judiciário”, explicou a delegada Andréa Ribeiro, integrante da comissão e titular da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

A delegada acrescentou que os valores arrecadados entrarão em uma conta gerida pela Senad e depois serão investidos no combate ao tráfico nos estados. “Importante destacar que, além dos recursos, essa medida esvaziará as nossas unidades. Muitos bens apreendidos chegam a ficar anos ocupando espaço em Delegacias”, completou.

Nesta primeira edição, os veículos modelos Onix, Cobalt, Celta, Corsa, Punto e Crossfox, apreendidos em Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Paulo Afonso, nos anos de 2017, 2018 e 2019, serão colocados à venda. Interessados poderão dar lances, após se inscreverem no site www.mpleiloes.com.br.

“Temos outros bens aguardando decisão judicial. Esperamos o mais rápido possível vendê-los e usar esses recursos em capacitações e novos equipamentos”, destacou a delegada Andréa Ribeiro.

CARRO É APREENDIDO EM ITABUNA UM DIA DEPOIS DE ROUBADO EM SALVADOR

HB-20 roubado em Salvador é apreendido em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um veículo roubado em Salvador, na última sexta-feira, foi apreendido no sul da Bahia um dia depois. O automóvel foi encontrado em Itabuna, no sábado (18), por policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) e patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Investigadores da DRFRV iniciaram o monitoramento depois do carro, modelo HB20, placa PKG-8198, ter sido roubado, na capital. Sabendo que o assaltante usou a BR-324 como rota de fuga, imagens de câmeras, na rodovia, foram verificadas.

Em Itabuna e com outra placa, o carro foi apreendido e um homem preso em flagrante. Dentro do veículo foi encontrada uma pedra de crack de aproximadamente 1 kg.

FALSO DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL É PRESO NA BAHIA

Material apreendido com o falso delegado da PF
Tempo de leitura: < 1 minuto

Autor de roubo a um estabelecimento comercial, um homem que se identificava como delegado da Polícia Federal foi preso em flagrante por policiais da 1ª Delegacia Territorial (DT), de Paulo Afonso, nesta segunda (13). De acordo com o delegado Eduardo Henrique, durante a abordagem o suspeito apresentou uma carteira funcional digital da Polícia Federal, com o código de barras bidimensional “QR-Code” falso.

“Ele costumava se apresentar como policial federal e possuía camisetas falsas daquela instituição”, detalhou. As equipes da DT/Paulo Afonso apreenderam com o suspeito uma espingarda, duas réplicas de armas de fogo, duas camisas falsas da Polícia Federal, um chapéu e uniformes camuflados, coturnos, uma luneta, além de um notebook e dois celulares roubados. O homem passou por exames de corpo de delito e segue à disposição da Justiça.

FUNDADOR DA RICARDO ELETRO, FILHA E IRMÃO SÃO PRESOS POR SONEGAÇÃO FISCAL

Ricardo Nunes foi preso em operação nesta quarta || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 3 minutos

Policiais civis, auditores-fiscais da Receita e três promotores de Justiça de Minas Gerais saíram às ruas de quatro cidades mineiras e de São Paulo nas primeiras horas da manhã de hoje (8) para cumprir três mandados judiciais de prisão e 14 mandados de busca e apreensão expedidos contra empresários investigados por sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Entre os principais alvos da investigação está o fundador da rede varejista Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, detido em São Paulo. A filha mais velha do empresário, Laura Nunes, e um irmão também são alvo da Operação Direto com o Dono. Um segurança que tentou impedir a ação policial também foi detido pelo crime de desobediência.

Segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), os investigados são suspeitos de sonegar, ao longo de mais de cinco anos, cerca de R$ 400 milhões em impostos estaduais, como o ICMS. De acordo com promotores que participam da operação conjunta, além dos valores sonegados aos cofres públicos mineiros, a Ricardo Eletro tem “dívidas vultosas em praticamente todos os estados onde possui filiais [lojas]”.

De acordo com o Ministério Público, “o inquérito corre sob sigilo, mas as provas já colhidas denotam a participação efetiva deste alvo na administração da empresa. Há inúmeros indícios de que esta administração fática ainda é realizada pelo alvo principal da operação”.

Expedidos pela Vara de Inquéritos de Contagem, os mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, em Minas Gerais, e nas cidades de São Paulo e Santo André (SP).

A fim de garantir o ressarcimento dos prejuízos aos cofres mineiros, a Justiça também determinou o sequestro ao equivalente a R$ 60 milhões em bens imóveis atribuídos a Ricardo Nunes – ainda que muitos deles, segundo os promotores responsáveis pelo caso, estejam registrados em nome de parentes do empresário. De acordo com o Ministério Público, a medida é necessária pois a Ricardo Eletro encontra-se em situação de recuperação extrajudicial, “sem condições de arcar com suas dívidas, já tendo fechado diversas unidades e demitido dezenas de trabalhadores”.

No total, a Operação Direto com o Dono mobiliza três promotores de Justiça, 60 auditores-fiscais da Receita estadual, quatro delegados e 55 investigadores da Polícia Civil.

RICARDO ELETRO

Em nota, a Ricardo Eletro informou que Ricardo Nunes e familiares não fazem parte do seu quadro de acionistas e nem mesmo da administração da companhia desde 2019.

“A Ricardo Eletro pertence a um fundo de investimento em participação, que vem trabalhando para superar as crises financeiras que assolam a companhia desde 2017, sendo inclusive objeto de recuperação extrajudicial devidamente homologada perante a Justiça, em 2019”, diz a nota.

A Ricardo Eletro esclareceu que “a operação realizada hoje (8) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, faz parte de processos anteriores a gestão atual da companhia e dizem respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a companhia”.

Leia Mais

ITABUNA: POLÍCIA APREENDE ARMAS E IDENTIFICA SUSPEITO DE MATAR JOVEM

Pedro, no detalhe, morreu ontem, de madrugada. Polícia fez apreensões na N Califórnia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais civis da Delegacia de Homicídios (DH) de Itabuna apreenderam armas, drogas e munições e identificaram um dos suspeitos de matar Pedro Hugo Nascimento dos Santos, na Califórnia. Pedro foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Base de Itabuna, onde faleceu na madrugada de ontem (25).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os policiais apreenderam em um imóvel, na Nova Califórnia, pistola calibre 380, cartuchos e munições de diferentes calibres, sete papelotes de cocaína, 16 buchas de maconha e R$115, em espécie.

No imóvel improvisado, ainda foram encontrados os documentos de um dos suspeitos do homicídio, L. S., que fugiu ao perceber a chegada da equipe da DH. A polícia faz buscas para tentar prender os envolvidos no crime. O material apreendido seguirá para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser periciado.

IPIAÚ: POLÍCIA ESTOURA “BOCA” E PRENDE TRAFICANTE DE DROGAS

Droga, dinheiro e celular foram apreendidos com traficante
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma denúncia anônima encaminhada à polícia resultou na apreensão de drogas, dinheiro e celular num imóvel utilizado como ponto de tráfico, na cidade de Ipiaú, na manhã desta quarta-feira (24). Investigadores da Polícia Civil em Ipiaú apreenderam a droga e prenderam o traficante, que não teve o nome revelado.

De acordo com o delegado da Polícia Civil em Ipiaú, Rodrigo Fernando, material estava em poder de um homem que foi preso em flagrante, no Conjunto Habitacional César Borges, naquela cidade.

Uma balança de precisão, um celular, 80 gramas de maconha e mais 20 gramas de cocaína, foram apreendidos e serão periciados no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O traficante preso foi autuado e ficará custodiado na carceragem da unidade policial, aguardando decisão judicial.

RUI DIZ QUE NÃO TEM “RABO PRESO” E QUER INVESTIGAÇÃO SOBRE COMPRA DE RESPIRADORES

Rui diz que não tem rabo preso e defende investigação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa defendeu as investigações da compra fracassada de respiradores pelo Consórcio Nordeste e a devolução do dinheiro pago à empresa Hempcare. “Não tenho rabo preso”, afirmou ele durante entrevista.

– Eu tenho 39 anos de carreira profissional. Já trabalhei em fábrica, fui diretor de sindicato, vereador, secretário, deputado e hoje sou governador. O único patrimônio que eu tenho é um apartamento, que ainda estou pagando, porque não escolhi, para minha existência aqui na terra, acumular patrimônio pessoal – disse ele.

Ele disse que quem cometeu crimes deve pagar. “Eu não tenho compromisso com nenhuma pessoa que fez coisa errada, não me interessa quem seja. Eu não tenho rabo preso com ninguém. Eu quero apuração, quero investigação, quero o retorno do dinheiro público não somente para a Bahia, como para todos os outros estados do Nordeste”, reforçou.

EX-SECRETÁRIO É CITADO

No início da pandemia, o Consórcio Nordeste pagou R$ 48,7 milhões pela compra de 300 respiradores, 60 dos quais teriam como destino a Bahia. Com a demora na entrega dos aparelhos vitais para abertura de UTIs para pacientes covid-19, uma investigação foi aberta pela Polícia Civil baiana.

Empresários foram presos e implicaram alguns nomes, dentre eles Bruno Dauster, que deixou o comando da Casa Civil no início deste mês, dias após deflagrada a operação policial. Empresários dizem que 99% dos contatos para a compra dos respiradores foram feitos por Dauster, que nega ter levado vantagens.

ESTUDANTE DE 16 ANOS É ASSASSINADA EM ITABUNA

Beatriz foi morta no início da madrugada do último dia 7
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil de Itabuna investiga o assassinato da estudante Beatriz Teixeira Santos, de 16 anos. Por enquanto, são duas versões para o crime. Uma delas é que  disparo contra a vítima teria sido acidental e feito pelo companheiro dela, conhecido como Bê.

O crime  ocorreu na madrugada deste domingo (7), na rua São João, no bairro Maria Pinheiro, onde moravam. Bia, como era conhecida na comunidade, foi atingida nas costas e chegou a ser socorrida, por vizinhos, para o Hospital de Base, mas não resistiu.

A segunda versão para o crime é que Bia foi atingida por bandidos de uma facção rival a de Bê, que ainda não foi localizado pela polícia para ser ouvido. Ela estudava no Colégio Estadual de Itabuna e deixa um filho de um ano.

DO CONJUNTO PENAL DE ITABUNA, DETENTO COMANDAVA QUADRILHA EM IGUAÍ

Material apreendido durante operação das policiais militares e civis
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma operação conjuta de policiais militares e civis desarticulou, na manhã desta quinta-feira (28), uma quadrilha liderada por um detento do Conjunto Penal de Itabuna.  Os integrantes do bando são envolvidos com homicídios, tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma, conforme informou a 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itapetinga).

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na região de Iguaí e o detento do Conjunto Penal de Itabuna foi transferido para o Presídio de Segurança Máxima, em Serrinha.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), cinco integrantes da organização criminosa acabaram localizados, um deles o pai do presidiário, que tem 64 anos, e escondia uma arma usada em assassinatos ocorridos em Iguaí. Outros três integrantes do bando acabaram presos e um deles não resistiu ao ferimentos do confronto, quando tentou fugir atirando  contra os policiais.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, informou que um traficante acabou escapando do cerco. “Mas temos a identificação dele e seguiremos procurando”, disse.

De acordo com a polícia, com os bandidos foram apreendidos uma pistola, um revólver, três espingardas, carregador, munições, R$ 4.200, porções de maconha e cocaína, além de um veículo.

BAHIA: APROVADOS EM CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL EM 2018 COBRAM NOMEAÇÕES

Aprovados em concurso público cobram convocação || Imagem Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Desde 2018, os 313 aprovados no Concurso da Polícia Civil do Estado da Bahia seguem sem nomeação. O aumento de furtos e roubos e o afastamento de policiais civis, por pertencerem ao grupo de risco, levaram a comissão do grupo a emitir uma nota pública em meio a pandemia do coronavírus.

“Existem colegas aprovados que estão morando “de favor” na casa de outros colegas, já que não conseguiram retornar as suas cidades de origem por conta da insuficiência de recursos financeiros”, disse o representante da comissão, Rafael Nascimento.

Muitos aprovados também encontram-se desempregados, pois tiveram que pedir demissão dos seus empregos para cursarem a academia de polícia (curso de formação) e hoje estão desamparados e passando necessidades.

“A nossa nomeação e, consequentemente, a presença de mais policiais civis nas ruas, ajudará na investigação e elucidação dos delitos praticados pelos criminosos que, como temos visto, não estão de “quarentena”, finaliza a nota. Do Metro1.

Back To Top