skip to Main Content
26 de novembro de 2020 | 12:34 am

POLICIAL É PRESO POR ENVOLVIMENTO COM O TRÁFICO DE DROGAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A corregedoria da Polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra o agente Heider Bonfim da Cruz, acusado de dar suporte ao tráfico de drogas, extorsão e extermínio. O agente da polícia civil lotado em Barro Preto foi preso por volta das 8h, na sua residência, na praça Menandro Menain. Saiu algemado.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz da Comarca de Barro Preto, Eros Cavalcanti, e cumprido pela equipe da Civil em Itabuna. Escutas telefônicas teriam comprovado as ligações de Heider com o tráfico de drogas no sul da Bahia. A prisão foi comandada pelo delegado regional Moisés Damasceno.

BLITZ CONTRA O CRIME

Tempo de leitura: < 1 minuto

(Foto Pimenta)

Polícias civil e militar participaram de blitz para reprimir a onda de assaltos em Itabuna. Barreiras foram montadas na rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415) e houve vistoria em carros de passeio e ônibus.

A operação, realizada por volta das 15h, mobilizou cerca de 40 policiais do TOR, Ceto, Rondesp e da Civil e foi comandada pelo delegado regional Moisés Damasceno, de Itabuna.

CIVIL DECIDE AMANHÃ SE FAZ GREVE NO CARNAVAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma assembleia amanhã, às 9h30min, em Salvador, vai decidir se a polícia civil fará mesmo greve no período do carnaval. Hoje, representantes do Sindpoc estiveram em Itabuna, para reuniões com os agentes locais, além de hipotecar apoio à decisão da juíza Cláudia Panetta, que determinou a interdição da carceragem no complexo policial e a transferência dos presos para o Conjunto Penal.

Segundo o vice-presidente do sindicato dos policiais, Marcos Maurício, vários incidentes foram registrados em todo o estado depois que a polícia decidiu não mais fazer a custódia dos presos nas delegacias. “Viemos parabenizar os policiais de Itabuna pela condução nesse episódio da custódia”, observou Maurício.

Perguntado, o sindicalista afirmou que, caso o governo queira negociar todos os pontos da pauta, a polícia pode rever a decisão radical e avaliar um calendário para a transferência. “O problema é que o governo não negocia, não nos atende em nada. Mas estamos abertos à conversa”.

JUSTIÇA PROÍBE GREVE DE POLICIAIS CIVIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ontem, o juiz Mário Albiani Júnior, de Salvador, concedeu liminar inibitória em favor do Estado e proibiu policiais civisi de paralisar as suas atividade e os obriga a fazer a guarda (custódia) de presos em delegacias.

Caso a liminar seja desrespeitada, o Sindicato dos Policiais Civis (Sindipoc) pode ser obrigado a pagar multa diária de R$ 80 mil.

Caio Druso Penalva Vita, da Procuradoria-Geral do Estado, avalia que a liminar “é fundamental para que os serviços não sofram descontinuidade. É um chamado da justiça à ordem”.

ESTADO ENTREGA NOVAS VIATURAS ÀS POLÍCIAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Viaturas serão entregues às 9h30min desta quinta (Foto Robson Mendes).

Viaturas serão entregues às 9h30min desta quinta (Foto Robson Mendes).

O governo do estado entrega às polícias civil e militar, nesta quinta-feira, 28, 65 viaturas novas, em solenidade na sede da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Salvador. As viaturas serão usadas para policiamento na capital e interior do estado.

Dos 65 veículos, oito serão  à polícia técnica para a remoção de cadáveres (rabecões), além de duas ambulâncias para a Polícia Civil. A entrega das viaturas ocorre no mesmo dia em que a Polícia Civil deixará de fazer a custódia (guarda) de presos.

CONTRA PARALISAÇÃO DA CIVIL, GOVERNO APONTA AVANÇOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Bispo computa avanços.

Bispo computa avanços.

A paralisação de 24h da Polícia Civil baiana levou o governo a apontar conquistas da categoria desde 2007, o que, no entendimento do Estado, não justificaria a paralisação. O delegado-chefe da PC, Joselito Bispo, cita a política de valorização dos agentes e delegados, o reajuste escalonado superior a 43% e a aprovação da Lei Orgânica da Polícia Civil.

O governo estadual ainda cita a convocação de 147 agentes e 111 escrivães. Outros avanços estariam na compra de dois mil coletes balísticos, 450 pistolas, 50 carabinas e fuzis para tiros de precisão.

Além disso, foram comprados quatro novos carros-presídio e 60 motocicletas destinadas ao trabalho de investigação nas unidades policiais. “O governo vem negociando com as categorias. Portanto, não se justifica uma paralisação nesse momento”, observa Joselito Bispo.

PARALISAÇÃO DA CIVIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Começou pela Polícia Civil a série de paralisações do servidor público estadual baiano em 2010. Os policiais querem a contratação imediata de agentes aprovados no último concurso público e que passaram por formação no ano passado. Foram 830 aprovados.

A ‘operação tartaruga’ prevê apenas 30% do efetivo nas delegacias nesta segunda, 11. A categoria também exige o fim dos contratos temporários (Reda). A Polícia Civil atende apenas a vítimas de estupro, realiza levantamentos cadavéricos e lavra de prisões em flagrante.

Uma opção para quem deseja registrar casos de furtos, perdas de documentos e desaparecimento de pessoas é a Delegacia Digital. O registro de queixa pode ser feito no site da Secretaria de Segurança Pública (clique aqui).

Back To Top