skip to Main Content
24 de novembro de 2020 | 02:27 am

RUI DIZ QUE NÃO TEM “RABO PRESO” E QUER INVESTIGAÇÃO SOBRE COMPRA DE RESPIRADORES

Rui diz que não tem rabo preso e defende investigação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa defendeu as investigações da compra fracassada de respiradores pelo Consórcio Nordeste e a devolução do dinheiro pago à empresa Hempcare. “Não tenho rabo preso”, afirmou ele durante entrevista.

– Eu tenho 39 anos de carreira profissional. Já trabalhei em fábrica, fui diretor de sindicato, vereador, secretário, deputado e hoje sou governador. O único patrimônio que eu tenho é um apartamento, que ainda estou pagando, porque não escolhi, para minha existência aqui na terra, acumular patrimônio pessoal – disse ele.

Ele disse que quem cometeu crimes deve pagar. “Eu não tenho compromisso com nenhuma pessoa que fez coisa errada, não me interessa quem seja. Eu não tenho rabo preso com ninguém. Eu quero apuração, quero investigação, quero o retorno do dinheiro público não somente para a Bahia, como para todos os outros estados do Nordeste”, reforçou.

EX-SECRETÁRIO É CITADO

No início da pandemia, o Consórcio Nordeste pagou R$ 48,7 milhões pela compra de 300 respiradores, 60 dos quais teriam como destino a Bahia. Com a demora na entrega dos aparelhos vitais para abertura de UTIs para pacientes covid-19, uma investigação foi aberta pela Polícia Civil baiana.

Empresários foram presos e implicaram alguns nomes, dentre eles Bruno Dauster, que deixou o comando da Casa Civil no início deste mês, dias após deflagrada a operação policial. Empresários dizem que 99% dos contatos para a compra dos respiradores foram feitos por Dauster, que nega ter levado vantagens.

ESTUDANTE DE 16 ANOS É ASSASSINADA EM ITABUNA

Beatriz foi morta no início da madrugada do último dia 7
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil de Itabuna investiga o assassinato da estudante Beatriz Teixeira Santos, de 16 anos. Por enquanto, são duas versões para o crime. Uma delas é que  disparo contra a vítima teria sido acidental e feito pelo companheiro dela, conhecido como Bê.

O crime  ocorreu na madrugada deste domingo (7), na rua São João, no bairro Maria Pinheiro, onde moravam. Bia, como era conhecida na comunidade, foi atingida nas costas e chegou a ser socorrida, por vizinhos, para o Hospital de Base, mas não resistiu.

A segunda versão para o crime é que Bia foi atingida por bandidos de uma facção rival a de Bê, que ainda não foi localizado pela polícia para ser ouvido. Ela estudava no Colégio Estadual de Itabuna e deixa um filho de um ano.

DO CONJUNTO PENAL DE ITABUNA, DETENTO COMANDAVA QUADRILHA EM IGUAÍ

Material apreendido durante operação das policiais militares e civis
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma operação conjuta de policiais militares e civis desarticulou, na manhã desta quinta-feira (28), uma quadrilha liderada por um detento do Conjunto Penal de Itabuna.  Os integrantes do bando são envolvidos com homicídios, tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma, conforme informou a 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itapetinga).

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na região de Iguaí e o detento do Conjunto Penal de Itabuna foi transferido para o Presídio de Segurança Máxima, em Serrinha.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), cinco integrantes da organização criminosa acabaram localizados, um deles o pai do presidiário, que tem 64 anos, e escondia uma arma usada em assassinatos ocorridos em Iguaí. Outros três integrantes do bando acabaram presos e um deles não resistiu ao ferimentos do confronto, quando tentou fugir atirando  contra os policiais.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, informou que um traficante acabou escapando do cerco. “Mas temos a identificação dele e seguiremos procurando”, disse.

De acordo com a polícia, com os bandidos foram apreendidos uma pistola, um revólver, três espingardas, carregador, munições, R$ 4.200, porções de maconha e cocaína, além de um veículo.

BAHIA: APROVADOS EM CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL EM 2018 COBRAM NOMEAÇÕES

Aprovados em concurso público cobram convocação || Imagem Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Desde 2018, os 313 aprovados no Concurso da Polícia Civil do Estado da Bahia seguem sem nomeação. O aumento de furtos e roubos e o afastamento de policiais civis, por pertencerem ao grupo de risco, levaram a comissão do grupo a emitir uma nota pública em meio a pandemia do coronavírus.

“Existem colegas aprovados que estão morando “de favor” na casa de outros colegas, já que não conseguiram retornar as suas cidades de origem por conta da insuficiência de recursos financeiros”, disse o representante da comissão, Rafael Nascimento.

Muitos aprovados também encontram-se desempregados, pois tiveram que pedir demissão dos seus empregos para cursarem a academia de polícia (curso de formação) e hoje estão desamparados e passando necessidades.

“A nossa nomeação e, consequentemente, a presença de mais policiais civis nas ruas, ajudará na investigação e elucidação dos delitos praticados pelos criminosos que, como temos visto, não estão de “quarentena”, finaliza a nota. Do Metro1.

POLÍCIA BAIANA APREENDE ÁLCOOL EM GEL FALSIFICADO E COM ERRO DE PORTUGUÊS

Produto falsificado era comercializado numa farmácia com preços abusivos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Agentes da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Euclides da Cunha apreenderam, na terça-feira (24), numa farmácia no centro da cidade, 264 frascos contendo “álcool em gel 70%”, vendidos por um valor abusivo e sem nota fiscal. Além disso, o produto era falsificado.

De acordo com o coordenador da unidade policial, delegado Paulo Jason Mello Falcão, o produto tinha consistência e odor diferentes do álcool em gel comum e o rótulo estampado nas embalagens apresentava sinais de falsificação, inclusive com erro ortográfico.

O proprietário do estabelecimento comercial foi conduzido à 25a Coorpin de Euclides da Cunha, sendo autuado em flagrante por crimes contra a economia popular e ordem tributária, falsificação de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e uso de documento falso.

O material apreendido foi encaminhado à perícia, constatando, após testes, que tinham propriedades e reações, quando expostos ao fogo, que divergiam do álcool em gel 70% comercializado no mercado.

POLÍCIA PRENDE EM JEREMOABO HOMEM COM CARRO FURTADO EM ITABUNA

Carro furtado em Itabuna foi apreendo pela Polícia Civil
Tempo de leitura: < 1 minuto

Investigadores da Delegacia Territorial de Jeremoabo prenderam um homem com um veículo furtado em Itabuna, em julho de 2019.  O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi detido no momento em que trafegava pelo centro da cidade, na terça-feira (10).

O carro furtado em Itabuna é a caminhonete Fiat/Toro, placa  PLT 5I14. O acusado é investigado por crimes em três regiões da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, além do furto do veículo, o  homem detido ontem é suspeito de outras ocorrências nas cidades de Jequié e Feira de Santana.

POLÍCIA TENTA IDENTIFICAR MÃE DE RECÉM-NASCIDO ABANDONADO EM ILHÉUS

Recém-nascido foi abandonado em terreno em Ilhéus||Fotoreprodução TV Santa Cruz
Tempo de leitura: < 1 minuto

Agentes da Polícia Civil em Ilhéus estão em buscas de pistas de uma mulher que abandonou um recém-nascido num terreno baldio, no Loteamento Novo Horizonte, no bairro Nossa Senhora da Vitória.  O bebê (sexo masculino) foi encontrado por moradores no final da tarde de segunda-feira (9).

De acordo com a polícia, o bebê ainda estava com a placenta.   O recém-nascido foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para a Maternidade Santa Helena.  O bebê pesa 2,7 quilos e não apresenta complicações de saúde.

FILMAGENS MOSTRAM SUSPEITO PULANDO MURO COM MENINO QUE SUMIU EM ITABUNA

Dida é suspeito de rapto de criança em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil de Itabuna aponta um homem identificado como Francisco José dos Santos, o “Dida”, de 25 anos,  como o principal suspeito de raptar uma criança de 10 anos, na madrugada do último dia 27 de fevereiro. Desde lá que o menino Luan Arthur Ferreira de Jesus não foi mais visto pelo pai.

Dida é procurado pela polícia

A polícia acusa Francisco José após analisar as imagens de câmeras de segurança de um prédio na região do bairro Jardim Vitória. Um homem, que seria o suspeito, aparece nas filmagens junto com a criança em três momentos.

No primeiro vídeo, por volta das 23h15min, o acusado chega ao prédio carregando a criança nos ombros. Em seguida, são filmados pelas câmeras no elevador do edifício.  Eles voltam aparecer juntos, por volta da meia noite e meia, pulando o muro do prédio para um terreno ao lado.

De acordo com a polícia, Francisco José  já foi preso  em 2017, acusado de estupro de vulnerável, sequestro, cárcere privado e exploração de trabalho infantil. A vítima foi um menino que na época tinha 12 anos. O processo foi enviado para a justiça estadual, mas acabou sendo repassado para justiça federal.

A polícia está fazendo buscas na região e, nesta quinta-feira, recebeu informações de que a criança teria sido vista em Ilhéus.  Hoje,  os pais do menino prestaram depoimento sobre o caso. Outras pessoas também serão ouvidas.

PRESO EM CANAVIEIRAS MAIS UM SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO NA MORTE DE COMERCIANTE

Bruno Loureiro foi morto após viajar a Itabuna, no início deste mês
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (18), mais um suspeito de envolvimento no assassinato do comerciante Bruno Lino de Andrade Loureiro. O rapaz foi encontrado morto no dia 6 deste mês, na beira de uma praia de Canavieiras. Ele era gerente de uma pousada pertencente a uma empresária alemã, que estava em situação irregular no Brasil, segundo investigações. Por isso, teria dado uma procuração para Bruno resolver as tarefas burocráticas.

O suspeito detido hoje foi identificado como Jailson da Cruz que, segundo a polícia, já foi preso por tráfico de drogas. Outro suspeito é Erionaldo da Cruz dos Santos, o “Naldo”, que foi preso no dia 8 deste mês.”Naldo” era namorado da empresária e teria planejado o crime para assumir o controle da pousada. A polícia solicitou a prisão preventiva da empresária, mas a justiça negou. No último sábado, ela viajou para Alemanha. Jailson seria cunhado de Erionaldo.

Bruno Loureiro foi encontrado com as mãos amarradas e com um projétil alojado no crânio. A perícia constatou que a vítima foi atingida com um tiro na boca. A suspeita é é que, pelo menos, quatro pessoas estejam envolvidas no crime. A polícia ainda não informou quem seria essa quarta suspeita.

Na manhã desta terça amigos e parentes de Bruno Loureiro fizeram uma passeata no centro de Canavieiras para cobrar justiça. Eles também querem saber por que foi permitida a saída da empresária do Brasil, uma vez que ela é uma das suspeitas.

POLÍCIA INVESTIGA SE MILICIANO MORTO NA BAHIA LAVOU DINHEIRO NO ESTADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Adriano Nóbrega morreu em confronto com a polícia na Bahia

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil da Bahia investiga as passagens do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega pelos municípios de Mata de São João (localidade de Costa do Sauípe) e Esplanada. A polícia apura se houve algum tipo de investimento, compra ou transação que caracterize lavagem de dinheiro ou outro tipo de ato ilícito.

O criminoso, que possuía mandado de prisão e participação em diversas ações no Rio de Janeiro, entrou em confronto com forças da Bahia, no último domingo (9), e acabou não resistindo aos ferimentos.

Depoimentos do homem preso no dia em que o miliciano foi localizado e de testemunhas dos dois municípios estão sendo colhidos pelo Draco. Detalhes da investigação da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro, que indiquem algo ilícito na Bahia, também estão sendo buscados.

“Estamos com equipes no terreno e vamos esmiuçar toda a passagem de Adriano pelo território baiano”, contou o diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão. Ele acrescentou que informações sobre Adriano podem ser enviadas, sigilosamente e sem necessidade identificação, através dos telefones 3235-0000 (quem estiver em Salvador) e 181 (denunciantes do interior).

Back To Top