skip to Main Content
25 de maio de 2020 | 02:58 am

LADRA SUSPEITA DE TENTAR MATAR VÍTIMA DURANTE ASSALTO É PRESA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Katiane foi presa preventivamente em Itabuna || Imagem PC-BA

A Polícia Civil prendeu a mulher suspeita de tentativa de latrocínio no Bairro de Fátima, há cerca de duas semanas, quando atirou na vítima ao assaltá-la ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons). Katiane Nascimento da Silva foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Katiane foi reconhecida pela vítima, o que gerou a ordem de prisão. Anderson Silva, uma das vítimas de Katiane, levou um tiro no peito, porque não deu o celular em assalto ocorrido no dia 11 de maio. À época, chegou-se a divulgar que a identidade da assaltante era a de uma menor, também autora de vários crimes no município.

A assaltante presa ontem à tarde, assim como a menor, sempre age em dupla e utilizando moto. Em março, Tiago Argolo Ramos Santos pilotava uma moto e Katiane, armada com um revólver, atacava pedestres no Alto Maron. A polícia prendeu Katiane, mas a Justiça soltou dias depois. Tiago ficou preso (relembre aqui).

GOLPE NO INSS: PRESOS EM COARACI ESTELIONATÁRIOS DO ESPÍRITO SANTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Estelionatários teriam sacado benefícios na agência do BB de Coaraci

A Polícia Civil prendeu, em flagrante, nesta quarta-feira (22), três pessoas acusadas de sacar, indevidamente, benefícios do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em uma agência bancária na cidade de Coaraci, no sul da Bahia. Os suspeitos foram denunciados por funcionários da agência do Banco do Brasil, onde teriam cometido o crime.

A polícia ainda tenta confirmar as verdadeiras identidades dos acusados, que apresentaram mais de um nome no momento da prisão. As duas mulheres são Elizabeth Aparecida Lobato ou Graziele Conceição Lobato, de 52 anos, e Raimunda Almeida da Cunha ou Ilmar Itamar dos Santos, de 63. Já o homem foi identificado como Orízio Alves Pereira, de 69 anos.

A titular da Delegacia Territorial de Coaraci, Ana Cristina Bastos Soares da Silva, informou ao PIMENTA que os acusados são do estado do Espírito Santo e teriam vindo ao sul da Bahia exclusivamente para aplicar o golpe. A delegada disse ainda que os suspeitos vinham agindo há algum tempo, mas não deu mais detalhes. O trio foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal, em Ilhéus, que investigará os suspeitos.

PRESO TRAFICANTE ACUSADO DE TENTATIVA DE CHACINA NO EXTREMO-SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cleo é acusado de tentativa de chacina no extremo-sul da Bahia

Integrante de uma quadrilha de traficantes com atuação nos bairros Tancredo Neves e Cidade de Deus, em Teixeira de Freitas, Cleo Maicon de Souza, de 23 anos, foi preso nesta sexta-feira (17) por investigadores da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin). Os policiais cumpriram mandado de prisão preventiva.

Cleo é acusado de assassinar Walas de Jesus Santos, no Bar das Coleguinhas, no bairro Esplanada, em junho de 2018, ocasião em que feriu outras quatro pessoas, que também estavam no local. No momento da prisão, Cleo portava um revólver calibre 38, municiado.

Segundo a coordenadora regional da 8ª Coorpin, que tem sede em Teixeira de Freitas, delegada Valéria Chaves, Cleo é investigado pela participação em outros homicídios relacionados ao tráfico de drogas. O criminoso ficará custodiado na sede da Coorpin, aguardando transferência para o sistema prisional.

ITABUNA: DOIS PMs ENVOLVIDOS NA MORTE DE DELEGADO SÃO PRESOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

José Carlos Mastique foi morto na madrugada do domingo passado

Dois policiais militares envolvidos na morte do delegado José Carlos Mastique de Castro Filho, ocorrida no último domingo, foram presos nesta terça-feira (30), por força de mandados judiciais. A dupla, lotada no 15° BPM, presta esclarecimentos sobre a ocorrência, na sede da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Itabuna.

Os mandados para prisões temporárias de 30 dias têm como objetivo garantir que não exista a possibilidade de interferência nas investigações, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) em nota divulgada há pouco.

“Representantes da PM acompanham o trabalho de investigação e estão nos ajudando a esclarecer os fatos”, explicou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis. Um delegado-corregedor está em Itabuna para acompanhar os depoimentos e investigação. Os nomes não foram divulgados pela SSP-BA.

CORPO DE DELEGADO MORTO EM ABORDAGEM DA PM SERÁ ENTERRADO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Delegado Mastique morreu em abordagem da PM, na Beira-Rio

O corpo do delegado da Polícia Civil José Carlos Mastique Filho será enterrado na manhã desta segunda-feira (29), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. Mastique Filho morreu ao levar um tiro no peito, na madrugada deste domingo (28), durante abordagem da Polícia Militar. O corpo está sendo velado no SAF, em frente ao Grapiúna Tênis Clube, na Rua Juca Leão, em Itabuna. O enterro está marcado para as 9h.

A morte do delegado ocorreu depois que guarnição da PM atendeu a um chamado informando um desentendimento entre um homem e uma mulher, na Avenida Aziz Maron, na Beira-Rio. A Polícia Militar se deslocou ao ser informada que o homem estava armado. Ao chegar ao local, o delegado, na versão da PM, teria sacado a arma, levando um dos PMs a atirar. O disparo atingiu o peito do policial civil (relembre aqui).

MP DE GOIÁS RECEBE MAIS DE 500 ACUSAÇÕES CONTRA O MÉDIUM JOÃO DE DEUS

Tempo de leitura: 2 minutos

Acusações contra João de Deus passam de 500, segundo polícia || Foto AB

A força-tarefa, criada pelo Ministério Público de Goiás, para apurar as acusações de abuso sexual contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, recebeu até ontem (17) 506 relatos de mulheres que denunciam crimes sexuais envolvendo o médium. Há uma semana, desde que o grupo foi criado, o número de denúncias aumenta.
O delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes, confirmou que o pedido de prisão preventiva contra João de Deus se baseou em 15 denúncias, já formalizadas, aos policiais. Nelas, as mulheres prestaram depoimento separadamente e contaram relatos semelhantes sobre o suposto modo de agir do médium.
De acordo com o Ministério Público, há possíveis vítimas também no Ceará, Mato Grosso e Rio Grande do Norte. Anteriormente, as investigações se concentravam em Goiás, no Distrito Federal, em Minas Gerais, em São Paulo, no Paraná, no Rio de Janeiro, em Pernambuco, no Espírito Santo, Rio Grande do Sul, no Mato Grosso do Sul, no Pará, em Santa Catarina, no Piauí e no Maranhão.
Há, ainda, relatos de suspeitas em seis países: Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça. As vítimas podem fazer os relatos para denuncias@mpgo.mp.br.
A força-tarefa foi instituída pelo procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, e é formada por seis promotores e duas psicólogas da equipe do MP.
Há seis dias, o procurador-geral de Justiça também encaminhou um ofício-circular aos procuradores-gerais de Justiça dos MPs Estaduais e do Distrito Federal solicitando que sejam designadas unidades de atendimento para coleta de depoimentos de possíveis vítimas do médium.

CASAL É PRESO COM 128 QUILOS DE MACONHA EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais civis apreenderam 128 quilos de maconha em tabletes, na manhã deste domingo (16), no Malhado, em Ilhéus, no sul da Bahia. A operação comandada pelo delegado Thiago Almeida resultou na prisão do casal Wagner da Silva Alves e Silvana Santos de Lima.
Wagner e Silvana estavam no imóvel onde a droga foi apreendida. Do Malhado, a maconha seria distribuída para vários bairros ilheenses e outros municípios sul-baianos. A droga estava dividida em 149 tabletes.
Ainda no imóvel, situado no Alto da Soledade, no Malhado, os policiais apreenderam um balança de precisão. A ação da Civil é um dos maiores baques no tráfico de drogas às vésperas do início do Verão e da Virada do Ano.

PEDIDA INTERDIÇÃO DE PRÉDIO DA 7ª COORPIN; REFORMA ESTÁ SENDO PROVIDENCIADA, AFIRMA EVY

Tempo de leitura: 2 minutos

Sede da 7ª Coorpin em Ilhéus pode sofrer interdição

Após relatório técnico da Secretaria Municipal de Saúde, foi pedida a interdição da sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior, em Ilhéus, devido a problemas estruturais e ambiente considerado insalubre para o trabalho. A interdição é solicitada pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindpoc), fundamentada em laudo. O Sindpoc chegou a informar coparticipação do Ministério Público do Trabalho (MPT) no pedido de interdição, mas foi desmentido pela Procuradoria no Estado.
De acordo com a direção do Sindpoc, a visita técnica constatou “rachaduras, infiltrações, fiações expostas, mofos nas paredes e nos tetos, acúmulo de poeira e ácaros, ar-condicionados com vazamentos, mesas e cadeiras quebradas, extintores fora do prazo de validade, copas e banheiros interditados”.
Outros problemas são o acúmulo de lixo, superlotação carcerária e ataques de animais peçonhentos. Uma funcionária foi atacada por um rato no alojamento, segundo a direção sindical. Outros riscos, aponta, são oferecidos pelo armazenamento inadequado de armas, dinamites e drogas, oferecendo risco de explosão.
Os funcionários, além de local insalubre, também não têm água e alimentação adequada. “A Secretaria de Saúde constata que o prédio da 7ª COORPIN representa um risco à saúde dos trabalhadores e aos cidadãos que precisam dos serviços prestados pela instituição.

Evy: levantamento para reforma da sede da 7ª Coorpin

REFORMA PROVIDENCIADA
O coordenador da 7ª Coorpin, delegado regional Evy Paternostro, disse que a reforma do prédio está sendo providenciada. Segundo ele, o governo iniciou levantamento de todas as necessidades do complexo e a elaboração de um novo projeto de readequação das instalações. O levantamento, afirma, é feito pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).
Conforme o delegado, o Centro de Controle de Zoonoses de Ilhéus foi contatado para que os responsáveis por galpões fechados próximos à 7ª Coorpin façam a limpeza dos imóveis vizinhos. Obras em rede de esgoto na região da Regional também elevaram risco de infestação de ratos na sede da Polícia Civil em Ilhéus.
A sede da Coorpin passou por serviço de desratização e higienização, segundo a autoridade policial. Evy também falou que a superlotação carcerária ocorre em Ilhéus principalmente devido à interdição do Minipresídio Ariston Cardoso. “Está havendo um atraso na inserção dos custodiados no sistema prisional”, explicou. Já os objetos apreendidos, reforça, “tiveram seu devido encaminhamento jurídico”. Atualizada às 9h de 7.12.18.

MULHER É PRESA E JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 10 MILHÕES DE FACÇÃO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ana Valéria é presa durante a Operação Nebulosa | PC-BA

Os bens de criminosos ligados à facção criminosa Raio A foram bloqueados pela Justiça e a Polícia Civil prendeu Ana Valéria de Jesus Trindade, esposa de Luís Antônio Possidônio, o Quinha Possidônio, nesta terça (20). As ações são desdobramento da Operação Nebulosa, deflagrada em agosto passado.
A prisão de Ana Valéria foi decretada pela justiça com o avanço das investigações da Polícia Civil em Itabuna (6ª Coorpin) e Feira de Santana (1ª Coorpin) e o Ministério Público Estadual (MP-BA). Ana é acusada de associação ao tráfico, tráfico de drogas e crimes como lavagem de dinheiro, segundo a Polícia Civil.
O esposo de Ana Valéria, Quinho Possidônio, é sobrinho de Fábio Possidônio, conhecido como Binho Possidônio. Tanto Quinho como Binho, apontados pela polícia local como líderes da facção criminosa, estão no Presídio de Segurança Máxima de Serrinha, na Bahia.

ILHÉUS: DELEGADO EVY PATERNOSTRO RECEBE A MEDALHA BRASÃO DA POLÍCIA CIVIL

Tempo de leitura: 2 minutos

Delegado regional de Ilhéus, Evy Paternostro recebe medalha brasão da PC-BA

O coordenador regional da Polícia Civil em Ilhéus, Evy Paternostro, foi condecorado com a Medalha do Brasão da Polícia Civil em cerimônia na manhã desta segunda-feira (22), em Salvador. Instituída em 1978, é a primeira vez que a honraria é concedida a um coordenador regional. A medalha foi entregue pelo delegado-geral da Polícia Civil da Bahia, Bernardino Brito Filho, em evento que reuniu a cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Estado.
A medalha é outorgada a servidores ou pessoas que contribuem com o engrandecimento institucional da Polícia Civil baiana. Evy trabalhou na regional da Polícia Civil em Eunápolis, no período de 2008 a 2013, quando foi transferido para Itabuna. Em 2016 passou a comandar a regional de Ilhéus (7ª Coorpin).

Evy ao lado do delegado-geral, Bernadino Brito Filho, e coordenadores regionais

Outros quatro delegados regionais também receberam a Medalha do Brasão da Polícia Civil, dentre eles Valéria Chaves, que já atuou em Itabuna e em delegacias do sul da Bahia e hoje comanda a 8ª Coorpin, em Teixeira de Freitas, no extremo-sul do Estado.

Back To Top