skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 09:16 pm

ITABUNENSE É PRESA EM AEROPORTO COM 22 KG DE DROGA QUE SERIA DISTRIBUÍDA NO SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Droga seria distribuída no sul da Bahia

A Polícia Federal prendeu em flagrante, no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, em  Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, uma itabunense e dois comparsas. Eles foram detidos quando faziam uma conexão para Ilhéus, com malas recheadas de skunk, uma das variedades de cannabis. A droga tem o odor mais forte e maior concentração de substâncias psicoativas, segundo a polícia.

Os presos são Nicolas Cordeiro Cidade, de 20 anos, Kaio Oliveira Costa, 22, e Aniellen Pereira Batista, de 23, que é de Itabuna. Eles disseram que receberiam um valor pelo transporte dos 22 quilos  de skunk. Os comparsas de Aniellen Pereira são de Manaus, segundo apurou a polícia. Aniellen também levava uma quantidade de haxixe e ecstasy embalados à vácuo

De acordo com a PF, o voo com os três passageiros saiu de Manaus (AM), com escala em Recife (PE), de onde embarcariam para Ilhéus. Depois de desembarcar no Aeroporto Jorge Amado, no sul da Bahia, eles seguiriam de carro para outro município na região. Em seus interrogatórios, os presos informaram que entregariam a droga para traficantes em Itacaré.

SUSPEITA

Os policiais federais descobriram a droga, ao selecionar bagagens para que fossem submetidas ao aparelho de raios-x. Eles perceberam que em três delas havia forte presença de material orgânico, bem característico de drogas. Os proprietários das bagagens foram identificados e, ao abrirem as malas, os policiais constataram a existência de vários tabletes de skunk escondidos entre as roupas.

Leia Mais

GOLPE NO INSS: PRESOS EM COARACI ESTELIONATÁRIOS DO ESPÍRITO SANTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Estelionatários teriam sacado benefícios na agência do BB de Coaraci

A Polícia Civil prendeu, em flagrante, nesta quarta-feira (22), três pessoas acusadas de sacar, indevidamente, benefícios do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em uma agência bancária na cidade de Coaraci, no sul da Bahia. Os suspeitos foram denunciados por funcionários da agência do Banco do Brasil, onde teriam cometido o crime.

A polícia ainda tenta confirmar as verdadeiras identidades dos acusados, que apresentaram mais de um nome no momento da prisão. As duas mulheres são Elizabeth Aparecida Lobato ou Graziele Conceição Lobato, de 52 anos, e Raimunda Almeida da Cunha ou Ilmar Itamar dos Santos, de 63. Já o homem foi identificado como Orízio Alves Pereira, de 69 anos.

A titular da Delegacia Territorial de Coaraci, Ana Cristina Bastos Soares da Silva, informou ao PIMENTA que os acusados são do estado do Espírito Santo e teriam vindo ao sul da Bahia exclusivamente para aplicar o golpe. A delegada disse ainda que os suspeitos vinham agindo há algum tempo, mas não deu mais detalhes. O trio foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal, em Ilhéus, que investigará os suspeitos.

MAIORIA DO STJ DECIDE REDUZIR PENA DO EX-PRESIDENTE LULA

Tempo de leitura: 2 minutos

Ministros reduz condenação do ex-presidente Lula|| Foto Adriano Machado/Reuters

A maioria dos ministros da Quinta Turma  do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (23) reduzir a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá (SP).

Até o momento, os ministros Félix Fischer, relator do recurso da defesa, os ministros Jorge Mussi e Reynaldo Soares da Fonseca entenderam que a pena do ex-presidente deve passar de 12 anos e um mês de prisão, como foi definido pela segunda instância da Justiça Federal, para 8 anos e 10 meses.

De acordo com a maioria, a pena de Lula foi elevada de forma desproporcional na segunda instância. O julgamento continua para a tomada do último voto, do ministro Ribeiro Dantas.

Pela condenação a 12 anos e 1 mês de prisão, Lula está preso desde abril do ano passado na carceragem da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba (PR). A prisão foi determinada pelo então juiz Sergio Moro, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a prisão após o fim de recursos na segunda instância.

Leia Mais

PF FAZ OPERAÇÃO CONTRA FRAUDE DO SEGURO-DESEMPREGO EM IBICUÍ; PREJUÍZO PODE CHEGAR A R$ 20 MILHÕES

Tempo de leitura: 2 minutos

Polícia Federal deflagra operação em Ibicuí e cidades de outros estados

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta segunda-feira (15), nas cidades de São Paulo (SP), Mauá (SP), Porangatu (GO) e Ibicuí (BA), a segunda fase da Pperação Mendacium, para desarticular organização criminosa especializada na prática de fraudes diversas para recebimento indevido de seguro-desemprego.

A PF cumpre 21 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 8º Vara Federal de São Paulo/SP, em razão de representação penal feita pela Polícia Federal.

A investigação começou em outubro de 2017, com base em denúncia de um trabalhador na qual pessoa não identificada estaria recebendo seguro-desemprego em seu nome. Diante da informação prestada, foram identificadas 408 empresas inexistentes de fato, cuja grande parte a organização criminosa havia feito uso para o recebimento fraudulento de benefícios de seguro-desemprego.

Na primeira fase da investigação foram cumpridos 4 mandados de busca e apreensão, nas cidades de São Paulo/SP e Taboão da Serra/SP, ocasião em que os líderes da organização criminosa foram encontrados em um escritório, localizado no bairro Penha de Franca na cidade de São Paulo, na posse de inúmeros documentos falsos, apetrechos para a falsificação de documentos, material de informática e aproximadamente R$ 420 mil em espécie. Na oportunidade, os líderes foram presos em flagrante pela prática dos delitos previstos no artigo 2º da Lei 12.850/2013 e no artigo 333 do Código Penal.

Leia Mais

EX-GOVERNADOR BETO RICHA É PRESO NO PARANÁ

Tempo de leitura: 2 minutos

Polícia Federal prende Beto Richa, ex-governador do Paraná

A Polícia Federal deflagrou hoje (11) a Operação Piloto na Bahia, em São Paulo e no Paraná. O objetivo é investigar o envolvimento de funcionários públicos e empresários com a empreiteira Odebrecht no favorecimento de licitação para obras na rodovia estadual PR-323.
Cerca de 180 policiais federais cumprem 36 ordens judiciais de busca e apreensão, de prisão preventiva e também prisão temporária em Salvador, São Paulo, Lupianópolis, Colombo e Curitiba – estas três últimas cidades no Paraná. Eles apuram denúncias de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e lavagem de dinheiro. Um dos alvos da operação é o ex-governador do Paraná e candidato ao Senado Beto Richa (PSDB).
As irregularidades teriam ocorrido em 2014 e envolvem o chamado Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht para beneficiar agentes públicos e privados no Paraná.
Em contrapartida, a construtora seria favorecida no processo de licitação para duplicação, manutenção e operação da rodovia estadual PR-323 na modalidade parceria público-privada.
O nome de Operação Piloto remete ao codinome atribuído pelo Grupo Odebrecht em seus controles de repasses de pagamentos indevidos a investigados nesta ação policial. Os detidos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerão à disposição da Justiça.
OPERAÇÃO DA GAECO
Em outra operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), também deflagrada na manhã de hoje, os policiais cumpriram mandados de prisão em uma investigação sobre o programa Patrulha Rural. Entre os presos estão Beto Richa e a mulher dele, Fernanda. Com informações da Agência Brasil.

DEPUTADA QUE FOI COTADA PARA SER MINISTRA DO TRABALHO É ALVO DE OPERAÇÃO DA PF

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cristiane Brasil é alvo da Polícia Federal || Foto Antônio Augusto/Câmara dos Deputados

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do ex-deputado e presidente nacional do PTB Roberto Jefferson, é alvo de uma operação da Polícia Federal contra fraudes em registros sindicais no Ministério do Trabalho e Emprego. A PF cumpre mandados de busca e apreensão em três endereços da parlamentar que chegou a ser cotada para assumir o Ministério. Trata-se da segunda fase da Operação Registro Espúrio.
As buscas ocorrem no gabinete da parlamentar em Brasília, no apartamento funcional de Cristiane Brasil na capital federal e no Rio de Janeiro, onde ela estava. Na capital fluminense, o mandado foi cumprido e acompanhado pela parlamentar, segundo noticiou, há pouco.
Cristiane Brasil, uma das vozes mais estridentes pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, é suspeita de participar da fraude de registro sindical no Ministério do Trabalho. Dentre os indícios contra ela, existiriam mensagens dela com o coordenador de Registro Sindical do Ministério, Renato Araújo.
As buscas contra a parlamentar foram autorizadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. Ele determinou que a deputada está proibida de frequentar o Ministério do Trabalho e Emprego e ter contato com outros investigados no inquérito que apura fraudes no registro sindical. Da Redação.

STF DECIDE NA PRÓXIMA SEMANA VALIDADE DE DELAÇÃO NEGOCIADA PELA PF

Tempo de leitura: < 1 minuto

STF decidirá sobre validade de delações negociadas pela PF || Foto José Cruz/AB

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, marcou para a próxima quinta-feira (14) a retomada do julgamento sobre a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações premiadas, conforme previsto na Lei de Organizações Criminosas (12.850/2013).
O julgamento foi interrompido em dezembro do ano passado, e o placar está em 6 a 1 a favor das delações negociadas pela PF, mas todos com divergências. O ponto comum entre os votos é sobre a validade da delação somente se o Ministério Público concordar com o acordo e a proibição de que delegados acertem as penas com os colaboradores.
Já votaram os ministros Marco Aurélio, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Dias Toffoli. Edson Fachin votou contra. Faltam os votos dos ministros Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e da presidente Cármen Lúcia.
POSIÇÃO DA PGR
A Corte julga ação na qual a Procuradoria-Geral da República (PGR) alega que a possibilidade de a PF realizar acordos enfraquece a atribuição exclusiva do Ministério Público (MP) de oferecer denúncia contra criminosos.
Para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, delegados da PF não têm a prerrogativa de oferecer prêmios ao colaborador, uma vez que cabe somente ao Ministério Público o papel de oferecer denúncia contra o criminoso. Da Agência Brasil.
 

PREFEITURA ACUSADA DE PAGAR POR CIRURGIAS FICTÍCIAS DEVOLVERÁ R$ 800 MIL

Tempo de leitura: 2 minutos

Polícia Federal cumpriu mandados de prisão em Guaratinga na quinta||Foto Radar 64

A prefeitura de Guaratinga, no extremo sul do estado, deverá ressarcir o Fundo Estadual de Saúde da Bahia (Fesba) no valor de R$ 817.073,92 pelo desvio de verbas no Hospital Municipal de Guaratinga.A devolução do valor foi determinada após auditoria da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), e publicada no Diário Oficial do Estado de quinta-feira (26).
No decreto, assinado pelo secretário da pasta, Fábio Vilas-Boas Pinto, é informado que “os atos resultantes dos processos da Auditoria estarão sujeitos aos recursos administrativos”, de acordo com decreto estadual. Após a investigação da Polícia Federal, realizada na manhã de quinta, a prefeitura culpou a antiga gestão pelos crimes apontados.
A PF deflagrou na manhã de quinta a Operação “Agentes Nocivos”, que cumpriu dois mandados de busca na sede da Secretaria Municipal de Saúde e no Hospital Municipal de Guaratinga. A ação investiga um grupo suspeito de fazer cirurgias e outros procedimentos médicos “fictícios” na unidade de saúde. Até mortos teriam passado por cirurgias,. segundo investigações.

Leia Mais

LULA SE ENTREGA À PF E SERÁ LEVADO PARA CURITIBA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ex-presidente caminha na multidão para se entregar à PF || Reuters/Leonardo Benassatto

Por volta das 18h45 deste sábado (7), o ex-presidente Lula deixou a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP) para se entregar à Polícia Federal. Neste momento (20h06min), Lula está na sede da PF, de onde será levado para Curitiba (PR) ainda hoje.
Tecnicamente, o ex-presidente já está preso, por estar sob custódia da Polícia Federal, cujos agentes foram buscá-lo na sede do sindicato, onde Lula se encontrava desde quinta-feira. De São Paulo, o ex-presidente deve seguir para Curitiba.
João Paulo, da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), pediu que a militância não “entrasse em provocação” e buscasse “manter a concentração”. Referindo-se à presença de agentes das forças de segurança em meio à multidão, o representante do MST ressaltou:  “Nós estamos em uma negociação séria com a nossa militância, é difícil, mas nós não vamos topar qualquer tipo de repressão contra o nosso povo”, afirmou. “Estamos em uma luta democrática”.
Integrantes do PT se revezaram nos apelos à multidão para garantir a saída de Lula do sindicato. Manifestantes gritavam palavras de ordem e frases de incentivo para o ex-presidente.
Antes, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou que a Polícia Federal havia concedido o tempo de 30 minutos para que o presidente se apresentasse.

JUIZ DETERMINA PRISÃO DE LULA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Lula deverá se apresentar à Polícia Federal até as 17h de amanhã || Foto Ricardo Stuckert

O juízo federal em Curitiba decretou a prisão do ex-presidente Lula, após o Supremo Tribunal Federal (STF) negar habeas corpus preventivo ao petista. Lula terá até as 17h de amanhã (6) para se apresentar à sede da Polícia Federal para cumprir a pena de 12 anos e 1 mês de prisão no Caso Tríplex do Guarujá. A prisão foi decretada por Sérgio Moro.
“Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física”.

Back To Top