skip to Main Content
12 de agosto de 2020 | 01:30 am

POLÍCIA APREENDE SUBMETRALHADORA E SEIS ESPINGARDAS EM ILHÉUS

Polícia apreende submetralhadora em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da 70ª Companhia Independente da Polícia Militar em Ilhéus apreenderam uma submetralhadora, seis espingardas e munições. Os flagrantes aconteceram no sábado (25), durante ações preventivas.

O primeiro caso começou depois de um alerta do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Em cinco minutos, guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) chegaram até o bairro Jardim Savoya e encontraram dois homens, após o roubo de um veículo.

De acordo com o comandante da 70ª CIPM, capitão Fábio Luiz Magalhães Ferreira, a dupla não ofereceu resistência. “Ambos fazem parte de uma facção criminosa atuante no sul da Bahia. Demos a voz de prisão e, apesar de estarem bastante agitados por conta do uso de entorpecentes, não reagiram”, disse.

A dupla foi encaminhada para a sede da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, em Ilhéus juntamente com a arma.

Seis espingardas foram apreendidas em Ilhéus

Também no sábado, os PMs, em patrulhamento pelo distrito de Lagoa Encantada, zona rural de Ilhéus, avistaram um suspeito com uma espingarda calibre 36.

“Assim que ele percebeu a nossa presença, fugiu deixando para trás o armamento. Seguimos com as buscas e efetuamos a captura”, contou Magalhães, informando ainda que, após abordagem pessoal, ele revelou a posse de mais cinco armas artesanais, na sua residência.

O suspeito também foi conduzido, juntamente com todo o material apreendido, para a sede da 7ª Coorpin.

QUADRILHA PRESA EM IGUAÍ TAMBÉM AGIA EM ITABUNA E JEQUIÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quatro traficantes foram localizados na noite desta quarta-feira (22), em um imóvel rua Manoel Vitorino Alves Miranda, no bairro de Arnulfo Órfão, que funcionava como Quartel Geral do tráfico de drogas, em Iguaí. Essa foi segunda fase da ‘Operação Mundare’ para combate do tráfico de drogas e crimes contra a vida.

As equipes da Delegacia Territorial de Iguaí e da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Itapetinga) chegaram no imóvel para cumprir mandado de prisão contra um dos integrantes do grupo e encontraram o quarteto separando a droga para a venda.

Duas mulheres e um homem acabaram presos por tráfico de entorpecentes. Um adolescente, investigado por ato infracional análogo a homicídio em Jequié, atirou contra os policiais durante a tentativa de fuga, foi ferido e socorrido para o hospital Manoel Martins, mas não resistiu. Ele já tinha uma entrada por receptação.

Dois tabletes e meio de maconha, 130 porções da erva prontas para a venda e um revólver calibre 38 foram apreendidos pelas equipes. De acordo com o titular da DT da cidade, delegado Shangai Alexandre Ramos Rocha, o grupo atuava em Jequié, Itabuna e Iguaí. “As investigações para localizar outros integrantes de grupos continuam”, frisou o policial. Os presos permanecem na DT de Itapetinga à disposição da Justiça.

FUNDADOR DA RICARDO ELETRO, FILHA E IRMÃO SÃO PRESOS POR SONEGAÇÃO FISCAL

Ricardo Nunes foi preso em operação nesta quarta || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 3 minutos

Policiais civis, auditores-fiscais da Receita e três promotores de Justiça de Minas Gerais saíram às ruas de quatro cidades mineiras e de São Paulo nas primeiras horas da manhã de hoje (8) para cumprir três mandados judiciais de prisão e 14 mandados de busca e apreensão expedidos contra empresários investigados por sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Entre os principais alvos da investigação está o fundador da rede varejista Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, detido em São Paulo. A filha mais velha do empresário, Laura Nunes, e um irmão também são alvo da Operação Direto com o Dono. Um segurança que tentou impedir a ação policial também foi detido pelo crime de desobediência.

Segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), os investigados são suspeitos de sonegar, ao longo de mais de cinco anos, cerca de R$ 400 milhões em impostos estaduais, como o ICMS. De acordo com promotores que participam da operação conjunta, além dos valores sonegados aos cofres públicos mineiros, a Ricardo Eletro tem “dívidas vultosas em praticamente todos os estados onde possui filiais [lojas]”.

De acordo com o Ministério Público, “o inquérito corre sob sigilo, mas as provas já colhidas denotam a participação efetiva deste alvo na administração da empresa. Há inúmeros indícios de que esta administração fática ainda é realizada pelo alvo principal da operação”.

Expedidos pela Vara de Inquéritos de Contagem, os mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, em Minas Gerais, e nas cidades de São Paulo e Santo André (SP).

A fim de garantir o ressarcimento dos prejuízos aos cofres mineiros, a Justiça também determinou o sequestro ao equivalente a R$ 60 milhões em bens imóveis atribuídos a Ricardo Nunes – ainda que muitos deles, segundo os promotores responsáveis pelo caso, estejam registrados em nome de parentes do empresário. De acordo com o Ministério Público, a medida é necessária pois a Ricardo Eletro encontra-se em situação de recuperação extrajudicial, “sem condições de arcar com suas dívidas, já tendo fechado diversas unidades e demitido dezenas de trabalhadores”.

No total, a Operação Direto com o Dono mobiliza três promotores de Justiça, 60 auditores-fiscais da Receita estadual, quatro delegados e 55 investigadores da Polícia Civil.

RICARDO ELETRO

Em nota, a Ricardo Eletro informou que Ricardo Nunes e familiares não fazem parte do seu quadro de acionistas e nem mesmo da administração da companhia desde 2019.

“A Ricardo Eletro pertence a um fundo de investimento em participação, que vem trabalhando para superar as crises financeiras que assolam a companhia desde 2017, sendo inclusive objeto de recuperação extrajudicial devidamente homologada perante a Justiça, em 2019”, diz a nota.

A Ricardo Eletro esclareceu que “a operação realizada hoje (8) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil, faz parte de processos anteriores a gestão atual da companhia e dizem respeito a supostos atos praticados por Ricardo Nunes e familiares, não tendo ligação com a companhia”.

Leia Mais

INVESTIGADO POR TRÁFICO É FLAGRADO COM R$ 110 MIL NO BAGAGEIRO DE MOTO

Dinheiro apreendido no bagageiro de moto, em Eunápolis || Imagem SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem foi flagrado com R$ 110 mil, em espécie, escondidos no bagageiro da motocicleta que dirigia, em Eunápolis, extremo-sul da Bahia, na quarta-feira (24), segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). O suspeito responde a inquérito por tráfico de drogas e, ao ser questionado, não soube informar a procedência do dinheiro.

Agentes da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis) apreenderam o dinheiro. A Polícia Civil informou, por meio da SSP-BA, que os policiais passavam pela BR-367, em Eunápolis, quando viram o homem em uma motocicleta.

Diante do nervosismo do motociclista, os investigadores decidiram fazer a abordagem. No momento da revista, o dinheiro foi achado no bagageiro do veículo. Após dizer que não sabia a procedência do dinheiro, o homem foi conduzido até a Delegacia Territorial (DT) de Eunápolis. Os R$ 110 mil foram apreendidos e depositados em uma conta judicial. A Polícia Civil vai investigar a origem do dinheiro. Com informações do G1-BA.

ILHÉUS: POLÍCIA PRENDE 9 ACUSADOS DA MORTE DE HOMEM QUE DENUNCIOU TRÁFICO DE DROGAS

Polícia cumpriu mandado e prendeu 9 em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nove mandados de prisão foram cumpridos, nesta segunda-feira (22), por equipes das polícias Civil e Militar em Ilhéus, no sul da Bahia. Os criminosos presos na operação ‘Aritaguá’ eram procurados por homicídio qualificado desde abril deste ano.

Segundo o coordenador regional da 7ª Coorpin, delegado Evy Paternostro, os criminosos planejaram a morte de um homem após descobrirem que, incomodado com o tráfico de drogas na região, ele denunciava a atuação dos grupos em Aritaguá, zona rural de Ilhéus.

“Apesar da vítima não ter nenhuma relação com a criminalidade, as investigações indicaram que o irmão dele era ligado a uma facção rival. Isso nos faz acreditar que a atitude tenha sido motivada por vingança”, contou o delegado, lembrando que “mesmo procurados por homicídio qualificado, grande parte do bando tinha ligação com o tráfico de drogas na região”.

Os nove homens tiveram os mandados de prisão cumpridos e seguem custodiados na 1ª Delegacia Territorial (DT) de Ilhéus, onde aguardam interrogatório. Dois deles, encontrados com um revólver calibre 32 e uma espingarda, foram autuados por posse irregular de arma de fogo.

“Continuamos com empenho nas investigações em busca de mais três criminosos envolvidos no crime”, concluiu o delegado. Apoiaram a operação as equipes da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), além das Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, Independente da Polícia Militar (70ª CIPM/Ilhéus) e Independente de Polícia e Proteção Ambiental (Cippa/Ilhéus).

ITABUNA: BANDIDOS ATACAM POLICIAIS MILITARES NO PRESÍDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Por volta das 20h deste sábado (6), cerca de 10 criminosos promoveram ataque a tiros contra policiais militares que fazem a guarda do Conjunto Penal de Itabuna. O ataque ocorreu após bandidos se aproximarem do presídio e, segundo a polícia, tentar arremessar drogas em um dos pavilhões do presídio.

De acordo com informações obtidas por este site, a droga seria arremessada no pavilhão onde ficam presos ligados ao Raio A, uma das facções criminosas do município. Os bandidos chegaram em três carros e três motos. Após serem flagrados pelos policiais, iniciaram o ataque.

Os policiais revidaram em intenso confronto. Os criminosos conseguiram fugir pelo matagal próximo ao presídio, na região de Nova Ferradas. Neste momento, policiais da Cipe Cacaueira, Rotam e Ceto, todos da PM, fazem buscas na região para tentar capturar os autores do ataque.

BAHIA: HOMEM É PRESO POR TORTURAR E TENTAR MATAR EX-COMPANHEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem foi preso por investigadores da Delegacia de Polícia Civil em Paulo Afonso, na Bahia, por tentar assassinar a ex-companheira ao não aceitar o fim do relacionamento. O acusado também tentou torturar a ex-mulher, segundo o delegado Paulo Carlos.

Ainda segundo Paulo Carlos, o agressor manteve a vítima trancada em casa, durante a madrugada, e a esfaqueou com um punhal. A mulher conseguiu chamar a atenção dos vizinhos, que acionaram a polícia.

Ela contou que o criminoso utilizou spray de pimenta e aparelhos de choque para feri-la, além de ter os cabelos cortados com o punhal. Conduzido à delegacia, o homem acabou autuado em flagrante por tortura e tentativa de homicídio. A vítima foi socorrida para um hospital devido a gravidade dos ferimentos.

POLÍCIA PRENDE QUADRILHA QUE COMANDAVA DELIVERY DE DROGAS EM JEQUIÉ

Dinheiro, celulares e drogas foram apreendidos com a quadrilha
Tempo de leitura: < 1 minuto

Quatro suspeitos de fazerem parte de quadrilha de traficantes de drogas foram presos, nesta terça-feira (28), em Jequié. A prisão ocorreu em operação conjunta da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e a Superintendência de Inteligência (SI), da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Drogas, dinheiro e celulares também foram apreendidos na ação, deflagrada para cumprir mandados de prisão. Os suspeitos integram uma quadrilha que utilizava a modalidade “delivery” para o fornecimento de drogas, naquele município. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados pela polícia.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE EXECUTAR EMPRESÁRIO EM VALENÇA

Assassinato de Buiu teve participação da esposa, Mariele de Jesus
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia anunciou, nesta quinta (16), a prisão de mais um envolvido na morte do empresário Liel de Jesus Santos, o Buiu, assassinado em setembro de 2019, em Valença. A prisão ocorreu ontem (15), durante uma operação das delegacias territoriais (DTs) de Valença e de Rafael Jambeiro.

O criminoso, acusado de participar da execução do empresário, tinha um mandado de prisão em aberto e estava escondido no distrito de Maracanã, zona rural de Rafael Jambeiro.

A companheira de Liel, Mariele de Jesus Santos, de 33 anos, foi presa logo após o crime, suspeita de ordenar a morte do marido. Ela está no sistema prisional, aguardando julgamento.

O preso foi conduzido à DT de Valença, onde foi cumprida a ordem de prisão, e seguiu para o Conjunto Penal de Valença. Com a prisão do executor, a polícia espera obter mais detalhes da dinâmica do crime.

PRESA DUPLA QUE APLICAVA GOLPE COM DINHEIRO FALSO EM VITÓRIA DA CONQUISTA

Polícia apreendeu celulares, objetos e R$ 4,4 mil falsos com dupla
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da 77ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) apreenderam, no sábado (14), a quantia de R$ 4.400,00 em cédulas falsas, com dois criminosos, no município de Vitória da Conquista, no sudoeste do Estado. De acordo com comandante da unidade, major Nivaldo Oliva, durante procedimento de abordagem a dupla estava com uma parte do valor, momento em que os policiais perceberam se tratar de dinheiro falsificado.

“Eles acabaram confessando às guarnições que tinham mais cédulas no hotel onde estavam hospedados”, disse o comandante da 77º CIPM. Ainda segundo o oficial, os criminosos compravam pequenos produtos em diferentes estabelecimentos comerciais para receberem o troco em cédulas verdadeiras. Com eles também foram encontrados alguns materiais adquiridos aplicando o golpe. A dupla e todo valor foram apresentados à Polícia Federal.

Back To Top