skip to Main Content
29 de maio de 2020 | 11:48 am

MENINO É APREENDIDO COM DROGA E SUBMETRALHADORA EM FEIRA DE SANTANA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Submetralhadora, dinheiro e drogas apreendidos com menor || Foto SSP-BA

Um adolescente de 13 anos foi apreendido na noite desta quinta-feira (20), em Feira de Santana, com uma submetralhadora de 9 milímetros, de fabricação norte-americana e de uso restrito. A apreensão ocorreu em Queimadinha.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), guarnições da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar faziam abordagens na região quando o menor foi avistado com uma sacola, na Rua Paraíba. O menor foi apreendido, ainda, com carregador, munições e seis pedras de crack.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes do Sobradinho. “Comemoramos a retirada de um armamento desse calibre das ruas, mas lamentamos o fato de um adolescente ter sido flagrado às 23h, sem acompanhamento de adulto e com os materiais ilícitos”, disse o secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa.

O secretário pediu o envolvimento da sociedade na formação dos jovens. “A polícia não vai resolver isso sozinha. A sociedade precisa entender em que momento está errando na formação destes jovens”, comentou Barbosa.

MARCONE SARMENTO SERÁ NOVAMENTE JULGADO PELA MORTE DE MANUEL LEAL

Tempo de leitura: 2 minutos

Marcone Sarmento será levado a júri em Salvador

Leal foi morto a tiros há 21 anos

Vinte e um ano depois e sem que nenhum mandante do crime tenha sido descoberto ou preso, Marcone Sarmento será novamente julgado pelo assassinato do jornalista e dono do Jornal A Região, Manuel Leal. O crime foi praticado na noite do dia 14 de janeiro de 1998 e ganhou repercussão nacional.

Sarmento foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) como um dos executores. Os atiradores fizeram a emboscada no portão do sítio onde Leal morava, no Bairro Jardim Primavera, entre o Batalhão da PM e o Complexo Policial de Itabuna. O jornalista e servidor público federal foi atacado ao descer do veículo para abrir o portão.

Sarmento e mais dois homens foram julgados como os pistoleiros que estavam em uma caminhonete na noite da emboscada. O julgamento será no próximo dia 22, no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador.

Em 2005, Marcone foi levado a júri, mas acabou absolvido. O novo julgamento ocorre por evidências de que parte do júri tenha sido manipulada, tendo em vista as provas contundentes contra Marcone, segundo o MP ao recorrer da decisão do júri. Um outro acusado acabou sendo absolvido e um terceiro condenado, Monzart da Costa Brasil, a 18 anos de prisão.

JOVEM SUSPEITA DE VÁRIOS ASSALTOS É PROCURADA PELA POLÍCIA DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Suspeita de assaltos é procurada pela polícia|| Imagens Reprodução e Verdinho Itabuna

A polícia tenta prender uma mulher flagrada por câmeras de segurança assaltando na companhia de um comparsa, em vários pontos de Itabuna, principalmente na região central da cidade. De acordo com a polícia, a criminosa é Katiane Nascimento da Silva, de 19 anos, que chegou a ser presa em março passado, mas acabou solta pela justiça.

A jovem foi detida na companhia de um comparsa quando se preparam para assaltar um homem no bairro Alto Maron, segundo a polícia. Na época, a polícia não tinha as imagens em que a mulher aparece armada assaltando e fugindo em uma motocicleta POP-100 que estaria sendo pilotada por Tiago Argolo Ramos Santos, que está preso.

De acordo com a polícia, as imagens que circulam nas redes sociais são de Katiane Nascimento. Em um dos vídeos, uma jovem desce da garupa de uma POP-100, anuncia o assalto e toma a bolsa de uma mulher no bairro Zildolândia. Em outra filmagem, na Duque de Caxias, a vítima da dupla de assaltantes é um homem que foi surpreendido enquanto caminhava tranquilamente pela calçada.

Segundo a polícia, mesmo com o comparsa detido, a mulher segue praticando crimes. Quem tiver informações sobre a suspeita, pode ligar, gratuitamente, para os números 190 e 197, e não precisa se identificar.

ITABUNA: DONA DE CLÍNICA DE BRONZEAMENTO É INDICIADA POR LESÃO CORPORAL

Tempo de leitura: 2 minutos

Bronzeamento artificial com fita deixou sequela em mais de 10 clientes

A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou por lesão corporal culposa (quando não existe a intenção de cometer o crime) a mulher responsável pelos procedimentos de bronzeamento de fitas em uma clínica que teve clientes queimadas após o serviço, no bairro São Caetano, em Itabuna, no sul da Bahia.

De acordo com informações da polícia, o inquérito contra Lorena Fonseca, que é filha da dona do estabelecimento, será encaminhado para o Ministério Público da Bahia (MP-BA).Doze mulheres denunciaram a clínica de estética Divas Bronze por causa de queimaduras após o procedimento.

A mulher disse, em depoimento, que não sabe o que aconteceu e informou que sempre usou os mesmo produtos e as mesmas técnicas e que nunca houve casos de clientes queimadas durante ou após o procedimento.

Segundo a polícia, as primeiras vítimas começaram a registrar o caso na Delegacia da Mulher de Itabuna 12 dias depois de fazerem o bronzeamento na clínica Divas Bronze, que fica no bairro São Caetano. O estabelecimento está fechada desde março.

Leia Mais

DELEGADA DIZ QUE CLÍNICA MANTEVE ATENDIMENTO, APESAR DE DENÚNCIAS DE QUEIMADURAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Número de vítimas de bronzeamento com fita subiu para 11

Mais uma mulher denunciou a clínica de estética Divas Bronze, em Itabuna, no sul da Bahia, após queimaduras depois de uma sessão de bronzeamento natural, conhecimento como bronzeamento de fita. Com isso, subiu para 11 o número de mulheres que prestaram queixa na delegacia contra o estabelecimento.

A 11ª vítima, que não quis se identificar, foi até a delegacia na segunda-feira (18). Ela não quis gravar entrevista, mas disse que procurou a clínica Divas Bronze no final de fevereiro.

A delegada Ivete Albano, que é responsável pela investigação, disse que continua tomando depoimentos e que ainda essa semana deve ouvir também a responsável pelo bronzeamento que terminou em queimaduras.

Ela disse que o que vem chamando a atenção até o momento é que houve uma falta de cuidado da clínica, que não suspendeu os atendimentos mesmo depois dos primeiros relatos de que clientes tinham passado mal após o bronzeamento.

Segundo o depoimento das vítimas à polícia, depois das denúncias, muitas mulheres começaram a pesquisar se os procedimentos adotados na clínica de bronzeamento estavam de acordo com a legislação.

Elas desconfiam que as queimaduras podem ter relação com irregularidades, como a utilização de produtos manipulados e a exposição ao sol excessiva e fora do horário recomendado.

Entre as vítimas, uma técnica de enfermagem, que também não quis se identificar, mostrou as marcas deixadas pelo procedimento em reportagem feita por Roger Sarmento, da TV Santa Cruz.

SUSPEITO DE VÁRIOS CRIMES NO SUL DA BAHIA FOGE DE HOSPITAL EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acusado de crimes foge do Hblem

Um homem suspeito de vários crimes, baleado num confronto com policiais militares no dia 8 deste mês, na região central de Itabuna, conseguiu fugir do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem).

Daniel Palma Santos, o “Daniel Cinzento”, conseguiu escapar na quinta-feira (21), por um matagal, sem que os policiais responsáveis pela sua custódia percebessem.

De acordo com a polícia, “Daniel Cinzento” acumula várias passagens por diversos tipos de crimes, entre os quais tráfico de droga, assalto, roubo e homicídios em Itabuna e outros municípios do sul da Bahia.

O acusado seria um dos líderes de uma das facções criminosas que atuam na região.

.

PEDIDA INTERDIÇÃO DE PRÉDIO DA 7ª COORPIN; REFORMA ESTÁ SENDO PROVIDENCIADA, AFIRMA EVY

Tempo de leitura: 2 minutos

Sede da 7ª Coorpin em Ilhéus pode sofrer interdição

Após relatório técnico da Secretaria Municipal de Saúde, foi pedida a interdição da sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior, em Ilhéus, devido a problemas estruturais e ambiente considerado insalubre para o trabalho. A interdição é solicitada pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindpoc), fundamentada em laudo. O Sindpoc chegou a informar coparticipação do Ministério Público do Trabalho (MPT) no pedido de interdição, mas foi desmentido pela Procuradoria no Estado.
De acordo com a direção do Sindpoc, a visita técnica constatou “rachaduras, infiltrações, fiações expostas, mofos nas paredes e nos tetos, acúmulo de poeira e ácaros, ar-condicionados com vazamentos, mesas e cadeiras quebradas, extintores fora do prazo de validade, copas e banheiros interditados”.
Outros problemas são o acúmulo de lixo, superlotação carcerária e ataques de animais peçonhentos. Uma funcionária foi atacada por um rato no alojamento, segundo a direção sindical. Outros riscos, aponta, são oferecidos pelo armazenamento inadequado de armas, dinamites e drogas, oferecendo risco de explosão.
Os funcionários, além de local insalubre, também não têm água e alimentação adequada. “A Secretaria de Saúde constata que o prédio da 7ª COORPIN representa um risco à saúde dos trabalhadores e aos cidadãos que precisam dos serviços prestados pela instituição.

Evy: levantamento para reforma da sede da 7ª Coorpin

REFORMA PROVIDENCIADA
O coordenador da 7ª Coorpin, delegado regional Evy Paternostro, disse que a reforma do prédio está sendo providenciada. Segundo ele, o governo iniciou levantamento de todas as necessidades do complexo e a elaboração de um novo projeto de readequação das instalações. O levantamento, afirma, é feito pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).
Conforme o delegado, o Centro de Controle de Zoonoses de Ilhéus foi contatado para que os responsáveis por galpões fechados próximos à 7ª Coorpin façam a limpeza dos imóveis vizinhos. Obras em rede de esgoto na região da Regional também elevaram risco de infestação de ratos na sede da Polícia Civil em Ilhéus.
A sede da Coorpin passou por serviço de desratização e higienização, segundo a autoridade policial. Evy também falou que a superlotação carcerária ocorre em Ilhéus principalmente devido à interdição do Minipresídio Ariston Cardoso. “Está havendo um atraso na inserção dos custodiados no sistema prisional”, explicou. Já os objetos apreendidos, reforça, “tiveram seu devido encaminhamento jurídico”. Atualizada às 9h de 7.12.18.

CRACKER ACUSADO DE ROUBAR MAIS DE R$ 80 MILHÕES É PRESO NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Acusado de vários golpes virtuais foi preso em Salvador

A polícia prendeu na Avenida Antônio Carlos Magalhães, no bairro da Pituba, em Salvador, um dos crackers mais procurados do país. O catarinense Jean Pierre Loz, de 43 anos, é acusado de ter iniciado uma série de golpes a partir de 1999. Ele responde a vários processos por diferentes tipos de golpe, já foi condenado, preso várias vezes e, em 2017, teve o nome incluído na lista de procurados da Interpol.
Jean Pierre é acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, receptação e furto. Ele aplicou vários golpes virtuais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, um dos crimes foi cometido pelo acusado em 2003, contra a Prefeitura de Santa Helena, no Paraná. O suspeito teria conseguido roubar R$ 900 mil que seriam usados para o pagamento de salário dos servidores públicos. O cracker invadiu o sistema e desviou o dinheiro da conta bancária.
De acordo com a polícia, Jean Pierre aplicou o seu maior golpe em 2006, quando conseguiu roubar R$ 80 milhões da Companhia das Águas de Recife, em Pernambuco. Segundo o titular da 16ª Delegacia (Pituba), Ricardo Amorim, Jean Pirre ficou com R$ 8 milhões desse montante e o restante foi dividido entre outras 15 pessoas.
Jean Pierre contou que foi preso e liberado diversas vezes. A última vez, em 2013, ele foi beneficiado com a saída temporária e não mais retornou para cumprir o resto da perna na penitenciária máxima do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, em Canhanduba, Santa Catarina. No ano passado, a Polícia Federal incluiu o nome do cracker na Interpol.

MÃE QUE CONFESSOU TER ESQUARTEJADO E ENTERRADO BEBÊ EM ITABUNA É SOLTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Justiça solta mulher acusada de esquartejar filho

A mulher acusada de esquartejar o próprio filho, um bebê de um mês, e enterrar as partes embaixo de uma árvore num terreno na região da “Volta da Cobra”, próximo ao Hospital de Base, em Itabuna, foi beneficiada com a liberdade provisória concedida pela justiça. Rosemare de Oliveira, de 39 anos, estava presa no Complexo Policial de Itabuna desde sábado (25) e foi solta depois de participar da audiência de custódia na 2ª Vara Crime, na segunda-feira (27).
Foi determinado que Rosemare de Oliveira, que é ré primária, seja submetida a exame de sanidade mental, pois há suspeitas de que esteja sofrendo de depressão pós-parto. Depois do resultado do exame, a justiça decidirá se a acusada será presa no Conjunto Penal de Itabuna ou encaminhada para tratamento num hospital de custódia em Salvador.
Rosemare de Oliveira foi presa no sábado depois de ser denunciada pelos próprios familiares, que perceberam que ela tinha retornado para casa sem a criança. Pressionada, a mulher decidiu levar os policiais até o local onde enterrou cabeça, mãos, pés e pernas do bebê. Antes de enterrar as partes em uma cova rasa, a mãe tentou queimá-las, segundo o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna.

ITABUNA REGISTRA 3 HOMICÍDIOS NO DOMINGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Homem foi assassinado na Sombrinha do Centro Comercial || Foto Pedro Augusto

Itabuna teve um dos mais violentos domingos de 2018 com o registro de três homicídios em um intervalo de menos de dez horas, de acordo com o comando da Polícia Militar. O primeiro assassinato foi registrado em frente à sede do Tiro de Guerra, no Jardim Grapiúna, por volta das 15h40min de ontem (12). Ainda não identificada, a vítima levou tiros na cabeça.
Menos de meia hora depois, criminosos executaram Filipe Nascimento de Souza, de 24 anos, a tiros, no São Roque. Após ser baleado, na Rua José Alves Franco, Filipe correu para dentro de um imóvel, sendo perseguido pelos algozes e executado dentro do banheiro. Os criminosos fugiram em uma motocicleta, segundo a PM. O jovem era suspeito de traficar drogas.
O terceiro homicídio do domingo de Dia dos Pais ocorreu na “Sombrinha” do Centro Comercial. Abdias Max de Jesus, 38, levou vários tiros. Policiais da companhia que fica a menos de 300 metros do local do crime foram acionados e encontraram Abdias caído no chão. Equipe do Samu deslocada para atendimento ao homem constatou o óbito.
 

Back To Top