skip to Main Content
23 de abril de 2021 | 01:31 am

ITABUNA: WILMACI DEFENDE IMPLANTAÇÃO DO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS DO SERVIDOR

Wilmaci cobra plano de cargos e salários do servidor || Fotomontagem Andreyver Lima
Tempo de leitura: < 1 minuto

A vereadora Wilmaci Oliveira (PCdoB) apresentou pedidos de providência ao Executivo para que envie projeto de lei instituindo o Plano de Cargos e Carreira do funcionalismo público municipal. Na sua justificativa, Wilma lembra que o Plano de Carreira no serviço público encontra-se na Constituição Federal.

– É direito do servidor e obrigação do administrador público. Porém, o Plano não pode existir somente para o cumprimento da lei, mas um instrumento de valorização do servidor e, consequentemente, garantindo melhores serviços para a população – disse.

Outro pedido de providência apresentado pela vereadora dispõe sobre a regulamentação do antigo PMAQ, que hoje chama-se Programa Previne Brasil, considerado um pagamento por desempenho aos servidores da Saúde. A parlamentar explicou que estes recursos devem ser utilizados para a melhoria no atendimento aos usuários do SUS e uma parte é destinada para pagamento direto aos funcionários da Saúde, como forma de remuneração adicional.

COVID-19: EX-ASSESSOR DE JONGA BACELAR É ALVO DE OPERAÇÃO DE COMPRA DE TESTES SUPERFATURADOS

Operação cumpre mandados no Distrito Federal e na Bahia nesta quarta || Imagem Metrópoles
Tempo de leitura: < 1 minuto

A quarta fase da Operação Falso Negativo, deflagrada na manhã de hoje (3), investiga a compra de kits de testes de Covid-19 superfaturados pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal e cumpre agora 15 mandados de busca e apreensão no DF e em cidades da Bahia. Na ação, Fábio Gonçalves Campos, ex-assessor do deputado federal baiano Jonga Bacelar (PL), foi acusado de intermediar a compra dos testes por valores mais altos, informa o Metro1.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) apuram o suposto favorecimento de uma empresa de um amigo do ex-secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo. Segundo o Correio Braziliense, o amigo é Campos, que na época dos supostos crimes era secretário parlamentar de Jonga. Um dia após a deflagração da segunda fase da operação, em agosto do ano passado, ele foi exonerado. Na ocasião, Araújo teve a prisão decretada.

O ex-assessor de Jonga Bacelar teria intermediado a contratação de uma empresa que forneceu testes de Covid-19 ao governo de Brasília a preços superfaturados. Por esse motivo, Campos e a esposa, Renata Mesquita D’Aguiar, são alvos de busca e apreensão, com mandados cumpridos na residência deles em Brasília, na Asa Sul. Confira a íntegra.

PRESIDENTE DA CDL DE ITABUNA DIZ QUE PRORROGAÇÃO DE DECRETO É “PALHAÇADA”

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), Carlos Leahy, atacou a decisão do governador Rui Costa de prorrogar o fechamento, por mais dois dias, das atividades econômicas não essenciais em 381 municípios:

– A coisa não pode ser feita dessa forma. A partir de amanhã vamos prorrogar mais dois dias. Domingo, oito horas da noite? Se é para ter lockdown por 3, 4, 5 dias, decreta logo 5 dias e não ficar com essa palhaçada, do jeito que está aí, de uma hora para outra, domingo, 20 horas, anunciar que vai ser prorrogado – disse ele em áudio enviado a filiados à CDL.

Leahy disse ainda que o anúncio da prorrogação na noite de domingo pode levar a aglomeração de trabalhadores nas portas das lojas na manhã desta segunda (1º), pois os comerciantes não teriam tempo suficiente para avisá-los da não abertura nos próximos dois dias. O dirigente lojista também falou que se houver repressão das forças de segurança haverá protesto dos comerciantes.

TOM AMENO APÓS LIGAÇÃO DO PREFEITO

O tom do dirigente da CDL somente mudou após ligação do prefeito Augusto Castro, quando ele explicou que os lojistas iriam respeitar a medida e disse que o gestor do município teria concordado que o anúncio da prorrogação das medidas restritivas ocorreu sem planejamento.

PREFEITO E SECRETÁRIO DISCUTEM DETALHES DE NOVO COLÉGIO ESTADUAL EM ITACARÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Detalhes da obra foram discutidos por Tonho de Anízio e Jerônimo

O município de Itacaré vai receber uma nova escola da rede estadual, que ofertará, além do Ensino Médio regular, o técnico profissionalizante, com diversos cursos. O prefeito Antônio de Anízio se reuniu na tarde desta segunda-feira (8) com o governador Rui Costa, em Salvador, e também com o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues.

Durante o encontro com Rui Costa, o prefeito falou da necessidade de uma nova escola, já que o Colégio Aurelino Leal, o único da rede estadual na sede do município, já não consegue atender ao grande número de estudantes. Já no encontro com o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, o prefeito discutiu detalhes da construção da nova escola estadual de Itacaré.

A nova escola será construída em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, muito mais ampla e moderna e com diversos espaços para as atividades físicas e de pesquisas, segundo Tonho de Anízio.

De acordo com o prefeito, além de possibilitar uma melhor estrutura e melhores condições de ensino, a nova escola vai garantir a profissionalização dos jovens e adultos, uma reivindicação da comunidade, preparando para o mercado de trabalho. Antônio de Anízio falou da importância do ensino técnico-profissionalizante criando novas oportunidades de geração de emprego e renda, formando novos profissionais e inserindo esses estudantes na vida profissional.

Jerônimo Rodrigues garantiu que a previsão é de que as obras sejam iniciadas em muito breve para que Itacaré tenha a sua nova escola estadual. No ano passado o secretário Jerônimo Rodrigues se reuniu em Itacaré com a secretária municipal de Educação, Eliane Camargo, onde visitou algumas áreas para a construção da nova escola estadual de Itacaré. O novo espaço deve ser anunciado já nos próximos dias.

SUPLENTE É INVESTIGADO POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO CONTRA VEREADORA NO SUL DA BAHIA

Cristiano, o suplente, é suspeito de encomendar a morte de Veronice
Tempo de leitura: 2 minutos

A Policia Civil investiga a participação do suplente da vereadora Veronice Romana, na tentativa de homicídio contra ela, na porta da casa onde a vítima mora, em Itapebi, no sul da Bahia. No último sábado (6), o órgão realizou buscas na casa e na fazenda do suspeito, mas ele não foi encontrado. Até a publicação desta reportagem, a polícia não tinha informações sobre o paradeiro do suplente, noticia o G1-BA.

A polícia afirma que uma das possibilidades é de que o atentado pode estar relacionado a ocupação do cargo de vereador, pois caso Veronice deixe a Câmara, o suspeito, identificado como Cristiano Pereira da Silva, poderá ocupar a vaga dela.

A tentativa de atentado aconteceu na última sexta-feira (5). Apesar do susto, a vereadora não ficou ferida. De acordo com a vítima, ela estava chegando em casa após uma caminhada, quando percebeu um carro parado com dois homens atrás dela. Um dos homens, que estava armado tentou atirar contra ela, mas a arma não disparou. A vítima suspeita que houve algum problema na arma de fogo.

Desde que tomou posse no dia 1º de janeiro deste ano, Veronice afirma que está sendo perseguida. Ela acredita que a tentativa tenha a ver com motivação política, no entanto, disse que não recebeu nenhum tipo de ameaça.

Após o depoimento da vítima, a polícia começou a investigar os interesses políticos como possível motivação do crime.

De acordo com a polícia, a esposa do suplente, informou para os policiais que ele havia acabado de tomar café e tinha saído. Entretanto, o órgão afirma que não havia vestígio que indicasse que ele realmente tomou café em casa.

O órgão informou que, em agosto de 2019, o investigado efetuou disparos durante uma discussão entre ele e a esposa. Na ocasião, o filho do casal, que tinha 12 anos, foi baleado.

Leia Mais

CANDIDATURA DE CHARLIANE SOUSA É PRIORIDADE DO MDB EM 2022, AFIRMA LÚCIO VIEIRA LIMA

Charliane será prioridade do MDB no sul da Bahia, segundo Lúcio Vieira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ex-presidente estadual do MDB da Bahia, Lúcio Vieira Lima disse hoje (7) que a ex-vereadora e ex-candidata a prefeita de Itabuna Charliane Sousa será prioridade do partido na disputa por vaga na Assembleia Legislativa em 2022 no sul da Bahia. Ao PIMENTA, o ex-deputado federal revelou os planos do MDB para a ex-vereadora.

Antes, em um grupo de WhatsApp que reúne jornalistas, empresários, políticos e profissionais do marketing, o Diálogos sem Platão, Lúcio Vieira respondeu ao colunista Marco Wense que Charliane Sousa terá todo o apoio do MDB para uma candidatura a deputada estadual. Na resposta, disse que a ex-vereadora é mulher, parda, de garra e leal.

Ao ser questionado pelo PIMENTA, por telefone, Lúcio repetiu e lembrou que Charliane tinha reeleição certa como vereadora, mas foi leal e parceira do MDB ao disputar a Prefeitura de Itabuna, lutando contra todos, “políticos e, inclusive, imprensa”.

E reforçou: – A candidatura de Charliane é um desejo do partido. Tem muita gente se mobilizando e disposta a apoiá-la em 2022. [O presidente da Câmara de Salvador,] Geraldinho Júnior, Marcelo Guimarães, que está voltando ao partido, e Luizinho Sobral [pré-candidatos a deputado federal] já se comprometeram a fazer dobradinha com ela – afirmou ao site.

Segundo Lúcio, a ex-vereadora não se limitará apenas ao sul da Bahia na corrida por uma vaga em 2022. “Não é só Itabuna e o sul da Bahia, mas regiões como as de Irecê, Salvador”, completou o ex-deputado, reforçando que CharlIane, além de ser “leal e parceira” é de uma região de grande importância política e econômica, o sul da Bahia.

ROSEMBERG, MARÃO, MARCONE E A CORRIDA DE 2022 NO SUL DA BAHIA

Rosemberg Pinto, Marão e Marcone Amaral: 2020 e o “jogo jogado”
Tempo de leitura: < 1 minuto

São grandes as possibilidades de o prefeito Marcone Amaral (PSD) disputar uma vaga à Assembleia Legislativa em 2022. Tudo dependerá dos próximos passos dele à frente da Prefeitura de Itajuípe e de sua desenvoltura como novo líder regional na presidência da Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc), entidade que, para muitos, tem histórico ranço de sepultar (maiores) sonhos políticos.

Gás e jogo de cintura não faltam ao ex-jogador de futebol e hoje nome em ascensão na política sul-baiana. Marcone, aliás, tomou gosto pela coisa. Até 2019, ele discutia se, novamente, disputaria a Prefeitura de Itajuípe. Acabou reeleito com folga e foi estimulado por amigos que conhecem os caminhos da política a construir o seu nome para fora dos limites da “Velha Pirangi”.

E assim o fez.

Marcone, ligado ao deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto (PT), não deve ter a objeção do parlamentar neste projeto mirando a AL-BA. Durante a eleição da nova diretoria executiva da Amurc, na sexta (29), Rosemberg fez contundente discurso pelo fortalecimento da representatividade política regional sul-baiano nos parlamentos estadual e federal.

O petista, que hoje é o único parlamentar estadual representando o Território Litoral Sul, disse que quanto maior o número de deputados deste território de identidade, maiores são as chances de a região se fazer ouvida tanto em Salvador como em Brasília. Assim, não seria voz solitária a defender a região. Disse isso mencionando o nome de Soane Galvão, primeira-dama de Ilhéus. O esposo de Soane e prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, Marão, como não poderia deixar de ser, reagiu simpaticamente ao discurso. Também quer aproveitar os bons ventos.

SESSÃO NA SEGUNDA ABRE TRABALHOS DA NOVA LEGISLATURA DA CÂMARA DE ITABUNA

Erasmo Ávila presidirá trabalhos que abrem nova legislatura || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os trabalhos da nova legislatura da Câmara de Vereadores de Itabuna, período 2021-2024, serão abertos em sessão na próxima segunda (1º), às 14h, comandada pelo vereador Erasmo Ávila (PSD), que preside a Casa. A sessão de abertura dos trabalhos ordinários deverá ser marcada pela presença do prefeito Augusto Castro, também do PSD, com a mensagem do Executivo e os planos e projetos para os quatro anos de mandato.

De acordo com a presidência da Câmara, somente serão permitidas 80 pessoas no Plenário Raymundo Lima, devido à pandemia. “A sociedade poderá acompanhar a sessão de forma simultânea através das redes sociais da Casa – assim como através de um telão a ser instalado do lado de fora. Ou seja, tudo estará ao alcance daqueles que legitimaram a chegada dos edis até a vereança”, ressalta a presidência do Legislativo.

“REFERÊNCIA NACIONAL”, DIZ VALDERICO SOBRE GESTÃO DE ACM NETO EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Valderico Júnior (à dir.) diz que gestão de Neto tornou-se referência nacional

O empresário Valderico Júnior disse hoje (26) que ACM Neto tornou-se “referência nacional de gestão pública”. Neto comandou uma das maiores prefeituras do país no período de 2013 a 2020 e fez o sucessor. Bruno Reis, também do DEM, foi eleito prefeito de Salvador, com mais de 64% dos votos válidos.

“Tenho muito orgulho de fazer parte do time democrata, sob a liderança de Neto, o melhor prefeito da história de Salvador. Seu trabalho virou referência nacional de gestão pública”, disse Valderico Junior.

Junior ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Ilhéus em 2020. Hoje, preside o Diretório Municipal do DEM. O empresário ilheense prestou homenagem ao agora ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM. Neto faz 42 anos nesta terça (26).

ACUADO, BOLSONARO PARECE “OUTRO ANIMAL”

Tempo de leitura: 2 minutos

Com os rumores de impeachment e a queda da sua popularidade nas pesquisas de opinião, o presidente atenuou o discurso. Em mensagem publicada no Twitter, fez as vezes de estadista e informou que a China está prestes a enviar os insumos da CoronaVac ao Brasil. “Agradeço a sensibilidade do Governo chinês”, escreveu um Bolsonaro afável.

Thiago Dias || diasalvest@gmail.com

Em setembro de 2018, a jornalista Malu Gaspar, da revista Piauí, publicou reportagem sobre o economista Paulo Guedes, atual ministro da Economia. A menos de um mês das eleições, o “Posto Ipiranga” era o fiador de Jair Bolsonaro junto ao mercado financeiro.

Naquela altura, acenando para “a elite brasileira”, Guedes  enfatizou a viabilidade eleitoral de Bolsonaro. De quebra, xingou o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), além dos ex-presidentes Michel Temer e José Sarney. “Quer dizer: todo mundo aí trabalhou para o Aécio, ladrão, maconheiro. Trabalhou para o Temer, ladrão. Trabalhou pro Sarney, ladrão e mau-caráter que aparelhou o Brasil inteiro. Aí chega um sujeito completamente tosco, bruto e consegue voto como o Lula conseguiu”.

Em seguida, tratou o estilo verborrágico do candidato como problema menor. Na opinião dele, ao invés de impor obstáculos contra Jair por causa da sua língua solta, a elite econômica deveria amansá-lo. Aproveitando a deixa, a repórter perguntou se isso era possível. “Acho que sim, já é outro animal”, respondeu o economista.

Diferente do que previa Guedes, no comando do país, Bolsonaro não amansou a retórica beligerante. Enquanto era possível, esticou as cordas contra o Judiciário e o Legislativo. Nas relações internacionais, em atitude de subserviência ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump, zombou da China, principal destino das exportações brasileiras. Na pandemia, menosprezou a importância das vacinas contra a Covid-19, o que inviabiliza o acesso rápido do Brasil ao volume necessário de doses para imunizar sua população.

Nesta semana, com o crescimento dos rumores sobre a possibilidade de impeachment e a queda da sua popularidade nas pesquisas de opinião, o presidente atenuou o discurso.

Ontem, em mensagem publicada no Twitter, fez as vezes de estadista e informou que a China está prestes a enviar os insumos da CoronaVac ao Brasil. “Agradeço a sensibilidade do Governo chinês”, escreveu um Bolsonaro afável.

Até parece “outro animal”.

Thiago Dias é repórter do PIMENTA.

Este comentário não reflete, necessariamente, a opinião do blog.

BAHIA: MAGNO LAVIGNE DEIXA REDE SUSTENTABILIDADE E ACUSA PARTIDO

Lavigne acusa partido por aproximação com a direita
Tempo de leitura: < 1 minuto

O porta-voz estadual da Rede Sustentabilidade, Magno Lavigne, endereçou um pedido de desfiliação da legenda ao porta-voz nacional, Pedro Ivo. Assim se antecipa os desentendimentos que teve com a direção estadual da Rede que, na avaliação de Lavigne, se aproximou da “direita” nas últimas eleições municipais.

O partido apoiou, por exemplo, a eleição de Colbert Martins Filho (MDB) em Feira de Santana, ficou neutro no segundo turno em Vitória da Conquista e, também, participou da campanha da prefeita de Juazeiro, Suzana Ramos (PSDB).

Ao tomarem conhecimento de que Lavigne pretendia se desligar, alguns dirigentes sugeriram, inclusive, expulsá-lo da legenda como forma de criar um fato político contrário ao líder. A decisão, entretanto, não terá efeito, já que Lavigne se antecipou e comunicou o que estava ocorrendo na Bahia aos amigos que fez na direção nacional da agremiação, a exemplo de Heloísa Helena, Marina Silva e o próprio Ivo. Informações do Política Livre.

UMA NAÇÃO DIVIDIDA

Tempo de leitura: 2 minutos

Sabemos que os estudantes que forem aprovados nesse certame não estarão iniciando as aulas presenciais e até mesmo remotas nesse primeiro quadrimestre, logo, deveria o Ministério da Educação tê-lo adiado, deixando-o para ser realizado logo após a aplicação da vacina e a diminuição da curva pandêmica.

Rosivaldo Pinheiro

Estamos num país dividido. Todos os temas acabam sendo politizados sob o manto ideológico que logo despenca à intolerância. Nenhum tema, por mais ou menos relevante ou obviedade que tenha, escapa a essa contaminação, dificultando que a própria sociedade encontre uma saída para os nossos graves problemas. Questões ligadas à pandemia jamais deveriam fazer parte dessa conjuntura, mas acabaram sendo o terreno mais fértil para esse comportamento e manifestação dos grupos antagônicos.

Primeiro, foi incorporado como tábua de salvação para o enfrentamento da covid o uso da cloroquina, atualmente rejeitada e retirada dos debates dos grupos pró-governo federal. Mas o Brasil possui estoque para abastecer as cidades brasileiras por 100 anos, segundo levantamento do portal Metrópoles. Atualmente, ganharam notoriedade as discussões em torno da necessidade da vacinação em massa, tendo clara resistência por parte de alguns segmentos que se deixam pautar pela corrente negacionista, tendo no presidente da República seu principal difusor.

A vacina CoronaVac passou a ser descredenciada e uma rede de informações contrárias sistematicamente socializada, tudo em função da sua origem chinesa e por ser ela divulgada e defendida pelo governador de São Paulo, João Dória, hoje claro desafeto do presidente Bolsonaro, já que eram parceiros políticos unidos pelo ódio ao PT até o segundo turno das eleições o presidenciais em 2018.

Brasileiros e brasileiras que nunca buscaram saber as origens das nossas vacinas (BCG, Poliomielite, Varíola, Sarampo, Gripe etc) passaram a se apropriar do discurso contrário ao seu uso como se fossem verdadeiros infectologistas, estudiosos da sua eficácia e das relações internacionais que cercam a geopolítica.

Os resultados dos testes feitos pelos cientistas do Instituto Butantã foram desmerecidos, e a margem de segurança e eficácia, desconsiderada, por entenderem, os seus detratores, que se trata de um subproduto, colocando a vacina quase como um placebo. Vejam que esses mesmos negacionistas não se opunham ao uso da cloroquina, mesmo após os cientistas comprovarem a sua ineficácia para covid, ficando claro que a manifestação desses grupos visa apenas dar voz à tese patrocinada pelo presidente da República.

Diante de todo esse desencontro de informações, o país já registra mais de 204 mil mortes e uma calamidade humanitária em Manaus, mas nada disso parece ganhar um olhar de maior análise por parte dos seguidores do negacionismo. Neste domingo teremos o Enem, que só será realizado pela falta de sensibilidade do MEC diante desse momento de extrema vulnerabilidade por que passamos no aspecto epidemiológico e, por consequência, os desdobramentos psicológicos por que passam as famílias e parte dos estudantes que farão a prova nessa primeira etapa.

Sabemos que os estudantes que forem aprovados nesse certame não estarão iniciando as aulas presenciais e até mesmo remotas nesse primeiro quadrimestre, logo, deveria o Ministério da Educação tê-lo adiado, deixando-o para ser realizado logo após a aplicação da vacina e a diminuição da curva pandêmica. Resta agora às famílias e aos participantes buscarem cumprir os protocolos necessários e mitigar os riscos das exposições e aglomerações nos locais de prova.

Que a nossa sociedade saia desse divisionismo nocivo à vida e que possamos respirar – literalmente. Para isso, que cheguem as doses das vacinas e a civilidade.

Rosivaldo Pinheiro é economista e especialista em Planejamento de Cidades.

O BANIMENTO DE TRUMP DA POLÍTICA E DAS REDES SOCIAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os últimos acontecimentos revelam que nada será como antes no uso das mídias na política e quem quiser se eleger, terá que se adaptar.

Andreyver Lima || andreyver@gmail.com

Nesta semana o Whatsapp surpreendeu, quando fez um anúncio dando um prazo aos usuários para aceitar ou não os novos termos de privacidade. Ou seja, quem não aceitar até lá, é convidado a apagar o aplicativo.

Em 2014, quando comprado pelo Facebook, o aplicativo fez uma grande revisão e atualizou os termos de uso, compartilhando dados como localização e contatos. O debate sobre quando e como as redes sociais podem utilizar nossos dados está só começando.

Sem dúvida, as plataformas de mídias sociais podem desestabilizar países e tanto poder na mão de empresas representa um sério risco para a democracia. Entretanto, a presença digital nunca foi tão importante para o sucesso de comunicação de uma marca ou figura pública.

Como exemplos do bom uso da presença digital na política temos Barack Obama, Trump e Bolsonaro. O fato é que os dois últimos souberam utilizar a linguagem dos memes, do Twitter e Whatsapp muito antes de outras vertentes políticas se apropriarem.

Os memes são peças de comunicação da internet com poder de síntese. Uma frase ou imagem pode representar mensagens e ideias. Um artigo, por exemplo, não tem como competir com o efeito viral do meme. Daí, o motivo das fake news invadirem os celulares.

Os últimos acontecimentos revelam que nada será como antes no uso das mídias na política e quem quiser se eleger, terá que se adaptar.

O fato das redes sociais banirem Trump, após convocar grupos em direção ao Capitólio, pode indicar que muita coisa anda mudando na internet e na política.

Andreyver Lima é comentarista político no Jornal Interativa News 93,7FM e editor do site sejailimitado.com.br

ACM NETO DESCARTA ASSUMIR CARGO NO GOVERNO BOLSONARO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto descartou a possibilidade de assumir qualquer cargo no governo federal depois de concluir seu mandato na capital baiana. Ele tratou como especulação a ida dele para o Governo Bolsonaro. “Eu não cogitaria isso e o governo sabe da minha posição há muito tempo”, disse, complementando que “não houve convite” por parte do presidente ou membros da gestão federal.

Neto tem se reunido com frequência com o governo central, o que reforçou as especulações em torno de uma suposta ida dele para a gestão Bolsonaro. Ele disse que pode aconselhar o governo, mas pensando numa agenda para o futuro do país. Ainda segundo ele, “todos sabem” dos seus planos para o próximo ano, quando estará sem mandato eletivo.

ITABUNA E O NOVO GOVERNO

Tempo de leitura: 2 minutos

O governo Augusto e Guinho não pode falhar. Não pode ceder às pressões do toma lá dá cá, que tanto fez Itabuna parar no tempo.

Mark Wilson

Itabuna tem com Augusto Castro e Enderson Guinho outra grande oportunidade de retornar aos trilhos do desenvolvimento, pois são jovens sintonizados entre si, bem articulados e conhecedores dos problemas com propostas viáveis representando o clamor de mudanças. É um governo que promete harmonia, lisura, transparência, competência técnica e inovação.

Gestões anteriores infelizmente não observaram que secretarias-fim (como educação, saúde, esporte, obras e serviços, assistência social, etc.) deveriam obter apoio irrestrito das secretarias-meio (como administração, finanças e procuradoria) e das secretarias-assessoria (como planejamento, controladoria, e gabinete do prefeito). Foi isto que ao longo dos últimos anos resultou em balbúrdias políticas e administrativas sendo todas elas rejeitadas pelo voto popular.

A história nos mostra que com organização e diálogo surgem boas alternativas de soluções em contraponto às bajulações ou desmandos.
Vale lembrar que Augusto Castro se criou em um bairro periférico, se formou em administração e que hoje é a própria imagem de competência em assessorias na administração pública municipal, podendo se tornar agora em um dos principais líderes para a criação de nossa tão sonhada região metropolitana.

Acredito que após breve diagnóstico no governo de transição irá acontecer um grande planejamento estratégico municipal aproveitando o cabedal intelectual e científico da Uesc, Ufsba, Ceplac, e dos grandes profissionais da prefeitura, servidores efetivos que já trabalham com maestria na elaboração de projetos e captação de recursos.

Assim sendo, uma ótima gestão tem que começar com ótimos propósitos, planejamento e equipe competente que esteja unida e atenda aos anseios populares numa equação razoável entre governabilidade, e principalmente, governança, pois esta última é quem realmente traz resultados práticos para a sociedade.

Enfim, o governo Augusto e Guinho não pode falhar. Não pode ceder às pressões do toma lá dá cá, que tanto fez Itabuna parar no tempo. Acredito que Augusto e Guinho irão fazer uma gestão competente visando a felicidade do itabunense que clama por desenvolvimento e melhoria na qualidade de vida. Nisto acredito e ponho fé.

Mark Wilson é graduado em Administração e possui especializações em Administração Pública & Gerência de Cidades; Elaboração & Gestão de Projetos Sociais; e em Gestão Pública Municipal.

Back To Top