skip to Main Content
30 de março de 2020 | 10:31 am

SÃO JOSÉ, PERDOA-LHES, POIS NÃO SABEM O QUE FAZEM

Tempo de leitura: 4 minutos

Nesta quinta-feira (19) espero que São José possa abençoar todos os seus fiéis de Itabuna e outras cidades brasileiras que tanto sofrem com as más ações de seus políticos, livrando-os de todo o mal que eles [os maus políticos] pretendam causar.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Neste 19 de março, dia consagrado a São José, os fiéis e devotos do Santo Pai de Jesus Cristo não poderão acompanhar as tradicionais procissões em homenagem ao seu protetor, em várias cidades. A mística religiosa e os dogmas da Igreja Católica são importantes para manter a fé, porém o medo de uma epidemia (já pandemia) é maior e novos hábitos sucederão os mais antigos.

Ainda mais nos tempos atuais em que a tecnologia nos leva (ou impõe?) novos costumes, os virtuais, em que assistimos a celebração de missas em diversas igrejas do mundo inteiro pelas telas dos aparelhos de TV. Não tenho a menor ideia do que representará para o Santo Carpinteiro deixar de percorrer as ruas de Itabuna e outras cidades desacompanhado daquela multidão orando e cantando em seu louvor.

Para os católicos mais fervorosos a falta da tradicional procissão é uma tragédia nos mesmos parâmetros da pandemia do Coronavírus, que assola o mundo, ainda mais partindo da China, um país comunista. Mas não existe outro recurso senão obedecer aos padrões de comportamento a nós impostos pelos órgãos governamentais, a começar pelo Ministério da Saúde.

Concordo plenamente com os cuidados constantes nos procedimentos, protocolos que teremos que obedecer, pois têm força de lei e a desobediência poderá ser enquadrada nos crimes contra a saúde pública (arts. 267 e 268 do CPB). Por mais que as administrações públicas se esforcem, é da natureza do brasileiro desobedecer as recomendações, inclusive em prejuízo próprio.

Lendo e relendo a nota oficial publicada pela Diocese de Itabuna, confesso que fiquei com dúvidas a respeito das decisões das autoridades eclesiásticas, após ouvirem os médicos especialistas. Isto porque, cancelada a procissão, ficaram mantidas as celebrações de três missas (7, 10 e 15 horas), cujo número foi ampliado para quatro, com a missa a ser celebrada às 17 horas.

Como não sou autoridade em assunto algum – embora apenas me dê ao luxo de praticar a teimosia, já vislumbro e comparo generalidades –, comparei as multidões de fiéis que assistem às missas e acompanham a procissão. Foi então que me dei conta de que, como o propósito é reduzir as multidões e, consequentemente, o risco de contaminação pelo Coronavírus, me dei conta que tanto fazia seis como meia dúzia.

Pelos meus tresloucados cálculos, a procissão reúne um número bem maior de pessoas que as missas, porém se alguns dos fiéis estiver infectado pelo coronavírus o risco é o mesmo, por mais cuidados que tomem os participantes. Acredito – não tenho certeza – que no caso das missas – em ambiente fechado – a gravidade é ainda mais acentuada que na procissão, em local aberto, nas ruas de Itabuna.

Não é de hoje nem de ontem que a procissão em louvor a São José vem sendo contaminada pelo pior vírus que se conhece no mundo, o do mau político, que há muito teimam em participar – como todo o destaque – das procissões. Em todos os anos – notadamente os eleitorais, dois em dois anos – eles brotam do limbo e se apresentam ao lado do andor para carregar o santo, com a única finalidade de aparecer nas fotos.

Procissão de São José foi cancelada em 2020 por causa do coronavírus

São políticos que não dispõem da mínima intimidade com o Glorioso São José e com a comunidade itabunense, dentre outras em que é o Padroeiro, e mesmo assim se acham no direito de se postar à frente dos Congregados Marianos. Muitos desses políticos sequer são católicos e nem têm a intenção de se converter ao catolicismo, pelo contrário, são materialistas, comunistas, que alardeiam ser a religião o ópio do povo.

Pior, ainda, do que a conduta desses maus políticos – os mesmos que brigam de unhas e dentes por um estado laico na forma mais esdrúxula – são dos representantes da igreja que comungam do mesmo sentimento dos políticos. Somente para ilustrar, os comunistas – portanto, materialistas – Haddad e Manoela, em campanha presidencial foram à Basília de Aparecida e ainda comungaram o sagrado corpo de Cristo, o Santíssimo Sacramento.

Dizem que o castigo vem a cavalo e, ao que parece, estamos justamente no período da pré-campanha eleitoral e, por certo, em volta do andor do Glorioso São José estariam a rodá-lo esses fariseus para levar o andor. Lembro-me muito bem da campanha vitoriosa feita pelo jornalista Charles Henri para separar o joio do trigo, ao destinar aos membros do Tiro de Guerra a função de carregar o andor.

Nesta quinta-feira (19) espero que São José possa abençoar todos os seus fiéis de Itabuna e outras cidades brasileiras que tanto sofrem com as más ações de seus políticos, livrando-os de todo o mal que eles [os maus políticos] pretendam causar. Rogo, ainda, que os padres com orientações políticas materialistas também tenham a ombridade de defender o comunismo em outra freguesia.

Mas como São José é Pai de Jesus e Deus de todos nós, confiemos nesse milagre.

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

MORRE EX-PREFEITO DE ITARANTIM E IRMÃO DO SENADOR OTTO ALENCAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cícero Alencar, ex-prefeito de Itarantim e irmão do senador Otto Alencar (PSD-BA), faleceu neste sábado (7), em Itapetinga. Pecuarista, Cícero sofreu um infarto fulminante, na própria residência, no município do sudoeste baiano.

Cícero foi prefeito de Itarantim no período de 1993 a 1996 e ensaiava participar da disputa de 2020. Políticos e dirigentes de entidades lamentaram a morte do ex-prefeito, a exemplo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc).

O presidente da Amurc, Aurelino Cunha (Lero Cunha), manifestou profundo pesar pela morte de Cícero. “Neste momento de grande tristeza, rogamos a Deus que conforte a família e os amigos por esta perda inestimável”.

JORNALISTA LEVI VASCONCELOS COMENTARÁ A POLÍTICA BAIANA NO “BOM DIA BAHIA”

Jornalista Levi Vasconcelos fará comentários semanais no “Bom Dia Bahia”
Tempo de leitura: < 1 minuto

Levi Vasconcelos, um dos mais bem-informados e conceituados jornalistas políticos da Bahia, fará um balanço do que aconteceu esta semana no cenário político da capital baiana, a partir da manhã deste sábado (7), no Bom Dia Bahia. O programa semanal é apresentado pelo também jornalista Ederivaldo Benedito, na Rádio Difusora AM 640, de Itabuna.

Editor da coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, Levi Vasconcelos é também editor do site Bahia.ba. O convite para o jornalista fazer um comentário semanal no Bom Dia Bahia partiu do colega Ederivaldo Benedito, que apresenta o Bom Dia Bahia ao lado do advogado Andirlei Nascimento, das 8h às 10h30min da manhã.

“Levi, excelente profissional, é um amigo desde o início de minha carreira em 1975. Fomos colegas de redação no extinto Jornal da Bahia, na Tribuna da Bahia e em A Tarde. É um prazer tê-lo no Bom Dia Bahia, ao lado de Andirlei Nascimento e João Matheus Feitosa, noticiando, analisando e comentando os fatos da política baiana”, afirmou Ederivaldo Benedito, “Bené”.

ILHÉUS: VALDERICO JÚNIOR CRITICA PREFEITO MARÃO POR ABANDONO DO IME

Valderico Júnior (à esq.) critica Marão por abandono do IME Eusínio Lavigne
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário e novo presidente do Democratas de Ilhéus, Valderico Júnior, fez críticas ao prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), pelo abandono de uma das mais tradicionais escolas do município, o Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME), localizada no centro da cidade. A crítica ocorre após o Ministério Público Estadual (MP-BA) enquadrar Marão pela falta de planejamento para a reforma do colégio, que sofreu princípio de incêndio em agosto do ano passado.

Apesar do ano letivo na rede municipal ter começado há um mês, várias escolas estão com o período prejudicado, a exemplo do próprio IME e das escolas Heitor Dias, Paulo Freire e Nucleada de Santo Antônio. “O governo municipal cometeu um grave erro de planejamento. É inaceitável que dois mil e trezentos estudantes fiquem mais de um mês sem aula por incompetência da prefeitura”, diz Valderico, repetindo o que expressou o Ministério Público em recomendação ao governo.

O empresário, que é pré-candidato a prefeito de Ilhéus, foi além:

– Se o IME, com toda a sua importância histórica, está abandonado, imaginem a situação das escolas longe do Centro – disse.

O IME foi construído no final dos anos 1930. Por lá passaram grandes nomes nacionais e da Bahia, a exemplo do geógrafo Milton Santos, falecido em 2001. No IME, Milton Santos iniciou a carreira docente. Por lá, outros nomes importantes, como o ex-governador Paulo Souto e de geração de ilheenses e sul-baianos. Por causa da falta de planejamento, a escola fará aniversário, no próximo mês, de portas fechadas.

Confira também:

MP-BA ACUSA PREFEITURA DE ILHÉUS DE NÃO PLANEJAR OBRA E PREJUDICAR 2,3 MIL ALUNOS

VALDERICO JÚNIOR ASSUME A PRESIDÊNCIA DO DEM DE ILHÉUS

Valderico Júnior, ao centro, tomou posse em evento com ACM Neto e Pedro Tavares
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário Valderico Júnior assumiu a presidência do diretório ilheense do Democratas (DEM). A transmissão de cargo ocorreu em Salvador, na manhã desta terça-feira (3), com as presenças do prefeito da capital, ACM Neto, que é também presidente nacional do partido, e do deputado estadual Pedro Tavares, que deixa a direção do DEM ilheense.

Pedro Tavares se considerou honrado ao passar a presidência do DEM para Valderico Júnior. “Ele como pré-candidato [a prefeito], vai ter liberdade para construir alianças políticas compromissadas aos anseios do povo de Ilhéus”.

Na mesma ocasião, o prefeito ACM Neto declarou que a pré-candidatura de Júnior “é prioritária para a Executiva Nacional do DEM”.

De acordo com sua assessoria, Valderico Júnior tem agenda extensa em Salvador nesta semana. Dentre os compromissos, o empresário vai conhecer politicas públicas de sucesso executadas pela gestão de ACM Neto.

APÓS CARNAVAL, ACM NETO DESCANSA NO SUL DA BAHIA

Após a folia de Salvador, ACM Neto escolhe a região de Itacaré para folga
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, tirou uns dias de folga depois do carnaval. O destino escolhido para repousar foi Itacaré, no sul do estado, segundo o Bahia Notícias.

Neto deverá retornar à capital baiana somente no domingo (1º). Na próxima semana, terá pela frente o envio da proposta de Reforma da Previdência municipal para a Câmara de Vereadores.

NELSON LEAL CRITICA BOLSONARO POR APOIO AO FECHAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL

Nelson Leal critica postura antidemocrática de Bolsonaro por apoio a fechamento do Congresso
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal, criticou hoje (26) a tentativa de setores da República de emparedar o Congresso Nacional. “Estamos vivendo uma crise política, econômica e institucional há cinco anos. Quando se tem a chance de realizarmos uma distensão, vem o presidente da República e apoia um ato convocado para emparedar, com ameaças de fechamento, o Congresso Nacional”, critica Nelson Leal.

“Francamente, precisamos de bombeiros e não de gente com gasolina na mão. Pela nossa Constituição, é o chefe do Executivo que tem a missão de manter a harmonia entre os poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário”, completa.

Para o presidente da Alba, ameaçar fechar o Congresso Nacional “é pretender instalar uma ditadura” no país. “Os parlamentos federais, estaduais e municipais representam o povo brasileiro. Se não gosta, muda-se a cada quatro anos. É com o voto que podemos reprovar nossos representantes, não no grito e na força”.

Indiretamente, Leal chama Bolsonaro, por este comportamento, de ditador. “E por que um ditador vai saber fazer melhor as escolhas que um parlamento? Quem já viveu sob a ditadura, sabe que todo mundo perde. Então, é hora de defendermos intransigentemente a democracia. Churchill já disse que ‘a democracia é a pior forma de governo, com exceção de todas as demais’. Então, é hora de distender e não de açular”, adverte.

BOLSONARO

Neste feriadão de Carnaval, o presidente Jair Bolsonaro decidiu compartilhar vídeo que chama para ato em todo o país. O evento, de apoio ao governo federal, defende o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF). Houve reação de juristas e de políticos ao comportamento do presidente da República.

EM TEMPOS DE REDE SOCIAL, QUEM TEM VOZ NA POLÍTICA É O POVO

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Será um salve-se quem puder! E que Deus, aqui pra nós, nos acuda, porque nunca vi tanta gente despreparada querendo “salvar Tabocas Ville” junta!

 

Manuela Berbert || manuelaberbert@yahoo.com.br

Dois mil e vinte acabou de bater na porta. Não sei se por conta da combinação inusitada dos números envolvidos, ou por se tratar de ano eleitoral mesmo, é fevereiro, o carnaval ainda não passou, e já estamos com a sensação de que já vivemos um ano inteiro, praticamente.

A agilidade da notícia tem trazido uma infinidade de sentimentos. Acontece o fato, alguém fotografa, narra, e aquilo toma corpo de manchete em segundos. Quando a pauta chega às redações dos blogs e/ou jornais e TVs, e acontece (ou não) a apuração mais real do caso, já estamos extasiados de imagens, áudios, fotos e vídeos. Daí, aqui para nós, pouca gente se interessa por ler uma matéria na íntegra, refletir e discutir a veracidade daquilo tudo. Já estamos, minutos depois, sedentos pelo próximo assunto. E assim vai seguindo o baile do dia.

Lembro, com um pouco de saudade até, das campanhas eleitorais no comecinho disso tudo. Em 2012, por exemplo, tempo em que começamos a acessar o facebook pelos smartphones e tablets, e a trocar mensagens instantâneas. Ainda que já conectados, acabávamos tendo um tempinho entre o fato político, a pulverização dele com o mundo, e o resultado. “Impactou? Passou uma mensagem positiva ou negativa? Podemos reverter isso aí? De que forma?” E assim iniciavam as longas reuniões nos QGs das campanhas eleitorais, que geralmente iam madrugada adentro.

Prevejo que 2020 não será para amadores. Ainda é fevereiro e já estamos acompanhando o troca-troca de partidos e lados políticos, a boataria baixa, e a resposta instantânea. “Você viu? O pré-candidato respondeu ao blog X no grupo Y! A pré-candidata bateu boca no whatsapp com uma liderança da oposição!” Será um salve-se quem puder! E que Deus, aqui pra nós, nos acuda, porque nunca vi tanta gente despreparada querendo “salvar Tabocas Ville” junta!

Manuela Berbert é publicitária.

MESB QUER ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES SUL-BAIANAS NA POLÍTICA

Hannah Maruci será a conferencista do seminário em março, na Uesc
Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 700 participantes devem ser reunir no I Seminário da Mulher, no dia 26 de março, das 8h às 18h, na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus. O evento é promovido pelo Movimento Empresarial Sul da Bahia (Mesb) e busca estimular o público feminino a ocupar posições de destaque nos mais diversos segmentos sociais, inclusive participação efetiva na política. Os participantes recebem um certificado com carga horária de 8 horas.

Nessa primeira edição, o seminário tem como tema “Poder e Cidadania” e palestrante Hannah Maruci Aflalo, coordenadora de projetos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo.

Hannah Maruci é mestra e doutoranda em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora do Grupo de Estudo de Gênero e Politica (Gepô) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

No evento, Hannah apresentará dados de pesquisas sobre a participação da mulher na política, que irá evidenciar a quantidade de mulheres eleitas no país e ações que possam ser implantadas para melhoria do ecossistema.

INSCRIÇÕES

As inscrições estão sendo feitas no site www.suldabahiaemacao.org.br. Mais informações pelo telefone (73) 99845-8183 ou pelo e-mail movimento@suldabahiaemacao.org.br.

STF ACEITA DENÚNCIA E TORNA RÉU DEPUTADO JOÃO BACELAR PELO CRIME DE PECULATO

Tempo de leitura: 2 minutos

Deputado João Bacelar torna-se réu por peculato || Foto Lucio Bernardo Júnior/Agência Câmara

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (11) aceitar denúncia tornando réu o deputado João Carlos Bacelar (PL-BA) por peculato – desvio de dinheiro praticado por servidor público. Com isso, Bacelar se tornou réu no processo.

Segundo a denúncia, o deputado pagava sua empregada doméstica e uma funcionária de sua construtora com recursos públicos da Câmara dos Deputados. Elas foram contratadas como secretárias parlamentares, mas nunca exerceram a função.

O recebimento da denúncia abre a ação penal, onde os réus terão espaço para se defender e serão coletadas provas e ouvidas testemunhas. Somente após essa fase, o caso é julgado e o réu é condenado ou absolvido. A defesa de Bacelar pediu a rejeição da denúncia no plenário afirmando que os depoimentos são “imprestáveis”.

O relator da denúncia, ministro Alexandre de Moraes, afirmou que entende “presentes a justa causa para a ação penal” e “todos os elementos para o recebimento da denúncia”. A PGR pede a condenação do deputado à perda da função pública e reparação do dano. Além disso, que ele e a funcionária da construtora, contra a qual também foi recebida a denúncia, devolvam à Câmara dos Deputados o valor do peculato, com correção e juros.

A empregada deixou de ser denunciada por se tratar de pessoa simples, que não demonstrou ter conhecimento dos fatos.

PAGAMENTOS DESDE 2007

Segundo Moraes, a denúncia mostra que ”os fatos delituosos tiveram curso desde o ano de 2007, ao início do primeiro mandato”. Em seguida, os ministros Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello acompanharam o voto do relator, afirmando haver justa causa para o recebimento da denúncia. “Há indícios de autoria e materialidade”, afirmou Barroso.

Última a votar, a ministra Rosa Weber também votou com o relator, afirmando que nessa fase a plausibilidade da denúncia embasa o recebimento da denúncia. “O recebimento não implica conclusão sobre responsabilização criminal dos agentes.” Com informações do Portal G1.

Back To Top