skip to Main Content
17 de janeiro de 2021 | 12:30 pm

MINERADORA EXPORTA 67,7 MIL TONELADAS DE NÍQUEL SULFETADO PRODUZIDO NO SUL DA BA

Carga de mais de 10 mil toneladas exportada para a China por Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Única empresa produtora de níquel sulfetado no Brasil, a Atlantic Nickel alcança agora em dezembro a marca de 67,7 mil toneladas de concentrado de níquel exportadas para atender à crescente demanda do mercado internacional da eletrificação. O volume foi produzido ao longo de 2020 na mina Santa Rita, em Itagibá, no sul da Bahia.

O navio que leva o sétimo carregamento do minério para exportação teve o embarque finalizado no final da manhã da segunda-feira (30), com 10,4 mil toneladas de concentrado de níquel, tendo como destino a China.

O embarque, que faz a empresa alcançar a marca de 67,7 mil toneladas exportadas em 2020, foi realizado a partir do Porto de Ilhéus, terminal que fica a apenas 140 quilômetros da unidade de produção localizada no município de Itagibá, região sul da Bahia.

FABRICAÇÃO DE BATERIAS

Matéria-prima fundamental na fabricação de baterias e grande propulsor da expansão do segmento de carros elétricos no mundo, o níquel proporciona a adoção de fontes de energia alternativas à combustão, construindo a tecnologia do futuro de maneira sustentável.

Controlada pelo fundo de investimentos Appian Capital Brazil, a Atlantic Nickel completou um ano de operação no sul da Bahia no mês de outubro, e já comemora a recente descoberta de um novo depósito com potencial significativo de recursos de níquel a apenas 26km de distância, e no mesmo cinturão geológico, de onde já funciona a Mina Santa Rita. A proximidade desta nova área com a infraestrutura em operação, somada à viabilidade de integração logística, apontam para o sucesso dos estudos de expansão.

ILHÉUS: PF DEFLAGRA OPERAÇÃO APÓS APREENDER 2 TONELADAS DE COCAÍNA

Mais de 2,1 mil quilos de cocaína foram apreendidos no Porto de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (21) a Operação Ephestia. Segundo a corporação, é a continuidade das investigações após a apreensão de mais de 2 toneladas de cocaína no porto de Ilhéus, no último final de semana.

Cerca de 30 policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão em endereços vinculados à empresa exportadora, tanto em Recife (PE), onde se localiza a sua sede, quanto no extremo-oeste da Bahia, em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, onde a carga de soja teria sido carregada. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara da Seção Judiciária da Bahia

Com a ação, busca-se o aprofundamento das investigações, com a obtenção de provas que levem à identificação dos responsáveis pela carga ilícita e o desbaratamento da organização criminosa.

O nome da operação, Ephestia, faz alusão a uma praga muito comum na armazenagem de grãos. Assim como esta praga, a ocultação de drogas em cargas de grãos tem se disseminado nos portos brasileiros utilizados como rota pelo tráfico internacional.

Segundo a PF, 9,5 toneladas de cocaína foram apreendidas em território baiano, pela corporação, apenas em 2020.

MAIS DE 2 MIL QUILOS DE COCAÍNA SÃO APREENDIDOS NO PORTO DE ILHÉUS

Mais de 2,1 mil quilos de cocaína foram apreendidos no Porto de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Não eram 200.2.050 quilos de cocaína foram apreendidos, na sexta-feira (19), no Porto Internacional de Ilhéus, por policiais federais e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira.

Inicialmente, informamos que eram 200 quilos de droga, mas essa quantidade foi encontrada somente nas primeiras horas de buscas. Mais cocaína foi encontrada durante as buscas e a pesagem só terminou na manhã deste sábado (20). Ao final do trabalho foram contabilizadas mais de duas toneladas da droga. O carregamento seguiria para a Holanda.

Como a cocaína estava escondida dentro de um carregamento de soja, foi necessário usar o faro apurado da cadela Athena, da raça Pastor Belga Malinois, da Cipe Cacaueira.

“Trabalhamos com paciência e de forma bem técnica por que as informações eram de um grande montante de cocaína que iria para Europa. As equipes estão de parabéns pela persistência”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

A cocaína, segundo levantamentos preliminares, renderia cerca de R$ 40 milhões se fosse comercializada. Todo o material foi encaminhado para a sede da Polícia Federal em Ilhéus. A droga teria sido embarcada no oeste da Bahia.

SETUR E MSC DISCUTEM PLANEJAMENTO DO RECEPTIVO DE CRUZEIROS NO PORTO ILHEENSE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Gerson Marques, de óculos, em reunião com representantes da MSC, no Congresso da Abav

O diretor de Fomento da Secretaria de Turismo de Ilhéus (Setur), Gerson Marques, reuniu-se com a diretoria da MSC, a maior operadora de navios do mundo, nesta sexta-feira (28), em São Paulo, para tratar do planejamento de receptivos da próxima temporada de cruzeiros.
O encontro ocorreu durante o 46ª Abav Expo Internacional de Turismo, congresso da Agência Brasileira de Agências de Viagens. Segundo Gerson Marques, ficou agendada uma nova reunião em Ilhéus, no próximo dia 8, com a presença da diretora de operações da MSC, Marcia Leite, quando serão concluídas as ações de planejamento para os receptivos.
Ilhéus participa do estande do congresso da Abav em São Paulo em conjunto com o Governo da Bahia, empresários da iniciativa privada e setor público.
TEMPORADA DE CRUZEIROS
A temporada de cruzeiros na Bahia começa em 19 de novembro, com a chegada do MSC Fantasia ao Porto de Salvador, que zarpa em direção a Ilhéus na noite do mesmo dia, chegando no amanhecer de 20 de novembro a Ilhéus.
A expectativa é de que Ilhéus receba 79,1 mil turistas a bordo de cruzeiros na temporada que será encerrada em abril do próximo ano. Ao todo, estão previstas 20 paradas no Porto Internacional do Malhado, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Turismo (Setur).

PORTO DE ILHÉUS BATE RECORDE EM EXPORTAÇÃO DE ÓXIDO DE MAGNÉSIO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Exportação de óxido de magnésio pelo terminal ilheense bate recorde || Divulgação

Exportação de óxido de magnésio pelo terminal ilheense bate recorde || Divulgação

O Porto de Ilhéus fará a terceira exportação de carga de óxido de magnésio neste ano, numa operação controlada pela Intermarítima. Serão 8 mil toneladas do produto exportadas para os Estados Unidos. Segundo a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), 23 mil toneladas de óxido de magnésio já foram exportadas pelo terminal ilheense em 2017.

O último embarque ocorreu na terça (29). O volume deste tipo de carga movimentado em 2017 supera em muito o de 2016, quando foram embarcadas apenas 7 mil toneladas. “A operação do óxido excede a média anual, que é de um a dois embarques. Temos muito a comemorar, sobretudo porque já está confirmada para mais uma operação do produto. Nossa previsão é chegar a 30 mil toneladas em 2017”, comenta a gerente do Porto de Ilhéus, Bárbara Láudano.

O óxido tem origem na fábrica da IBAR Nordeste, em Brumado, empresa responsável pela extração, beneficiamento e calcinação controlada da magnesita, que dá origem ao composto. A participação do óxido na cadeia produtora inclui as atividades de Indústrias Química e Siderúrgica, além de agricultura, nutrição animal, construção civil, dentre outras.

ILHÉUS: INDÚSTRIAS IMPORTAM 53 MIL TONELADAS DE CACAU

Tempo de leitura: < 1 minuto
Indústrias importam cacau quase mensalmente desde dezembro.

Indústrias importam cacau quase mensalmente desde dezembro.

Unidades da Cargill, Olam e a Barry Callebaut em Ilhéus importaram total de 53 mil toneladas de cacau em três operações no Porto Internacional do Malhado somente neste ano. Desde segunda (17), estão sendo descarregadas 23 mil toneladas oriundas de Gana, na África, transportadas pelo navio Trammo Independent.

As indústrias moageiras importaram 15 mil toneladas em janeiro e outras 15 mil em março, causando preocupação no mercado interno devido às ameaças de pragas oriundas da África. Outras 18 mil toneladas foram importadas em dezembro passado.

As indústrias alegam que a importação se tornou inevitável diante da seca registrada no final de 2015 e durante quase todo o ano de 2016, com sérios reflexos na safra 2016/2017 na Bahia.

DRAGAGEM DO PORTO DE ILHÉUS SÓ EM 2018

Tempo de leitura: < 1 minuto
Porto de Ilhéus deverá passar por obras de dragagem em 2018 (Foto Codeba).

Porto de Ilhéus deverá passar por obras de dragagem em 2018 (Foto Codeba).

O governo federal iniciou procedimentos para obras de dragagem no Porto Internacional do Malhado. A dragagem deve começar no segundo semestre do próximo ano, caso os estudos e projetos de engenharia sejam iniciados imediatamente.

A dragagem deverá aumentar para 12 metros o calado (profundidade) da área de atracação do terminal ilheense. Hoje, a profundidade está em torno de 9 metros, o que dificulta a aproximação de grandes embarcações, conforme a própria Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), administradora do porto.

Ainda segundo a Codeba, o terminal passou apenas por dragagens de manutenção nos últimos 20 anos. A dragagem e a revitalização da estrutura do porto estão entre as prioridades da companhia.

O terminal foi inserido no Plano Nacional de Dragagem (PND2), segundo o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH), Domenico Accetta. O INPH é órgão de pesquisa da Secretaria de Políticas Portuárias do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Accetta visitou o terminal ilheense na semana passada, junto com o presidente da Codeba, Pedro Dantas. “A partir deste ano se iniciam os estudos, obtenção das licenças junto aos órgãos, até a formação do processo licitatório”, disse o diretor do INPH.

CONCURSO DA CODEBA OFERECE 18 VAGAS E ATÉ R$ 4,8 MIL DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos
Codeba administra portos públicos da Bahia, a exemplo do terminal ilheense (Divulgação).

Codeba administra portos públicos da Bahia, a exemplo do terminal ilheense (Divulgação).

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) abre no dia 7 de dezembro inscrições para concurso público com 18 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 2.494,51 a R$ 4.845,94.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/codeba até 7 de janeiro. A taxa varia de R$ 50,00 (nível médio) a R$ 70,00 (nível superior). Haverá isenção da taxa de inscrição para os candidatos que se declararem de baixa renda.

As vagas são para cargos de técnico portuário, analista portuário e engenheiro de segurança do Trabalho. Do total de vagas disponíveis, 5% serão reservadas para candidatos com deficiências e 20% para candidatos negros.

PROVAS
A seleção dos candidatos ocorre por meio de prova escrita objetiva e prova escrita discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório. As provas para todos os cargos serão realizadas em Salvador.

Para a carreira de analista portuário e o emprego específico engenheiro de segurança do trabalho, as provas escritas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 28 de fevereiro de 2016, das 8h às 12h30min, segundo o horário oficial do estado da Bahia.

Para a carreira de técnico portuário, a prova escrita objetiva será realizada também no dia 28 de fevereiro de 2016, das 15h às 19h, segundo o horário oficial do estado da Bahia.

Conforme o edital, a contratação será realizada no primeiro nível salarial da carreira para a qual o candidato foi aprovado mediante concurso público, podendo a lotação ser para qualquer uma da unidades da Codeba. Informações do G1.

NOVO LOTE DE TRILHOS DA FIOL CHEGA A ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Segundo lote de trilhos da Fiol  (Amanda Oliveira/GovBA).

Segundo lote de trilhos da Fiol (Amanda Oliveira/GovBA).

O primeiro dos navios que trazem novo lote de trilhos da Ferrovia Oeste-Leste chegou hoje (24) ao Porto de Internacional do Malhado, em Ilhéus. Serão 4.789 toneladas importados via Porto de Gijón, na Espanha.
De acordo com a gerência do Porto de Ilhéus, a operação vai durar 48 horas e a carga ficará armazenada no pátio da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) até ser nacionalizada. Depois, será transportada para o trecho da Fiol entre Jequié e Brumado.
Até abril do próximo ano, serão 53 mil toneladas de trilhos importados da Espanha. Outras 93 mil toneladas serão importadas da China, segundo o gerente do Porto de Ilhéus, Renilton Rehem.

CODEBA: DRAGAGEM DO PORTO DE ILHÉUS COMEÇA EM JANEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Porto de Ilhéus terá obra de dragagem em janeiro, segundo Codeba (Foto Carlos Castilho).

Porto de Ilhéus terá obra de dragagem em janeiro, segundo Codeba (Foto Carlos Castilho).

As obras de dragagem do Porto de Ilhéus devem começar no próximo mês, segundo assegurou o diretor comercial da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), Antonio Carlos Tramm, ao secretário Estadual de Turismo, Domingos Leonelli. A dragagem vai aumentar o calado (profundidade) e voltar a permitir a atracação de navios de cruzeiro no terminal portuário ilheense em qualquer período.

A novidade foi comunicada nesta segunda (16) por Leonelli ao presidente da Associação do Turismo de Ilhéus (Atil), Marco Lessa, com quem se reuniu para tratar do tema. O secretário Estadual de Turismo falou da importância dos navios de cruzeiro para o turismo na Costa do Cacau e disse que o governo baiano está atento e trabalhando para garantir a atracação dos navios programados para este verão, além de novos para as próximas temporadas.

A dragagem está orçada em R$ 4,9 milhões e pode ser concluída em menos de 30 dias. Com pouco mais de 9 metros, o calado poderá chegar a 10,2 metros, após a dragagem.

Back To Top