skip to Main Content
19 de janeiro de 2021 | 05:48 pm

TÉCNICO DE ESCOLINHA DE FUTEBOL É PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR CRIANÇAS EM PORTO SEGURO

Valfredo Borges investiga as denúncias
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia prendeu, nesta sexta-feira (20), em Trancoso, Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, um homem de 30 anos acusado de estuprar alunos de uma escolinha de futebol. De acordo com as investigações, o abuso sexual teria ocorrido no período de 2016 a 2019, quando atuou na escolinha de Futebol Júnior Trancoso.

A escolinha de futebol, que ano passou chegou a contar com cerca de 100 alunos, suspendeu as atividades por causa da pandemia do novo coronavírus. Pelo menos cinco menores relataram que foram vítimas do homem, que já foi desligado da escolinha. O inquérito é conduzido pelo delegado Valfredo Lima Borges. O suspeito foi levado para o presídio de Eunápolis.

A polícia informou que o crime foi descoberto depois que a mãe de um aluno ligou para o Disque Denúncia. Segundo as investigações, o homem mantinha relações sexuais com os alunos na casa onde morava, no distrito de Trancoso. A mãe do acusado, que mora na parte de baixo do imóvel, alegou que não sabia de nada.

As vítimas relataram que os abusos também ocorriam no centro de treinamento da escolinha e nas viagens com o grupo. As crianças contaram que ele praticava atos sexuais e ainda registrava o crime em fotos. Segundo a polícia, o suspeito ameaçava mostrar as imagens para os pais das vítimas, além dizer que os meninos não seriam indicados para nenhum time, caso contassem para alguém.

POLÍCIA ABATE DRONE COM CELULARES E SERRAS EM PRESÍDIO DE EUNÁPOLIS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Drone abatido pela Companhia de Guarda da PM no entorno do Presídio de Eunápolis.

Drone abatido pela Companhia de Guarda da PM no entorno do Presídio de Eunápolis.

Policiais militares da Companhia de Guarda (CIPG-Itabuna) abateram um drone que transportava aparelhos celulares, serras e carregadores de telefone para o presídio de Eunápolis, no extremo-sul da Bahia.

O aparelho sobrevoava o pavilhão B do conjunto prisional, quando foi avistado e abatido pelos militares, ontem (5), por volta das 8h30min. O drone caiu numa das laterais do presídio.

De acordo com a Companhia de Guarda, foram apreendidos 19 celulares, oito pedaços de serras e cinco carregadores de celulares. A pessoa que operava o drone conseguiu fugir.

PARA DIRETOR, BRIGA ENTRE FACÇÕES CAUSOU REBELIÃO EM PRESÍDIO DE EUNÁPOLIS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rebelião resultou em seis mortes e sete feridos.

Rebelião resultou em seis mortes e sete feridos.

O diretor do presídio de Eunápolis, major Gilson Paixão informou em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (30) que uma investigação foi aberta para identificar o motivo da rebelião ocorrida em uma das alas do presídio, na última segunda-feira (28). De acordo com o diretor, a suspeita é de que a rebelião tenha sido causada após uma briga entre facções rivais.
Dos seis mortos confirmados, quatro pertenciam à uma mesma facção de Porto Seguro, sendo dois condenados por estupro. De acordo com o diretor, a maioria das rebeliões ocorrem com o objetivo de reivindicar algo, e uma negociação é iniciada, porém no caso de Eunápolis, na tentativa de aproximação, a equipe do presídio foi recebida a pedradas.
Segundo o diretor, a rebelião ocorreu em uma ala que continha 341 presos. Serão transferidos 230 para três unidades diferentes, dentre eles os identificados como os líderes da rebelião. A demora na transferência acontece por falta de vagas causadas pela superlotação dos presídios no Brasil.
“Em momento nenhum eles negociaram. Quando nos aproximávamos eles jogavam pedras. Assim que a confusão começou eles já partiram pra o quebra-quebra. Não descartamos a possibilidade de a rebelião ter ocorrido por uma ordem de fora”, disse o diretor. Leia mais.

Back To Top