skip to Main Content
29 de maio de 2020 | 04:08 pm

QUEM NÃO USAR MÁSCARA EM ILHÉUS SERÁ PRESO; HÁ TAMBÉM MUDANÇAS NO COMÉRCIO

Ilhéus confirma mais duas mortes pela Covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

Prefeitura de Ilhéus publicou, na noite de sábado (25), um novo decreto no Diário Oficial do Município com medidas mais duras para enfrentar o novo coronavírus. O uso de máscara será obrigatório a partir desta segunda-feira (27). Quem for pego sem o equipamento de proteção individual será levado para a delegacia.

O uso de máscara facial de proteção será obrigatório em vias públicas, praças,  no trabalho, veículos e para acesso a estabelecimentos públicos ou privados. De acordo com o decreto, qualquer pessoa poderá acionar a polícia para a condução à delegacia de quem não respeitar a norma.  O infrator pode ser indiciado por crime contra a saúde pública.

Os estabelecimentos autorizados a funcionar devem afixar avisos na entrada do imóvel com advertência aos clientes sobre a obrigatoriedade do uso de máscara, caso contrário, o consumidor não será atendido.

O decreto também determina que as agências bancárias e casas lotéricas devem registrar sinalização horizontal que indique o distanciamento entre as pessoas nos locais das filas, e colocar funcionários para manter a organização e o respeito à sinalização registrada.

Além disso, os bancos devem apresentar um plano de ação para a descentralização do atendimento em agências, por meio da instalação de postos de atendimento para a solução de dúvidas e solicitações, nos bairros ou em pontos estratégicos da cidade, para diminuir as aglomerações. O prazo é de 72h após o início da vigência do decreto, sob pena de multa.

MUDANÇA NO FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO

O decreto estabelece ainda a alternância do funcionamento de determinados estabelecimentos essenciais em alguns dias da semana, não mais sendo autorizado o funcionamento em dias corridos.

Lojas de alimentos em geral (padarias, hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos), distribuidores de gás e de água mineral estão autorizados a funcionar em dias corridos, somente até as 19h, com exceção das farmácias, postos de gasolina e atividades delivery de alimentação que podem funcionar para além desse horário. Veja mais informações em leia mais, abaixo.

Leia Mais

POLICIAIS MILITARES ACUSADOS DE EXTORSÃO SÃO PRESOS EM FLAGRANTE

Dinheiro e armas são apreendidos com policiais acusados de extorsão
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar prenderam, na Avenida Pinto de Aguiar, em Salvador, dois policiais militares da Bahia por crime de extorsão. Os PMs, que não tiveram os nomes divulgados, foram detidos em flagrante, na tarde de segunda-feira (13).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, os policiais exigiam uma quantia de um homem. Os acusados indicaram o local para que a vítima deixasse a quantia.  Após ter a exigência atendida, os dois PMs chegaram em uma motocicleta para retirar o dinheiro, momento em que receberam voz de prisão.

Com os suspeitos, foram foram encontrados três aparelhos celulares e duas pistolas, sendo uma calibre 380 e outra ponto 40, além da uma quantia em dinheiro. Eles acabaram se identificando como policiais militares lotados na 40ª CIPM.

Os dois militares, assim como todo material apreendido, foram apresentados na sede do Draco. Em seguida eles foram encaminhados à Corregedoria Geral da Policia Militar para adoção das medidas cabíveis e agora se encontram no Centro de Custódia Provisória, na Mata Escura, em Salvador, à disposição da Justiça.

CASO RONALDINHO GAÚCHO: PROCURADOR DO PARAGUAI INVESTIGA LAVAGEM DE DINHEIRO

Inquérito no Paraguai tem semana decisiva (Foto Jorge Adorno/ Reuters
Tempo de leitura: < 1 minuto

O inquérito que levou à detenção do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho entra em uma nova fase nesta semana, quando procuradores se vão concentrar no que acreditam ser um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo a empresária que o convidou a ir ao Paraguai, Dalia López.

Investigadores começarão a analisar arquivos e mensagens no telefone do ex-jogador de clubes como PSG, Barcelona e do Milan e de seu irmão e empresário, Roberto Assis.  Osmar Legal, o principal procurador do caso, disse à Reuters que está investigando um laço entre os irmãos e Dalia López, a empresária que cuidou de sua visita e que os encontrou ao chegarem ao aeroporto de Assunção antes de eles serem detidos.

“Ela poderia estar envolvida em um esquema de lavagem de dinheiro, e isso significa que temos que investigar todas as outras pessoas que se relacionaram com este tipo de crime, inclusive Ronaldinho”, explicou o procurador . “É por isso que mantemos estritamente que ele seja mantido na prisão.”

“Nossa hipótese principal é que eles produziram documentos falsos, que usaram estes documentos [para entrar no Paraguai] e que eventualmente eles seriam usados para algum fim comercial ou investimentos que não eram legais.”

Ronaldinho foi preso com o irmão no dia 6 de março tentando entrar no Paraguai com um passaporte adulterado, apesar de brasileiros não precisarem de passaportes para ingressar no país vizinho. Eles estão presos desde então. Um juiz negou fiança e se recusou a deixá-los em prisão domiciliar, dizendo que existe risco de fuga. Da Agência Brasil.

ITABUNA: FORAGIDO DO CONJUNTO PENAL É PRESO NO “GONGO” COM DROGAS E ARMA

Tempo de leitura: 2 minutos

“Grilo” era foragido e Cláudia estava no imóvel da boca de fumo, segundo a polícia

Material foi levado para o Complexo Policial de Itabuna

Policiais da Rondesp Sul prenderam, no início da noite de ontem (15), na Favela do Gongo, no bairro São Lourenço, Luciano Pereira de Freitas, o “Grilo”, de 28 anos, que estava foragido do Conjunto Penal de Itabuna. Ele foi beneficiado com Indulto de Natal e não mais retornou para a prisão.

O foragido foi localizado durante um patrulhamento tático na região do São Lourenço. De acordo com os policiais, com “Grilo” foram apreendidos um revólver e uma quantidade de maconha pronta para ser vendida. Os PMs suspeitaram que o homem estava comandando uma boca de fumo na região e prosseguiram com as ações.

Na sequência, na casa do acusado, os policiais apreenderam R$ 1.601,00 que teriam sido arrecadados com a venda de drogas, balança de precisão, cadernos com anotações de “clientes”, um tablete de maconha, um celular, além de cocaína, pedras de crack e 319 gramas de maconha em pedaços. Uma mulher que estava no imóvel foi conduzida. Ela foi identificada como Cláudia Nascimento da Silva, de 29 anos.

PRESO POR NÃO PAGAR PENSÃO, EDILSON É SOLTO APÓS QUATRO DIAS

Tempo de leitura: 2 minutos
Edilson Capetinha é solto depois de quatro dias detido.

Edilson Capetinha é solto depois de quatro dias detido

Do Correio da Bahia

Depois de quatro dias detidos por dívida de pensão alimentícia, o ex-jogador de futebol Edilson Silva Ferreira, conhecido como Capetinha, foi solto na noite desta sexta-feira (18). A informação foi  confirmada pela assessoria de comunicação  da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). Capetinha estava preso em cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela 2ª Vara da Família, em Brasília. Ele foi detido em um shopping de Salvador, na terça-feira (15).

O ex-jogador  passou três dias detido na Coordenadoria de Polícia Interestadual (Polinter), no Complexo dos Barris, e foi transferido para Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, no início da tarde da última quinta-feira (17).  Após a prisão, o ex-atleta teve bens bloqueados a pedido do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-BA) em função de dívidas trabalhistas. O valor é estimado entre R$ 8 milhões e R$ 10 milhões, segundo o TRT. Os processos, de acordo o Tribunal, estão em andamento desde 2011.

O CORREIO tentou falar com a defesa de Edilson, mas até a publicação dessa reportagem não teve retorno. O atleta teria feito um acordo em relação à dívida com a pensão para conseguir a liberação, mas o valor envolvido não foi

HISTÓRICO DE PRISÕES

Capetinha já tem um histórico de prisões por dívida de pensão alimentícia. Esta é a terceira vez que o ex-jogador é detido pelo mesmo motivo. A primeira vez aconteceu em março de 2014, também em Salvador. A segunda foi em julho de 2016, em Brasília, com uma dívida de R$ 430 mil.

Edílson também é alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga fraudes em pagamentos de prêmios das loterias da Caixa Econômica Federal. Ele chegou a ser conduzido coercitivamente, mas não ficou preso. Segundo a Polícia Federal, ele usaria sua conta bancária para movimentar valores referentes a um esquema que, segundo estimativa, teria desviado cerca R$ 60 milhões em pouco mais de um ano.

JUSTIÇA FEDERAL MANTÉM PRISÃO DE CUNHA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Justiça decide pela manutenção de prisão de Cunha.

Justiça decide pela manutenção de prisão de Cunha.

A Segunda Instância da Justiça Federal em Brasília decidiu hoje (18) manter a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A pedido dos advogados de defesa, a liberdade foi julgada pela Terceira Turma do Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado na capital federal.

Cunha está preso há 10 meses na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba em função das investigações dos procuradores da Operação Lava Jato. O caso julgado nesta terça-feira envolveu outro mandado de prisão contra Cunha, emitido pelo juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília.

No processo criminal que tramita em Brasília, Cunha é acusado de receber propina em troca de influência a favor de empresas que buscavam liberação de verbas do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), vinculado à Caixa Econômica Federal.

Durante o julgamento, a defesa de Cunha alegou que não há motivos para que o ex-deputado continue preso. De acordo com os advogados, não há provas que liguem Cunha aos desvios na Caixa.

CAMINHONEIRO É PRESO ACUSADO DE ESTUPRAR FILHA E SOBRINHA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Everaldo é acusado de estuprar filha e sobrinha.

Everaldo é acusado de estuprar filha e sobrinha.

Com um mandado de prisão em aberto pelo estupro da sobrinha de 9 anos, o caminhoneiro Everaldo de Sousa Santos foi preso, ontem (7), por policiais civis da delegacia de Santo Antônio de Jesus. A ação contou com apoio de uma guarnição da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

Everaldo foi detido quando estava a bordo de seu caminhão, no trevo do município de Conceição do Almeida, na BR-101, dirigindo-se a Salvador para fazer uma entrega. Já na delegacia, ele foi acusado de também estuprar sua filha, hoje com 18 anos, quando ela ainda era adolescente.

O delegado Felipe Ghiraldelli informou que o estupro da sobrinha ocorreu na cidade de Elísio Medrado, Bahia, no início deste ano. O caminhoneiro estava foragido desde então. Everaldo nega que tenha atacado a menina, mas exames periciais comprovaram o crime.

Além de cumprir o mandado de prisão por estupro de vulnerável, o delegado informou que vai apurar as acusações feitas pela filha do caminhoneiro. Everaldo já foi encaminhado ao sistema prisional.

PRESO POR TRÁFICO, VEREADOR CHAMA ATENÇÃO EM UBAITABA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Messias Aguiar ao ser preso em outubro do ano passado (Polícia Militar).

Messias Aguiar ao ser preso em outubro passado (Polícia Militar).

A primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Ubaitaba chamou a atenção da mídia estadual. Nada a ver com projetos. As atenções estavam voltadas para um vereador em especial: Messias Aguiar (PMDB).

Até a última sexta-feira (10), Aguiar era hóspede do Presídio de Valença. Dia 3 de outubro do ano passado, menos de 24 horas após ser confirmado como segundo mais votado e vereador eleito, Aguiar foi preso com 272 quilos de drogas.

Ontem, Aguiar não quis comentar sobre a prisão. O advogado do vereador, Rogério Andrade, diz que o cliente nega ser o dono da droga. Caso não consiga provar sua inocência e seja condenado, Messias Aguiar pode perder o mandato. Na semana passada, ao obter a liberdade, Aguiar foi recebido com festa em Ubaitaba.

PRESO HOMEM ACUSADO DE ESTUPRAR MENINA EM FEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Cosme é acusado de estuprar vizinha.

Cosme é acusado de estuprar vizinha.

Acusado de abusar sexualmente de uma vizinha de 12 anos, a quem também ofereceu bebida alcoólica, Cosme Barbosa de Lima foi preso, nesta quinta-feira (5), em Caldas do Jorro, por uma equipe do Núcleo de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente, da Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), de Feira de Santana.

Na época do crime, ocorrido em março de 2016, de acordo com a investigação, Cosme atraiu a garota para sua casa, no bairro Aviário, em Feira, e depois de embebedá-la, esperou que ela adormecesse para praticar a violência. A vítima contou que despertou com o vestido levantado até a cintura, o estuprador deitado sobre ela, completamente despido, e uma faca próxima dele e da cama.

Cosme teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Feira e o mandado expedido contra ele foi cumprido pela equipe da delegada Danielle Matias. O estuprador será encaminhado ao Presídio Regional de Feira, onde ficará à disposição da Justiça.

ADVOGADOS SE MOBILIZAM EM DEFESA DE COLEGA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Anderson Sá está preso há 24 dias em Itabuna (Foto Reprodução).

Anderson Sá está preso há 24 dias em Itabuna (Foto Reprodução).

A situação do advogado Anderson Sá, acusado de associação ao tráfico e de ameaça a uma juíza carioca, complicou-se após a ordem de transferência dele para ser interrogado no Rio de Janeiro. Ontem (08), o presidente da subseção local da OAB, Edmilton Carneiro, e cerca de dez advogados fizeram manifestação em frente ao Conjunto Penal de Itabuna, onde Anderson está preso há 24 dias (confira).

O advogado foi alvo de mandado de prisão temporária, que expira em 30 dias, mas pode ser renovado pela justiça. É grande a possibilidade de que a ordem de transferência seja cumprida hoje.

Carneiro chegou a solicitar que o interrogatório do advogado ocorresse por meio de videoconferência, ressaltando a existência de uma sala equipada com essa finalidade no Conjunto Penal de Itabuna. Segundo informações, o pedido foi negado.

Diante dessa situação, advogados que se mobilizaram para defender o colega utilizam as redes sociais para reforçar os apelos em favor de Anderson Sá. A advogada Jurema Cintra, que faz parte dessa mobilização, divulga no Facebook uma conta bancária para recebimento de doações, que serão utilizadas com a finalidade de custear os gastos para acompanhamento jurídico do acusado.

Back To Top