skip to Main Content
3 de junho de 2020 | 06:44 pm

SÃO JOSÉ, PERDOA-LHES, POIS NÃO SABEM O QUE FAZEM

Tempo de leitura: 4 minutos

Nesta quinta-feira (19) espero que São José possa abençoar todos os seus fiéis de Itabuna e outras cidades brasileiras que tanto sofrem com as más ações de seus políticos, livrando-os de todo o mal que eles [os maus políticos] pretendam causar.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Neste 19 de março, dia consagrado a São José, os fiéis e devotos do Santo Pai de Jesus Cristo não poderão acompanhar as tradicionais procissões em homenagem ao seu protetor, em várias cidades. A mística religiosa e os dogmas da Igreja Católica são importantes para manter a fé, porém o medo de uma epidemia (já pandemia) é maior e novos hábitos sucederão os mais antigos.

Ainda mais nos tempos atuais em que a tecnologia nos leva (ou impõe?) novos costumes, os virtuais, em que assistimos a celebração de missas em diversas igrejas do mundo inteiro pelas telas dos aparelhos de TV. Não tenho a menor ideia do que representará para o Santo Carpinteiro deixar de percorrer as ruas de Itabuna e outras cidades desacompanhado daquela multidão orando e cantando em seu louvor.

Para os católicos mais fervorosos a falta da tradicional procissão é uma tragédia nos mesmos parâmetros da pandemia do Coronavírus, que assola o mundo, ainda mais partindo da China, um país comunista. Mas não existe outro recurso senão obedecer aos padrões de comportamento a nós impostos pelos órgãos governamentais, a começar pelo Ministério da Saúde.

Concordo plenamente com os cuidados constantes nos procedimentos, protocolos que teremos que obedecer, pois têm força de lei e a desobediência poderá ser enquadrada nos crimes contra a saúde pública (arts. 267 e 268 do CPB). Por mais que as administrações públicas se esforcem, é da natureza do brasileiro desobedecer as recomendações, inclusive em prejuízo próprio.

Lendo e relendo a nota oficial publicada pela Diocese de Itabuna, confesso que fiquei com dúvidas a respeito das decisões das autoridades eclesiásticas, após ouvirem os médicos especialistas. Isto porque, cancelada a procissão, ficaram mantidas as celebrações de três missas (7, 10 e 15 horas), cujo número foi ampliado para quatro, com a missa a ser celebrada às 17 horas.

Como não sou autoridade em assunto algum – embora apenas me dê ao luxo de praticar a teimosia, já vislumbro e comparo generalidades –, comparei as multidões de fiéis que assistem às missas e acompanham a procissão. Foi então que me dei conta de que, como o propósito é reduzir as multidões e, consequentemente, o risco de contaminação pelo Coronavírus, me dei conta que tanto fazia seis como meia dúzia.

Pelos meus tresloucados cálculos, a procissão reúne um número bem maior de pessoas que as missas, porém se alguns dos fiéis estiver infectado pelo coronavírus o risco é o mesmo, por mais cuidados que tomem os participantes. Acredito – não tenho certeza – que no caso das missas – em ambiente fechado – a gravidade é ainda mais acentuada que na procissão, em local aberto, nas ruas de Itabuna.

Não é de hoje nem de ontem que a procissão em louvor a São José vem sendo contaminada pelo pior vírus que se conhece no mundo, o do mau político, que há muito teimam em participar – como todo o destaque – das procissões. Em todos os anos – notadamente os eleitorais, dois em dois anos – eles brotam do limbo e se apresentam ao lado do andor para carregar o santo, com a única finalidade de aparecer nas fotos.

Procissão de São José foi cancelada em 2020 por causa do coronavírus

São políticos que não dispõem da mínima intimidade com o Glorioso São José e com a comunidade itabunense, dentre outras em que é o Padroeiro, e mesmo assim se acham no direito de se postar à frente dos Congregados Marianos. Muitos desses políticos sequer são católicos e nem têm a intenção de se converter ao catolicismo, pelo contrário, são materialistas, comunistas, que alardeiam ser a religião o ópio do povo.

Pior, ainda, do que a conduta desses maus políticos – os mesmos que brigam de unhas e dentes por um estado laico na forma mais esdrúxula – são dos representantes da igreja que comungam do mesmo sentimento dos políticos. Somente para ilustrar, os comunistas – portanto, materialistas – Haddad e Manoela, em campanha presidencial foram à Basília de Aparecida e ainda comungaram o sagrado corpo de Cristo, o Santíssimo Sacramento.

Dizem que o castigo vem a cavalo e, ao que parece, estamos justamente no período da pré-campanha eleitoral e, por certo, em volta do andor do Glorioso São José estariam a rodá-lo esses fariseus para levar o andor. Lembro-me muito bem da campanha vitoriosa feita pelo jornalista Charles Henri para separar o joio do trigo, ao destinar aos membros do Tiro de Guerra a função de carregar o andor.

Nesta quinta-feira (19) espero que São José possa abençoar todos os seus fiéis de Itabuna e outras cidades brasileiras que tanto sofrem com as más ações de seus políticos, livrando-os de todo o mal que eles [os maus políticos] pretendam causar. Rogo, ainda, que os padres com orientações políticas materialistas também tenham a ombridade de defender o comunismo em outra freguesia.

Mas como São José é Pai de Jesus e Deus de todos nós, confiemos nesse milagre.

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

DIOCESE DE ITABUNA CANCELA PROCISSÃO DE SÃO JOSÉ; MISSAS ESTÃO MANTIDAS

Procissão de São José em Itabuna é cancelada por causa da Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Diocese de Itabuna comunicou, há pouco, por meio de nota, o cancelamento da tradicional procissão de São José. O evento religioso ocorre sempre a cada 19 de março, Dia do Padroeiro de Itabuna, e reúne cerca de 8 mil pessoas, em média. De acordo com a nota da Diocese, o cancelamento se deve aos riscos de propagação do novo coronavírus no município.

Ainda de acordo com a nota, as missas do novenário e do Dia de São José estão mantidas. De acordo com a diocese, na próxima quinta, haverá missas às 7h, às 10h, às 15h e, com o cancelamento da procissão, às 17h, todas na Catedral de São José.

– Ressaltamos que essa medida é preventiva, já que até o momento da elaboração desta nota não fora registrado nenhum caso positivo do corona vírus em nossa cidade e na região da circunscrição eclesiástica pertencente à nossa diocese – informa a nota.

PROCISSÃO DE SÃO JOSÉ REÚNE MAIS DE 15 MIL EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Bispo Dom Ceslau (centro) puxou rebanho de fiéis em procissão (Foto Pimenta).

Bispo Dom Ceslau (centro) puxou rebanho de fiéis em procissão (Foto Pimenta).

Cerca de 15 mil fiéis católicos participaram há pouco da procissão de São José, em Itabuna. Após cumprir trajeto por algumas das principais ruas do centro, os católicos se reuniram no largo da Catedral de São José para encerrar as homenagens ao padroeiro do município sul-baiano.
A procissão e a bênção ao Santíssimo Sacramento encerraram a programação de homenagens a São José. As festividades começaram com o novenário, no dia 10. Hoje, foram realizadas alvorada e missas festivas às 10h e às 14h, com a procissão na sequência.
O bispo Dom Ceslau Stanula mandou duro recado aos políticos. Ele criticou propostas como a descriminalização do aborto e os péssimos serviços prestados pelo poder público ao cidadão, principalmente na área de saúde. De forma sutil, também criticou projetos que afetam “a família e a sociedade”.
Fiéis disputam espaço para carregar a imagem do santo padroeiro (Foto Pimenta).

Fiéis disputam espaço para carregar a imagem do santo padroeiro (Foto Pimenta).

Milhares de fiéis participaram de homenagem a São José em Itabuna (Foto Pimenta).

Milhares de fiéis participaram de homenagem a São José em Itabuna (Foto Pimenta).

APESAR DE CONTAS REJEITADAS, AZEVEDO DIZ QUE PODE DISPUTAR ELEIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Azevedo cumprimenta mulher durante procissão de São José (Foto Gilvan Rodrigues Propaga).

Azevedo cumprimenta mulher durante procissão (Foto Gilvan Rodrigues Propaga).

O ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM) saiu do período de reclusão. Hoje, estava na ala dos políticos que participaram da procissão de São José. Ele participou de todo o trajeto da procissão e assistiu à bênção ao Santíssimo Sacramento no largo da Catedral de São José, não subindo ao espaço reservado aos políticos.
Acompanhado por um assessor, o ex-prefeito deixou a catedral antes que o bispo Dom Ceslau Stanula e o monsenhor  Moisés Souza encerrassem a bênção. Na saída, Azevedo conversou rapidamente com a reportagem do PIMENTA.
BLOG PIMENTA – O senhor será candidato?
CAPITÃO AZEVEDO – Não sei ainda. Estou analisando cenários.
PIMENTA – Sairá candidato a deputado estadual ou federal?
AZEVEDO – Ainda estamos conversando, avaliando.
PIMENTA – O senhor depende exatamente de quê? É o aspecto legal, a rejeição das contas [de 2011]?
AZEVEDO – Não, não. Eu posso [disputar eleição].
______
O ex-prefeito teve as suas contas de 2011 rejeitadas pela Câmara de Vereadores em dezembro passado (relembre aqui). Pela Lei Ficha Limpa, o democrata está proibido de concorrer às eleições por até oito anos. Azevedo recorrerá à justiça para tentar anular a decisão do legislativo.

LÁ VAI PASSANDO A PROCISSÃO…

Tempo de leitura: < 1 minuto
Procissão de São José foto Thadeu Brasileiro

Procissão reuniu milhares de fiéis católicos nesta terça (Fotos Thadeu Brasileiro).

Milhares de pessoas participaram da tradicional procissão em homenagem a São José, nesta terça, 19. O santo é o padroeiro de Itabuna. O evento reuniu fiéis e políticos, dentre eles o vice-prefeito Wenceslau Júnior, que representou o prefeito Claudevane Leite, que, por ser evangélico, não participou do evento.

Os fiéis percorreram as principais avenidas da região central de Itabuna e encerraram a procissão na Catedral de São José, com a bênção do Santíssimo Sacramento em celebração do bispo diocesano Dom Ceslau Stanula.

Luís Sena (cabelos brancos), Davidson e Wenceslau conversam em procissão (Foto Thadeu Brasileiro).

Luís Sena (cabelos brancos), Davidson e Wenceslau conversam em procissão (Foto Thadeu Brasileiro).

PROFISSIONAIS DA SAÚDE APOIAM DOM CESLAU

Tempo de leitura: < 1 minuto

Santana: apoio a bispo Dom Ceslau.

As críticas do bispo diocesano Dom Ceslau Stanula ao caos na saúde de Itabuna receberam o apoio da direção do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna (Sintesi). No sábado, o bispo cobrou ação dos governos para o setor (“que está na UTI”) ao final da procissão em louvor a São José. A cobrança foi feita diante do prefeito Capitão Azevedo (DEM), secretários municipais e deputados.

O presidente do Sintesi, Raimundo Santana, lembra a figura “discretíssima de Dom Ceslau, que sempre mostrou equilíbrio e agora, provido de grande sensibilidade social, cobra soluções para um problema que tanto aflige os itabunenses”.

Santana também integra o Conselho Municipal de Saúde e lembrou os aplausos de milhares de fiéis ao bispo em suas críticas.

Raimundo Santana lamenta a posição governamental de tentar reduzir o debate a uma comparação do atendimento em Itabuna e com o oferecido em outros lugares. “É tentar justificar o injustificável”, completa.

“DÊ VOTOS” NA PROCISSÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A eleição municipal é logo ali e o que não faltou na procissão de São José, o santo padroeiro de Itabuna, foi político à caça dos bens mais importante para eles, o voto e o eleitor. Importantes em épocas pré e eleitorais, claro.

A novidade deste ano foi a separação de alas entre os oposicionistas ao governo do prefeito Capitão Azevedo. Enquanto o democrata caminhou ladeado pelos deputados Augusto Castro (PSDB) e Luiz Argôlo (PP) e secretários, os muy amigos petistas e comunistas saíram em alas separadas – e a uma boa distância.

 

Azevedo, ladeado por dois ex-secretários, e perseguido por deputados e vereadores (Foto Pimenta).

Ala geraldista não contou com reforço do PCdoB neste ano (Foto Pimenta).

PROCISSÃO DE SÃO JOSÉ ATRAI MILHARES DE FIÉIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mais de 10 mil pessoas participaram da procissão em homenagem ao padroeiro de Itabuna, São José, nesta sábado. As festividades alusivas ao santo foram encerradas há pouco.

Por volta das 16h30min, os fiéis saíram em procissão, da Catedral de São José pelas vias Nações Unidas, Almirante Tamandaré, Cinquentenário e Ruffo Galvão, encerrando com a bênção ao Santíssimo Sacramento. Neste ano, os católicos tiveram um motivo a mais para agradecimentos: a reforma da catedral.

Fiéis lotam avenidas do centro de Itabuna em homenagem a Itabuna (Foto Pimenta).

 

Pelotão do Tiro de Guerra carrega imagem de São José (Foto Pimenta).

Praça da igreja lotada para a bênção ao Santíssimo (Foto Pimenta).

TUDO MISTURADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O flagra acima é do fotógrafo Pedro Augusto, do blog Política Etc, e revela nobres deputados de esquerda e direita entre risos e gargalhadas. Foi na última sexta-feira, 19, após a procissão de São José. Do que tanto eles riem?

O SANTO PERDOA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Geraldo Simões (PT) iria à missa em louvor a São José em Itabuna, nesta sexta-feira (19). Desistiu quando lhe avisaram que a igreja estava coalhada de membros do DEM.

Já na hora da procissão, o deputado preferiu acompanhar o cortejo de longe, enquanto à frente o bloco dos políticos era dominado por Azevedo e seus “aprochegados” e, a certa distância, um time composto por Paulo Souto, ACM Neto, Antônio Imbassahy, José Ronaldo e outros “alienígenas”.

Indagado por uma repórter se ele acompanhava o evento a distância por causa dos políticos do DEM, Geraldo Simões respondeu:

– São José tem o coração grande e haverá de perdoar os que estiverem aqui por puro oportunismo político!

Back To Top