skip to Main Content
9 de agosto de 2020 | 03:09 am

APÓS 20 ANOS, PRODUTORES DE CACAU OBTÊM RECURSOS DO PRONAF NO SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Duas cooperativas associadas à IG Cacau Sul da Bahia – Coopercentrosul e Coopessba – obtiveram créditos de custeio e investimento em cacau advindos do Pronaf para agricultores familiares e Assentados de Reforma agrária em cinco municípios do sul da Bahia.

Nesta segunda-feira (29), foram assinadas em Ilhéus as seis primeiras operações de crédito para custeio e investimentos, com um valor médio de 70 mil reais. Outras catorze operações estão em análise no Banco do Brasil e outros quinze 15 produtores já solicitaram acesso ao projeto.

Recursos serão investidos na produção de cacau e chocolate

O valor total dos financiamentos poderá chegar a R$ 1 milhão e 400 mil. Essas operações envolvendo o cacau não eram realizadas há quase duas décadas. Os contratos foram assinados pelos produtores com a supervisão do gerente geral do Banco em Ilhéus, Euler Oliveira Paiva. Confira todos os detalhes no site Cacau e Chocolate.

MUTIRÃO FACILITA EMISSÃO DA DAP A AGRICULTORES FAMILIARES DE UBAITABA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Titular da Pasta de Desenvolvimento Econômico, Wilson Lima || Foto Reprodução

A Prefeitura de Ubaitaba, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, vai promover o Mutirão de Cadastro da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) nesta terça-feira, dia 23. O evento será das 8h e 17h e, conforme a secretaria, busca facilitar a vida dos agricultores familiares e pequenos produtores rurais do município na renovação da DAP.

Com a DAP, o agricultor é identificado e tem garantido o acesso ao crédito rural e às politicas públicas, inclusive aos programas nacionais de Alimentação Escolar (PNAE) e de Aquisição de Alimentos (PAA). O Mutirão de Cadastro da DAP será desenvolvido em parceria com a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural, órgão da Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR-BA).

ASSENTADOS TÊM ATÉ DIA 30 PARA RENEGOCIAR DÍVIDAS DO PRONAF

Tempo de leitura: < 1 minuto

agriculturadinheiroOs assentados da reforma agrária que adquiriram dívidas com contratos de custeio ou investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) têm uma chance para reverter a situação. Até o dia 30 deste mês, eles poderão fazer a renegociação do débito com condições especiais, informou o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).
A renegociação está prevista nas resoluções 4.298/2013 e 4.347/2014 do Banco Central. Elas estabelecem que os agricultores têm até o dia 30 para manifestar formalmente à instituição financeira o interesse na operação e, até 30 de junho de 2015, para a formalização dos contratos.
Os agricultores poderão quitar a dívida em uma ou em até dez parcelas. Quem optar por pagar tudo de uma vez, até 30 de junho, terá 80% de desconto sobre o saldo devedor atualizado. Já para efetivar o parcelamento, o agricultor deverá pagar pelo menos 5% do total devido. Com a renegociação, a obtenção de novos créditos volta a ser permitida.
A ação beneficiará assentados da reforma agrária que contrataram as linhas de crédito “A” e “A/C” e que são beneficiários do Banco da Terra e do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Informações da Agência Brasil.

SECRETÁRIO FAZ CAMPANHA ELEITORAL EM EVENTOS OFICIAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em Itabuna, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Antonio Marcelino, tem usado eventos oficiais na área rural para pedir votos para o candidato a presidente da República, José Serra (PSDB). Em alguns destes atos, o secretário é auxiliado pela presidenta do DEM itabunense, Maria Alice Pereira, a exemplo do que ocorreu na Roça do Povo, na região de Ferradas.
O voto é pedido sem cerimônia, diante de técnicos extensionistas de órgãos federais e estaduais, como a EBDA e a Ceplac. Os servidores públicos relatam a situação como “constragedora”.
Duas das abordagens ocorreram em eventos oficiais com agricultores familiares da Roça do Povo. A pretexto de acalmá-los, o secretário faz campanha:
– Não se preocupem. O companheiro [José] Serra não vai acabar com o Bolsa-Família nem com o Pronaf – repete Marcelino aos agricultores familiares.
A campanha do secretário em favor do tucano dispensa o famoso “pé de ouvido”. Tudo é feito com a força de microfone ligado a amplificadores de som. Os programas citados acima por Marcelino têm apelo para estes agricultores. O Pronaf garante crédito a fundo zero, em alguns casos.
Antonio Marcelino é responsável pelo acompanhamento de alguns programas federais tocados em parceria com o município. Um deles é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A gestão do PAA foi considerada falha em Itabuna em uma auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU), realizada no segundo semestre de 2009.

Back To Top