skip to Main Content
28 de outubro de 2020 | 11:15 am

UNIFTC PRODUZ E DOA 300 PROTETORES FACIAIS A PROFISSIONAIS DA SAÚDE E SEGURANÇA PÚBLICA

Protetores faciais são doados a profissionais da saúde pela UniFTC
Tempo de leitura: 2 minutos

A UniFTC de Itabuna distribuiu mais três lotes de protetores faciais para profissionais da saúde e da segurança pública que atuam no combate ao novo coronavírus (Covid-19) no eixo Ilhéus e Itabuna. A Faculdade concluirá, ainda nesta semana, a fabricação das primeiras 300 unidades.

Segundo balanço do diretor da Faculdade, Kaminsky Mello Cholodovskis, foram entregues lotes dos protetores faciais às secretarias da Saúde de Itabuna e de Ilhéus, Samu, Santa Casa de Itabuna e Sociedade de Anestesiologia do Estado da Bahia (Saeb). A doação também beneficiou a Polícia Civil, atendendo a pedido do diretor da unidade regional em Itabuna, André Aragão.

Novos lotes serão entregues para profissionais da saúde do Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, e do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna. As máscaras faciais são produzidas no Espaço UniFTC Maker, laboratório que possui a impressora 3D, utilizada na confecção das máscaras faciais e de outros projetos disponibilizados por diversos Fablabs do Brasil.

O equipamento, que é um dos itens dentre os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), tem gerado uma demanda reprimida no mercado mundial, diante da pandemia da COVID-19, e grande preocupação dos organismos internacionais diante da urgente necessidade de reduzir o risco de contaminação dos profissionais de saúde.

Alberto, da Sesau Ilhéus, recebe protetores faciais das mãos de Kaminsky, da UniFTC Itabuna

TECNOLOGIA DISPONÍVEL

Segundo Kaminsky Cholodovskis, a iniciativa de colocar o Espaço Maker para produzir os protetores faciais partiu da compreensão institucional diante de uma realidade que inquieta a todos. “Por sermos uma instituição de ensino, disseminadora e produtora de conhecimentos, não podíamos ficar parados, sabendo que a tecnologia que possuímos poderia ser útil à sociedade num momento tão crucial que estamos atravessando”, disse Cholodovskis.

O diretor de Planejamento da Secretaria da Saúde de Ilhéus, Alberto Júnior, lembrou que muitos dos contaminados pela Covid-19 em nosso município são profissionais de saúde. “Então, chega em muito boa hora a doação destes protetores faciais que, com certeza, vão nos ajudar muito no enfrentamento desta pandemia. A nossa gratidão à Rede UniFTC, que demonstra com essa iniciativa seu compromisso a sociedade”, afirmou.

UNIFTC MAKER

Para a fabricação das máscaras faciais, a Faculdade está investindo na aquisição de filamentos, utilizados na impressora 3D para a produção das bases que servem de suporte, bem como na compra de lâminas de acrílico que é usado na parte frontal dos protetores.

A produção das EPIs é supervisionada pela Gerência de Laboratórios da Rede UnFTC, com a atuação do analista de Tecnologia da Informação, Ewerton Santos, e o estudante do 9° semestre de Engenharia Civil, Guilherme Dantas, que dominam a tecnologia de impressão em 3-D.

Back To Top