skip to Main Content
5 de agosto de 2020 | 06:26 pm

MÉDICO RAFAEL ANDRADE É NOMEADO PARA A COMISSÃO DE PREVENÇÃO À CEGUEIRA DO CBO

Rafael Andrade, à esquerda, toma posse como conselheiro do CBO
Tempo de leitura: < 1 minuto

O médico Rafael Andrade, diretor do Centro Avançado em Retina e Vítreo do Hospital Beira Rio e coordenador do Mutirão do Diabetes de Itabuna, tomou posse na Comissão de Prevenção da Cegueira do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). A nomeação foi oficializada pelo novo presidente do CBO, médico José Beniz Neto.

A nomeação, conforme o dirigente da CBO, ocorre em função do trabalho realizado pelo oftalmologista itabunense, com o mutirão, com foco na prevenção e tratamento da doença e tem seu modelo já replicado em cerca de 30 cidades brasileiras. O CBO tem como vice-presidente o médico Cristiano Caixeta, que em 2019 participou do mutirão em Itabuna.

Em janeiro, Rafael Andrade participou da convenção nacional que marcou a posse da nova diretoria do Conselho e fez uma apresentação do projeto do Mutirão do Diabetes de Itabuna. “Um dos objetivos da comissão é estimular a realização de mutirões em todo o Brasil, através de ações conjuntas com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, a Sociedade Brasileira de Diabetes e a Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo”, destaca.

Para ele, é gratificante ver que “Itabuna é hoje um exemplo para o Brasil e reconhecida como referência na prevenção do diabetes por importantes instituições da oftalmologia”.

UNIMED É NOVA PARCEIRA DO PEDALADA AZUL; PASSEIO SERÁ NESTE DOMINGO (3)

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ciclistas e Ciana Lima, da Unimed, são parceiros da Pedalada Azul || Foto Divulgação

A ONG Unidos pelo Diabetes continua recebendo novos apoios para a Pedalada Azul, que ocorrerá no próximo domingo (3). O passeio ciclístico que reúne famílias e ciclistas de várias partes do sul da Bahia abre a programação da campanha Novembro Azul da prevenção do diabetes. A gerente da Unidade Itabuna/Ilhéus da Unimed, Ciana Lima, se reuniu com o presidente da ONG e superintendente-médico do Hospital Beira Rio, Rafael Andrade, e representantes dos grupos de ciclismo que coordenam o evento.

“A Unimed tem marcado presença no Mutirão do Diabetes por meio da participação de profissionais e agora se une à essa ação voltada para a saúde, já que a pedalada valoriza práticas que resultem em qualidade de vida para os diabéticos e a população em geral”, afirma o médico Rafael Andrade.

DOMINGO AZUL

A Pedalada Azul de 2019 será no próximo domingo (3), a partir das 8h, com saída da Praça Rio Cachoeira, em frente ao Hospital Beira Rio, e vai percorrer as principais avenidas da cidade. O percurso total é de cerca de 10 quilômetros, retornando ao ponto de origem, onde haverá confraternização entre os participantes.

A atividade contará com o apoio e coordenação de grupos de ciclismo, como Pedal Bom, Amigos das Trilhas, Pedal Livre, Ciclo Bike Grapiúna, Pé de Cana e Selva no Pedal. O passeio ciclístico é gratuito.

MUTIRÃO DO DIABETES DE ITABUNA JÁ É REFERÊNCIA PARA 30 CIDADES BRASILEIRAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Rafael, ao centro, e participantes do congresso em São Paulo

O Mutirão do Diabetes de Itabuna, maior do gênero em todo o país, já é referência para eventos de prevenção e tratamento da doença em 30 outros municípios brasileiros, segundo o médico Rafael Andrade. Presidente da ONG Unidos pelo Diabetes, de Itabuna, o médico apresentou o modelo do mutirão no 24º Congresso Brasileiro Multidisciplinar de Diabetes, em São Paulo, no final do de julho.

O mutirão itabunense já integra o calendário da Federação Internacional do Diabetes. O congresso em São Paulo, promovido pela Federação Nacional das Associações e Entidades de Diabetes (Fenad) e a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, reuniu oftalmologistas e equipes de saúde de vários estados brasileiros, que realizam ou querem realizar mutirões inspirados no modelo Itabunense. A iniciativa itabunense tem foco principal na prevenção, com exames do olho, pé e rim diabético e ações educativas.

Rafael Andrade foi um dos coordenadores do congresso em São Paulo. Segundo ele, o mutirão em Itabuna realiza cerca de 15 mil procedimentos ao ano, entre ações de prevenção na Praça Rio Cachoeira e atendimento médico no Hospital de Olhos Beira Rio, reunindo cerca de mil voluntários e envolvendo diversos segmentos da sociedade organizada.

– O modelo Itabunense já foi implantado em cerca de 17 cidades brasileiras e que com o apoio da Fenad está sendo possível multiplicar o projeto a cada ano já se encaminhando para 30 cidades – disse Rafael.

Entre as cidades que já realizam mutirões, estão São Luís, Petrolina, Fortaleza, Belém, Porto Velho, Itabuna, Vitória da Conquista, Belo Horizonte, Janaúba, Uberlândia, Goiânia, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Blumenau, Joinville, São Gonçalo, São Paulo, Presidente Prudente, Sorocaba, Ribeirão Preto, Araçatuba e Aracaju. Criada em 2018, a ONG Unidos pelo Diabetes está disponibilizando o know-how do projeto Itabunense em vários estados brasileiros, contribuindo para prevenir uma doença com elevado índice de letalidade e amputação de órgãos.

MODELO DO MUTIRÃO DO DIABETES DE ITABUNA É ADOTADO POR 16 MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Tempo de leitura: 2 minutos

Mutirão em Itabuna é adotado por 16 municípios brasileiros

Rafael Andrade é o idealizador do mutirão || Foto Pedro Augusto

O modelo do Mutirão do Diabetes de Itabuna, que terá sua 14ª edição no dia 10 de novembro, está sendo adotado em vários estados brasileiros. Sucesso em ações de prevenção e tratamento, o evento itabunense já foi apresentado no Congresso Mundial de Diabetes no Canadá, como exemplo a ser seguido por outros países.
O idealizador e coordenador do Mutirão e presidente da ONG Unidos Pelo Diabetes, o médico Rafael Andrade, tem participado de seminários e teleconferências nos quais expõe o projeto, focado principalmente na prevenção da doença. O modelo do mutirão já foi adotado por cidades como Curitiba (PR), Belém (PA), Feira de Santana (BA), Petrolina (PE), Ribeirão Preto (SP) e Joinville (SC).
A partir deste ano, haverá mutirões do diabetes em Blumenau (SC), Florianópolis (SC), Uberlândia (MG), Betim (MG), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Presidente Prudente (SP), Sorocaba (SP), Campo Grande (MS) e São José dos Pinhais (PR), todos com o apoio da ONG Unidos Pelo Diabetes de Itabuna.
Criada em 2017 para ampliar as ações do Mutirão, a ONG Unidos pelo Diabetes, vem fornecendo transferência do know-how para diversas instituições, além de investir na capacitação de profissionais de saúde e na conscientização da população, para os riscos e cuidados na prevenção e tratamento do diabetes.
Para Rafael Andrade, a promoção de mutirões em várias cidades brasileiras vai se multiplicando a cada ano contribui para amenizar a deficiência e desigualdade, combatendo uma das doenças que mais fazem vítimas fatais e deixam sequelas no país.

PREFEITURA DE ITABUNA CONFIRMA APOIO AO MUTIRÃO DO DIABETES 2018

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rafael Andrade, criador do mutirão, com o prefeito Fernando Gomes e o secretário Isaac Nery

A Prefeitura de Itabuna confirmou apoio à 14ª edição do Novembro Azul, que, além do Mutirão do Diabetes, envolve a Pedalada Azul e iluminação de espaços públicos com a cor da campanha de prevenção ao diabetes. O município também cederá infraestrutura para o mutirão e profissionais de saúde, além do engajamento da rede básica na campanha, com atendimento multidisciplinar aos pacientes com diabetes.
O apoio foi confirmado pelo prefeito Fernando Gomes e pelo secretário de Saúde de Itabuna, Isaac Nery. “O Mutirão do Diabetes é uma campanha que mobiliza toda a cidade, daí a importância de apoiar esse evento de grande alcance social, que orgulha Itabuna e o seu povo”, afirmou Isaac.”Esse é um evento muito importante pra Itabuna e está entre nossas prioridades”, disse o prefeito.
O médico Rafael Andrade, idealizador e coordenador do Mutirão, afirmou que a Prefeitura de Itabuna é uma parceira importante, contribuindo para ampliar as ações de prevenção e tratamento da doença, atendendo milhares de pessoas”. Neste ano, o mutirão, criado pelo Hospital de Olhos Beira Rio,  será realizado no dia 10 de novembro.

ITABUNA REALIZA MAIOR MUTIRÃO DO DIABETES DO BRASIL

Tempo de leitura: 3 minutos

Cidade do Diabetes se tornou a maior em 13 anos || Imagem Senas Produções

O Mutirão do Diabetes se consolidou como o maior evento de prevenção e tratamento da doença no Brasil, e um dos maiores de mundo, reconhecido pela Federação Internacional do Diabetes. Foram cerca de 25 mil atendimentos, segundo os organizadores, entre procedimentos médicos como exames do olho, pé, rim e coração diabético, no Hospital de Olhos Beira Rio, e ações de prevenção, na Praça Rio Cachoeira.

Na Cidade do Diabetes, foram prestados serviços como exame de glicemia, saúde da mulher, educação física, avaliação auditiva, saúde bucal, psicologia, direitos dos diabéticos, fisioterapia, uso de insulina e orientação nutricional. No espaço Diabetes Kids, crianças realizaram exames de detecção precoce da doença e participaram de atividades lúdicas. “Esse é um momento de conscientização não apenas dos diabéticos, mas de toda família e da sociedade para os cuidados na prevenção, um trabalho que deve ser permanente”, destacou a presidente da Associação dos Diabéticos de Itabuna, Marluce Leão.

Mutirão prestou cerca de 25 mil atendimentos || Fotos Pedro Augusto

O médico Paulo Morales, diretor da Federação Nacional do Diabetes, lembrou que o projeto do Mutirão foi apresentado no Congresso Internacional, realizado no Canadá, como um exemplo a ser seguido em todo o mundo. “Itabuna é um exemplo de que quando se une em torno de uma causa, os resultados são positivos”.

Rafael Andrade (ao centro) e o vice-goverandor João Leão durante o evento || Foto Pedro Augusto

O vice-governador da Bahia, João Leão, representou o governador Rui Costa no evento. “A cidade está de parabéns, se mobilizando para um evento que melhora a qualidade de vida de milhares de pessoas e que deve ser levado para outras cidades da Bahia”.

MAIS AÇÕES E ATENDIMENTOS

Rafael Andrade é o idealizador de mutirão || Foto Pedro Augusto

A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Saúde, ofereceu a estrutura e a logística do Mutirão, com cerca de 600 servidores atuando na Cidade do Diabetes. Além disso, todos os casos que exigem procedimentos e acompanhamento médico, serão tratados através do SUS. “As pessoas já saem do Mutirão com os exames marcados para atendimento na rede de saúde. É importante mostrar o envolvimento de todos os segmentos da sociedade num evento que é orgulho para Itabuna”, disse a secretária Lísias Miranda.

Idealizador e coordenador do Mutirão do Diabetes, que em 2017 envolveu cerca de 1.500 voluntários, incluindo médicos oftalmologistas de Salvador e São Paulo, o médico Rafael Andrade ressaltou o crescimento do projeto.

“A cada ano, o Mutirão vem ampliando as ações e o atendimento, através de parcerias com a Prefeitura, Santa Casa, Uesc, empresas e principalmente com a participação de centenas de pessoas dispostas a colaborar com esse projeto gratificante”.

O Mutirão do Diabetes de Itabuna, promovido pela ONG Unidos pelo Diabetes, Hospital de Olhos Beira Rio e Asdita, foi encerrado com o programa Balanço Geral, da TV Cabrália/Rede Record, com shows da Banda Lordão, Tays Reis e a Banda Vingadora e Raneychas.

MÉDICO ITABUNENSE É O MAIS JOVEM A RECEBER PRÊMIO INTERNACIONAL DA UNIFESP

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rafael Andrade é o idealizador do Mutirão do Diabético.

Rafael Andrade é o idealizador do Mutirão do Diabético.

O médico oftalmologista itabunense Rafael Andrade recebe, nesta quinta-feira (25), a Medalha de Ouro Moacyr Álvaro, concedida pelo Centro de Estudos em Oftalmologia Professor Moacyr Álvaro, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A comenda mais importante da  América Latina na área oftalmológica e será entregue no Centro de Convenções do Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, com a presença de dirigentes das principais instituições de oftalmologia do país.

Aos 42 anos, o médico Rafael Andrade, diretor do Centro Avançado em Retina e Vítreo do Hospital de Olhos Beira Rio e idealizador e coordenador do Mutirão do Diabético de Itabuna, é o segundo baiano e o mais jovem médico a receber a Medalha de Ouro, instituída há 60 anos pela Unifesp.

O Mutirão do Diabético de Itabuna é considerado um dos principais eventos de prevenção e tratamento do Diabetes e foi apresentado no Congresso Mundial no Canadá como exemplo a ser seguido por outros países. “Esse prêmio é motivo de orgulho, que faço questão de compartilhar com toda a nossa equipe e com os centenas de voluntários do Mutirão”, afirma Rafael Andrade.

 

EMPRESAS APOIAM MUTIRÃO DO DIABÉTICO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Mutirão realizado em Itabuna é maior do Brasil (Foto Divulgação).

Mutirão realizado em Itabuna é maior do Brasil (Foto Divulgação).

O maior evento de prevenção e tratamento do diabetes no Brasil ganhou o apoio da Águia Branca e das Lojas Buriti. O Mutirão do Diabético será realizado no próximo sábado (15), a partir das 7h, na Praça Rio Cachoeira (Beira-Rio).
Durante toda a manhã, serão prestados atendimentos como exames do olho, rim e pé diabético, pressão arterial e glicemia e informações sobre nutrição, uso da insulina, noções de higiene, saúde bucal e acompanhamento psicológico.
Idealizador do Mutirão do Diabético, o médico Rafael Andrade elogiou a preocupação das empresas em apoiar o evento e levar informações da doença para os seus funcionários. “É mais uma corrente do bem que se forma, tornando o mutirão ainda mais forte nos últimos anos. Quanto mais empresas estiverem envolvidas nessa causa, melhor será o resultado”.
Além da Águia Branca e das Lojas Buriti, também apoiam o evento a Bahiagás, Aetu, Unimed, Prefeitura de Itabuna, Lap, Lidi, Cidadelle, Óticas Carol e BioSaúde. O evento é promovido, anualmente, pelo Hospital de Olhos Beira Rio e a Associação de Diabéticos de Itabuna (Asdita).

APOIO AO MUTIRÃO DO DIABÉTICO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rafael Andrade, do HOBR, e Marcelo Oliveira, da Cabrália (Foto Divulgação).

Rafael Andrade, do HOBR, e Marcelo Oliveira, da Cabrália (Foto Divulgação).

A TV Cabrália renovou a parceria com o Hospital de Olhos Beira-Rio (HORB) para a realização do Mutirão do Diabético, promovido anualmente em Itabuna. A emissora, além de apoiar, também fará transmissão ao vivo do evento programado para 15 de novembro. A transmissão ocorrerá em edição especial do Balanço Geral, com Tom Ribeiro.
Artistas da Rede Record também participarão, de forma voluntária, do evento itabunense que é considerado um dos maiores do gênero no mundo. Segundo o diretor da Cabrália, Marcelo Almeida, os artistas da emissora vão participar de ações visando mobilizar o público para o mutirão.
Idealizador do mutirão, o médico Rafael Andrade diz que as campanhas educativas que serão veiculadas pela emissora permitirão às pessoas ter conhecimento maior da doença, além dos cuidados que devem ser observados na prevenção e tratamento do diabetes.

MUTIRÃO DO DIABÉTICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Participantes praticam exercícios físicos na abertura do mutirão.

O Mutirão do Diabético deste ano conseguiu superar a marca de 2011 ao prestar 14 mil atendimentos na Praça Rio Cachoeira, em Itabuna, ontem. No ano passado, foram 13 mil, conforme a organização.

Dentre os atendimentos prestados, serviços como exames do olho, rim e pé diabético, pressão arterial, glicemia e informações sobre nutrição, uso da insulina, noções de higiene, saúde bucal e acompanhamento psicológico.

800 voluntários participaram do mutirão, que teve parceiros como a TV Cabrália/Rede Record News. Médico do Hospital de Olhos Beira Rio (HOBR) e idealizador do evento, Rafael Andrade lembra que a primeira edição do evento ocorre há oito anos, quando foram prestados 400 atendimentos.

O crescimento do mutirão transformou Itabuna em referência na prevenção ao diabetes. “Esse projeto é fruto de uma grande mobilização e hoje é o maior evento do gênero na América Latina, um exemplo de como uma cidade pode se unir em torno de uma causa”, diz Rafael.

Artistas como Kocó, da Banda Lordão, e Mari Antunes, vocalista da Babado Novo, participaram do mutirão. O senador Walter Pinheiro, o chefe de gabinete do governador Jaques Wagner, o médico Edmon Lucas, e o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, foram recebido pelos médicos Carlos Ernane e Ronaldo Netto, dirigentes do Hospital de Olhos Beira Rio.

Back To Top