skip to Main Content
4 de junho de 2020 | 03:53 am

MOVIMENTO CRIA ABAIXO-ASSINADO CONTRA REAJUSTE DA TARIFA DE ÔNIBUS EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Tarifa deve saltar para R$ 3,50 em julho || Foto Arquivo

Movimento liderado por estudantes secundaristas e universitários de Itabuna criou um abaixo-assinado contra o reajuste de 16,67% da tarifa de ônibus em Itabuna. Hoje, a passagem custa R$ 3,00 e deverá saltar para R$ 3,50 até o final de julho, conforme acordo assinado entre empresários e o prefeito Fernando Gomes na Justiça do Trabalho, há duas semanas.

A Frente Contra o Aumento da Tarifa foi criada há cerca de dois anos e conseguiu manter a passagem em R$ 3,00, ano passado, quando as empresas cobravam reajuste para R$ 3,30. O movimento aponta deficiências no sistema de transporte público em Itabuna. “Chega de tarifa cara, ônibus cheios e passageiros amontoados”, justifica.

De acordo com a Frente, a frota de ônibus é insuficiente para atender Itabuna, os veículos não têm manutenção e os passageiros são penalizados com “frota velha e infraestrutura precária”. O movimento ainda sinaliza que exigirá o respeito às cláusulas contratuais da concessão as quais as empresas Viação Sorriso da Bahia e São Miguel estão submetidas, mas descumprem.

Conheça o abaixo-assinado aqui.

OUTRO LADO

As empresas de ônibus reclamam que estão há 14 meses sem reajuste de tarifa e o município enfrenta alto índice de gratuidade. Por dia, as duas empresas transportam cerca de 50 mil passageiros.

O último aumento ocorreu em abril do ano passado, por ordem judicial, quando a tarifa saiu de R$ 2,85 para R$ 3,00 (relembre aqui). Antes, movimento de estudantes e sindicatos conseguiu barrar o reajuste de R$ 2,85 para R$ 3,30.

CTB QUER FIM DA "CAIXA-PRETA" NO TRANSPORTE PÚBLICO EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Jorge Barbosa, da CTB, cobra transparência e fim da caixa preta.

Jorge Barbosa, da CTB, cobra transparência e fim da caixa preta em Itabuna.

A qualidade do transporte público em Itabuna e o aumento da tarifa estão sendo questionados por movimentos estudantis e sindicais. Amanhã, às 15h, o DCE da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o movimento Anel promovem caminhada em protesto contra o reajuste para R$ 2,40.
Hoje, a regional da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) promoveu ato na Praça Adami. A regional da CTB, entidade ligada ao PCdoB, cobra mais transparência e qualidade no transporte urbano no município.
Uma das reivindicações é que se abra a “caixa-preta” do sistema operado por duas empresas, a Expresso Rio Cachoeira e a São Miguel, em esquema de caixa único. Para a direção da CTB, “empresas de transportes urbanos que já atuam em Itabuna nunca se preocuparam em oferecer um serviço de qualidade”. Confira íntegra da nota no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

BUSÃO EM ILHÉUS VAI CUSTAR R$ 2,40

Tempo de leitura: < 1 minuto

A tarifa de ônibus em Ilhéus vai custar R$ 2,40, a partir do dia 12 de julho, conforme decreto assinado pelo prefeito Newton Lima nesta quinta, 5. Há duas semanas, o município havia revogado decreto do reajuste ao atender a pedido de associações e do DCE da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) para reestudo da tarifa.

Newton decidiu pelo aumento agora – sem esperar resultado do novo estudo – porque as empresas São Miguel e Viametro entraram com cinco ações judiciais contra a Prefeitura de Ilhéus. Numa das ações, conforme a assessoria do gestor, as empresas pediam indenização de R$ 2.523.352,95, alegando “perdas e danos, pagamento de multa e cobrança do convênio de benefícios tarifários”.

Back To Top