skip to Main Content
16 de julho de 2020 | 10:16 am

PRESIDENTE DO TSE DEFENDE BOM SENSO NO CASO TIRIRICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tiririca enfrenta cai-não-cai.

Homem mais votado do Brasil para a Câmara Federal, Francisco Everardo Silva, o Tiririca (PR), corre sério risco de ficar de fora. Ou seja, ganhar e não levar a vaga, apesar de ter obtido 1,3 milhão de votos no dia 3 de outubro, na disputa em São Paulo.
Na entrevista que concedeu ao jornalista Kennedy Alencar, do programa É Notícia, da RedeTV, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowsky, disse que o juiz deverá adotar o bom senso para julgar a regularidade da candidatura de Tiririca.
O deputado federal eleito é acusado de ser analfabeto. A Constituição Federal permite que pessoas que não sabem ler ou escrever votem, mas elas não podem se candidatar.
O ministro Ricardo Lewandowsky disse que o teste “tem de ser discreto” para não constranger o político. E afirmou que “não se pode exigir do candidato um teste [como se fosse] para alguém que está apto a entrar na universidade”. A entrevista foi ao ar há pouco.

Back To Top