skip to Main Content
2 de junho de 2020 | 06:26 pm

“O POVO DE SALVADOR É MUITO EDUCADO, MAS É FEIO!”

Tempo de leitura: 3 minutos

Ailton Silva | ailtonregiao@gmail.com

 

 

A senhora, na tentativa de justificar o “povo feio”, fez um rodeio, afirmando que o povo da região dela, o Sudeste brasileiro, é mal educado e não tão confiável quanto o morador de Salvador. Quando, finalmente, respondeu: “você é bonitinha”. Maria retrucou: “eu sou uma feia melhorada?”

 

Retornando de um compromisso em Recife, na noite de segunda-feira (2), desembarco no Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, e sigo para a rodoviária, onde, por mais de três horas, esperei o ônibus com destino a Itabuna. Antes da chegada do transporte, encontrei os personagens do relato que faço a seguir.

No terminal rodoviário, sento-me em uma das cadeiras, de costas para duas mulheres e ao lado de uma terceira (não por falta de educação, mas forçado pela maneira como elas, as cadeiras, são disponibilizadas na área de embarque). De repente, uma delas, uma senhora de pele branca, durante uma conversa sobre a hospitalidade do baiano, soltou: “gosto de Salvador, porque o povo de lá é muito educado, prestativo, como em poucos lugares que conheço”.

 A conversa seguia num rumo tranquilo até aquele elogio. Mas mudou quando a mulher, a senhora de pele branca, fez uma ressalva: “Mas ô povo feio é aquele de Salvador, nunca vi igual!”

Maria, uma jovem negra que estava ao meu lado, moradora de Camaçari, na Região Metropolitana, que até não participava da conversa, questionou: “Como assim?” A senhora respondeu, de pronto: “um povo desarrumado, que se veste de qualquer jeito, as mulheres não usam salto, não são elegantes”.

Incomodada, a jovem retrucou: “A senhora quer que as mulheres subam e desçam os morros de salto para trabalhar? Quer que as pessoas retornem bem vestidas da praia? Algumas regiões de Salvador não permitem a nós, mulheres, caminharmos de salto alto. Depois, é uma cidade praiana, com muitos turistas”, explicou.

A senhora não se deu por vencida. Rebateu: “As mulheres têm o cabelo desarrumado. Na verdade, elas não se cuidam mesmo”. Maria rebateu: “Assim como meu cabelo, natural?”.

O debate se acirrava, quando uma terceira mulher, com a qual a senhora tinha iniciado a conversa, fez uma ponderação com Maria: “deixa isso para lá”. Maria respondeu que não poderia ouvir calada qualquer tipo de desrespeito ao povo baiano e, virando-se para a senhora que acha o povo de Salvador educado, mas feio, perguntou: “no seu conceito de beleza, eu sou?”

A senhora, na tentativa de justificar o “povo feio”, fez um rodeio, afirmando que o povo da região dela, o Sudeste brasileiro, é mal educado e não tão confiável quanto o morador de Salvador. Quando, finalmente, respondeu: “você é bonitinha”. Maria retrucou: “eu sou uma feia melhorada?”

A senhora decidiu, então fazer uma comparação, agora entre os moradores de Salvador e Vitória da Conquista: “Eu gosto daqui, mas o povo não é educado, é metido a rico, acha-se superior”.  Maria mais uma vez interveio: “O povo do Nordeste é educado e bonito”.

Naquele momento, entrei na conversa, sem ser convidado, para testemunhar o que a jovem acabara de afirmar. Relatei que sempre fui muito bem recebido nos 7 dos 9 estados do Nordeste onde andei. Citei, inclusive, experiências vividas em Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco. Lembrei ainda que beleza é subjetiva (ou seja: belo é relativo). O debate foi encerrado assim.

Para mim, o povo brasileiro é lindo e educado – com ressalvas, não sobre a beleza, mas quanto à falta de  educação e ao desrespeito de alguns -, mas hospitaleiro como o nordestino eu não conheço. Ah, o nome da senhora nem fiz questão de saber! O da jovem, sim! É Maria!

Ailton Silva é jornalista e um dos editores deste site.

CONCURSO PÚBLICO DA MARINHA OFERECE MAIS DE 80 VAGAS PARA ÁREA DE SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Inscrições estão abertas até o dia 20 deste mês

A Marinha está com inscrições abertas para o concurso público que visa o preenchimento de 86 vagas de médicos nos Comandos dos 2º, 3º 4º, 5º, 6º e 7º Distritos Navais. As oportunidades são para os estados da Bahia, Rio Grande do Norte, Pará, Rio Grande do Sul, além de Brasília. A inscrição pode ser feita até o dia 20 deste mês.

As vagas são profissionais nas especialidades de Alergologia (1); Anatomia Patológica (1); Anestesiologia (1); Cancerologia (1); Cardiologia (10); Cirurgia Geral (6); Cirurgia Plástica (1); Cirurgia Torácica (1); Cirurgia Vascular (2); Clínica Médica (7); Dermatologia (1); Endocrinologia/ Metabologia (2); Gastroenterologia (2) e Geriatria (2).

Há oportunidade também para profissionais nas especialidades de Ginecologia e Obstetrícia (8); Hematologia (1); Infectologia (2); Medicina Intensiva (2); Medicina Nuclear (1);Nefrologia (1); Neurocirurgia (1); Neurologia (2); Oftalmologia (5); Ortopedia e Traumatologia (2); Otorrinolaringologia (1); Pediatria (5); Pneumologia (1); Psiquiatria (10); Radiologia (4); Radioterapia (1) e Urologia (1).

Podem concorrer os profissionais com menos de 36 anos em janeiro de 2020 e que tenham concluído ou estar em fase conclusão do Curso de Medicina. As provas serão aplicadas na segunda quinzena de julho. O dia ainda será divulgado. A inscrição custa R$ 126 e deve ser feita exclusivamente pela internet, no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br.

EX-MINISTRO É CHAMADO DE “LADRÃO” E “BANDIDO” AO SER PRESO EM OPERAÇÃO DA PF

Tempo de leitura: 2 minutos

Do Congresso em Foco
https://youtu.be/gs78la-IIIM?t=1
O ex-deputado e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi hostilizado na manhã desta terça-feira (6) ao deixar o prédio em que mora, em Natal, preso pela Polícia Federal. Manifestantes que o aguardavam em frente ao edifício Bello Monte gritavam “ladrão”, “bandido”, “safado” e “vai para a cadeia”.

De óculos escuros, o ex-deputado por 11 mandatos baixou a cabeça, não respondeu aos xingamentos e entrou na viatura da Polícia Federal. De lá, seguiu para a Superintendência da PF na capital do Rio Grande do Norte.

Ele foi preso em novo desdobramento da Lava Jato, a Operação Manus. A Justiça também determinou a prisão preventiva do ex-deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que já está detido desde o ano passado em Curitiba.

Eles são acusados de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, estádio construído para a Copa de Mundo de 2014 em Natal. As investigações apontam superfaturamento em R$ 77 milhões e repasse de propina aos dois peemedebistas na forma de doações oficiais entre 2012 e 2014.

A operação deflagrada nesta terça cumpre 33 mandados – cinco de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão nos no Rio Grande do Norte e no Paraná. Seu nome remete ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, que significa “uma mão lava a outra”.

Leia Mais

DEM CORRE RISCO DE SE TORNAR "NANICO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

dem-perde-forca-1406919106847_600x248Em março de 2007, o então PFL deixava de existir e se remodelava para se transformar no DEM (Democratas). A mudança de nome marcou, porém, uma queda vertiginosa de força e número de candidatos do partido, como pode ser vista nas bancadas e quantidade de candidatos nas eleições 2014.
Em 2014, o DEM registrou 657 candidatos a todos os cargos (2,6% do total) em disputa, quase um terço a menos que o número de inscritos em 2010, quando 863 nomes estavam na disputa.
Os dados de 2014 ainda não são definitivos, já que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ainda segue incluindo informações de candidatos, mas os números devem sofrer poucas alterações.
O número de candidaturas a governador entre 2010 e 2014 caiu pela metade: de quatro para duas. O partido possui 25 deputados federais, ou seja, menos de 5% do total da casa. Em 2010, o partido chegou a eleger 76 deputados federais –40 a menos que o antigo PFL, em 2006. Informações e Gráfico do Uol.
No quadro majoritário a situação é parecida: a única governadora do partido, Rosalba Ciarlini, do Rio Grande do Norte, tem a pior avaliação do país entre a população e sequer concorrerá à reeleição — no Estado, o DEM não terá candidato majoritário.
Confira mais

STJ MANTÉM DECISÃO SOBRE TELEXFREE

Tempo de leitura: < 1 minuto

telexfree2Um recurso impetrado pela empresa Ympactus Comercial Ltda., que opera a Telexfree, foi barrado nesta terça-feira, 2, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com isso, o tribunal manteve a decisão da justiça do Acre, que havia determinado a suspensão das atividades da rede em todo o país.

No entendimento da ministra Isabel Galotti, do STJ, ainda há pendências a serem analisadas pelo Tribunal de Justiça do Acre, o que impediu o julgamento do recurso. A 2ª Câmara Civil da corte estadual julgará o caso na próxima segunda-feira, dia 8.

Na tarde de domingo, 30, dezenas de divulgadores do Telexfree protestaram em frente à sede da TV Santa Cruz, retransmissora do sinal da Rede Globo no sul da Bahia, e chegaram a interditar a rodovia Ilhéus – Itabuna (confira aqui). O protesto era contra uma matéria que veio a ser apresentada à noite, no programa Fantástico. Manifestações semelhantes ocorreram em outras cidades da Bahia e em vários estados.

De acordo com o G1, o presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Roberto Barros, afirmou que os protestos não influenciarão a decisão que será tomada no dia 8. No Rio Grande do Norte, o Ministério Público anunciou que irá instaurar inquérito civil para investigar empresas que operam com o chamado “marketing multinível”. Entre as que serão investigadas, estão Telexfree, BBom, NNex, Multiclick, Priples e Cidiz.

ABAIXO-ASSINADO PARA SALVAR OS JEGUES

Tempo de leitura: < 1 minuto

O PIMENTA postou há pouco (ver logo abaixo) nota sobre o interesse dos chineses por um novo produto que poderá vir a fazer sucesso na pauta de exportações brasileiras: o bom e velho jegue. Pois bem, viemos a saber logo em seguida que circula na internet um abaixo-assinado com o objetivo de salvar o quadrúpede de virar iguaria nos restaurantes da China.
Os signatários do abaixo-assinado (até o momento são 649) fazem veemente defesa do jegue, alegando que este animal sempre foi um companheiro do nordestino. Eles também condenam o tratamento que a China dá aos bichos. “Temos comprovações de como os animais são tratados na China: ursos têm sua bile extraída sem anestesia para que seja usada para fins medicinais”, acusam.
O movimento também ataca o secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte, José Simplício de Holanda, grande defensor da exportação dos asnos. Holanda teria dito que os jegues só servem hoje para causar acidentes nas estradas. “Os verdadeiros asnos que causam acidentes muito mais graves são aqueles que usam ternos caros e exercem cargos públicos”, opinam.

RADIALISTA É ASSASSINADO NO RN

Tempo de leitura: < 1 minuto

João Antonio Barros | O Globo
O jornalista e radialista Francisco Gomes de Medeiros, conhecido como F. Gomes, da Rádio Caicó (RN), foi executado a tiros por pistoleiros na calçada de casa no município de Caicó, a cerca de 180 quilômetros de Natal, a capital do Rio Grande do Norte.
O crime ocorreu na noite dessa segunda-feira e chocou a comunidade de Caicó e da Região do Seridó, segundo informou o jornalista William Robson, editor-chefe do Jornal de Fato, de Natal.
O radialista e autor do blog do F. Gomes foi morto por dois homens numa motocicleta. Ele foi levado para um pronto-socorro próximo, mas não resistiu aos ferimentos.
F. Gomes era repórter policial e, segundo jornalistas potiguares informaram no Twitter, ele sofria ameaças de morte em consequência de denúncias feitas contra traficantes de drogas e policiais envolvidos com o crime.
Em protesto contra a morte, jornalistas do Rio Grande do Norte devem vestir preto nesta terça-feira.

Back To Top