skip to Main Content
28 de fevereiro de 2020 | 07:26 am

PARALISAÇÃO ATINGE 3 UNIVERSIDADES ESTADUAIS DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paralisação afeta três das quatro universidades estaduais baianas

Professores das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba) farão ato público em Salvador, nesta quarta-feira (25), a partir das 9h, na Praça da Piedade. O movimento docente diz que sofrem a maior perda salarial dos últimos 20 anos.A categoria reivindica reajuste de 21,1%. Haverá paralisação das atividades acadêmicas da Uneb, Uesc e Uesb. Na Uefs (Feira de Santana), as atividades não serão paralisadas, mas a comunidade acadêmica feirense também fará parte da mobilização, conforme as associações de docentes.
De acordo com Sérgio Barroso, coordenador do Fórum das ADs, a atividade busca denunciar o descaso do governo baiano em relação aos docentes e às universidades. “O Governo do Estado simplesmente não se reúne com o movimento docente e mantém completo silêncio sobre a nossa pauta de reivindicações. A categoria está muito insatisfeita. Por isso, iremos às ruas. Queremos respostas efetivas”, destacou Barroso.
Além da ausência do reajuste salarial, o governo também não respeita outros direitos trabalhistas, segundo Barroso. Atualmente, o número de docentes com processos na fila de promoção, progressão e mudança de regime de trabalho subiu para 957 no total. Estão travadas nas quatro universidades estaduais 472 promoções, 284 progressões e 201 mudanças de regime de trabalho. O estrangulamento orçamentário também é um grande problema. Desde 2013 as universidades acumulam um corte de mais de R$ 200 milhões no custeio e investimento.

CÂMARA APROVA URGÊNCIA PARA AUMENTO DE SALÁRIO DE MINISTROS DO STF

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do G1

Com o apoio do governo, a Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (3) regime de urgência para o projeto de lei que aumenta os salários de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em 16,38%, dos atuais R$ 33.763 para R$ 39.293,38. O impacto anual da proposta supera R$ 710 milhões.

Antes, o plenário aprovou urgência para proposta que reestrutura as carreiras de servidores do Ministério Público Federal e que também implica em aumentos salariais. Na semana passada, já havia sido aprovado regime de urgência para reajustes entre 16,5% e 41,47% aos salários dos servidores do Judiciário. O impacto orçamentário só para esse aumento será de R$ 5,99 bilhões ao ano, segundo o Ministério do Planejamento.

O reajuste dos ministros do STF, se aprovado, será de R$ 2,17 milhões, segundo a previsão descrita no projeto. Mas a elevação do teto salarial tem um efeito cascata sobre as remunerações de todos os magistrados federais, como do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Superior Tribunal Militar (STM). Assim, o impacto total chega a R$ 717 milhões.

Leia mais

PREFEITOS QUEREM ADIAR NOVO PISO DO MAGISTÉRIO PARA AGOSTO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Quitéria diz que impacto na folha será grande em tempos de queda na arrecadação (Foto GovBA).

Quitéria diz que impacto na folha será grande em tempos de queda na arrecadação (Foto GovBA).

Com o argumento de que o reajuste de 11,36% no piso salarial dos professores provocará grande impacto no orçamento das prefeituras em 2016, prefeitos da Bahia e de todo o país vão a Brasília, na próxima terça-feira (19), pedir ao Ministério da Educação para adiar a vigência do novo piso. A partir de janeiro, o salário base passa de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64.

Presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), a prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), diz que se o governo não flexibilizar em relação ao piso, que garanta, ao menos, um maior aporte de recursos para custear a educação.

“Vamos pedir que seja aumentado o valor anual por aluno no Fundeb, hoje em R$ 2.545,31, a verba da merenda, que há mais de quatro anos é de R$ 0,30 por aluno, e a cota do transporte escolar”, avisa a prefeita, criticando o governo por ter criado expectativa sobre um dinheiro novo que viria com o pré-sal, e não aconteceu.

Leia matéria completa n´A Tarde

PROFESSORES DE ITABUNA FAZEM PARALISAÇÃO CONTRA SALÁRIO “PICOTADO”

Tempo de leitura: < 1 minuto

 

sem-dinheiroOs professores da rede municipal de Itabuna receberam apenas 80% do salário de outubro, com a promessa de pagamento dos 20% restantes com próximo repasse de dinheiro federal. Insatisfeitos, os professores paralisaram as atividades.

A decisão foi tomada em assembleia, onde também definiram que retornar à sala de aula somente com os 20% em conta. Fora disso, nada de trabalho. Hoje, muitos alunos ainda foram para a escola, à tarde, sendo surpreendidos com o “não vai ter aula”.

O Pimenta buscou uma resposta do governo municipal, mas o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, ainda não respondeu qual a previsão de pagamento da parte que falta.

A rede municipal itabunense tem cerca de 20 mil alunos matriculados e, aproximadamente, 1,5 mil professores. Os educadores promoveram greve de 73 dias neste ano.

ITABUNA: SERVIDORES PODEM CRUZAR OS BRAÇOS POR SALÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

sem-dinheiroA Prefeitura de Itabuna deve atrasar salário do funcionalismo. A previsão é de que o dinheiro caia na conta dos servidores na terça ou até a quinta (15).

Hoje, o Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna (Sindserv) fará assembleia, às 17h, para decidir se haverá paralisação ou até greve contra atrasos “neste e nos próximos meses”.

Em nota, o sindicato afirma que é grande a possibilidade de paralisações. A assembleia, de acordo com o sindicato, vai deliberar sobre o posicionamento da entidade em relação ao caso.

Um estudo da União dos Municípios da Bahia (UPB), divulgado na semana passada, já mostrava que metade das prefeituras, no Estado, terá dificuldades para quitar salários. A queda na arrecadação e nos repasses constitucionais tem sido a justificativa para os atrasos. Atualizado às 14h08min

CÂMARA DE ITABUNA ABRE INSCRIÇÕES EM CONCURSO COM 47 VAGAS E ATÉ R$ 4,6 MIL DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos
Câmara abre concurso com 47 vagas e até R$ 4,6 mil de salário (Foto Pedro Augusto).

Câmara abre concurso com 47 vagas e até R$ 4,6 mil de salário (Foto Pedro Augusto).

A Câmara de Vereadores de Itabuna abriu às 8 horas desta segunda-feira (23) o período de inscrições em seu primeiro concurso público da história. São 47 vagas para todos os níveis.

O salário varia de R$ 1.100,00 (auxiliar de copa e cozinha) a R$ 4,6 mil (cargos de nível superior, exceto para a área de comunicação).

CONFIRA EDITAL COMPLETO

O valor da taxa de inscrição oscila de acordo com a escolaridade – R$ 50,00 para nível fundamental completo ou incompleto, R$ 75,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior.

CONFIRA QUADRO DE VAGAS E SALÁRIO

As inscrições deverão ser feitas somente pela internet, no site www.msmconsultoria.com.br. O prazo para pedido de isenção do pagamento de taxa de inscrição deve ser feito hoje ou amanhã (dias 23 e 24).

De acordo com o calendário elaborado pela comissão organizadora, as provas serão aplicadas em 7 de junho e o resultado deverá sair em 7 de julho. As provas serão aplicadas pela MSM Consultoria e Projetos, de Teófilo Ottoni (MG), vencedora da licitação.

VAGAS PARA FUNDAMENTAL COMPLETO E INCOMPLETO

Os cargos que exigem só o fundamental incompleto são auxiliar de copa e cozinha (R$ 1.100,00 de salário) e garçom (R$ 1.300,00).

Já os de nível fundamental completo, são agente de almoxarife, oficial de reprografia (operador de máquina de xerox), motorista com carteira “C”, recepcionista e protocolista.

VAGAS PARA NÍVEL MÉDIO

Para as vagas de assessor de cerimonial e relações institucionais, assistente administrativo, intérprete em linguagem de sinais (Libras), escriturário contábil, técnico em Segurança do Trabalho e operador de áudio e vídeo é exigido o nível médio completo, cujos salários variam de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil.

VAGAS PARA NÍVEL SUPERIOR

Os cargos que exigem nível superior são analista de controle interno, analista técnico-financeiro, analista em licitação, analista técnico administrativo, analista técnico trabalhista e em Recursos Humanos, todos estes com oferta de R$ 4,6 mil de salário. Dentre os cargos de nível superior, apenas assessor em comunicação social e jornalismo tem salário bem mais baixo: R$ 3,1 mil, embora a jornada seja bem maior que os demais (30 horas ante 20h para os demais cargos).

DESEMBARGADORES DO TJ-BA PASSAM A RECEBER R$ 30,4 MIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Eserval Rocha, publicou um decreto no Diário da Justiça Eletrônico desta sexta-feira (16), em que torna público o salário dos juízes do estado. O texto considera a Lei Federal 13.091, que aumentou o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Por conta do efeito cascata, os desembargadores do TJ-BA, a partir deste mês de janeiro, passarão a receber o subsídio de R$ 30.471,10.

Os juízes de entrância final receberão R$ 28.338,12; os juízes de entrância intermediária receberão R$ 26.354,45 e o de entrância inicial será de R$ 24.509,63. Já o salário dos juízes substitutos é de R$ 23.284,14. O decreto entra em vigor nesta sexta-feira. Além do subsídio, os magistrados ainda receberão auxílio-moradia. Com informações do Bahia Notícias.

PREFEITURA PAGA SALÁRIO E PROFESSORES RETORNAM AO TRABALHO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores decidiram só informar frequência após 13º salário em conta.

Professores informarão frequência só com 13º salário em conta (Foto Jeremias Souza).

Após paralisação de cinco dias, os professores da rede municipal em Itabuna retornaram ao trabalho nesta quinta (11). A categoria cobra o pagamento de salário em dia. A rede conta com cerca de 22 mil alunos.
Na última sexta (5), o sindicato que representa a categoria anunciou a paralisação, após confirmar que o município pagaria somente no dia 10 o salário dos professores. O salário foi pago ontem.
A categoria reclama do atraso. A presidente do Simpi, Carminha Oliveira, acusa o governo de usar sempre a verba do mês seguinte para quitar os salários, que antes eram pagos ao final do mês e agora é depositado sempre depois do quinto dia útil.
O governo municipal tem se defendido com a alegação de queda nas receitas. Os maiores prejuízos, segundo a Secretaria da Fazenda, são com os repasses menores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
Os educadores decidiram só informar o boletim de frequência dos alunos ao município quando for creditada a segunda parcela do décimo terceiro salário, segundo a presidente do sindicato.

SERVIDORES FAZEM NOVOS PROTESTOS. GOVERNO DIZ TER QUITADO SALÁRIO HOJE

Tempo de leitura: 2 minutos
Bispo ora com professores em frente à catedral (Foto Pimenta).

Bispo ora com professores em frente à catedral (Foto Pimenta).

Professores e servidores de outras áreas do município voltaram a fazer novos protestos nesta sexta (10) para exigir o pagamento integral do salário de setembro. Na última terça (7), o município depositou 70% do salário na conta. O restante foi pago hoje (confira abaixo).
Professores caminharam pelo centro da cidade e encerraram a manifestação em frente à Catedral de São José, apoiados pelo bispo diocesano Dom Ceslau Stanula. A manifestação dos trabalhadores da área de educação foi puxada pelo sindicato da categoria, o Simpi.
Já os servidores de outras áreas, fizeram protesto na sede da prefeitura, na Avenida Princesa Isabel. Vestidos de preto e usando “nariz de palhaço”, os servidores beberam água e comeram banana para, segundo eles, mostrar o que fazer com 30% do salário “mordido” pela administração municipal.
A presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Wilmaci Oliveira, considerou lamentável ter de mobilizar servidores para garantir um direito consagrado, o salário em dia.
Servidores vestiram preto e nariz de palhaço em manifestação (Foto Divulgação).

Servidores vestiram preto e nariz de palhaço em manifestação (Foto Divulgação).

QUEDA DE RECEITA
O governo prometeu depositar nesta sexta (10) o restante do salário dos servidores. A previsão é de que até as 15h já esteja disponível na conta da maioria dos servidores.
A alegação do governo para atrasar salário é a queda nos repasses constitucionais. Os cálculos são de que as perdas com Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

SERVIDORES DE ITABUNA PARAM E COBRAM SALÁRIO DE AGOSTO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Servidores prometem só retornar ao trabalho com salário em conta.

Servidores prometem só retornar ao trabalho com salário em conta.

Os servidores da Prefeitura de Itabuna decidiram paralisar as atividades até que saia o salário de agosto. Uma assembleia foi realizada no Centro Administrativo Firmino Alves nesta manhã de terça (9).
– Não poder se organizar para pagar suas dívidas é muito ruim e constrangedor. Por isso, o Sindserv e os servidores estarão mobilizados para garantir que o atraso de salários não mais ocorra – disse Wilmaci Oliveira, presidente do sindicato que representa os servidores municipais.
Representantes dos servidores foram recebidos pelo prefeito Claudevane Leite, nesta manhã. O gestou disse que houve redução nas receitas do município, mas prometeu o pagamento do salário de agosto amanhã (10). As dificuldades financeiras, alertou, também podem afetar o pagamento de salário de setembro.

Back To Top