skip to Main Content
8 de agosto de 2020 | 05:44 pm

PREFEITO DE IBICARAÍ PROMETE QUITAR SALÁRIO HOJE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Brandão promete quitar salário de setembro hoje

A Prefeitura de Ibicaraí informou, por meio de nota, que o salário de setembro dos ocupantes de cargos de confiança será pago nesta sexta (10). De acordo com o comunicado, apenas 15% dos comissionados estavam sem receber os vencimentos de setembro. Na quarta (8), este blog publicou nota falando do atraso (reveja aqui).

A informação inicial era de que os comissionados deveriam abrir mão do salário, o que é rebatido pelo prefeito Lula Brandão (PSDB).

“A pendência foi resultado de dívidas, herdadas pelas gestões anteriores, que o município está quitando, a exemplo do INSS, no valor de R$ 111 mil, FGTS, R$ 35 mil, e PGU, R$ 41 mil”, informa o prefeito em nota. Lula diz, ainda, que o atraso não teve “qualquer ligação com a festa realizada pela prefeitura em comemoração ao aniversário do município”.

Por fim, o prefeito diz que o pagamento em dia tem sido prioridade do governo e que a quitação das dívidas citadas acima são importantes “para o crescimento da cidade, principalmente pelo fato de ser este um dos requisitos para que o município consiga convênios com o governo do estado, bem como federal.”

AGENTE DE SERVIÇOS GERAIS GANHA R$ 7 MIL NA PREFEITURA DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Agente de serviços gerais e outros são muito bem pagos em Itabuna

Agente de serviços gerais e outros são muito bem pagos em Itabuna|| Foto Wilson Oliveira

Quase no mesmo período que retirou a Gratificação da Atividade Complementar de mais de 400 professores e cortou insalubridade de servidores da saúde, a Prefeitura de Itabuna decidiu não economizar nos gastos com servidores com contrato temporário e ocupantes de cargo em comissão, segundo informa A Região.

O jornal aponta vários casos de pagamentos suspeitos para servidores, que tiveram os rendimentos elevados para mais de R$ 7 mil em agosto.  Cita também a contratação temporária de outros servidores sem necessidade, porque o número de efetivo seria suficiente para atender a demanda.

Entre os casos relatados de pagamento suspeito, o jornal cita o de um agente de serviços gerais que em agosto recebeu exatos R$ 7.830,00, sendo que o seu salário base é de R$ 969,80. Naquele mesmo mês, conforme a publicação, o contratado temporário para o cargo de auxiliar administrativo recebeu R$ 7 mil. Nem o serviço público federal  paga esse valor para auxiliar administrativo.

MAIS PRIVILEGIADOS

Outro que teria sido beneficiado com generosidade da administração municipal foi um policial administrativo. No mês passado, o servidor, segundo A Região, embolsou R$ 7.240,00 com extras em cima do salário de R$ 969,00. Com salário base de R$ 1.125,00, dois assistentes administrativos ganharam 5.025,00.

O jornal cita vários outros casos suspeitos de pagamento de extras para ocupantes de cargos comissionados ou temporários. A publicação afirma que as informações estão disponíveis no site do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

FARINHA POUCA…

Tempo de leitura: < 1 minuto
Gilnay Santana não conseguiu reeleição.

Gilnay Santana não conseguiu reeleição.

Parte dos servidores municipais de Ibicuí recebeu salário de setembro somente no final de outubro. Após a eleição, houve greve por causa do atraso de salário. A fúria dos servidores aumentou após uma espiada na prestação de contas enviada pelo município ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Dirigentes sindicais viram, no sistema eletrônico do tribunal, provas de que o salário da prefeita Gilnay Santana vem sendo pago em dia. O salário de agosto, por exemplo, caiu na conta dia 9 de setembro, enquanto os servidores faziam greve e pressão para receber o devido.

O espaço está aberto para que a prefeita, querendo, se pronuncie.

CONCURSOS OFERECEM MAIS DE 20 MIL VAGAS E ATÉ R$ 22,2 MIL DE SALÁRIO

Tempo de leitura: 7 minutos

concursosPelo menos 104 concursos oferecem cerca de 20 mil vagas em todo o país com salários que podem chegar a R$ 22.213,44.

São 6.154 vagas que exigem nível superior e 10.439 vagas para profissionais que possuam, no mínimo, o nível médio. Outras 1.324 são para quem possui nível técnico e 2.820, o fundamental.

No link “leia mais”, confira relação dos concursos com vagas em aberto, salário e número de vagas.

Leia Mais

ITABUNA: PREFEITURA VÊ DIFICULDADE PARA CONCEDER REAJUSTE AOS PROFESSORES

Tempo de leitura: < 1 minuto
Procurador apresentou planilhas aos professores (foto Wilson Oliveira / Ascom-PMI)

Procurador apresentou planilhas aos professores (foto Wilson Oliveira / Ascom-PMI)

A Prefeitura de Itabuna ainda estuda de que forma será possível conceder um reajuste aos professores da rede municipal. Na manhã desta quarta-feira (09), aconteceu a segunda reunião da campanha salarial da categoria, com a participação de representantes sindicais e do governo. Com planilhas de receitas e despesas na mão, o procurador Harrisson Leite expôs as dificuldades financeiras do município, alegando que elas se agravaram com a desacelaração econômica do país.

Uma das missões da mesa de negociação instalada em fevereiro, é analisar a possibilidade de reajuste, mas o procurador já avisa que o município não pode aumentar salários se não houver a indicação da fonte das receitas. “Há todo um esforço da atual administração para atender às reivindicações salariais dos servidores, mas tem que se respeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal”, justifica-se Harrisson Leite.

A instalação da mesa de negociação foi recomendada pelo Ministério Público do Trabalho. Segundo o procurador do município, a intenção é evitar uma nova paralisação das aulas.

TERCEIRIZADOS FAZEM NOVO PROTESTO CONTRA ATRASO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Trabalhadores que prestam serviços a órgãos do governo baiano, por meio de contratos de terceirização, voltam a protestar contra o atraso de salários. Uma manifestação está marcada para a manhã desta segunda-feira (29), na sede da Secretaria da Fazenda, em Salvador.

O protesto é organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública (Sindlimp-BA) e pela Central Única dos Trabalhadores, que exigem providência imediata do governo com relação à inadimplência das empresas às quais os trabalhadores estão diretamente vinculados.

“O governo do Estado precisa agir para não ser chamado de omisso”, afirma Edson Conceição Araújo, membro da direção da CUT-BA. Há pouco mais de um mês, cerca de 180 terceirizados da empresa Locservice cruzaram os braços em protesto contra o atraso nos pagamentos. No dia 27 de janeiro, manifestantes fecharam a sede do Núcleo Regional de Educação (NRE 5), em Itabuna.

VICE DO SINDSERV APONTA “DESORDEM ADMINISTRATIVA” NA PREFEITURA DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos
Siomara: desordem administrativa na Prefeitura de Itabuna (Foto Divulgação).

Siomara: desordem administrativa na Prefeitura de Itabuna (Foto Divulgação).

A vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna, Siomara Santos, acredita que há desordem administrativa na Prefeitura de Itabuna. Para ela, a crise política e financeira e diminuição na arrecadação não bastam para justificar as dificuldades em se pagar salários em dia no município. “Comete-se erros primários, situações que até uma dona de casa minimamente organizada poderia resolver”, critica Siomara.

Este mês o pagamento dos servidores efetivos da administração e da saúde foi fragmentado, nem todos haviam recebido até esta terça-feira (15). De acordo com ela, a cada dia a gestão dá uma “desculpa” diferente para justificar os atrasos.

– Disseram que pagariam a todos no dia 10/12; depois deu problema com a senha do diretor financeiro da saúde, que ainda não estava habilitada; depois que habilitou a senha e o banco se recusou a receber o arquivo porque havia expirado o horário. Ou seja: falta planejamento, além de muito desrespeito com os trabalhadores. Estamos fartos de tanta incompetência – desabafa.

O Sindserv está promovendo manifestação, no estacionamento do Centro Administrativo Firmino Alves, para pressionar a prefeitura de Itabuna a regularizar salários. Ontem (14), os servidores aprovaram paralisação até que os salários caiam na conta, respeitando o limite prudencial de 30%.

A prefeitura informou aos sindicalistas que o salário dos efetivos foi totalmente pago hoje, restando os contratos, cuja previsão é dia 20. Siomara diz que o sindicato estuda acionar o Ministério Público do Trabalho para que a prefeitura assine Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual se comprometa a pagar salário em dia. Há ameaça de greve dos servidores, segundo a dirigente sindical.

CONTRA SINDICATOS, JABES CORTARÁ ATÉ 20% DO SALÁRIO DE COMISSIONADOS

Tempo de leitura: 2 minutos
Jabes anunciará corte de salário de comissionado (Foto Pimenta).

Jabes anunciará corte de salário de comissionado (Foto Pimenta).

O prefeito Jabes Ribeiro anunciará, na próxima terça (4), o corte de até 20% dos salários dos servidores que ocupam cargo de confiança. A intenção da medida é tentar sensibilizar os sindicatos de que o seu governo está cortando gastos e, assim, evitar reajuste salarial.

Os servidores não recebem reajuste desde 2012. Assim que assumiu – e sempre alegando impedimento por causa dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, Jabes peitou servidores e negou reajustes, mesmo enfrentando quase três meses de greve dos professores e paralisações gerais.

Na quinta (3), o prefeito chegou a anunciar, em coletiva, a realização de concurso público, mas informou que, para isso, terá de demitir centenas de servidores não estáveis admitidos na década de 80.

O anúncio, aliás, tem levado trabalhadores ao médico. Ontem (4), um servidor do Setor de Compras deu entrada no pronto-socorro. Colegas disseram que a queda da pressão foi causada pela notícia dada no dia anterior.

Ainda na quinta, era visível o semblante abatido de funcionários que acompanhavam o ato e que podem ser atingidos pela medida.

O prefeito se diz “sozinho” no esforço de poupar a demissão desses trabalhadores, que somam mais de 30 anos de casa. Acusa ainda os sindicatos dos servidores (Sinsepi) e dos professores (APPI) de não querer negociar a permanência destes e ainda exigir a realização de concurso público, o que, segundo ele, é impossível com a atual situação da folha de pagamento, que extrapola o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

ESTRATÉGICO

Quem transita pelo Palácio Paranaguá, aposta que Jabes não levará a cabo esse plano. A estratégia, acreditam, é tensionar com os sindicatos ou até mesmo tentar deixar sobre eles a responsabilidade pelas virtuais demissões, que causariam incontáveis processos de indenizações e judiciais.

ATRASO DE SALÁRIO EM OBRA DA FIOL

Tempo de leitura: < 1 minuto

bebetoPlenarioO deputado federal Bebeto Galvão (PSB) disse hoje ter recebido garantias do presidente da Valec, Mário Rodrigues, de que já estão disponíveis recursos para quitar o salário dos trabalhadores da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). Segundo Bebeto, Rodrigues teria assegurado o pagamento, “o mais rápido possível”, dos salários.

Os atrasos atingem mais de mil trabalhadores, de acordo com o parlamentar. Os mais prejudicados são os operários do lote 5 das obras da ferrovia. O deputado disse que ficará de olho. “Caso contrário, voltaremos a cobrar”.

MENOS, JABES

Tempo de leitura: < 1 minuto
Nazal colocou dedo na ferida.

Nazal colocou dedo na ferida.

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, fez divulgar que pagou os salários atrasados deixados pelo seu antecessor, Newton Lima. José Nazal, ilheense que tem crédito (e cabeça) para ser prefeito daquela terra, anotou que Jabes estava mentindo.

Pego na mentira, “Jabinho” tratou de amenizar o estrago nas redes sociais e ontem divulgou que “apenas” pagou os servidores efetivos, deixando contratados e comissionados de fora, à espera do que não virá.

Com senso de justiça, Nazal também observa que pagar os atrasados é obrigação do gestor. E que o mesmo Jabes deixou o governo, em 2004, com os servidores sem receber o devido. Antes que alguém o ataque, Nazal não omite ter feito parte das duas gestões. E, por fim, faz um adendo à nota da prefeitura que elogia os servidores efetivos que “não ingressaram com ações na justiça, dando a entender que os comissionados entraram”:

– Esqueceram de dizer que “alguns buscaram esse direito”, creio que por não acreditarem receber de forma espontânea. Não recebi, não vou receber. Não entrei na justiça, nem vou entrar, como também não reclamei judicialmente em 2004, quando saí com crédito.

É a elegância de sempre de Nazal.

Back To Top