skip to Main Content
12 de abril de 2021 | 10:57 am

COM APOIO DA FICC, ATLETAS ITABUNENSES VENCEM COPA SÃO PAULO DE JUDÔ

Tempo de leitura: < 1 minuto
João, Daniel Leão e Viviane Izidro após conquista em SP.

João, Daniel Leão e Viviane Izidro após conquista em SP.

Dois atletas itabunenses ganharam destaque nacional no último dia 2 de abril. Viviane Izidro Santos e João Victor, de 16 e 19 anos, respectivamente, foram campeões da Copa São Paulo de Judô de 2017 na modalidade Kata. Ambos integram a equipe da Associação Ipon de Judô em Itabuna, que tem como coordenador, o professor Roni Montenegro.

Morador do bairro Conceição, João Vitor, que pratica judô desde os 14 anos, acumula diversos títulos regionais; além de ter sido campeão brasileiro em 2016. O atleta iniciou a carreira praticando capoeira, logo depois, descobriu a paixão pelo judô. Viviane, residente no São Pedro, começou o esporte com 9 anos de idade. A atleta revelou que o principal incentivo surgiu da mãe, que já praticou a modalidade quando mais jovem.

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), junto com a Diretoria de Esporte, patrocinaram a viagem da dupla para São Bernardo do Campo, onde foi realizada a Copa. O presidente da FICC, Daniel Leão, ressaltou que o objetivo da entidade é incentivar novos valores e revelar atletas que possam se destacar nas diversas modalidades esportivas.

QUE VERGONHA, LUIZ MARINHO!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Marinho, o novo "brucutu" paulista (Foto Google).

O ex-ministro do Trabalho e também da Previdência Social, Luiz Marinho, hoje é prefeito de São Bernardo do Campo (SP). Também pode ser chamado de novo ditadorzinho do pedaço.

O petista teve a coragem de dizer que o repórter Danilo Gentili, do Custe o Que Custar, da Tevê Bandeirantes, produziu um hematoma para simular que foi agredido numa escola do município paulista. As cenas mostravam os ‘gorilas’ garguelando o repórter e aplicando-lhe alguns, digamos, “carinhos”.

O repórter do CQC denunciava a ameaça de desabamento de uma grande faixa de terra sobre uma escola infantil. Já fora da escola, foi imobilizado por guardas municipais e ‘detido’ na escola, ação esta seguida de cenas grotescas e de pancadaria.

Ao tentar mostrar os hematomas causados pelas agressões dos guardinhas, Gentili ouviu do petista que os hematomas eram “produzidos”. Talez, Marinho se ache o todo-poderoso por ser queridinho do presidente Lula. Aí, tal qual filhinhos de prefeitos Brasil afora, pintam e bordam na certeza de que nada lhes acontece. Vergonhoso! Melhor seria ouvir o repórter e mandar apurar a m… que os seus gorilas fizeram.

Confira no vídeo:

Back To Top