skip to Main Content
23 de junho de 2021 | 03:18 am

EVERALDO CRITICA ACM NETO POR “VENDER CARNAVAL” PARA A SCHIN

Tempo de leitura: 2 minutos
Everaldo: críticas a Neto e elogios a Rui.

Everaldo: críticas a Neto e elogios a Rui.

O presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, criticou a forma como o prefeito ACM Neto, no seu entendimento, privatizou a folia, vendendo a festa para a marca de cerveja Schin. “O patrocínio é importante, mas não pode exigir do comerciante e do consumidor que sejam obrigados a vender ou consumir apenas uma marca. Cadê a liberdade de comércio e de escolha?”, questionou.

As críticas populares e de autoridades – entre elas, o governador Rui Costa – cresceram depois de episódio em que equipes de fiscalização da Prefeitura de Salvador apreenderam cerveja até mesmo dentro de supermercados. Até ontem, mais de 105 mil latas de cerveja haviam sido apreendidas.

Do outro lado, partidários de ACM Neto atacam lembrando que, se o prefeito escolheu a Schin para o Carnaval, o governador beneficia a Cervejaria Itaipava, que tem exclusividade no Estádio Fonte Nova, colocando a marca como nome da praça esportiva (Arena Itaipava). Até mesmo a doação de terreno para a Itaipava é questionada em redes sociais.

CARNAVAL SEM CORDAS

Com relação ao carnaval, o elogio foi para a decisão de aumentar a participação popular com uma folia – cada vez mais – sem cordas, o que conta com forte investimento do governo estadual por meio de empresas privadas.

– O governador Rui Costa entendeu que a cara do Carnaval de rua da capital é justamente a da alegria e da liberdade. [O carnaval] sem cordas foi, sem dúvida, a grande sacada da folia em 2016 – completou o presidente estadual do PT.

Everaldo acrescentou que a decisão agradou e foi destaque nos principais veículos de comunicação do país. Na avaliação do governo, maior número de atrações sem cordas colaborou para reduzir índices de violência na folia.

SALVADOR: LIGA DOS BAIANOS SATIRIZA "GUERRA DAS CERVEJAS"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Duas cervejarias estão patrocinando o carnaval de Salvador, o que levou a prefeitura a proibir a comercialização de outras marcas que não sejam Itaipava (no circuito Barra/Ondina)e Schin (Campo Grande). A “Liga dos Baianos” fez um vídeo bem legal sobre a liberdade de escolha no carnaval.
Ao PIMENTA, Icaro Sukerman diz que a proposta foi satirizar, “de forma bem sutil, o cerco armado para impedir a venda de determinadas marcas dentro dos circuitos da folia, que não sejam aquelas que patrocinam o Carnaval deste ano”. Dê um play e confira o resultado final.

CARNAVAL: GUERRA DE MARCAS BAIXA CERVEJA PARA R$ 1 EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

cerveja1Do Metro1

O Carnaval de Salvador deste ano terá grandes cervejarias como patrocinadoras. Os vendedores ambulantes do circuito Dodô (Barra/Ondina) só poderão vender produtos Itaipava, enquanto no circuito Osmar (Campo Grande) a Schin terá o direito de venda na festa.
A Ambev, que foi excluída da festa, segundo o prefeito ACM Neto por não querer investir em Salvador como as concorrentes, não perdeu tempo e tratou de tentar compensar a perda de espaço.
Para entrar na disputa e ganhar o público, a marca lançou uma campanha em que grandes artistas da folia baiana cantam versões de seus famosos hits anunciando que a piriguete da Skol, a latinha de 265 ml, custará R$ 1,00 no carnaval.
A música promocional é baseada na canção Dança da manivela, da banda Asa de Águia. Num ritmo bem conhecido dos baianos, a cervejaria brinca: “Eu fui perguntar praquele vendedor, se a Skolzinha é um real ou se é caô / Ele disse ‘é isso mesmo, meu senhor. Só um real a Skolzinha em Salvador”.

SCHIN DIZ QUE PREENCHERÁ VAGAS DE DEMITIDOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O diretor de desenvolvimento humano e organizacional da Schincariol, Américo Garbuio, disse ao PIMENTA que a demissão de funcionários da fábrica em Alagoinhas se deve a uma “movimentação normal” da indústria de bebidas e não teria ligação “alguma com qualquer outra operação relacionada à empresa”.
Ainda segundo Garbuio, “todas as vagas em aberto serão preenchidas”, embora não precise quando isso acontecerá. Mais cedo, o vereador Radiovaldo Costa havia externado preocupação com as demissões. A indústria é a maior empregadora do município baiano e abastece estados nordestinos, além de ser a segunda maior da Schin.

DEMISSÕES NA SCHIN EM ALAGOINHAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

As demissões já começaram na fábrica da Schincariol em Alagoinhas (BA). A cervejaria brasileira foi adquirida nesta semana pela japonesa Kirin e mandou para rua 15 funcionários, segundo o vereador Radiovaldo Costa.
O petista lembra que a empresa é a maior instalada em Alagoinhas e as demissões seriam parte da política de ajustes devido à venda. A Kirin comprou 50,45% da Schin, mas a venda pode não se concretizar devido à movimentação de sócios minoritários da brasileira.

SANDY DEVASSA TOMA TODDYNHO NO JOGO DOS 7 ERROS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Às vésperas do carnaval desta ano a cervejaria Schin apostou todas as suas fichas numa estratégia de marketing ousada: pegou a angelical (alguns preferem o termo “patricinha) Sandy para estrelar o comercial da Devassa.

E a cantora, atriz e outros penduricalhos perde todo o seu ar de mocinha comportada e aparece no vídeo como (ops) uma mulher ousada, sexy… Devassa.

Pois é. A turma do contra agora lançou o Jogo dos Sete Erros e diz que Sandy não é chegada na “loura gelada”. O negócio dela é Toddynho. Ispia só.

Sandy: Devassa ou Toddynho?

A CERVEJA TÁ GARANTIDA. E OS INVESTIMENTOS, TAMBÉM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pra quem gosta da “loura”, a Schin anunciará, amanhã (21), investimentos da ordem de R$ 397 milhões em sua fábrica baiana, instalada em Alagoinhas. A empresa ampliará em 48% a produção de cerveja e em 66% a de refrigerantes.

Os quase R$ 400 milhões serão empregados em máquinas e equipamentos e obras civis. Ao final, a unidade de Alagoinhas vai gerar 173 novos postos de trabalho.

O anúncio será feito numa reunião da direção da Schin com o governador Jaques Wagner, em Salvador, às 9 horas.

Back To Top