skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 06:04 pm

COLÉGIO VENCEDOR DE PRÊMIO NACIONAL DEVE ALTERAR NOME; MUDANÇA GERA REVOLTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Pais, estudantes, professores, ex-alunos e servidores de apoio estão se mobilizando para evitar que a Secretaria de Educação da Bahia altere o nome do Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf), no bairro Santo Antônio, em Itabuna. A modificação está prevista no processo de unificação com o Colégio Estadual Josué Brandão, que terá suas atividades encerradas neste ano.

Professores, estudantes e pais entendem que, com mudança de nome, a história de conquistas de prêmios será apagada. O Ciomf é destaque na região pelo desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e pelas premiações de trabalhos desenvolvidos por professores e estudantes. No ano passado, por exemplo, professores e alunos foram premiados na 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente da Fiocruz (Obsma), no Rio de Janeiro.

A escola conquistou prêmio nacional com projeto “Homem x Água… Atitudes Negativas e Corretivas: CIOMF cuidando das águas”, desenvolvido pelos integrantes do Clube de Ciências do colégio. O projeto ficou em primeiro lugar na “Regional Nordeste II” e foi vencedor nacional na categoria Ciências. Foi a maior conquista na história de uma escola pública de Itabuna.

O projeto vencedor foi sobre a falta de cuidado do itabunense com água potável. O estudo mostrou a precaridade na rede de esgoto nos bairros periféricos e indicou soluções para falta de infraestrutura no município de Itabuna. Antes dessa conquista, em 1998, o Colégio Ciomf foi premiado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com o título de “Escola Referencial Nacional em Gestão Escolar”.

A unidade foi construída numa área doada, em 1968, pelo então produtor de cacau Oscar Marinho Falcão ao Governo do Estado para a construção da unidade escolar. Começou a funcionar em 1970 oferecendo da 1ª à 4ª séries do ensino fundamental. Mais tarde, em 1974, foi concluída a ampliação da unidade e começou a ser oferecidas novas séries. Hoje, a escola possui mais de mil alunos.

SEC-BA ABRE 2,4 MIL VAGAS PARA PROFESSOR; REMUNERAÇÃO É DE R$ 1,7 MIL

Tempo de leitura: 2 minutos

Processo seletivo é aberto com mais de 2,4 mil vagas || Foto Claudionor Jr

A Secretaria da Educação da Bahia divulgou, nesta quarta-feira (16), no Diário Oficial do Estado, a abertura do processo seletivo sob o Regime de Direito Administrativo da Bahia (Reda) com 2.491 vagas para professores, função temporária de Professor Padrão P – Grau III, com carga de 20 horas semanais.

As vagas são direcionadas para todo o Estado e englobam os municípios componentes dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTEs).  Os candidatos devem ter formação de nível superior em Licenciatura Plena. As inscrições serão realizadas no período de 18 de outubro a 4 de novembro, exclusivamente pela Internet, no site www.selecao.uneb.br/educbasicasec.

“O processo seletivo consiste em vagas reais para atender os lacais onde estão vencendo o Reda vigente e ou não houve aprovados no último concurso”, destacou a superintendente de Recursos Humanos da Educação, Maria do Rosário Muricy, ao destacar que o edital está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

O Processo Seletivo será realizado em uma única etapa, no dia 8 de dezembro, com aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatória e classificatória. Os locais e horários das aplicações das provas serão divulgados no Cartão de Identificação do Candidato, que será disponibilizado no site até o dia 4 de dezembro.

O prazo de validade do Processo Seletivo Simplificado será de um ano, a contar da data da publicação da homologação, podendo antes de esgotado este prazo, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração, por ato expresso do Secretário da Educação do Estado da Bahia. Remuneração chega a R$ 1.713,46 por 20 horas.

SEC-BA CONVOCA 147 PROFESSORES INDÍGENAS PARA LECIONAR NA REDE ESTADUAL

Tempo de leitura: 2 minutos

Professores indígenas são convocados para a rede estadual || Foto Claudionor Jr./SEC-BA

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (10), a lista com a convocação de 147 professores indígenas que participaram dos processos seletivos realizados em 2017 e 2019. Os professores serão contratados temporariamente, em caráter emergencial, pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). A lista dos convocados está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

A seleção atende a uma reivindicação do movimento indígena e contribui para fortalecer a Educação Escolar Indígena que, conforme a Política Nacional de Educação Escolar Indígena, busca efetivar o direito dos povos indígenas a uma educação de qualidade, valorizando a pluralidade cultural e a identidade étnica. A Bahia tem 22 etnias e a rede estadual de ensino conta com 6.945 estudantes indígenas, em 27 escolas indígenas e 48 anexos.

Os convocados devem comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação aos quais estão vinculados os municípios para os quais foram aprovados. Os professores devem apresentar, no prazo de dez dias úteis, a partir desta sexta-feira (10), a original e fotocópia de documentos, como carteira de identidade, CPF e certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso.

ACAMPAMENTO INDÍGENA

A Secretaria da Educação do Estado vem desenvolvendo uma série de ações para atender demandas educacionais específicas, como é o caso da Educação Escolar Indígena. O Estado foi o primeiro do país a realizar o concurso público, em 2014, respaldado em legislação específica: Lei Estadual nº 18.629/2010, por meio da qual institui-se a carreira do professor indígena no quadro do Magistério Público do Estado da Bahia.

Leia Mais

PRÉ-VESTIBULAR GRATUITO ABRE MAIS DE 11 MIL VAGAS NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Inscrições começam na próxima semana

A Secretaria da Educação da Bahia publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta terça-feira (16), o edital para o Programa Universidade Para Todos. São 11.505 vagas e as inscrições, que são gratuitas, serão feitas de 23 de abril a 2 de maio, no Portal da Educação.

O cursinho pré-vestibular é voltado a estudantes matriculados, em 2019, no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; matriculados, em 2019, no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio da rede estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes e egressos do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado.

No ato da inscrição, o candidato deverá fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar, bem como preencher integralmente o formulário de inscrição. O candidato informará, obrigatoriamente, o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e criará uma senha de seis a oito dígitos, o que dará origem a um nome de usuário para acesso ao endereço de inscrição.

Além de poder fazer alterações sobre a inscrição pelo sistema, o candidato também poderá tirar dúvidas sobre o processo pelo telefone 0800 285 8000, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h ou pelo email: upt@educacao.ba.gov.br.

Leia Mais

ALUNOS E PROFESSORES SE MANIFESTAM CONTRA FECHAMENTO DO JOSUÉ BRANDÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Professores e alunos fizeram protesto contra fechamento

Professores, alunos e colaboradores do Josué Brandão, em Itabuna, fizeram protesto na porta do Núcleo Regional de Educação (NRE-5), na manhã desta segunda-feira (7), na Beira-Rio, contra o fechamento do colégio.

Os manifestantes foram recebidos por um preposto da coordenadora do NRE, Josefina Castro, que marcou reunião para as 13h30min desta terça (8).  Josefina estava em viagem, de acordo com representante da coordenação do Núcleo, o que impossibilitou o encontro nesta segunda (7).

O Colégio Josué Brandão possui cerca de 600 alunos e poderá fechar as portas, sob a alegação do governo baiano de que possui baixo número de estudantes. Estes, seriam incorporados ao Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf), também no Bairro Santo Antônio, segundo a proposta da Secretaria Estadual de Educação (SEC-BA). A proposta não é aceita pelos educadores e alunos.

SERVIDORES DA EDUCAÇÃO ESTADUAL ESPERAM HÁ UM ANO POR PAGAMENTO DE SALÁRIOS ATRASADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroDezenas de funcionários contratados temporariamente pela Secretaria Estadual de Educação (SEC-BA) aguardam há mais de um ano o pagamento dos meses de julho, agosto e setembro do ano passado. Os trabalhadores eram terceirizados, mas o contrato com a empresa Basetec foi rompido em maio de 2016. Todas as vítimas do atraso trabalham em secretarias de escolas estaduais, de acordo com levamento feito pelo PIMENTA.

Os salários em atraso são justamente do período em que trabalhadores começaram a receber diretamente da SEC-BA. De acordo com os servidores temporários, a cada mês a Secretaria promete um novo prazo de quitação da dívida, mas não honra. Fica apenas na promessa.

A questão foi levada ao titular da Pasta, o senador licenciado Walter Pinheiro. Nem isso adiantou. Os servidores também se queixam da falta de diálogo com o comando do Núcleo Regional de Educação em Itabuna para discutir solução para a dívida. Planejam um grande bolo de aniversário da dívida ainda no final deste mês.

SEC-BA CONVOCA 6,1 MIL PROFESSORES APROVADOS EM SELEÇÃO DO REDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os 6.145 professores aprovados na Seleção Pública da Secretaria Estadual de Educação foram convocados hoje (8). Todos têm até o dia 15 para apresentação nas sedes dos núcleos Regionais de Educação (NRE) para os quais foram aprovados. A previsão da SEC-BA é de que os docentes iniciem atividades em sala de aula ainda neste semestre.

CONFIRA EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Os candidatos devem comparecer munidos de original e fotocópia de documentos como diploma, devidamente registrado de conclusão do curso de nível superior para a função temporária que concorreu, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC; carteira de identidade, CPF e certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso.

Também devem ser apresentados, dentre outros documentos, os originais e as fotocópias do título de eleitor e dos comprovantes dos dois últimos pleitos ou certidão de quitação eleitoral fornecida pelo respectivo cartório eleitoral; declaração de bens; PIS/PASEP (caso seja inscrito); Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS para comprovação da experiência profissional, conforme informado na Ficha de Inscrição Obrigatória, e (três) fotos 3×4.

45 MIL DISPUTAM 3,2 MIL VAGAS PARA PROFESSOR

Tempo de leitura: 8 minutos

As provas objetivas e discursivas do concurso da Secretaria Estadual de Educação (SEC) serão aplicadas no próximo dia 9, às 8h, em 32 municípios-sede de diretorias regionais de Educação (Direcs).

Os locais de prova foram divulgados neste final de semana. De acordo com a SEC, 45.461 candidatos disputam 3.200 vagas. O salário para carga de 20 horas semanais é de R$ 654,32, mais gratificação de R$ 204,02. Clique em “leia mais” e confira os locais de prova em Itabuna e Ilhéus.

Leia Mais
Back To Top