skip to Main Content
9 de julho de 2020 | 09:31 am

ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA BAHIA COMEÇAM A RECEBER BOLSAS DO “MAIS FUTURO”

Governo antecipa dinheiro do programa Mais Futuro
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (30), o pagamento do auxílio permanência do programa Mais Futuro. Os beneficiários do programa poderão utilizar o valor depositado da bolsa por meio da função débito do seu cartão, segundo informações do Banco do Brasil.

Esta modalidade foi adotada para que os estudantes evitem aglomerações nas agências bancárias e sejam cumpridas as recomendações de combate ao Coronavírus (COVID-19).

O pagamento da bolsa seria feito no período de 5 a 10 de abril, mas foi antecipado. Com um investimento de R$ 4,7 milhões, a iniciativa contempla mais de 12 mil estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz, Universidade do Estado da Bahia, Universidade do Sudoeste da Bahia e Universidade Estadual de Feira de Santana.

IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO DO PAGAMENTO

O coordenador de Projetos e Programas Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado (SEC), Marcius Gomes, falou da importância da decisão do governador Rui Costa pela manutenção dos pagamentos dos auxílios-permanências aos estudantes, diante da suspensão das aulas, por conta da pandemia do Coronavírus.

“A partir do diálogo com os reitores e estudantes universitários, neste momento de crise no combate à doença COVID-19, estamos atentos às necessidades básicas que são impostas pelo isolamento e distanciamento sociais. Este apoio financeiro, certamente, irá assegurar a milhares de famílias, que em sua maioria são carentes, questões como alimentação e outras necessidades”, afirmou.

O programa Mais Futuro, criado em 2017, oferece uma bolsa de R$ 300 para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora e de R$ 600 para os que vivem a uma distância maior, pois para estes há a necessidade de moradia temporária na cidade onde estudam.

ALUNOS CARENTES TERÃO NOVA CHANCE NO MAIS FUTURO, INSCRIÇÃO COMEÇA NA TERÇA

Tempo de leitura: 2 minutos

Inscrições no Mais Futuro começam na terça-feira

A Secretaria da Educação da Bahia publicou, neste sábado (30), um novo edital para inscrições para mais uma etapa do Mais Futuro. O programa de assistência estudantil oferece auxílio financeiro para alunos das universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e da Universidade do Estado da Bahia, (Uneb). Os beneficiados são estudantes em condições de vulnerabilidade socioeconômica, inscritos no CadÚnico.
Neste edital, as inscrições podem ser feitas por alunos novos, ainda não contemplados nas etapas anteriores, através do site maisfuturo.educacao.ba.gov.br, obedecendo ao seguinte cronograma: estudantes da Uesb e Uneb podem se inscrever de 3 a 13 de julho; e os alunos da Uefs e Uesc podem se inscrever de 7 a 17 de agosto.
Os interessados em participar desta etapa devem estar atentos para ter o registro atualizado no cadastro centralizado de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para fazer essa atualização é preciso ir até o setor responsável pelo CadÚnico ou pelo Bolsa Família na cidade em que mora.
O valor da bolsa é de R$ 300 para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora, ou de R$ 600 para os que vivem a uma distância maior, pois para estes há a necessidade de moradia temporária na cidade onde estuda. O estudante poderá receber o auxílio até completar dois terços do curso. No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado.

Leia Mais

FG QUER GUSTAVO LISBOA COMO "TERCEIRA VIA"

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-prefeito Fernando Gomes chamou o secretário de Educação de Itabuna, Gustavo Lisboa, para um almoço no Palace Bistrô, hoje. Gustavo chegou às 13h30min ao hotel, esbaforido. Acabara de deixar uma reunião importante na prefeitura para atender ao antigo chefe.
Lisboa é grato a Fernando pela oportunidade que teve na secretaria em Itabuna, onde atuou com liberdade e ganhou expressão política a ponto de sempre ser lembrado como prefeiturável – e continuar no cargo depois da saída de FG.
E não foi outro o assunto do almoço: Fernando quer que Lisboa seja uma espécia de terceira via do processo eleitoral em 2012. E teria descortinado para o secretário um ambiente favorável. Além de ter o apoio do grupo fernandista, também viria para a disputa com o aval do ex-ministro e vice-presidente Pessoa Jurídica da Caixa Econômica, Geddel Vieira Lima. E pelo PMDB.
Lisboa, antes resistente, hoje encara de outra forma uma possível candidatura ao governo local. “Querem me botar aí pro ano que vem”, confidenciou a amigos mais próximos, logo após o almoço.

Back To Top