skip to Main Content
5 de julho de 2020 | 11:37 pm

BAHIA DEFINE PRAZOS PARA EDITAIS DE CONCURSOS DA POLÍCIA MILITAR E EDUCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Estado lançará edital para concurso na PM até abril  (Foto Elói Corrêa/GovBA).

Estado lançará edital para concurso na PM até abril (Foto Elói Corrêa/GovBA).

O edital do concurso público para contratação de 2 mil policiais militares será lançado em abril, segundo antecipou, hoje (15), o governador Rui Costa. Já o edital para a contratação de professores, será lançado em junho.

O gestor baiano participou, nesta quarta, de um programa da TV Aratu, quando também disse que o concurso para educadores será regional. Assim, afirma, os professores irão lecionar nas mesmas regiões onde irão lecionar.

– O edital será regional, quero vincular o professor àquela região, para reduzir a pressão por transferência para a capital ou grandes cidades.

BAHIA ABRE 11,7 MIL VAGAS EM CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO

Tempo de leitura: 2 minutos
Estado abre mais de 11 mil vagas em cursos profissionalizantes (Foto Claudionor Júnior).

Estado abre mais de 11 mil vagas em cursos profissionalizantes (Foto Claudionor Júnior).

A Secretaria Estadual de Educação abre, na segunda (9), inscrição no sorteio eletrônico para 11.748 mil vagas dos cursos técnicos de nível médio, na forma de articulação subsequente da rede estadual de Educação Profissional. As vagas são para estudantes que já concluíram o Ensino Médio e que querem voltar a estudar.

São 53 cursos técnicos de nível médio de 11 Eixos Tecnológicos oferecidos nos Centros Estaduais e Territoriais de Educação Profissional e seus anexos, em 57 municípios baianos, nos 27 Territórios de Identidade. As inscrições podem ser feitas até 17 deste mês, exclusivamente, no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). A oferta por Centro de Educação Profissional e município também pode ser conferida no Portal da Educação.

Das vagas ofertadas, 9.288 são para o interior do Estado e 2.460 mil para Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS). O sorteio será realizado às 15h do dia 23 de janeiro, no auditório da Secretaria da Educação do Estado, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Leia Mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO E EMPREGO OFERECERÁ 9 MIL VAGAS EM ÓRGÃOS ESTADUAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Pinheiro diz que 9 mil vagas serão oferecidas em órgãos estaduais.

Pinheiro: 9 mil vagas em órgãos estaduais.

O governo baiano regulamentou a Lei do Primeiro Estágio e Primeiro Emprego ao publicar, nesta quarta (8), o Decreto 16.761, no Diário Oficial do Estado. A meta é ofertar até 100 mil vagas de estágio e emprego em órgãos públicos estaduais, prefeituras e empresas privadas.

A regulamentação diz respeito a incentivo ao primeiro estágio e emprego para estudantes egressos da rede estadual de educação profissional e jovens e adolescentes qualificados em programas pelo Estado da Bahia, no âmbito do Programa Educar para Transformar.

O governo estadual está formando rede de parcerias para a melhoria da educação pública. De acordo com a Secretaria de Educação, somente em órgãos estaduais públicos serão ofertadas 9 mil vagas até 2017. “O mais importante da ação é o impacto positivo para milhares de estudantes que terão a oportunidade de uma inserção cidadã no mundo do trabalho”, afirma o secretário da Educação, Walter Pinheiro. A ação abrange, também, prefeituras e empresas privadas.

Os estudantes poderão atuar em empresas públicas e privadas por meio de contratos de estágio, aprendizagem ou primeiro emprego. A seleção dos estudantes será feita considerando o rendimento escolar, a partir de um banco de dados disponibilizado pela Secretaria da Educação do Estado ao Serviço de Intermediação para o Trabalho (Sinebahia).

PINHEIRO DEIXA O SENADO E ASSUME SECRETARIA ESTADUAL DA EDUCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Pinheiro emocionou-se em sua despedida ao ser homenageado por 30 colegas.

Pinheiro emocionou-se em sua despedida ao ser homenageado por 30 colegas.

Após ter deixado o PT por não concordar com os rumos do partido, o  senador baiano Walter Pinheiro licenciou-se do mandato, ontem (1º), para assumir a Secretaria Estadual de Educação, a convite do governador Rui Costa.

– Esse é um momento de muito desafio. Confesso que saio com o coração partido. Não estou fazendo um adeus, como diz Gal Costa: Adeus não, até breve – externou o senador, referindo-se a um trecho da música Brilho de beleza.

Ainda de acordo com Pinheiro, a tendência natural é voltar ao Senado para concluir o mandato. Segundo o senador, a contribuição que ele poderá dar na pasta de Educação, a partir da experiência que acumulou no Congresso Nacional, ajudará o Governo da Bahia. A expectativa, na pasta, é “apresentar uma contribuição decisiva para a transformação da sociedade.

Pinheiro revelou que foi convidado por Rui Costa em março deste ano, com o desafio de contribuir na gestão da pasta. Esta será a segunda vez que ele atuará no Executivo baiano, já tendo assumido a Secretaria do Planejamento em 2009, antes de se eleger senador com 3.630.944 votos. Em seu lugar, assumirá o suplente Roberto Muniz (PP-BA).

PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS OCUPAM SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores ocuparam a sede da secretaria hoje pela manhã (Foto Divulgação).

Professores ocuparam a sede da secretaria hoje pela manhã (Foto Divulgação).

O prédio da Secretaria Estadual de Educação, em Salvador, foi ocupado, nesta manhã (15), por professores, estudantes e técnicos das quatro universidades estaduais baianas. Os docentes estão em greve há 62 dias e reivindicam maior orçamento para as universidades e fim de restrição à promoção de professores.

Desde o dia 13 de maio, são mais de 60 mil alunos sem aula nas universidades estaduais (Uesc, Uefs, Uesb e Uneb). Os docentes pedem autonomia orçamentária às universidades e que o orçamento das UEBAs corresponda a 7% das Receitas Líquidas de Impostos (RLI).

O governo estadual alega que, há mais de 40 dias, os professores não respondem à contraproposta para aumento de orçamento e promoção dos professores.

Uma audiência estava prevista para esta quarta, pela manhã, mas não ocorreu. A ocupação do prédio da Secretaria de Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), é or tempo indeterminado.

SEM RECEBER, PROFESSORES PSTs DO ESTADO FAZEM MANIFESTAÇÃO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroProfessores contratados como prestadores de serviço temporário (PSTs) da Secretaria Estadual de Educação (SEC) anunciam protesto na Diretoria Regional de Educação (Direc 7) para esta quinta-feira (12). Os profissionais do magistério alegam que estão há cinco meses sem receber pelo serviço prestado.

Um manifesto divulgado pelos profissionais fala de “sérias dificuldades financeiras” sem que a SEC tome providências. “Os professores que se encontram nessa situação vêm sendo discriminados, tratados com diferença, passando dificuldades de toda ordem, precisando recorrer a parentes e amigos para a sua sobrevivência”, diz o manifesto.

De acordo com a liderança do manifesto, há relatos de profissionais que ficaram quase um ano sem receber pelo trabalho. Ainda no manifesto, os profissionais questionam: “Como promover uma boa educação passando fome, sem dinheiro para transporte, sem dinheiro para pagamento de sua luz e de seu aluguel, sem a mínima dignidade?”.

CISO E ESTADO MANTÊM CONVÊNIO PARA 2014

Tempo de leitura: < 1 minuto
Ciso atenderá a, pelo menos, 1.500 alunos da rede estadual em 2014.

Ciso atenderá a, pelo menos, 1.500 alunos da rede estadual em 2014.

O governo baiano, por meio da Secretaria de Educação, e a direção do Centro de Integração Social (Ciso) assinaram aditivo de contrato de aluguel da estrutura do colégio por mais um ano letivo. Extrato do contrato foi publicado no último dia 26 no Diário Oficial do Estado.

A manutenção do convênio arrastou-se por quase todo este ano. O contrato é retroativo ao início de 2013 e tem valor total de R$ 319.648,32. Cerca de 1,5 mil alunos da rede estadual estudam na estrutura alugada pelo Estado ao Ciso.

WORLD SERVICE VOLTA A APRONTAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os funcionários terceirizados da Secretaria Estadual de Educação voltaram a reclamar da relação com a World Service. A empresa responsável pela contratação e pagamento dos terceirizados ainda não quitou salários de junho e julho.

– Quando a gente liga, é sempre a mesma resposta: não tem previsão [de pagamento] – diz uma das vítimas da empresa.

A World Service tem contrato com o estado há quase dois anos. A relação com os funcionários sempre foi complicada. Os servidores também reclamam da diretora da Direc 7, Rita Dantas,  pelo silêncio “diante da falta de respeito” da World Service.

A LAMBANÇA SEM FIM DA SEC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os trabalhadores terceirizados da Secretaria Estadual de Educação (SEC) na região da Direc 7 receberam novo aviso prévio, após serem readmitidos pela World Service, em outubro. É lambança sem fim.

A SEC informou, por meio de nota, que os trabalhadores devem cumprir o aviso até 30 de novembro.

As vítimas da lambança, conforme a nota, serão contratadas quando for definida a empresa substituta da World Service – o que deve ocorrer em fevereiro.

SEC MANTERÁ CONTRATO COM TERCEIRIZADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

E a lambança continua. Há pouco, a Secretaria Estadual de Educação comunicou que “razões jurídicas” levaram o governo a manter contrato com a empresa de terceirização World Service. Ainda de acordo com a nota, as recisões contratuais de trabalhadores da empresa que atuavam na SEC serão revogadas. O rompimento entre estado e empresa ocorreu em 10 de outubro (relembre).

A nota, no entanto, não informa quando os trabalhadores receberão o salário de setembro. Logo após o primeiro turno das eleições municipais, a World Service enviou aos funcionários aviso prévio datado de 1º de outubro, mas sem quitar o salário de setembro. Os funcionários “continuarão em seus postos de trabalho”.

Back To Top