skip to Main Content
6 de junho de 2020 | 08:39 am

UMA SEMANA SEM HOMICÍDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

As contas são do repórter policial Oziel Aragão, do Xilindro Web: Itabuna está há 168 horas sem registrar um homicídio sequer. A proeza é atribuída à forte repressão das políciais civil e militar ao tráfico de drogas no município e ao aumento do número de abordagens.

As duas polícias se juntaram para deflagrar a operação Independência em toda a região do 15º Batalhão da Polícia Militar. O delegado regional Moisés Damasceno espera que a Secretaria de Segurança Pública autorize a continuidade desta operação.

Por autorizar, subentende-se liberar dindin para combustível, por exemplo. A Operação Independência está acontecendo em todas as cidades com os maiores índices de violência da Bahia.

“DROGA É PROBLEMA SOCIAL”, DIZ COMANDANTE DA PM

Tempo de leitura: 2 minutos
.

A polícia militar vem conseguindo, nas últimas semanas, implementar várias ações de combate ao tráfico em Itabuna, o que resultou nas maiores apreensões de drogas no ano. Nessa entrevista ao repórter Fábio Luciano, o tenente-coronel Jorge Ubirajara Pedreira fala do atual momento da segurança em Itabuna.

Ele observa que o trabalho que vem desenvolvendo já apresenta resultados positivos, e assegura que será ampliado, em duas frentes: as operações especiais, como a que está em curso – Visão Noturna – e o projeto Comando nos Bairros.

Sobre o crescimento do consumo de drogas, especialmente o crack, na região, ele diz ter consciência de que esse é um problema, primeiro, de ordem social. “Acaba desembocando na segurança pública. Mas deve ser tratado como um problema social”.

Que a avaliação já é possível fazer da operação Visão Noturna, que a PM iniciou na semana passada?

A avaliação é positiva. Estamos contando com apoio de outras forças policiais.  Mas o que observamos é que operações como essa garantem um suporte para a atuação da própria polícia. A cada operação desse tipo, nosso trabalho tende a melhorar. Em breve os resultados serão cada vez mais aparentes.

Como o senhor vê esse crescimento do consumo de drogas na região, especialmente o crack?

Na verdade essa é uma questão que tem que ser acompanhada por todos os segmentos da sociedade, pelas autoridades e poderes constituídos. Tenho dito que está na hora de se repensar essas questões. Primeiro, não é uma questão de segurança pública. Obviamente que desemboca na segurança pública, porque gera conflitos, crimes, infrações de toda sorte. Mas deve ser encarado, primeiro, como um problema social.

Mas, no campo da segurança pública, o que Itabuna pode esperar, em termos de combate a esses crimes?

Estamos realizando operações integradas com a Polícia Civil, inclusive essa operação que está em andamento [Visão Noturna]. Aliás, todas as outras operações que realizamos contamos, cada vez mais, com essa parceria. Cada órgão dentro de sua missão institucional, mas ambos trabalhando de uma forma integrada. E os resultados são positivos.

Qual o contingente do 15º BPM e qual seria o numero ideal de policiais para Itabuna?

Trabalhamos geralmente com a perspectiva de um policial para cada 250 habitantes, seguindo orientações da própria Organização das Nações Unidas (ONU). O efetivo do batalhão é de 626 policiais militares [o que estaria abaixo do ideal]. Mas o Estado já está convocando, a partir de 1º de dezembro, após a formatura, 3.200 novos policiais militares. Certamente vamos poder contar com uma parte desse contingente.

O que a população pode esperar desse projeto Comando nos Bairros, que já foi levado a alguns bairros de Itabuna?

O objetivo é aproximar a polícia militar da comunidade, e discutir com a população questões de Segurança Pública. Já podemos ver resultados positivos, porque, a partir do momento em que a gente abre um fórum de discussão com a comunidade, as soluções aparecem, e é isso o que está começando a acontecer.

Esse projeto fica restrito a Itabuna ou será ampliado aos municípios jurisdicionados ao 15º Batalhão?

Em Itabuna, já fizemos nos bairros de Fátima, Maria Pinheiro e Ferradas. Já expandimos para o município de Coaraci e vamos levar o próximo para Itapé, provavelmente na semana que vem.

DE PALAVRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O comando do 15º Batalhão da PM mostrou que é, como se diz, “de palavra”.

Na semana passada, o tenente-coronel Jorge Ubirajara Pedreira esteve em Ferradas, ouviu as carências da comunidade na área de segurança pública e prometeu uma moto exclusivamente para as rondas no bairro – esquecido do poder público como todos os periféricos.

A moto será entregue ainda nesta noite, durante uma sessão itinerante da Câmara de Vereadores no bairro. “Não ficamos só na promessa”, disse Ubirajara ao repórter Fábio Luciano. “Prometemos na semana passada e estamos entregando hoje”, complementou. A moto será utilizada no policiamento ostensivo das ruas de Ferradas.

ELES PEDEM JUSTIÇA!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores de Aurelino Leal e Ubaitaba, no sul da Bahia, se unem para cobrar justiça. Eles interditaram a BR-101 nesta segunda, por duas horas, contra a impunidade para os 32 homicídios nas duas pequenas cidades, localizadas às margens da BR-101 (Informações do Xilindroweb/ Foto Luiz Tito).

Moradores de Aurelino Leal e Ubaitaba, no sul da Bahia, se unem para cobrar justiça. Eles interditaram a BR-101 nesta segunda, por duas horas, contra a impunidade para os 32 homicídios nas duas pequenas cidades, localizadas às margens da BR-101 (Informações do Xilindroweb/ Foto Luiz Tito).

BANDIDOS ASSALTAM COLETIVO E ATIRAM NO MOTORISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Terminou com um motorista ferido com gravidade, o assalto a um ônibus do transporte coletivo no bairro Nova Itabuna, na noite de ontem.

Por volta das 21h30min, quatro bandidos armados anunciaram o assalto e depois atiraram contra o motorista Kleber Sampaio de Araújo, de 27 anos.

Ele está internado no Hospital de Base, após ser ferido no pescoço. Até a manhã de hoje a polícia não havia encontrado os assaltantes.

CORRETOR É ASSASSINADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O corretor de seguros Donizete da Silva, dono da Pronseg, foi assassinado na porta de casa, na rua Bartolomeu Mariano, Pontalzinho, Itabuna, por volta das 21h. Dois homens efetuaram os disparos que atingiram o pescoço e a cabeça da vítima, que residia próximo ao Clube do Pontalzinho. A suspeita é de que a morte esteja relacionada com o pagamento de dívida. Donizete teria envolvimento com esquemas de seguro de acidentes de carros, o Seguro Dpvat.

EX-MARIDO INVADE POUSADA E MATA PROFESSORA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um crime passional na madrugada deste domingo (18) chocou a população de Gandu, no sul da Bahia. O mototaxista Edcarlos Coutinho Barbosa (“Cal”) invadiu uma pousada e executou a tiros a ex-esposa Suene Rosa de Jesus, de 39 anos.

A professora foi surpreendida no quarto da pousada da Dinda, situada às margens da BR-101, em Gandu. Ela estava com o namorado, Vivalmierisson Gonçalves de Oliveira.

O namorado sobreviveu, e foi internado em estado grave no Hospital de Base de Itabuna. Edcarlos não aceitava a separação, ocorrida há mais de dois anos.

Para executar a ex-esposa, Edcarlos contou com a ajuda do irmão Robson Coutinho Barbosa, o Buru. Os dois utilizaram uma moto para o crime, substituída por um carro Uno Prata na fuga.

Ao Pimenta, a polícia civil informou que os irmãos ainda não foram capturados. Cal e Buru invadiram a pousada, arrombaram a porta do quarto e surpreenderam o casal.

O corpo da professora está sendo velado na Câmara de Gandu. O sepultamento será na manhã desta segunda-feira, 19. De acordo com agente da Civil ouvido pelo Pimenta, Suene era uma das mais queridas educadoras de Gandu.

SEM PISTAS DE FURTO AO SAC

Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia ainda não tem pistas dos assaltantes que arrombaram a unidade do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) de Itabuna, na madrugada de sábado. Dois Computadores usados pela serviço de atendimento judiciário, do Tribunal de Justiça, foram levados pelos arrombadores. A unidade do SAC em Itabuna funciona no prolongamento da mal-iluminada avenida Amélia Amado, um dos principais corredores urbanos de Itabuna e ligação da área comercial da cidade com a BR-101.

A ‘LAN HOUSE’ CAIU…

Tempo de leitura: < 1 minuto
Casa abrigava lan house de fachada (Foto Oziel Aragão).

Casa abrigava lan house de fachada (Foto Oziel Aragão).

Uma lan house era usada como fachada por uma quadrilha presa ontem à noite durante operação da Polícia Militar, no São Caetano, em Itabuna.

Cinco pessoas foram presas e apreendidos armamento, grande quantidade de crack e maconha, uma moto e explosivo em quantidade suficiente para detonar um cofre.

A polícia prendeu, na operação, Gilberto dos Santos Ribeiro Sampaio, 27, dono da lan house, Renata Martis de Almeida, 27, e Robson dos Santos Ribeiro Sampaio, 39.

Renata é esposa de Gilberto e Robson, irmão do ’empresário’. Dois clientes da lan house foram detidos e levados para o Complexo Policial.

Leia cobertura completa no www.xilindroweb.blogspot.com

“APOIO AO SAMU” É DILIGÊNCIA CONSTANTE DA PM

Tempo de leitura: < 1 minuto

A situação está mesmo feia para a segurança em Itabuna. Uma das principais funções da polícia militar tem sido, ultimamente, fazer a segurança do Serviço Móvel de Urgência, o Samu.

É que muitas das ocorrências atendidas pelo Samu na periferia são em decorrência de tentativas de homicídios. E, claro, os autores querem garantir que sua ‘obra’ seja completa. Daí que os socorristas não são bem vistos nesses locais.

Não é demais lembrar que os assassinos geralmente são os mesmos bandidos que mandam e desmandam nesses territórios e, por isso mesmo, não precisam fugir após os crimes.

Por outro lado, a mesma PM está se recusando a fazer a custódia de presos nas audiências na Justiça, na jurisdição do 15º Batalhão.

Back To Top