skip to Main Content
19 de fevereiro de 2020 | 03:47 am

ROSEMBERG APONTA SUCESSO DA SSP-BA EM DESOCUPAÇÃO DE FAZENDAS NO MÉDIO SUDOESTE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rosemberg (à direita) aponta sucesso em operação da SSP no médio sudoeste da Bahia

Rosemberg (à direita) aponta sucesso em operação da SSP no médio sudoeste da Bahia

A operação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) para desocupação de mais de dez fazendas invadidas, no último domingo (1º), no médio sudoeste baiano, sem registro de violência, foi elogiada pelo deputado estadual Rosemberg Pinto (PT). Invasões ocorreram em propriedades localizadas nos municípios de Itapetinga, Itororó e Itaju do Colônia.

Rosemberg manteve audiência com o titular da SSP-BA, Maurício Barbosa, nesta quarta (4), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). “Quero agradecer e parabenizar o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, pela presteza nas ações de pacificação na região, sem nenhum registro de violência, o que é mais importante”, disse o deputado.

A desocupação das propriedades foi executada por força-tarefa da SSP-BA, com efetivo das polícias Militar e Civil. Também participaram da audiência, hoje, os parlamentares Luiz Augusto (PP), Eduardo Salles (PP) e Pedro Tavares (PMDB).

Policiais civis e militares negociaram saída de invasores

Policiais civis e militares negociaram saída de invasores

NEM RIO DE JANEIRO NEM HAITI. A VIOLÊNCIA TAMBÉM IMPERA AQUI

Tempo de leitura: 4 minutos

Walmir Rosário 3Walmir Rosário

No sul da Bahia, as fazendas de cacau são um verdadeiro “paraíso” para os assaltantes. Os furtos e roubos nas roças são praticados à calada da noite por todos os tipos de ladrões. Vemos na periferia das cidades amêndoas de cacau secando nos passeios e até mesmo no meio das ruas.

Cada vez mais a sociedade tem medo de tudo e de todos. O que antes víamos apenas na televisão já faz parte do nosso dia a dia e algumas pessoas nem se importam mais com as mortes. Elas (as mortes) fazem parte do nosso cotidiano, queiramos ou não, e a insegurança impera em Canavieiras e outras cidades como em qualquer morro do Rio de Janeiro ou o Haiti, após seus governos perderem os parâmetros de dignidade.

A Bahia, considerada em todo o país como a “boa terra” já é vista com restrições. E em Canavieiras, por exemplo, o bate-papo noturno nas calçadas, para aproveitar a brisa noturna e colocar os assuntos em dia, é visto com restrições. Volta e meia, na avenida mais movimentada, a Octávio Mangabeira, ou rua 13, como chamamos, os assaltos a aparelhos celulares e outros pertences são praticados a torto e a direito.

A sociedade organiza movimentos, mobiliza parte da população atingida, para a felicidade de alguns políticos que sabem muito bem utilizar esses eventos como palanques gratuitos de promoção. As autoridades policiais, o Ministério Público e o Poder Judiciário apenas olham e dizem que nunca se combateu a violência como agora. Mostram dados que só eles têm conhecimento. E fica tudo como dantes.

Por fora, circulam com desfaçatez as organizações não-governamentais e pastorais travestidas de defensores dos direitos humanos. Mas agem numa só via, a “defesa dos coitadinhos” dos bandidos, sem se incomodar com os cidadãos que trabalham e custeiam a máquina estatal. Essas organizações recebem dinheiro de instituições internacionais para fomentar a chegada dos partidos antes de esquerda ao poder, criando um clima de instabilidade política e social. É o Brasil dos expertos contra o Brasil que trabalha.

E a violência não tem dado trégua à sociedade. Se na zona urbana a insegurança recrudesce a cada dia, na zona rural não tem sido diferente. Morar longe da movimentada cidade, especialmente num sítio com paisagem bucólica, já não é a opção para milhares de pessoas residentes nas grandes capitais, a exemplo do Rio de Janeiro e São Paulo. Nem mesmo aqui.

O que antes parecia uma excentricidade tornou-se uma temeridade, haja vista a falta de segurança dos arredores da cidade, onde o Estado não dispõe de qualquer representante. Hoje, os sítios e grandes fazendas, principalmente as que os proprietários ali residem, são o alvo preferido pelos ladrões. Além dos prejuízos materiais, ainda há o risco moral, pois todas as atrocidades são praticadas contra as famílias.

Longe de mim ser um arauto do medo e do terror, mas estou falando com a triste experiência que tive a 20 metros de casa, quando fui abordado por dois indivíduos que queriam o aparelho celular. De armas na cintura, como toda a pressa pedem o aparelho, antes que se enervem e resolva tirar nossa vida. Assim, de forma tão barata, passam o produto do roubo adiante, trocado por algumas pedras de crack ou gramas de cocaína.

Leia Mais

CIRANDA RURAL EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

ciranda rural 4

Ilhéus tornou-se mais um município contemplado com a Ronda Maria da Penha, ontem (3), com o lançamento do Projeto Ciranda Rural, que visa atender à mulher do campo no enfrentamento e combate à violência. A iniciativa do governo baiano é ação articulada das áreas de segurança, proteção à mulher e desenvolvimento rural.

De acordo com a Polícia Militar, nas áreas onde a Ronda Maria da Penha foi implantada em Salvador, houve redução de 80% dos casos de violência contra a mulher. Somente no primeiro semestre deste ano, a Bahia registrou mais de 23,4 mil casos de violência contra a mulher. A foto, com a Catedral de São Sebastião ao fundo, é de Daniel Thame.

VOANDO SOBRE RODAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Esquadrão Águia PM-BA

MOLEZA? Policial militar treina em nova etapa do curso de escolta e segurança do Esquadrão Águia, da PM baiana. Foto Divulgação.

CRIADORA DA RONDA MARIA DA PENHA, MAJOR DA PM-BA É FINALISTA DO PRÊMIO CLÁUDIA

Tempo de leitura: 2 minutos
Major da PM-BA é finalista de maior prêmio feminino da América Latina | Foto Pablo Saborido/Claudia

Major baiana é finalista de maior prêmio feminino do continente || Pablo Saborido/Claudia

Aos 18 anos, Denice Santiago ingressou na primeira turma feminina da Polícia Militar da Bahia. “Tudo era estranho. Havia uma regra segundo a qual mulheres não podiam entrar no quartel após as 22 horas. Tivemos que acabar com aquilo”, conta.

Foi só a primeira das mudanças de que fez parte. Em 2005, ela participou da comemoração dos 50 anos da mulher na polícia de São Paulo. Ali, ouviu depoimentos dramáticos das colegas paulistas. “Havia casos de depressão e até suicídio. Percebi que nós todas vivemos uma realidade parecida e muito dura”, diz.

Clique aqui para votar

A experiência deu origem, no ano seguinte, ao Centro de Referência Maria Felipa, núcleo de gênero dentro da PM baiana que tem a missão de valorizar e melhorar as condições de trabalho da mulher no batalhão.

Entre outras vitórias, o grupo conquistou a aprovação de uma portaria que assegura direitos às policiais grávidas. Ali, Denice passou a receber também queixas de mulheres de PMs agredidas pelos maridos. “Aquilo chamou minha atenção para a violência doméstica”, afirma.

Pouco tempo depois, quando já trabalhava na Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, ela teve a ideia de criar um recurso específico para garantir a segurança de quem está sob medida protetiva (aguardando o processo contra o agressor).

Assim nascia a Ronda Maria da Penha, batalhão especial que faz visitas periódicas e acompanha de perto as vítimas de violência doméstica. Os casos são encaminhados pelo Tribunal de Justiça. Na primeira visita, os policiais avaliam, de acordo com a gravidade da situação, a frequência com que devem voltar àquela residência.

Não à toa, o grupo ganhou o apelido de Salvadores de Marias. “Em menos de três anos de atividade, acompanhamos 1 039 mulheres e realizamos 63 prisões ou, como costumo dizer, evitamos 63 feminicídios”, afirma Denice, que hoje é major. Ela criou também o Ronda para Homens, encontros com agressores ministrados por policiais homens em que discutem as várias formas de violência doméstica. Giuliana Bergamo/Claudia.

TRAVESSÃO GANHA POSTO DE POLÍCIA 24H

Tempo de leitura: 2 minutos
Policiamento é reforçado em distrito de Camamu (Fotos Aleilton Oliveira)

Policiamento é reforçado em distrito de Camamu (Fotos Aleilton Oliveira)

Travessão, distrito de Camamu, no baixo-sul baiano, agora terá um posto de Polícia24h, com serviços de polícia militar e base para operações da polícia civil. A unidade foi inaugurada, nesta quinta (25), pela prefeita de Camamu, Ioná Queiroz, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e o tenente coronel Godim, além do Capitão Barreto, o delegado Gilmar Meireles e vereadores.

Travessão está localizado entre duas das rodovias, a BR-101 e a BA-001, e vem sofrendo há muito tempo com o aumento da violência e a falta de policiamento fixo, de acordo com moradores. “A gente estava precisando”, disse o morador de Travessão Abelardo Roque, de 82 anos, que agradeceu o empenho das autoridades.

VIATURA E AMBULÂNCIA

Durante a inauguração, ficou definido que o delegado de Polícia Civil atenderá na localidade uma vez por semana. Segundo Ioná Queiroz, a prefeitura disponibilizará funcionário fixo para dar apoio à polícia civil nas ocorrências.

Ioná ainda comemorou anúncio de nova viatura da polícia militar para Travessão. Ainda no evento, o deputado Rosemberg Pinto anunciou uma ambulância para atender a população de Camamu.

Durante inauguração de Posto, Ioná e Rosemberg anunciaram mais viatura e ambulância.

Durante inauguração de Posto, Ioná e Rosemberg anunciaram mais viatura e ambulância.

GOVERNO BAIANO ABRE INSCRIÇÕES DE CONCURSO PARA PM E CORPO DE BOMBEIROS

Tempo de leitura: 2 minutos
Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

Com remuneração de R$ 2.585,05, o concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros da Bahia abriu inscrições nesta nesta segunda (15). São 2 mil vagas para soldado da PM e 750 para Corpo de Bombeiros Militar. As provas serão aplicadas pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

A inscrição deve ser feita pelo site www.ibfc.org.br e custa R$ 70,00. O prazo será encerrado em 19 de junho.

DATA DA PROVA

A prova está prevista para 6 de agosto. O concurso, de acordo com o edital, tem validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

As vagas são reservadas a candidatos que tenham de 18 a 30 anos e, pelo menos, concluído o Ensino Médio ou técnico de nível equivalente. Segundo o edital, das 2 mil vagas para soldado da PM, 181 são para o sexo feminino. Das 750 para o Corpo de Bombeiros, 78 são para mulheres.

275 VAGAS PARA ILHÉUS E ITABUNA

O candidato deverá escolher, no ato da inscrição, a região onde deseja atuar. Para região de Itabuna e Ilhéus, são 250 vagas para soldado da PM (Ilhéus). Existem outras 25 para o Corpo de Bombeiros, sendo 15 em Itabuna e 10 em Ilhéus.

As duas mil vagas para a PM foram distribuídas entre Salvador (526), Barreiras (216), Feira de Santana (346), Itaberaba (209), Juazeiro (214) e Vitória da Conquista (239), além das 250 para Ilhéus.

Para o Corpo de Bombeiros, além das 25 distribuídas entre Ilhéus e Itabuna, existem outras 315 para Salvador e Região Metropolitana, 30 para Barreiras, 23 para Feira de Santana, 10 para Jequié, 23 para Juazeiro, 30 para Itaberaba, 44 para Paulo Afonso, 59 para Porto Seguro,75 para Santo Antônio de Jesus, 65 para Teixeira de Freitas e 51 para Vitória da Conquista.

CONFIRA EDITAL COMPLETO

SETE CRIMINOSOS SÃO NOVAS CARTAS DO “BARALHO DO CRIME” NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos
Baralho do Crime ganha novas cartas de criminosos procurados.

Baralho do Crime ganha novas cartas de criminosos procurados.

O “Baralho do Crime“, da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), acaba de receber novos sete integrantes. A lista dos maiores criminosos fichados pela polícia baiana é acessível no site da SSP. Reconhecendo-o e sabendo do paradeiro de algum deles, a secretaria orienta a ligar para 71-3235.0000 (capital) ou 181 (interior).

Uma das cartas mais altas do baralho, o Às de Espadas, antes ilustrada por Samir de Jesus Silva, hoje estampa a imagem de Elias dos Santos Araújo, o ‘Gêmeos’ ou ‘Sinistro’, processado por homicídio, tráfico de drogas e roubo. Sinistro atua em Catu, na Região Metropolitana de Salvador.

Celso Gomes Carvalho Filho, também conhecido por ‘Pito’, é o novo Cinco de Espadas. Homicida e agindo na área do Pernambués, ele agora ocupa o lugar de Luan Barreto Almeida, cuja pena foi extinta.

Leia Mais

SECRETÁRIO BAIANO COBRA MAIS INVESTIMENTO FEDERAL EM SEGURANÇA PÚBLICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Reunião

Reunião do Consesp em que Maurício cobrou mais investimentos federais em segurança

Presidente do Conselho de Segurança Pública do Nordeste (Consene), entidade que representa todos os secretários da Segurança Pública das capitais nordestinas, o titular da SSP/BA, Maurício Teles Barbosa, cobrou a participação mais efetiva do Governo Federal nos investimentos para o setor, durante reunião do Conselho Nacional de Segurança Pública (Consesp), realizada nesta terça-feira (4), no Rio de Janeiro.

Ressaltou que a responsabilidade de combater o narcotráfico é da esfera federal, mas esclareceu que são os estados que enfrentam as grandes quadrilhas sem qualquer tipo de apoio ou investimento. “Precisamos que a segurança pública seja encarada como prioridade pela União, assim como ocorre em outras áreas”, alertou.

Barbosa também voltou a cobrar a normatização nacional das estatísticas oficiais publicadas nos fóruns brasileiros do setor. Segundo ele, a falta de padronização na apresentação das informações criminais das unidades da federação gera rankings que não refletem a real situação da violência nos estados, além de prejudicar quem disponibiliza dados de forma clara e objetiva.

RUI ENTREGA 30 VIATURAS NOVAS EM CÍCERO DANTAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Governador entrega chaves de viaturas em Cícero Dantas (Foto Manu Dias).

Governador entrega chaves de viaturas em Cícero Dantas (Foto Manu Dias).

Mais 16 municípios baianos receberam novas viaturas e equipamentos para as Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. Segundo o governo, foram mais de R$ 3,5 milhões investidos em veículos novos e mais modernos, de modelos como Ford Ranger, GM Spins e motocicletas, além de Base Móvel da PM. A entrega aos delegados titulares do interior e de comandantes de companhias, batalhões e grupamentos beneficiados foi realizada pelo governador Rui Costa, na manhã deste sábado (25), durante sua passagem pelo município de Cícero Dantas, no nordeste baiano.

Ao todo, foram 21 viaturas para a Polícia Civil e 12 para a PM, além de veículos para os Grupamentos de Bombeiros Militares (GBM) de Juazeiro (9º GBM) e Paulo Afonso (15º GBM), incluindo equipamentos para salvamento e resgate de vítimas, aumentando a qualidade do serviço em cidades como Cícero Dantas, Cipó, Jeremoabo, Parapiranga, Canudos, Juazeiro, Sobradinho, Uauá, Monte Santo, Euclides da Cunha, Paulo Afonso e Rodelas.

Back To Top