skip to Main Content
15 de abril de 2021 | 01:32 pm

POLÍCIA RESGATA FILHO DE GERENTE DO BB

Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia resgatou há pouco o jovem Vítor Benevides, de 19 anos, sequestrado ontem à noite em Ibicaraí, no sul da Bahia. Ele é filho de Josias Benevides, gerente do Banco do Brasil de Itapé.  O jovem foi abandonado pelos sequestrados às margens da BR-415.

Vítor foi sequestrado por quatro homens que planejavam assaltar o BB no município sul-baiano e utilizariam o filho do bancário para forçar Reinaldo a abrir o cofre da agência. O resgate foi feito por policiais militares. Quatro homens suspeitos foram detidos em um VW CrossFox e serão interrogados pela polícia civil.

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta (5) o policiamento foi reforçado em Itapé, o que levou à desistência por parte dos assaltantes.

Atualização às 9h19min – Segundo informações obtidas pelo repórter Oziel Aragão, da Rádio Difusora, os sequestradores entraram em contato com o gerente e questionaram a movimentação na agência, logo após o jovem foi abandonado na BR-415.

VÍDEO MOSTRA SEQUESTRO DE MOTOTAXISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O mototaxista Wilson Ferreira, mais conhecido como Paulista, de 53 anos, foi vítima de sequestro na manhã desta quinta-feira, 13, em Itabuna. A ação foi registrada pela câmera de uma residência situada na Rua Rio Colônia, bairro Góes Calmon.

O vídeo, divulgado no site Portal Sul da Bahia, mostra o momento em que o mototaxista estaciona o veículo para que a mulher que ele levava na garupa pudesse descer. Imediatamente, homens que o seguiam num Fiat Uno verde estacionam do outro lado da rua e se aproximam de arma em punho. Paulista foi forçado a entrar no carro, que partiu levando o mototaxista.

As imagens também mostram a mulher que chegou com Paulista, logo após o sequestro, sentada no chão e balançando a cabeça em atitude de desespero. Ainda não se sabe se ela tem ligação com os homens que levaram a vítima.

Segundo informações do site, Paulista faz ponto nas imediações da rodoviária de Itabuna, em frente à pousada Flor do Cacau. O lugar, de acordo com a polícia, é frequentado por traficantes e homicidas.

Assista ao vídeo:

SEQUESTRO EM UBATÃ: JOVEM É APRESENTADA À POLÍCIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ex-noivo pode ter ordenado o sequestro de Marcela Andrade

Conforme a polícia de Ubatã já havia antecipado, o ex-noivo de Marcela Dantas Andrade, 16, é o principal suspeito de ter sequestrado a adolescente. Marcela foi apresentada pela família à polícia, por volta das 16 horas, desta segunda-feira, 15, depois de ficar cinco dias em poder dos sequestradores.
Na quarta-feira, 10, três homens armados e com as cabeças e rostos cobertos por capacetes invadiram a casa de Marcela. Um dos bandidos ficou à espera dos comparsas, em frente à casa da jovem.
A polícia acredita que o crime tenha ocorrido por motivo passional. O pai de Marcela determinou o fim do relacionamento dela com o rapaz de 27 anos que agora é o maior suspeito de ter comandado o sequestro. O ex-noivo não se conformou com a proibição de manter o noivado.
 

EMPRESÁRIO É SEQUESTRADO EM ITACARÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Evaldo foi sequestrado ontem à noite (Arquivo pessoal/Pimenta).

Uma quadrilha sequestrou ontem à noite, em Itacaré, o empresário Evaldo Galvão, dono da pousada Shambala e da Pizzaria Beco das Flores. Quatro homens usaram um Fiat Uno para render e levar a vítima que, no momento, estava entrando numa picape.
A Ford Ranger, placas HAB-7164, licença de Juiz de Fora (MG), que pertence a um dos sócios do empresário. O carro foi abandonado pelos sequestradores em Serra Grande, balneário de Uruçuca, no sul da Bahia.
A polícia civil em Itacaré tomava depoimentos, há pouco, e somente se pronunciará sobre o caso no início desta noite. Nenhum contato foi feito por parte dos sequestradores até agora, 20 horas depois da ação criminosa em Itacaré.

SEQUESTRADOR TINHA INTENÇÃO DE MATAR FUNCIONÁRIA DA COELBA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O adolescente que sequestrou uma funcionária da Coelba ontem à noite no bairro Castália, em Itabuna, tem apenas 16 anos, mas já responde por cinco mortes, dez tentativas de assassinato e assaltos a mão armada.
À polícia, o adolescente afirmou que estava disposto a matar Maria Luiza Nóbrega quando ela conseguiu fugir do carro, próximo a um de gasolina às margens da BR-101, em Buerarem, no momento em que ligariam para a família da vítima para pedir resgate.
Apreendido hoje, o infrator disse que iria exigir R$ 10 mil. Com o dinheiro, disse, iria fazer a cirurgia de um dos olhos, afetado por um tiro sofrido em assalto praticado há oito meses.
O adolescente ainda atirou contra um policial em Buerarema, sendo dominado e apreendido porque o revólver que usava tinha três balas e falhou na tentativa de disparo, conforme o delegado regional Moisés Damasceno disse em entrevista.
Meses depois da apreensão de um jovem de 15 anos que matava por encomenda, o adolescente-sequestrador disse que também executava a mando do tráfico. Ele estaria no crime desde os 10 anos. Maria Luiza Nóbrega viveu novamente.
Leia mais

COARACI: BANDIDOS FAZEM SETE REFÉNS EM ASSALTO AO BB

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois gerentes da agência do Banco do Brasil e familiares foram seqüestrados ontem, em Coaraci, no sul da Bahia, por uma quadrilha de assalto a banco em uma ação ousada que teve desfecho por volta das 10h desta sexta (1º). Os bancários foram seqüestrados quando saiam da agência, no centro da cidade.
As primeiras versões confirmadas pela polícia são de que os sequestrados foram levados para a casa do subgerente da agência.  Além dos funcionários do BB, a mãe da gerente geral e a esposa e filhos do gerente jurídico foram feitos reféns pela quadrilha. Os nomes dos gerentes não foram divulgados oficialmente.
Logo cedo, os dois gerentes voltaram à agência com os bandidos, mas até agora não foi informado se a quadrilha conseguiu levar algum dinheiro.
Os familiares dos bancários foram libertados por volta das 10h no trevo de acesso a Uruçuca, na BR-101, de acordo com as primeiras informações.  As polícias militar e civil foram mobilizadas. As vítimas permaneciam até há pouco na delegacia de polícia em Coaraci. As investigações são comandadas pelo coordenador regional, delegado Moisés Damasceno.

CASAL É PRESO APÓS SEQUESTRAR RECÉM-NASCIDO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O músico Jeferson Costa Fonseca, 33, e sua esposa Adriana Machado de Souza, 41, foram presos no final da tarde desta quinta-feira, 18, em Eunápolis, extremo-sul da Bahia, após sequestrar um recém-nascido na cidade de Aurelino Leal, no sul do Estado. A criança é filha de uma adolescente de 16 anos, que teria prometido entregá-la ao casal, mas depois se arrependeu e acusou Jeferson e Adriana de sequestro.
Segundo o site Radar 64,  o casal  – que mora no Rio de Janeiro – teria oferecido ajuda financeira à adolescente durante a gestação e a acompanhou no último mês antes do parto. Jeferson é natural de Aurelino Leal e teria pedido aos seus parentes na cidade que lhe conseguissem um bebê para adotar.
O problema é que, em vez de uma adoção legal, o músico optou por registrar como seu o filho de outra pessoa, o que é previsto como crime no artigo 242 do Código Penal. Jeferson e Adriana podem ser condenados a uma pena que varia de dois a seis anos de prisão.

MENOR QUE SEQUESTROU BEBÊ É LIBERADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A adolescente que sequestrou um bebê de apenas 12 dias dentro da Maternidade Santa Helena, da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, já foi liberada pela Vara da Infância e Juventude. A liberação foi autorizada após manifestação do Ministério Público e mediante o compromisso, assumido pela mãe da menor, de apresentá-la nas audiências para as quais venha a ser intimada.
O bebê foi retirado da própria mãe, Luziene de Oliveira Gonçalves, 16, no interior do hospital, em 24 de outubro. Segundo ela, a sequestradora, também uma adolescente, com 17 anos de idade, teria se apresentado como enfermeira.
A polícia encontrou a criança três dias depois, em uma casa do bairro São Domingos, zona norte da cidade. A vítima estava em poder de Érica Nascimento de Jesus, que continua presa na cadeia de Ilhéus.

POLÍCIA ENCONTRA BEBÊ SEQUESTRADO EM MATERNIDADE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O site Jornal Bahia Online informa que a polícia encontrou há pouco, no bairro São Miguel, zona norte de Ilhéus, o bebê de apenas 12 dias que havia sido sequestrado no domingo, 24, dentro da Maternidade Santa Helena. Duas mulheres teriam levado a criança, que é filha da adolescente Luziene de Oliveira Gonçalves, 16 anos.
Uma das sequestradoras entrou no quarto onde o bebê estava e o levou, sob o pretexto de que que iria vaciná-lo. A mãe, que estava presente, estranhou o comportamento da mulher e começou a gritar, mas ninguém apareceu para lhe oferecer ajuda.
As investigações do crime foram conduzidas pela delegada Magda Figueiredo.
Atualizado às 18h04min

DECISÃO CONTRA O BB AINDA CABE RECURSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ainda cabe recurso à decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que imputa ao Banco do Brasil uma indenização de R$ 500 mil ao bancário Edenilton Xavier, vítima de sequestro em 17 de janeiro de 2000, quando era gerente da agência da instituição financeira em Canavieiras, no sul da Bahia (relembre aqui).
O acórdão do TST, conforme a assessoria, será publicado nesta sexta, 10, e o banco ainda terá oito dias para apresentar defesa. Na sua decisão, a ministra Maria de Assis Calsing, da Quarta Turma, rejeitou recurso do banco contra o pagamento do valor da indenização por danos morais, alegando ser “elevado”. Edenilton sofreu problemas psicológicos e até recentemente residia em Itabuna.

GERENTE DO BB SEQUESTRADO EM ITABUNA É INDENIZADO EM R$ 500 MIL

Tempo de leitura: 3 minutos

Um gerente do Banco do Brasil, sequestrado após deixar o trabalho na agência de Itabuna (BA), vai receber indenização por danos morais no valor de R$ 500 mil. A condenação do banco por danos morais foi mantida pela Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que rejeitou (não conheceu) seu recurso, quanto a esse aspecto.
O sequestro aconteceu em 17 de janeiro de 2000, por volta das 20h, enquanto o gerente se dirigia para casa. Ele foi rendido e mantido em cárcere privado, junto com a irmã e a sobrinha de cinco anos, até a abertura da agência na manhã do dia seguinte.
Durante esse período, as vítimas foram alvos de todo tipo de intimidação e de terrorismo psicológico, como a ameaça contra os pais do gerente, que, segundo os bandidos, estariam sendo monitorados por outros integrantes em outra cidade.
No dia seguinte, ele foi obrigado a se dirigir à agência do banco e retirar o dinheiro do cofre, cerca de R$ 134 mil, e entregar aos bandidos, que ainda mantinham a irmã e sobrinha presas em lugar desconhecido.

Leia Mais
Back To Top