skip to Main Content
8 de julho de 2020 | 03:38 am

BAHIA REGISTRA 1,5 MIL NOVOS CASOS DE COVID-19 E 57 ÓBITOS

Bahia confirmou mais 1,5 mil novos casos da doença nas últimas 24 horas
Tempo de leitura: 7 minutos

Com apenas 25 dos 417 municípios baianos sem registro de covid-19, o estado atingiu, neste domingo (5), 87.048 casos de covid-19 desde o início da pandemia, com 58.649 recuperados, 2.107 óbitos e 26.292 pacientes em recuperação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, foram registrados, nas últimas 24 horas, 1.563 casos de Covid-19 (crescimento de 1,8%), 57 óbitos (+2,8%) e 1.489 curados (+2,6%).

As mais de 87 mil confirmações ocorreram em 392 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,59%). Os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes são Gandu (2.154,12), Itajuípe (2.132,64), Ipiaú (1.754,84), Uruçuca (1.501,05) e Itabuna (1.422,45).

O boletim epidemiológico contabiliza 87.048 casos confirmados, 181.455 casos descartados e 87.346 em investigação até as 17h deste domingo. Na Bahia, 9.839 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

Dos 2.283 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.467 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 913 leitos exclusivos para o coronavírus, 725 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 2.107 mortes pelo novo coronavírus. Neste domingo (5), houve registro de 57 óbitos provocados pela doença, dentre eles um homem de 32 anos, residente em Itabuna, que faleceu no sábado, no Hospital Calixto Midlej Filho. Abaixo, no leia mais, confira os históricos de todas as 57 vítimas que constam no boletim de hoje.

Leia Mais

BAHIA TEM MAIS DE 57 MIL CURADOS DO NOVO CORONAVÍRUS, APONTA SESAB

Seu Modesto Soares é uma das mais de 57 mil pessoas curadas da covid-19
Tempo de leitura: 6 minutos

A Bahia registrou 3.171 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,9%), 49 óbitos (+2,4%) e 2.173 curados (+4,0%) nas últimas 24 horas, informou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos 85.485 casos confirmados desde o início da pandemia, 57.160 já são considerados curados, 26.275 encontram-se ativos e 2.050 tiveram óbito confirmado.

As confirmações de casos ocorreram em 391 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (45,28%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (2.093,60), Gandu (2.024,50), Ipiaú (1.706,89), Uruçuca (1.491,30) e Itabuna (1.384,94).

O boletim epidemiológico contabiliza 85.485 casos confirmados, 178.994 casos descartados e 87.812 em investigação. Na Bahia, 9.699 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.283 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.500 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 66%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 913 leitos exclusivos para o coronavírus, 732 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 80%.

ÓBITOS

A Secretaria contabiliza 2.050 mortes pelo novo coronavírus. Abaixo, no leia mais, constam os 49 históricos dos pacientes que faleceram em decorrência da covid-19.

Leia Mais

GOVERNO BAIANO CONSTRUIRÁ UPA NA ESPERANÇA, EM ILHÉUS

UPA será construída na Esperança, de acordo com projeto || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Saiu na edição desta quinta (2) do Diário Oficial do Estado, o edital de licitação para construção de Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Esperança, em Ilhéus. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o investimento está estimado em R$ 5,5 milhões.

A UPA 24h tipo 3 é formada por mais de 150 profissionais. A estrutura conta com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Além disso, a unidade presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento aos serviços hospitalares de maior complexidade. Nas localidades que contam com uma UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade.

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que “esta é uma janela de oportunidade única para reverter a deficiência crônica do sistema de saúde do município e esta estrutura será a responsável pelo atendimento de até 350 pacientes por dia”.

COVID-19 PROVOCA 1.800 MORTES NA BAHIA, QUE REGISTRA 69,4 MIL INFECTADOS

Tempo de leitura: 7 minutos

A Bahia registrou 972 novos casos de covid-19 no intervalo de 24h, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), além de 52 óbitos e 874 curados, no período de ontem (28) até as 17h desta segunda-feira (29). Já no acumulado desde março, são 69.467 casos confirmados, 43.946 considerados curados, 23.721 encontram-se ativos e 1.800 tiveram óbito confirmado até as 17h de hoje.

Os casos confirmados ocorreram em 385 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (47,24%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.800,79), Ipiaú (1.506,33), Gandu (1.484,43), Uruçuca (1.203,76), e Itabuna (1.164,98).

O boletim epidemiológico contabiliza 69.467 casos confirmados, 159.204 casos descartados e 72.067 em investigação. E subiu para 8.264 o número de profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.284 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.385 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 61%. Quanto aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 916 leitos exclusivos para o coronavírus, 705 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 77%.

ÓBITOS

Hoje, a Bahia atingiu total de 1.800 óbitos provocados pela covid-19, segundo a Sesab. Destes, 52 foram registrados nesta segunda. O histórico de cada um destes novos registros e o município de residência estão abaixo, no “leia mais”.

Leia Mais

SOBE PARA 65,2 MIL TOTAL DE INFECTADOS PELA COVID-19 NA BAHIA, COM 39,8 MIL CURADOS

Mais de 90% dos municípios da Bahia já registraram casos de covid-19
Tempo de leitura: 7 minutos

A Bahia registrou total de 65.244 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 39.993 estão curados e 23.554 ainda estão em recuperação, além de 1.697 óbitos no período, informa a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Nas últimas horas, houve registro de 884 casos, 55 óbitos e 8.801 curas.

A Sesab fez um alerta aos municípios. A partir de hoje, validará todas as fichas de notificação no sistema e-SUS, do Ministério da Saúde com resultados positivos, mesmo que o campo “classificação final” não tenha sido preenchido pelos municípios, reiterando “compromisso com a transparência e precisão nas informações”.

A Sesab explicou que a incorporação de novos 7.938 casos no boletim epidemiológico de hoje, se deve exclusivamente a decisão da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) de não aguardar mais a validação dos municípios, que estava demorando demasiado, com casos acumulados por mais de 30 dias, constando apenas como “notificados”. Reiteramos que esses casos não ocorreram nas últimas 24 horas e que refletem até mais de 30 dias de represamento nos sistemas.

As confirmações ocorreram em 386 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (47,91%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Itajuípe (1.415,26), Gandu (1.404,19), Ipiaú (1.351,56), Uruçuca (1.169,65) e Salvador (1.084,17).

O boletim epidemiológico contabiliza 65.224 casos confirmados, 154.293 casos descartados e 67.470 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste sábado.

Na Bahia, 7.944 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.259 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.425 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 901 leitos exclusivos para o coronavírus, 716 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 1.697 mortes pelo novo coronavírus, dos quais 55 foram registradas neste sábado (27). Abaixo, confira o histórico de todas as 55 vítimas confirmadas com a covid-19 e que não resistiram à doença.

Leia Mais

FAMÍLIA SE RECUPERA DA COVID-19 E PORTADOR DE DOENÇA RENAL CRÔNICA NÃO FOI INFECTADO

Família recuperada da covid-19 e filho, que não foi infectado
Tempo de leitura: 2 minutos

Com uma estratégia pioneira e exitosa, há 30 dias a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) passou a entregar medicamentos na casa de pacientes com doenças crônicas, o que evitou que 5 mil pacientes se deslocassem até as unidades estaduais e assim, reduzisse o risco de ser infectado pelo coronavírus (Covid-19) durante o trajeto.

Foi o que aconteceu com a família Prado Serrano, residente em Salvador. Lucas, filho gêmeo de 21 anos do casal, é portador de doença renal crônica há sete anos, e, para conseguir controlar a doença, faz uso diário do medicamento imunossupressor Tacrolimo. São seis comprimidos ao dia, três pela manhã e três à noite. Desde o início da pandemia, Lucas ficou impedido de pegar a medicação na farmácia do Hospital Ana Nery, onde é cadastrado, por causa da sua condição e da alta exposição ao coronavírus. No mesmo período, toda a família – pai, mãe e irmã – foi infectada.

“Assim que suspeitamos da Covid-19, Lucas foi para casa de um parente. Mas eu fiquei aflita sem saber como ia buscar o medicamento de meu filho, já que eu estava isolada. Foi aí que recebi o telefonema da Sesab, me informando que os Correios trariam em casa”, conta a nutricionista Fernanda Serrano, mãe de Lucas.

A entrega tão esperada chegou no dia 18 de junho. “Os Correios trouxeram num dia e dois dias depois voltaram para pegar a receita e os documentos assinados, deixados na portaria. Tudo sem contato. Eu fiquei encantada com essa iniciativa, justamente num momento tão difícil em que a gente precisa se resguardar. Eu fiquei muito satisfeita e agradecida”, enfatiza Fernanda.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a iniciativa pioneira contempla pacientes cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS) “portadores de transplantes, insuficiência renal crônica, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), hipertensão pulmonar e lúpus, que sejam residentes na Região Metropolitana de Salvador”, afirma o secretário.

PROJETO PIONEIRO

Inicialmente, o projeto engloba os pacientes cadastrados na Farmácia Integrada de Medicamentos da Atenção Especializada (Fimae), Hospital Geral Ernesto Simões Filho e Hospital Ana Nery. Em uma segunda etapa, serão incluídos os pacientes cadastrados no Hospital das Clínicas – Hupes. Caso o paciente não receba o contato por telefone para agendamento da entrega, deverá comparecer normalmente à farmácia na qual está cadastrado e retirar seus medicamentos como de costume.

Iraci Francisca, 47, portadora há cinco anos de lúpus, faz tratamento com Azatioprina, medicamento não comercializado em farmácias da rede privada. Recebeu, na semana passada, pelos Correios, 90 comprimidos, que são suficientes para um mês.

“Esse medicamento é essencial para manter a minha saúde renal, e esse programa é maravilhoso. Só em saber que eu não ficarei exposta, só em ficar livre desses problemas da pandemia e receber no conforto de minha casa, não tem preço”, avalia emocionada, Iraci Francisca.

INTERIOR

Os pacientes crônicos cadastrados no SUS e residentes no interior da Bahia, não estão desassistidos. O Estado possui 28 bases em cidades estratégicas, que continuarão fazendo a dispensação de medicamentos para os municípios.

HOSPITAL EM ILHÉUS CRIA SALA DE VISITA VIRTUAL PARA PACIENTES E FAMILIARES

Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa Cacau (HRCC), em Ilhéus, inaugurou, nesta semana, a sala de visita virtual. Esse novo ambiente disponibilizado pela unidade, para visitantes familiares e amigos de pacientes, aperfeiçoa a prática de humanização do atendimento hospitalar.

Os setores de Serviço Social e Psicologia do HRCC já atuam em parceria para captar e transmitir informações importantes para as famílias sobre os pacientes internados. Com a sala de visita virtual em funcionamento, principalmente nesse período de pandemia da Covid-19, esse serviço será ainda mais importante para a aproximação entre familiares e as pessoas em recuperação.

Devido ao novo coronavírus, as visitas presenciais não são permitidas. Muitas vezes as informações são passadas pelo telefone, e a videochamada tornou-se uma ferramenta importante para melhor estabelecer essa interação. A equipe do HRCC agenda um horário com a família para estar na unidade. Nesse ambiente preparado para o encontro virtual, os visitantes podem ver, ouvir e conversar com o paciente internado.

Para Gildo Silva, psicólogo do HRCC, esse momento em que a pessoa interage com seu familiar é muito importante, traz conforto e descanso para ambos. “Esse contato, essa interação, provoca algo muito positivo, tanto naquela pessoa internada, de ter notícias e ver o familiar, quanto do familiar que, às vezes, está há cinco, dez dias sem ver aquele ente querido internado no hospital”, contou.

Gildo Silva disse que a equipe de Psicologia do HRCC atua com duas psicólogas na ala Covid-19 e outros dois profissionais na UTI da unidade hospitalar que trata outras doenças. O psicólogo ainda informou que o hospital adota outras formas de interação do paciente com a família. “Se a equipe médica ou a equipe de psicologia perceber que o paciente, avaliado diariamente, não tem condições de interagir, nós solicitamos a família que envie para o tablet da unidade áudio ou vídeo para que essa pessoa possa ver, ouvir algo da família e ser estimulado no seu processo de recuperação”, destacou.

José Antônio Sousa, presidente do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar (IBDAH), que faz a gestão da Unidade 100% SUS do Governo do Estado da Bahia, afirma que a aproximação dos pacientes com seus amigos e familiares, mesmo que virtualmente, é fundamental para o restabelecimento de sua saúde. ”O Governo da Bahia tem uma atenção especial pela saúde e tem investido bastante nas unidades hospitalares. E nesse período de coronavírus alinhamos várias ações, sempre organizando as melhores práticas para o atendimento humanizado, e assim, oferecer os serviços necessários para a plena recuperação das pessoas sob os nossos cuidados”, concluiu.

BAHIA ATINGE 49 MIL INFECTADOS PELA COVID-19 E INVESTIGA 105 MIL CASOS SUSPEITOS

Tempo de leitura: 6 minutos

A Bahia registrou 1.998 casos de covid-19 e 50 óbitos nas últimas 24 horas, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). No período, também ocorreram 1.950 casos de cura. No total, são 49.084 casos confirmados desde o início da pandemia no Estado, com 25.255 curados e total de 22.338 casos ativos e 1.491 óbitos.

As confirmações ocorreram em 362 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (50,57%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ipiaú (1.262,18), Itajuípe (1.088,28), Uruçuca (1.081,92), Gandu (1.058,54) e São José da Vitória (1.007,60).

O boletim epidemiológico contabiliza 49.084 casos confirmados, 101.758 casos descartados e 105.784 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (23). Na Bahia, 6.554 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.185 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.351 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 898 leitos exclusivos para o coronavírus, 670 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 75%.

ÓBITOS

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.491 mortes pelo novo coronavírus. No boletim desta terça (23), a Secretaria divulgou o histórico dos 50 óbitos registrados hoje.

Leia Mais

NA BAHIA, NÚMERO DE CURADOS SUPERA O DE CASOS ATIVOS DA COVID-19

Nego Elder é um dos mais de 22,5 mil curados da Covid-19 na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O número de pessoas curadas do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia superou o de pessoas ainda em recuperação neste domingo (21), segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Conforme o boletim epidemiológico, divulgado às 17h de hoje, são 22.588 casos de cura da doença ante 22.300 casos ativos, que são as pessoas em recuperação – seja em isolamento em casa ou hospitalizadas.

Até a última semana, a média de curados em relação ao número total de infectados chegava a pouco mais de 40%. Outro dado que colabora para os bons números é a baixa notificação de novos casos nos finais de semana. Hoje, a Bahia registrou menos de mil novos casos em 24h. A média está sendo superior a 1,3 mil.

DEFASAGEM

Os dados do boletim, porém apresentam uma defasagem em relação aos números divulgados pelas vigilâncias epidemiológicas municipais. Enquanto a Sesab divulga 1.740 casos confirmados em Itabuna hoje (21), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda ontem (20) já apontava 1.756.

Por outro lado, a diferença no cômputo de casos ativos é menor na avaliação da Sesab (677), enquanto a SMS aponta bem mais. Exatos 927.

Outro exemplo é Itajuípe, município sul-baiano que figura entre campeões de taxa de incidência da covid-19 no estado. Ele aparece com 214 casos no boletim da Sesab de hoje. Já a Prefeitura informa que Itajuípe tinha acumulado de 257 infectados pela doença até ontem (20).

BAHIA ACUMULA 41,5 MIL CASOS DE COVID-19, COM 18.351 RECUPERADOS E 1.263 ÓBITOS

Bahia supera 41,5 mil casos de covid-19
Tempo de leitura: 5 minutos

A Bahia registrou 650 casos do novo coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas. O baixo número de novos casos se deve, de acordo com Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), a instabilidade no sistema do Ministério da Saúde, que contabiliza os novos registros. No período, foram confirmados 41 óbitos e 465 curados.

Dos 41.577 casos confirmados desde o início da pandemia, 18.351 já são considerados curados, 21.963 encontram-se ativos e 1.263 óbitos confirmados. As confirmações ocorreram em 357 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,44%).

Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (11.095,85), Itajuípe (9.955,59), Uruçuca (9.747,06), São José da Vitória (8.661,83) e Salvador (7.634,18). Na Bahia, 5.730 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Na Bahia, dos 2.116 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.244 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 59% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 868 leitos exclusivos para o coronavírus, 650 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 75%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 1.263 mortes pelo novo coronavírus. Abaixo, no Leia Mais, confira o histórico de todos os óbitos registrados nas últimas 24 horas, num total de 41 mortes.

Leia Mais
Back To Top