skip to Main Content
4 de abril de 2020 | 11:13 am

BAHIA TEM 290 CASOS CONFIRMADOS E 6 MORTES CAUSADAS PELA COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 290 o número de casos confirmados da covid-19 na Bahia e saltou para 6 a quantidade de óbitos causados pela doença, conforme boletim divulgado há pouco pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos óbitos, cinco ocorreram na capital, Salvador, e um em Utinga. A sexta vítima era um homem de 80 anos, com doença cardíaca preexistente.

Até o momento, foram descartados 1.913 casos. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17h desta sexta-feira (3). Ao todo, 63 pessoas estão recuperadas e 35 encontram-se internadas, conforme a Secretaria.

Dentre os casos confirmados, 50,51% são do sexo masculino. A mediana de idade é 40 anos, variando de 6 meses a 95 anos.

Quadro detalha número de casos da doença na Bahia

A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 23,88% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,66/100.000 hab.), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

BAHIA REGISTRA QUARTA MORTE CAUSADA PELO NOVO CORONAVÍRUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Há poucos minutos, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informou o registro da quarta morte causada pelo novo coronavírus (Covid-19) na Bahia.

Segundo a Sesab, o homem tinha 79 anos de idade e apresentava outras doenças associadas (comorbidades). O paciente estava internado desde o dia 15 em Salvador. A Secretaria não informou o hospital, apenas que ele pertence à rede privada.

ERRO? SESAB REPETE NÚMEROS DA COVID-19 EM NOVO BOLETIM

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) repetiu, às 17h28min , os números do novo coronavírus (covid-19) divulgados às 13h11min na Bahia.

No início da tarde, o estado tinha 267 casos positivos para a covid-19 e 1.763 descartados, conforme o boletim da Sesab.

Mais de quatro horas depois, o novo boletim epidemiológico apresentou os mesmos números: 267 testando positivo e 1.763 negativo (descartados).

O estado possui 4.429 em investigação (aguardando resultado).

JUVENAL APONTA RISCOS EM DECISÃO DE FERNANDO E DEIXA COMANDO DO HOSPITAL DE BASE

Juvenal aponta riscos em decisão do prefeito Fernando Gomes
Tempo de leitura: 3 minutos

Juvenal Maynart tornou público o teor da carta em que pede a exoneração do cargo de diretor-presidente da fundação mantenedora do Hospital de Base, a Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi). Ontem (30), o prefeito Fernando Gomes decidiu que o hospital não mais atenderia apenas pacientes vítimas do novo coronavírus (covid-19), como anunciado na última sexta-feira (27). Juvenal enxerga como perigosa a decisão do prefeito.

Para Juvenal, seria mais eficaz o hospital atender a um só fim (pacientes vítimas do coronavírus), para evitar contaminação cruzada.

E exemplificou:

– Evitaríamos que um paciente entrasse com o tornozelo quebrado saísse num caixão, vítima do coronavírus, numa infecção cruzada, sem direito a velório – explicou.

Na avaliação de Juvenal, voltar a ser portas abertas, recebendo variados tipos de pacientes, muitos já infectados pelo novo coronavírus, é uma temeridade no enfrentamento de “praga tão virulenta, que não respeita fronteiras, gênero, idade ou condição social”.

E emenda com um alerta:

“Temo que muitas vidas podem ser perdidas”.

Desde o último sábado (28), o Hospital de Base passou a ser referência exclusiva para pacientes com o novo coronavírus. Os demais pacientes estavam sendo encaminhados para o Hospital Costa do Cacau, na Rodovia Ilhéus-Itabuna. A decisão foi acertada entre governo estadual e o prefeito de Itabuna. Porém, ontem, Fernando recuou, contrariando orientações de técnicos. Juvenal decidiu, então, pegar o boné ao ver que a decisão contém riscos imensuráveis, como expõem na carta.

Abaixo, o inteiro teor da carta com o pedido de exoneração de Juvenal, que faz vários alertas.

Ao Prefeito Sr. Fernando Gomes de Oliveira
C.C Secretária de Governo
Maria Alice Pereira

Juvenal Maynart Cunha, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº 293.733.525-04, venho pelo presente formalizar à Vossa Excelência meu pedido de exoneração do cargo em comissão de DIRETOR PRESIDENTE da Fundação de Atenção a Saúde de Itabuna – FASI, que exerço em razão de nomeação pelo Decreto de nº 13.396, com data de 02 de setembro de 2019.

Sinto-me na obrigação de formalizar tal pedido por entender que a minha contribuição ao Governo e à Saúde do município já não se faz necessária, especialmente por ter, no dia de ontem (segunda-feira, 30.03), observado uma mudança de rumo muito perigosa no que se refere à condução das ações de enfrentamento ao flagelo do Coronavírus (Covid-19) no município e na região.

O Hospital de Base, senhor Prefeito, passaria à condição de Referência em atendimento a 800 mil potenciais pacientes da microrregião de Ilhéus e Itabuna. Essa mudança, lastreada nos ofícios do Governo do Estado (nº 258, da Sesab), e do próprio Município (nº 124/2020/SMS), que seguem anexos, se constituiu na esperança de um atendimento mais eficaz, porque direcionado a um só fim.

Também seria mais seguro para a comunidade em geral, visto que já não iriam ser misturados pacientes que procurassem nossa unidade por outros motivos, aos que estivessem tratando da Covid-19, dado o alto risco de contágio. Evitaríamos que um paciente entrasse com o tornozelo quebrado saísse num caixão, vítima do coronavírus, numa infecção cruzada, sem direito a velório.

Sendo uma unidade de atendimento exclusivo, teríamos aporte (habilitação) de 31 leitos de UTI, que se somariam aos nossos 9 leitos já habilitados, o que iria perfazer um total de 40 desses leitos. Como uma ação local, preparamos espaço para uma eventual expansão, com capacidade para mais 90 leitos, prontos para receber respiradores.

Esses, caso necessário, se somariam aos 60 leitos anunciados pelo Governo do Estado, perfazendo 150 leitos clínicos, todos equipados com respiradores. Todos esses leitos, habilitados, fariam de nosso Hospital de Base uma verdadeira referência – aí no sentido de importância – estadual, quiçá nacional, no tratamento desses agravos.

Não é demais lembrar que estaríamos preparados para atendimento exclusivo para os casos de infecção pelo novo Coronavírus (Covid-19) já a partir da sexta-feira (03.04), com os nossos 9 leitos de UTI, que já estão habilitados, e na segunda-feira (6), com os 60 leitos clínicos, além dos 31 novos leitos de UTI, desde que chegassem os equipamentos anunciados pelo secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Seríamos, sem dúvidas, um dos hospitais mais bem equipados do interior baiano, podendo, a depender da habilidade política do futuro gestor, reter para seu patrimônio todos esses equipamentos, superada a pandemia.

Finalmente, alerto à gestão que, voltar a ser portas abertas a cerca de 160 municípios, recebendo variados tipos de pacientes, muitos desses certamente já infectados pelo coronavírus, se constitui uma temeridade do ponto de vista do enfrentamento a uma praga tão virulenta, que não respeita fronteiras, gênero, idade ou condição social. Temo que muitas vidas podem ser perdidas.

Deixo, porém, muito claro, que essa saída em nada abala meus sentimentos de amizade pessoal e admiração pelo político. Espero ter correspondido às expectativas da gestão, enquanto pude continuar no cargo.
Senhor prefeito, sabemos que é difícil chegar a esse cargo tão relevante e humanista. Sábio, porém, é saber a hora de sair.

Itabuna, 31 de março de 2020
Juvenal Maynart Cunha

COVID-19: BAHIA INVESTIGA SEIS MORTES SUSPEITAS

Covid-19 é a causa de, ao menos, uma morte na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O primeiro óbito de uma pessoa infectada pelo novo coronavírus na Bahia ocorreu na noite de ontem (28). O óbito foi confirmado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).  A vítima, de 74 anos, estava internada no Hospital da Bahia, em Salvador, havia 10 dias.

Conforme o último boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Estadual de Saúde, a Bahia registrou 11 óbitos suspeitos da doença. Deste total, seis estão sob investigação.

Por meio de exame no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA) e investigação, outros 4 óbitos até então considerados suspeitos deram negativo para covid-1.

Um deles foi uma mulher, atendida no Hospital de Base, em Itabuna, no sul da Bahia, há mais de uma semana. Deu negativo para o novo coronavírus.

MAIS DE 2,5 MIL EXAMES NA FILA

Até as 17h deste domingo (29), o estado havia descartado 1.388 casos suspeitos da doença. Resultado deu negativo. Mas existem 2.536 testes aguardando resultado (em investigação). A demanda no Laboratório Central cresce. E levou a Secretaria Estadual de Saúde a abrir seleção para contratar novos profissionais.

 

BAHIA PASSA A 127 CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS E 14 PACIENTES HOSPITALIZADOS

Ex-deputado Augusto Castro é dos 14 pacientes hospitalizados, mas com quadro de melhora
Tempo de leitura: < 1 minuto

*Fonte Sesab

Com quatro novos casos confirmados nas últimas 24 horas, subiu para 127 o número de pacientes infectados pelo novo coronavírus em todo a Bahia até as 17h deste sábado (28), conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

O novo boletim foi divulgado há poucos minutos pela Sesab. Das novas confirmações, 3 são em Salvador e 1 em Prado, no extremo-sul baiano.

De acordo com a Sesab, o percentual de infectados representa apenas 3% dos casos notificados. Outros 1.380 casos foram descartados e o estado segue sem registro de óbitos.

17 PACIENTES CURADOS

Até aqui, 17 pessoas estão curadas e 14 encontram-se hospitalizadas, dentre elas o ex-deputado estadual Augusto Castro, internado no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, e com melhora no quadro respiratório, segundo boletim da Santa Casa de Misericórdia.

Os dados divulgados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

58,3% DAS VÍTIMAS SÃO DO SEXO FEMININO

Dentre os casos confirmados, 58,3% são do sexo feminino e 41,7% do sexo masculino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 25,98% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (2,37) seguida da faixa de 80 e mais (1,59), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

SOBE PARA 123 CASOS DE CORONAVÍRUS NA BAHIA; IPIAÚ TEM MORADOR INFECTADO

Sobe para 123 casos de coronavírus na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O número de pessoas com exame positivo para o novo coronavírus não para de crescer na Bahia. A quantidade de casos confirmados da doença passou de 108 para 123 nas últimas 24 horas, conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde divulgado nesta sexta-feira (27). A quantidade representa 3% do total de casos notificados.

Até o momento, 1240 casos foram descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta sexta-feira (26). Ao todo, 16 pessoas estão curadas. No momento seis pacientes se encontram hospitalizados. Os casos confirmados estão distribuídos em 19 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (63,41%).

No sul da Bahia, são cinco casos confirmados da doença em Itabuna (2), Ilhéus (2) e Ipiaú (1). As demais ocorrências no estado foram em Alagoinhas (1), Barreiras (1), Brumado (1), Camaçari (1), Canarana (1), Conceição do Jacuípe (1), Conde, Feira de Santana (9), Jequié (1), Juazeiro (2), Lauro de Freitas (7) Porto Seguro (10), Prado (2), Salvador (78), São Domingos (1), Teixeira de Freitas (1).

FAIXA ETÁRIA E SEXO DAS VÍTIMAS

Dentre os casos confirmados, 55,3% são do sexo feminino e 44,7% do sexo masculino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 23,58% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (2,15) seguida da faixa de 80 e mais (1,59), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

A Sesab destaca que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

BAHIA TEM 84 CASOS CONFIRMADOS DO NOVO CORONAVÍRUS, APONTA SESAB

Paciente com coronavírus foi infectado fora da Bahia, segundo Sesau
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde da Bahia divulgou, há pouco, um novo boletim com o panorama do novo coronavírus no Estado. De ontem para hoje, saltou de 79 para 84 o número de casos confirmados da Covid-19 no Estado. Os dados foram fechados às 11h desta quarta (25). De acordo com a Sesab, foram descartados 725 casos e, até aqui, não há registro de óbito.

Os municípios com casos positivos são estes Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (8); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); São Domingos (1); Teixeira de Freitas (1); e Salvador (52 casos, com a ressalva que três casos são importados, visto que o local de residência é fora da Bahia, mas a notificação foi feita na capital).

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).

BAHIA ATINGE 76 CASOS DE CORONAVÍRUS, 46 DELES EM SALVADOR

Bahia registra mais 13 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas
Tempo de leitura: < 1 minuto

Aumentou para 76 o número de pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19) na Bahia. Quase todos os 13 novos casos registrados são de Salvador, que agora registra 46 pacientes que testaram positivo para a covid-19. Segundo a Secretaria de Saúde do Estadual (Sesab), outros 725 casos foram descartados e não há óbitos. Todos os casos novos foram importados ou de transmissão local, segundo a Sesab. O novo boletim foi divulgado ao meio-dia de hoje (24).

Os municípios com casos positivos são Alagoinhas (1); Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Conceição do Jacuipe (1); Conde (1 – paciente reside em Campinas, em São Paulo); Feira de Santana (6); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); Salvador (46, sendo três pacientes residentes em localidades fora da Bahia); e Teixeira de Freitas (1).

“Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação”, observa a Sesab.

Leia Mais

SOBE PARA 63 O NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS DO NOVO CORONAVÍRUS NA BAHIA

No Brasil, já são 159 mortes causadas pela doença.
Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 63 o total de pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19) na Bahia até as 11h desta segunda (23). São oito novos casos de coronavírus (Covid-19) desde o último boletim emitido pela Secretaria Estadual de Saúde, no final da tarde de ontem.

Os municípios com casos positivos até agora são, além de Salvador, com 37, Porto Seguro (8); Feira de Santana (6); Lauro de Freitas (3); Prado (2); Itabuna (1); Camaçari (1); Barreiras (1); Conceição do Jacuípe (1); Juazeiro (1); Jequié (1 – caso importado de São Paulo); e Brumado (1 – caso importado de Belo Horizonte). Todos os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

Até aqui, 601 casos foram descartados e não há registro de óbitos. Todos os casos, segundo a Sesab, foram importados ou de transmissão local.

Back To Top