skip to Main Content
5 de março de 2021 | 04:17 am

TCE REPROVA CONTAS DE TABOZA NA SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto
TCE reprovou contas da gestão de Taboza na Sudic.

TCE reprovou contas da gestão de Taboza na Sudic.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/BA) reprovou a prestação de contas da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), autarquia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). A desaprovação é referente à gestão do diretor-presidente Ricardo Luiz Taboza, período de 1º de janeiro a 7 de junho de 2011.

De acordo com o órgão, foram comprovadads “graves irregularidades” no período. Também sofreu desaprovação a prestação de contas feita pelo diretor administrativo-financeiro Felipe Cerqueira da Cunha.

O TCE decidiu aplicar multas que, somadas, atingem o total de R$ 11 mil, valor a ser pago com a devida atualização monetária. Foram multados, além de Ricardo Luiz Taboza da Apresentação (em R$ 3 mil), Emerson José Osório Pimentel Leal (diretor-presidente no período de 08/06 a 31/12/2011, em R$ 2.500,00), os diretores da área Administrativa e Financeira, Felipe Cerqueira da Cunha (em R$ 2 mil) e Ronaldo Mariano de Medeiros Viana (em R$ 1.500).

ÔNIBUS DEIXAM DE CIRCULAR NO POLO DE INFORMÁTICA, QUE ESTÁ ABANDONADO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Empresa se nega a entrar no Distrito Industrial e trabalhadores seguem a pé (Foto Marcos Souza).

Empresa se nega a entrar no Distrito Industrial e trabalhadores seguem a pé (Foto Marcos Souza).

Funcionários de empresas instaladas no Polo de Informática de Ilhéus estão sendo obrigados a andar até mais de um quilômetro para chegar ao trabalho. As empresas de ônibus, alegando prejuízos, já não mais entram no Distrito Industrial. Buraqueira, lamaçal e falta de acostamento impedem a livre circulação dos ônibus.

O sindicalista Marcos Souza diz haver um jogo de empurra entre Governo do Estado e Prefeitura de Ilhéus quanto a quem deve fazer a manutenção e conservação das vias de acesso ao distrito. “É um absurdo isso”, afirmou o sindicalista ao PIMENTA.

Como consequência, os trabalhadores são submetidos aos riscos de andar por vias abandonadas e com o matagal tomando conta dos acostamentos. Além da caminhada, o risco de ataques de bandidos.

O polo tem aproximadamente 40 empresas das áreas e informática e eletroeletrônica. A perda de competitividade do polo fez perder quase metade das empresas nos últimos dez anos. Até a tradicional Feira de Informática de Ilhéus deixou de ser realizada. O abandono do distrito industrial é reflexo da fase de decadência do polo.

A PISTA DE RALLY DO POLO DE INFORMÁTICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Acesso ao Polo de Informática mais parece pista de rally (Foto do leitor).

Acesso ao Polo de Informática mais parece pista de rally (Foto do leitor).

Executivos de empresas instaladas no Polo de Informática de Ilhéus vivem momentos de “aventura” em trecho de 100 metros do Distrito Industrial. O asfalto deu lugar à buraqueira e à lama, mais parecendo pista de rally.

A rua que aparece na foto acima dá acesso a alguma das principais empresas do Polo (Unicoba, Comtac, BitWay, 2M, Dynatec, Lavin e Mucambo e aos depósitos da Joanes e Cargil), mesmo assim nem a prefeitura nem a Superintendência de Desenvolvimento da Indústria (Sudic) dão o ar da graça.

O consultor Nirval de Branco diz que os 100 metros de pista “infernizam vidas, danificam os caminhões” e as empresas de ônibus urbanos ameaçam não mais circular pelo distrito.

ÂNGELA GANHA PARADA E EMPLACA SOGRÃO DE FILHO NA SUDIC

Tempo de leitura: 2 minutos

Deputada não sossegou até emplacar sogro de filho na Sudic

O Diário Oficial da Bahia traz nesta terça-feira, 2 de abril, uma publicação que vai gerar alegria na família da deputada estadual Ângela Sousa (PSD). É que finalmente a parlamentar ilheense conseguiu emplacar o sogro de seu filho, Mário Alexandre, no cargo de gerente regional da Sudic em Ilhéus.
João Evangelista Fortunato Barbosa é advogado e mora em Itapetinga, não tendo ligações com Ilhéus e muito menos com a indústria da região. O ponto mais importante do seu currículo, porém, é ser sogro do filho da deputada.
O sogrão de Marão, como o filho de Ângela é conhecido, substitui Maurício Landi Vianna, que vinha realizando um trabalho elogiado na Sudic. Em janeiro, a deputada, que tem fama de adorar cargos, fez a primeira tentativa de emplacar Barbosa no órgão estadual (confira). A nomeação chegou a sair, mas a medida repercutiu tão negativamente que acabou sendo revertida pelo governo e ficou o dito pelo não dito.
Ângela, naturalmente, não sossegou. Desde então, ela se movimenta para fazer valer a força de seu mandato e impor o sogro de Marão na Sudic. Para isso, acionou até o vice-governador, Otto Alencar, presidente de seu partido.
Entre manter o competente Maurício Viana e atender ao capricho da deputada, o governo optou pela alternativa que lhe evita atritos políticos. Assim, Ângela, que muitos em Ilhéus chamam de “deputada cargueira”, dado o seu apetite por cabides de emprego, hoje comemora e dá gargalhadas de princípios como moralidade, impessoalidade e eficiência, que na teoria regem a administração pública.
Em tempo: a portaria que exonera Maurício Viana, assim como a que nomeia o sogro de Marão, tem data de 1º de abril. No caso do exonerado, com a informação “a pedido”… Tudo a ver!
 

MAURÍCIO VIANA FICA NA SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Diário Oficial da Bahia publica nesta sexta-feira, 11, uma portaria que revoga a exoneração do gerente da Sudic (Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial) em Ilhéus, Maurício Landi Viana. O afastamento do gerente havia sido publicado na edição do dia 9, juntamente com a nomeação do advogado João Evangelista Fortunato Barbosa, sogro do filho da deputada estadual Ângela Sousa, o médico Mário Alexandre.
A notícia da saída de Viana gerou insatisfação no Distrito Industrial, onde a atuação do gerente é vista de maneira muito positiva. O bom retrospecto do gestor em sete meses de trabalho na Sudic pesou para a reversão da medida.
Felizmente, a competência preponderou sobre a “política”.

O BALANÇO DE MAURÍCIO VIANA NA SUDIC

Tempo de leitura: 3 minutos

Em uma carta na qual se despede após sete meses como gerente regional da Sudic em Ilhéus, Maurício Landi Viana contabiliza avanços obtidos em sua passagem pelo órgão que cuida das demandas do Distrito Industrial. Entre outros pontos, ele menciona a atração de novas indústrias, negociações em andamento para a vinda de outras empresas e parcerias firmadas, que garantiram a regularidade da limpeza, melhor iluminação e realização de cursos.
Viana deixou o cargo nesta terça-feira, dia 8. Para seu lugar, foi nomeado o advogado José Fortunato, de Itapetinga, por indicação da deputada estadual Ângela Sousa. Fortunato é sogro do filho da deputada, Mário Alexandre (confira aqui).
Abaixo, a carta do ex-gerente:
“Após sete meses à frente da Gerência Regional da Sudic em Ilhéus, estou me desligando do cargo, mas com a certeza de ter conseguido, com todo apoio e confiança de vocês, realizar um bom trabalho. Apesar de contar com um orçamento extremamente reduzido, conseguimos firmar importantes parcerias, que contribuíram para o bom andamento das nossas atividades.
No primeiro mês de trabalho, firmamos uma parceria com a Prefeitura de Ilhéus, que conseguiu regularizar o serviço de coleta de lixo dentro do Distrito Industrial, que estava parado há cerca de oito meses, e que graças a esta parceria, vem sendo mantido em dia até o presente momento. Conseguimos, ainda, a limpeza geral das vias de acesso do Distrito Industrial, com serviços de roçagem, retirada de entulhos, limpeza das calçadas e outros, além de grandes melhorias na iluminação das ruas, sendo que quando assumi a gestão, não havia sequer um poste com lâmpadas no local.

Leia Mais

DEPUTADA INDICA PARENTE PARA A SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto
angela sousa

Tudo em casa: Ângela Sousa indicou o pai da nora

A deputada estadual Ângela Sousa (PSD) resolveu premiar o sogro do filho Mário Alexandre com o cargo de gerente regional da Sudic em Ilhéus. A nomeação de João Evangelista Fortunato Barbosa está publicada na edição desta quarta-feira, 9, do Diário Oficial da Bahia (confira aqui).
Fortunato é advogado e mora em Itapetinga, não constando que possua relação com Ilhéus, além de ser pai da nora da deputada. O parenteso dispensou até mesmo conhecimento sobre as demandas do Distrito Industrial, das quais o nomeado terá que cuidar.
A gerência em Ilhéus ficou vaga com a saída de Maurício Landi Viana. De acordo com a publicação no Diário Oficial, ele foi exonerado a pedido.
 

QUEM SERÁ O PRÓXIMO?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Tempo Presente, d´A Tarde
Olhando bem a Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), órgão da Secretaria da Indústria e Comércio do governo bateu o recorde em matéria de rotatividade na era Wagner.
O primeiro superintendente foi Dilson Jatahy Fonseca Júnior, depois Ademar Barroso Alves, esta semana Nilton Cruz foi demitido e agora é Ricardo Luiz Taboza (interino).
Na média, um por ano. Parece ter sido contaminada pela poderosa bactéria que ataca os auxiliares do prefeito João Henrique.

NILTON CRUZ DEIXA A SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Conforme o Pimenta antecipou no início de setembro, o empresário Nilton Cruz deixou o comando da Sudic (Superintendência de Desenvolvimento da Indústria e do Comércio da Bahia). O pedido de exoneração foi entregue nesta quarta-feira, dia 20.
Segundo informações de fonte do governo, há pelo menos seis meses o empresário entrou em rota de colisão com o secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correa. A exoneração já estava resolvida há mais de um mês, mas ficou adiada para o período pós-eleitoral (primeiro turno).
Nilton Cruz foi indicado para a Sudic pelo deputado federal Geraldo Simões.

NILTON CRUZ "SUBIU NO TELHADO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Não são boas as relações entre o secretário estadual de Indústria, Comércio e Mineração, James Correa, e o diretor da Sudic, órgão vinculado à SICM, Nilton Cruz. Uma das queixas de Correa é a de que o subordinado gosta de atuar com excessiva independência.
Segundo informações de fonte do governo, o clima entre os dois é tenso há pelo menos seis meses e a exoneração do homem da Sudic já estaria programada para outubro, logo após as eleições.
Ocorre que ontem, Correa – que já é conhecido no governo Wagner como um exímio “chutador de canelas” – quis antecipar a exoneração de Nilton Cruz. Acabou sendo aconselhado a ter calma e aguardar mais alguns dias, a fim de evitar transtornos à campanha.

SUDIC ANUNCIA INVESTIMENTOS NA REGIÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O superintendente regional da Sudic, Nilton Cruz, anunciou a empresários e políticos de Ilhéus e Itabuna projetos para aumentar a atividade industrial na região. Os planos da Sudic para as duas cidades incluem a criação do Distrito Industrial de Itabuna e a revitalização do combalido distrito ilheense.

Até 2010 a autarquia pretende investir R$ 1.901.682,86 na recuperação e manutenção do Distrito Industrial de Ilhéus. “Também está planejada a criação de um pólo têxtil em Itabuna”, assegura Nilton. Outro ponto destacado pelo superintendente é a revitalização do Pólo de Informática de Ilhéus, para aumentar sua competitividade.

O Pólo de Informática de Ilhéus, mesmo capengando, ainda é responsável por boa parte da arrecadação do ISS na Terra da Gabriela. Itabuna, por sua vez, perdeu, recentemente, uma unidade da Kildare, o que desempregou centenas de trabalhadores.

“Vamos desenvolver uma relação permanente com os setores públicos e privados, para garantir a atração e a manutenção de empreendimentos na região”, anuncia Nilton Cruz. A necessidade é grande.

QUIZUMBA NA SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nomeado por indicação do deputado federal Geraldo Simões, o empresário Nilton Cruz quis formar ao seu estilo a equipe de assessores na Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial da Bahia (Sudic). Aceitou algumas sugestões para a Sudic em Salvador, mas o caldo ameaçou entornar por conta da situação em Ilhéus.

Ele escolheu para a Sudic no município a ex-delegada Socorro Pastor. E ainda outros dois nomes: Luciana Pires Mendonça e Valéria Monteiro de Carvalho. O secretário de Indústria, Comércio e Mineração, James Correa, não gostou da definição da equipe sem consulta prévia. Pior, a ala petista Construindo um Novo Brasil (CNB), da qual Geraldo Simões é membro, também chiou.

Nilton deu ‘piti’ e, conforme revela o Jornal Bahia Online, até ameaçou entregar o cargo. A turma do deixa-disso entrou no circuito. Certo é que Socorro Pastor deve ocupar uma pasta na área de assistência social. Na Sudic, terá que ser outro nome.

SUDIC DISCUTE PROJETOS PARA ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A nova direção estadual da Sudic promete tirar do papel dois grandes projetos para a economia itabunense: o pólo têxtil e a viabilidade e implantação de estrutura para beneficiamento de mármore e granito.

Nilton Cruz, diretor-presidente do órgão estadual, esteve em Itabuna na quinta-feira passada (8) e se reuniu com o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Carlos Leahy, para discutir detalhes dos dois projetos.

O pólo têxtil é uma das apostas do governador Jaques Wagner para o município de Itabuna, que industrializaria o algodão produzido no sudoeste baiano e faria o beneficiamento do mármore e do granito sul-baianos.

Os dois projetos podem gerar mais de cinco mil empregos em Itabuna e municípios circunvizinhos. Tanto Nilton como o secretário municipal Carlos Leahy estão empolgados com a viabilidade dos projetos de grande impacto para a economia regional.

A atenção a estes projetos foi reivindicada pelo deputado Geraldo Simões e está entre as prioridades de governo de Jaques Wagner para o sul da Bahia, segundo Nilton.

DEFINIÇÕES NA SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Além de Socorro Pastor na Sudic Ilhéus, como informa o Políticos do Sul da Bahia, o novo diretor-presidente do órgão estadual de indústria e comércio, Nilton Cruz, já tem nome praticamente definido para a sua ainda vaga chefia de gabinete. É o do empresário Jorge Brito, segundo adiantou ao Pimenta na Muqueca uma importante fonte com trânsito na Superintendência de Desenvolvimento Indústria e Comercial (Sudic).

Brito é homem de confiança de Nilton Cruz e, claro, do deputado federal Geraldo Simões, pai da indicação do novo comandante da Sudic. Brito também é amicíssimo de GS. A chefia de gabinete é o segundo cargo mais importante na estrutura do órgão estadual.

WAGNER NOMEIA NILTON CRUZ PARA A SUDIC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pressões de todos os lados causaram temor entre petistas quanto à indicação do empresário Nilton Cruz para o comando da Superintendência de Desenvolvimento  Industrial e Comercial (Sudic). A batalha entre os grupos do secretário-geral do PP baiano, Jabes Ribeiro, da deputada estadual Ângela Sousa e do deputado federal Geraldo Simões era grande.

Ao final, venceu o deputado federal petista. O Diário Oficial do Estado publicou na edição de hoje a nomeação de Nilton para a presidência do órgão ligado à Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração. É dos cargos mais vistosos ocupados por nomes sul-baianos. Simões venceu a quebra de braço pela indicação.

Back To Top