skip to Main Content
7 de agosto de 2020 | 01:07 am

SUL DA BAHIA REGISTRA 530 CASOS DE NOVO CORONAVÍRUS E 20 MORTES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os casos de novo coronavírus não param de crescer no sul da Bahia. Os dados disponibilizados pelas secretarias municipais de saúde mostram que Itabuna e Ilhéus somam  70% do total de infectados pela doença na região.

Até a noite de quarta-feira (29) eram 178 casos em Itabuna e outros 193 em Ilhéus. Em Itabuna, o vírus já se espalhou por mais de 40 bairros, com maior quantidade de infectados no São Caetano, Fátima, Santo Antônio, Califórnia, Pedro Jerônimo,  Jardim Vitória, Nova Ferradas,  João Soares e Conceição, além do centro da cidade.

A quantidade de infectados crescente também em Canavieiras (12), Buerarema (10), Coaraci  (19), Itajuípe (19), Ipiaú  (30),  Uruçuca (28), Itagibá (7), Ibirataia  (6), Camacan  (6), Ubatã (6).  Outros 16 municípios do sul da Bahia tinham, até ontem, 38 casos da doença confirmados.

Já são 20 mortes causadas pelo novo coronavírus na região. Os municípios com óbitos confirmados pelas secretarias de saúde são Buerarema (1), Gongogi (2), Ilhéus (4), Itabuna (5), Itagibá (1), Ipiaú (2), Itapé (1) e Uruçuca (4).

ITACARÉ: EXAME DESCARTA NOVO CORONAVÍRUS COMO CAUSA DA MORTE DE IDOSO

Idoso residia em Taboquinhas, distrito de Itacaré || Foto Itacaré Informa
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) descartou o novo coronavírus como a causa da morte de um idoso de Taboquinhas, distrito de Itacaré, no sul da Bahia. O resultado do exame foi divulgado nesta noite de quarta (29) pela Vigilância Epidemiológica do município. O homem de 81 anos faleceu com suspeita de covid-19.

“O idoso estava internado no Hospital Regional Costa do Cacau, onde ficou por quatro dias e quando retornou ao município ficou em isolamento e acompanhado pela equipe de saúde”, informou a Prefeitura de Itacaré. O idoso tinha doenças associadas, segundo a Vigilância Epidemiológica – pneumonia, sequelas de AVC e Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

A Secretaria Municipal de Saúde informou que, por ter o paciente o quadro suspeito, o sepultamento ocorreu conforme critérios de segurança seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, mesmo sem a confirmação do exame. E por precaução, todos os contatos do paciente no retorno do Hospital estavam sendo monitorados e acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Pelo novo boletim epidemiológico divulgado na noite dessa quarta-feira (29), em Itacaré existem 31 casos notificados, 27 descartados, 7 deles por teste rápido, 3 casos aguardando resultado e 1 aguardando coleta. Também existem 78 em monitoramento, 57 liberados do monitoramento, 1 confirmado e nenhum óbito suspeito, já que o caso do idoso de Taboquinhas deu resultado negativo.

TRANSPORTE É SUSPENSO EM MAIS 12 MUNICÍPIOS BAIANOS

Bahia atinge 389 municípios sem transporte intermunicipal || Foto Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

Caetanos, Caldeirão Grande, Camamu, Gandu, Ibotirama, Laje, Lajedo do Tabocal, Livramento de Nossa Senhora, Nilo Peçanha, Oliveira dos Brejinhos, Santaluz e Ubaitaba terão o transporte intermunicipal suspenso a partir desta quarta-feira (29). A decisão, que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (28).

O decreto também autoriza a retomada do transporte em Serra do Ramalho, município que completou 14 dias sem novos casos de Covid-19 confirmados. No total, 92 cidades baianas estão com restrição no transporte intermunicipal. A medida considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Acajutiba, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Camaçari, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Cruz das Almas, Curaçá, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Jaguaquara, Jequié e Juazeiro.

A suspensão ainda inclui Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Luís Eduardo Magalhães, Maragogipe, Mirante, Morpará, Mucugê, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, São José da Vitória, Sátiro Dias, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

BOMBEIROS ESPECIALISTAS EM QBRN FAZEM DESINFECÇÃO DO HOSPITAL COSTA DO CACAU

Costa do Cacau é a maior unidade médico-hospitalar de saúde da região || Fotos CBM-BA/Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Bombeiros militares especialistas em defesa química, biológica, radiológica e nuclear (QBRN) estão fazendo a descontaminação de estruturas e ambientes do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus. O trabalho de higienização e descontaminação ocorre após testagem em massa detectar mais de 60 funcionários infectados pelo novo coronavírus (Covid-19) na unidade médico-hospitalar. Pacientes também testarem positivo após atendimento na unidade.

A testagem em massa mostrou que até mesmo funcionários com dedicação exclusiva estavam contaminados pelo vírus. Conforme números da Secretaria de Saúde de Ilhéus, 70% dos casos positivos de covid-19 são de profissionais que trabalham em unidades de saúde.

Bombeiros especializados fazem descontaminação do Costa do Cacau

O objetivo é que as ocorrências sejam atendidas com técnica, tática, precisão e segurança. O Hospital Costa do Cacau é a maior unidade de saúde pública estadual no sul da Bahia.

A descontaminação é feita por nove bombeiros militares especialistas. “O nosso objetivo na unidade é realizar o procedimento de desinfecção em todos os ambientes do hospital com técnicas e táticas precisas. Dessa forma, vamos deixar o ambiente o mais seguro possível, seja para os profissionais de saúde ou pacientes”, explicou o major Alan Guanais.

SEBRAE OFERECE CONSULTORIA FINANCEIRA GRATUITA A EMPRESAS NO SUL DA BAHIA

Consultoria online é ofertada gratuitamente pelo Sebrae no sul da Bahia || Foto Divulgação/Sebrae
Tempo de leitura: 2 minutos

Os micro e pequenos empresários do sul da Bahia podem contar com assessoria financeira gratuita do Sebrae. A consultoria online Presença Financeira tem sido bastante procurada por empresários que buscam orientações em meio à crise gerada pela pandemia de covid-19, segundo o escritório do Sebrae em Ilhéus, que atende a região sul. O serviço já registrou mais de 200 agendamentos para consultoria financeira e digital.

Os atendimentos são feitos por um consultor especialista e um analista do Sebrae. Os clientes podem sanar dúvidas ou até mesmo aprender como melhorar a gestão de contas e equilibrar dívidas e tributos, além de entender se este é um momento propício para compras ou de focar no estoque.

A gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, destaca que os clientes atendidos com as soluções desenhadas pelo Sebrae Bahia, neste cenário de desafios ocasionados pela pandemia, “têm sinalizado uma grande percepção de valor e aplicabilidade das recomendações recebidas”.

– Diariamente, estamos atendendo as demandas espontâneas, mas também estamos em contato através de ligações e outros meios para saber como os nossos clientes estão, quais as dificuldades e, a partir de uma escuta empática e ativa, ofertamos a solução mais convergente com a necessidade apresentada – explica Claudiana Figueiredo.

Embora o momento seja de dificuldades, Fernanda Sepúlveda, proprietária da loja de moda fitness Body de Luxo, em Itabuna, considera que este é o momento para encarar as oportunidades e enxergar melhoria os negócios. “A consultoria me trouxe vários benefícios e informações que eu desconhecia e já fiquei com o meu ‘dever de casa’”, frisa a empresária que participou da consultoria Presença Financeira.

A receptividade dos empresários baianos tem sido positiva. “Isso mostra que estamos no caminho certo e ofertando o que é mais adequado para o momento. Entretanto, estamos atentos também às necessidades futuras no processo de recuperação desses empresários” aponta a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo, Célia Fernandes.

Leia Mais

QUASE 2 MESES APÓS CASAMENTO, ITACARÉ CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE COVID-19

Itacaré, na Costa do Cacau, registra primeiro caso do novo coronavírus
Tempo de leitura: 2 minutos

Da Redação

Dos maiores destinos turísticos da Bahia, Itacaré registrou o primeiro caso positivo do novo coronavírus. O resultado do exame foi divulgado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) neste sábado (25). Outras três pessoas aguardam resultado de testes encaminhados ao Lacen-BA.

A confirmação do primeiro caso ocorre quase dois meses depois de um casamento polêmico (confira mais abaixo). O município é dos mais implacáveis em ação para evitar o espalhamento do vírus no sul da Bahia, com fiscalização intensa e barreiras sanitárias em todos os acessos terrestres.

Segundo a Secretaria de Saúde de Itacaré, o paciente que testou positivo para covid-19 é um homem de 82 anos que já estava em tratamento, há vários dias, no Hospital Regional Costa do Cacau por causa de problemas renais. O idoso encontra-se internado no hospital ilheense e o estado de saúde dele é estável.

Contatos próximos ao idoso foram identificados e orientados a permanecer em isolamento domiciliar e monitorados pela Vigilância Epidemiológica. “O paciente não está na cidade, não foi notificado com a doença no município, mas o Comitê de Monitoramento contra o coronavírus alerta para a necessidade dos cuidados que todos devem ter”, informou a Prefeitura de Itacaré em nota.

O VÍRUS E O CASAMENTO NO TXAI

Apesar de ser o primeiro caso confirmado de covid-19 no município, Itacaré parou no noticiário nacional e internacional por causa de um casamento para 500 convidados no luxuoso Resort Txai, no início de março passado. Um dos convidados estava com a covid-19 e, após a festa, pelo menos 20 pessoas testaram positivo para a doença.

Txai Resort recebeu 500 hóspedes para casamento

O casamento foi o de Marcela Minelli, irmã da influenciadora digital baiana Gabriela Pugliesi. Dele participaram empresários, celebridades e influenciadores digitais. Um dos convidados havia retornado de viagem de férias aos Estados Unidos e estava contaminado pelo coronavírus.

Dentre as dezenas de convidados que testaram positivo para a doença, esteve Cláudio Vale. Ele viajou de Itacaré para São Paulo. E, de lá, para Porto Seguro, apesar de apresentar quadro suspeito da doença. Quatro pessoas foram contaminadas na Cidade do Descobrimento pelo empresário, segundo autoridades em saúde do Estado e de Porto Seguro, o que motivou o governador Rui Costa a acionar a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para que processasse o empresário cearense.

RESORT FECHADO

Por causa do alto número de contaminados pela doença entre os convidados do casamento, o Txai tomou a decisão de fechar por, pelo menos, 90 dias. A decisão foi comunicada no final de março e o resort está fechado desde o último dia 3 de abril. A suspensão temporária das atividades, informou o Txai, segue orientação de autoridades públicas em saúde.

REGIÃO SUL CONCENTRA MAIS DE 20% DOS ÓBITOS POR COVID-19 NA BAHIA

O médico Gilmar Calazans está entre as vítimas da covid-19 no sul da Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

O novo coronavírus (Covid-19) se alastra pelo sul da Bahia em duas semanas. Porém, não mais apenas infecta pacientes. Mata. O número de óbitos provocados pela doença na região saltou para 16 nesta semana. A região responde por mais de 20% das mortes por covid-19 em todo o estado – 72 óbitos confirmados até as 17h de hoje (25).

Mais que isso, o drama ganhou rosto pela proximidade ou porque, em parte, eram profissionais de saúde, a exemplo do médico Gilmar Calazans, que atendia no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus.

Há pouco, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou o novo coronavírus como a causa da morte de mulher de 45 anos em Ilhéus. A paciente descobriu recentemente que era HIV positivo.

Ilhéus tem, confirmados, 4 óbitos, igual número da pequena Uruçuca e um a mais que Itabuna, que, ontem, viu um senhor de 74 anos encerrar a batalha contra o novo coronavírus. Esposo da ex-vereadora Carmem do Posto, Manoel Raimundo do Rosário estava internado no Hospital Calixto Midlej Filho e faleceu na manhã de quinta (23).

Com população estimada de 7,1 mil habitantes, Gongogi, também no sul da Bahia, é a localidade onde a doença se mostrou mais letal. O município teve 4 casos confirmados de covid-19. Dois dos pacientes faleceram.

Ainda no sul da Bahia, foram registrados óbitos por Covid-19 em Itapé (1), Itagibá (1) e Ipiaú (1). Em Ipiaú, assim como em Ilhéus, um profissional de saúde faleceu vítima da doença. O jovem Álvaro Jardim, de 26 anos, faleceu no Hospital Couto Maia, em Salvador, após atendimento inicial em Ipiaú e transferência para o Prado Valadares, em Jequié.

Álvaro trabalhava no Hospital de Ipiaú, também no sul da Bahia

CASOS CONFIRMADOS

Não à toa, o sul da Bahia, principalmente o eixo Ilhéus-Itabuna, é a região que mais preocupa as autoridades em saúde. Na sexta (24), o governador Rui Costa não descartou proibir que as pessoas saiam às ruas, caso as taxas de crescimento da covid-19 em Ilhéus e Itabuna se mantenham em torno de 20% a 30% por dia.

Ilhéus apresentava 134 casos confirmados do novo coronavírus até ontem (24) pelo boletim da Sesab. Hoje, saltou para 149. Itabuna saiu de 104 para 114 em igual período. O boletim da Sesab ainda não atualizou o número de casos confirmados em Uruçuca. O município informou total de 20 até ontem. Pela Sesab, são 14 ainda.

Os quatro municípios com maior coeficiente de incidência da doença provocada pelo vírus estão no sul da Bahia: Ilhéus (917,90 por 1 milhão de habitantes), Uruçuca (682,29), Gongogi (561,17), Itabuna (534,65) e Coaraci (529,63).

RETRATO DA DOENÇA NO ESTADO

No início desta noite de sábado, a Sesab informou que passa de 2,1 mil o total de casos confirmados do novo coronavírus na Bahia. São 2.116 pacientes infectados, 454 pacientes recuperados, 72 óbitos. Dos 254 pacientes internados, 67 estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

DUAS CIDADES SUL-BAIANAS TÊM TRANSPORTE INTERMUNICIPAL SUSPENSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mais duas cidades sul-baianas tiveram transporte intermunicipal suspenso por meio de decreto publicado nesta sexta (24) no Diário Oficial do Estado (DOE). Almadina e São José da Vitória estão entre os cinco municípios atingidos pelo decreto de hoje. Os demais são Água Fria, Campo Alegre de Lourdes e Licínio de Almeida.

No total, 80 cidades baianas estão com restrição no transporte intermunicipal até o dia 3 de maio. A medida considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Os outros municípios com transporte suspenso são Abaíra, Acajutiba, Aiquara, Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Brumado, Buerarema, Camacã, Camaçari, Canavieiras, Candeias, Cansanção, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Curaçá, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapé, Itapebi e Itapetinga.

A lista é completada por Jaguaquara, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Mirante, Morpará, Mucugê, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

LIBERADOS

O transporte intermunicipal será liberado em outros municípios com 14 dias ou mais sem novos casos da covid-19 confirmados. São eles Araci, Aurelino Leal, Belmonte, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Itagi, Itatim e Ituberá.

URUÇUCA REGISTRA 20 CASOS DE COVID-19 E 3 ÓBITOS

Novo coronavírus avança em municípios do sul da Bahia, como Uruçuca
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uruçuca, no sul da Bahia, teve a confirmação de mais quatro casos do novo coronavírus (covid-19) e um óbito, nesta quinta (23), segundo a Vigilância Epidemiológica do município sul-baiano. Agora, Uruçuca passa a 20 casos confirmados e um óbito.

O óbito foi de um homem de 35 anos, com problemas cardíacos, ocorrido na última segunda (20). O homem chegou a ser atendido no Hospital Costa do Cacau, no último final de semana, recebeu alta. Dois dias depois, passou mal e veio a falecer ao não mais conseguir ser internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior, disse que o município está trabalhando para conter o avanço do coronavírus. “Contamos com o apoio de todos nesta luta mantendo o distanciamento social”.

COVID-19: LIMINAR OBRIGA HOSPITAIS DE ILHÉUS A FORNECER EPI E FAZER TESTE DE FUNCIONÁRIOS

Aline Gomes: proteção aos trabalhadores da saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

O juízo da 1ª Vara da Justiça do Trabalho em Ilhéus deferiu liminar favorável ao Sintesi e Sindtae determinando que hospitais de Ilhéus forneçam equipamentos de proteção individual (EPIS) em quantidade e qualidade adequadas aos funcionários. A liminar foi deferida contra os hospitais da Santa Casa de Ilhéus, Antonio Vianna, Costa do Cacau e Hospital de Ilhéus devido ao avanço no novo coronavírus no município.

Além de fornecer equipamentos de proteção, as empresas deverão providenciar testagem em massa dos funcionários para a detecção da Covid-19. A multa em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por dia. A falta de equipamentos de proteção e de testagem do novo coronavírus são grandes queixas dos profissionais de saúde em Ilhéus, onde mais de 70% dos casos positivos da doença (95 no total) são trabalhadores da saúde.

Assessora Jurídica do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi) e do Sindicato dos Técnicos e Auxiliares em Enfermagem (Sindtae), a advogada Aline Gomes diz que a situação exige esforço maior da sociedade e dos empresários na proteção aos trabalhadores da saúde. Aline ressaltou a importância da decisão judicial neste momento crítico do sul da Bahia com o avanço da Covid-19.

Back To Top