skip to Main Content
6 de julho de 2020 | 07:58 pm

CINECLUBE NO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Cineclube Équio Reis, da Casa dos Artistas de Ilhéus, terá programação especial nesta terça-feira, 20, quando se comemora o Dia da Consciência Negra. Na tela, serão exibidos dois curtas-metragens que abordam a luta dos povos afrodescendentes no Brasil.

Um dos filmes é “O grito dos cativos”, de Telmo Figueiredo e Heuger Campos; o outro é “Cada negro é uma negritude”, de Murilo Campos. A sessão faz parte de um projeto que destaca a produção audiovisual dos acadêmicos do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), numa parceria com o Núcleo de Produção Audiovisual do Teatro Popular de Ilhéus.

O projeto segue com a exibição de curtas até fevereiro de 2013.

TEODORICO NA CASA DOS ARTISTAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Teodorico e o puxa-saco Malote (foto Felipe de Paula)

A peça Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito, do Teatro Popular de Ilhéus, será exibida amanhã e sábado, dias 16 e 17, sempre às 20 horas, na Casa dos Artistas. Será mais uma oportunidade para o público ilheense dar boas gargalhadas com as trapalhadas de Teodorico e sua trupe de puxa-sacos corruptos, mas sem deixar de refletir sobre a importância de se levar a política a sério.

Teodorico estreou em 2006 e já foi apresentada em várias cidades baianas, além dos estados de Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, tendo recebido duas indicações ao Prêmio Braskem em 2008. Entre maio e julho deste ano, o espetáculo foi visto em 22 assentamentos sul-baianos.

O texto é de Romualdo Lisboa, que também responde pela direção da montagem, que traz elementos da cultura nordestina, como a literatura de cordel e cenário inspirado na xilogravura.

PRODUÇÃO CULTURAL EM DEBATE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A produção cultural regional será tema de debate nesta terça-feira, 23, às 19 horas, no Teatro Popular de Ilhéus, onde estarão presentes dois importantes cineastas baianos: Pola Ribeiro e Araripe Jr. Na mesma noite, haverá exibição da série de curtas-metragens Encena, produzida pelos acadêmicos da TV Uesc.

A realização da mesa redonda com os dois cineastas  é fruto de uma parceria entre o Curso de Comunicação da Uesc e o Ponto de Cultura do Teatro Popular de Ilhéus. Também participam do evento os professores Dirceu Alves e Marlúcia Rocha, o gerente de laboratórios da Uesc, Emiron Gouveia, e o diretor de cinema Henrique Filho, ex-aluno do curso de Comunicação da universidade.

Essa parceria entre a Uesc e o TPI prevê ainda a apresentação de diversos curtas produzidos por alunos da instituição. As sessões serão sempre às 19 horas de terça-feira, até fevereiro de 2013.

O INSPETOR GERAL CHEGA PARA O PÚBLICO ILHEENSE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A peça “O Inspetor Geral – sai o prefeito, entra o vice” será encenada no Teatro Municipal de Ilhéus nos próximos dias 24 e 25, a partir das 21 horas, e dia 26, a partir das 20 horas.
Na cidade, será a estreia do espetáculo do Teatro Popular de Ilhéus, mas fora de casa os “santos” já fizeram “milagre”. O Inspetor estreou em maio do ano passado em São Paulo, com patrocínio do Sesi (Serviço Social da Indústria) e foi indicado ao Prêmio Shell de Teatro. Neste primeiro semestre de 2012, a peça já tem agenda em Salvador e Curitiba.
Inspirado na obra de Nikolai Gogol, O Inspetor tem elementos de poesia e literatura de cordel, que servem para contar a história de Gilton Munheca, prefeito da fictícia cidade de Ilha Bela. Trata-se de uma sátira política, que dá sequência a outro sucesso do Teatro Popular de Ilhéus, a peça Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito.

DÁ GOSTO DE VER

Tempo de leitura: < 1 minuto

A turma boa do Teatro Popular de Ilhéus não cansa de encher de orgulho o ilheense que entende o valor da cultura.
Somente neste janeiro, o TPI responde sozinho por três excelentes notícias: foi indicado para o principal prêmio do teatro brasileiro, o Shell; tem espetáculo selecionado para o Festival de Teatro de Curitiba e será um dos temas de uma série de documentários da Sesc TV.
Em 2011, o Teatro Popular brilhou em palcos cariocas e paulistas, obtendo destaque junto ao público e à crítica especializada. E continua com a agenda cheia de compromissos no sudeste este ano, com o espetáculo “O Inspetor Geral”.

TEODORICO NO VILA VELHA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A sátira “Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito” está em cartaz até este domingo, dia 6, no Teatro Vila Velha, em Salvador, com apresentações sempre às 18 horas e ingressos a R$ 20,00  e R$ 10,00 (meia).

O espetáculo, produzido pelo Teatro Popular de Ilhéus, foi selecionado no “Amostrão Vila Verão”, que reúne produções teatrais de destaque no cenário cultural baiano.

O “Amostrão” selecionou, em 2011, 16 espetáculos que farão 39 apresentações.

SEQUÊNCIA DE TEODORICO ENTRA EM SELEÇÃO DO SESI/SP

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ely Izidro interpretando Teodorico. Agora é com o vice

O brilhante Teatro Popular de Ilhéus mais uma vez dá orgulho a quem vibra quando a produção cultural da região conquista o lugar que merece. Disputando com grupos teatrais de todo o País, o projeto de montagem do espetáculo “O Inspetor Geral: sai o prefeito, entra o vice” acabou como um dos quatro roteiros classificados pelo Sesi (Serviço Social da Indústria) de São Paulo.

A montagem, baseada na obra do escritor russo Nicolai Gogol, com adaptação do TPI, será encenada nos teatros do Sesi da capital paulista, com temporada prevista de dois meses. O período em que ocorrerão as apresentações ainda será divulgado.

“O Inspetor Geral…” é a segunda parte da consagrada  “Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito”. Na peça, o texto de Gogol ganha pinceladas da literatura de Cordel e a concepção estética característica do Teatro Popular de Ilhéus.

Em sua obra, Gogol expôs os problemas de ordem moral da sociedade russa na primeira metade do século XIX, com destaque para a corrupção da política. “Isso tem tudo a ver com o panorama político atual”, afirma Romualdo Lisboa, diretor do TPI.

Back To Top