skip to Main Content
27 de novembro de 2020 | 03:00 am

FAXINEIRA NASCIDA NO SUL DA BAHIA GANHA R$ 100 MIL NO “QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO?”

Nascida em Ubatã, faxineira ganhou R$ 100 mil|| Fotos TV Globo
Tempo de leitura: 2 minutos

Nascida em Ubatã, no sul da Bahia, e órfã de mãe aos 2 anos e 11 meses de idade, a faxineira Janaí Caló, de 52 anos, participou do programa Quem Quer Ser Um Milionário?. Estudante de Ciências Sociais e bolsista na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC), em Belo Horizonte, ela faturou R$ 100 mil no quadro do Caldeirão do Huck, da  TV Globo, que foi ao ar neste sábado (21).

Janaí Caló relatou uma história de superação. Foi espancada pelo pai, um trabalhador rural alcoólatra, até fugir de casa. Ela iniciou os estudos em um colégio da rede estadual em Ubatã, mas não chegou a concluir o ensino fundamental no município do sul da Bahia, onde também trabalhou na agricultura para ajudar o pai.

O programa foi ao ar neste sábado (21).

Na luta pela sobrevivência, com 15 anos Janaí chegou a morar em um colégio interno em Pernambuco, onde ficou uma semana na clandestinidade. Como não tinha dinheiro para pagar as mensalidades,  foi levada para a casa de um professor, onde morou por um ano e meio. Lá teria sofrido abusos, mas ninguém acreditava nela.

Ficou como interna em outro colégio na Bahia, de onde saiu quando tinha 20 anos. Cursou magistério, mas nunca conseguiu lecionar. Acabou virando empregada doméstica. Ela atualmente mora em Belo Horizonte, onde faz faculdade e trabalha como faxineira.

Janaí Caló relatou que a mãe morreu de tanto apanhar do pai e sempre gostou de estudar. Daqui a poucos meses, ela concluirá o curso superior. Apesar das adversidades, conseguiu que os três filhos entrassem para universidade. Dois estão formados e a filha mais nova, de 19 anos, está cursando Geografia. Ela chegou ao programa com R$ 20 que pegou emprestado da jovem.

Ao ser questionada se realmente gostaria de parar, Janaí Caló  respondeu: “Eu cheguei com 20 reais e vou sair com 100 mil e mais 20. Eu vou arriscar? Estou muito feliz, realizada, não vou arriscar. Porque ninguém ganha R$ 100 mil em poucas horas”.

SUL DA BAHIA: CANDIDATOS COM R$ 1,7 MILHÃO EM BENS SOLICITARAM AUXÍLIO EMERGENCIAL

Dezenas de candidatos milionários solicitaram auxílio emergencial
Tempo de leitura: < 1 minuto

A lista elaborada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) traz dezenas de nomes de candidatos a vereador e uma candidata a vice-prefeita em municípios do sul da Bahia que, embora tenham  declarado patrimônio superior a R$ 300 mil, solicitam  parcelas do auxílio emergencial.  Há casos em que o beneficiário tem patrimônio superior a R$ 1,7 milhão.

A lista do TCU traz três candidatos a vereador em Itabuna que possuem patrimônio entre R$ 350 mil e R$ 406 mil.  Em Ilhéus, são oito políticos concorrendo às eleições neste ano que têm bens avaliados em até R$ 890 mil e que solicitaram o auxílio emergencial. Entre eles está uma candidata vice-prefeita, com patrimônio de R$ 359 mil. Ela teria solicitado o benefício via aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Em Maraú, são seis candidatos a vereador na lista dos que não deveriam ter solicitado o auxílio. Um deles tem bens avaliados em R$ 1, 77 milhão. Os outros cinco possuem bens avaliados entre R$ 325 mil e R$ 939 mil. Uma candidata estava cadastrada em programas sociais do governo e os demais solicitaram o benefício pelo aplicativo Caixa Tem, segundo o Tribunal de Contas.

A lista traz ainda candidatos a vereador de Aurelino Leal (1), Buerarema (3), Camacan (2), Canavieiras (2), Dário Meira (2), Floresta Azul(1), Gandu (1), Gongogi (3), Ibicaraí (6),  Ibirapitanga (1), Ibirataia (4),  Ipiaú (1),  Itagibá (1), Ubatã (1), Una (1).

Em Buerarema, uma candidata com patrimônio de R$ 1,458 milhão está na lista dos que solicitaram o auxílio  emergencial. Em Canavieiras, outra candidata ao legislativo municipal, com patrimônio de R$ 1,459 milhão, também teria solicitado o benefício, conforme com o TCU. Acesse aqui a lista completa aqui.

UBATÃ: TINHO LIDERA DISPUTA, COM 64,80%, E DIRAM TEM 16,45%, REVELA GASPARETTO PESQUISA

Tempo de leitura: 2 minutos

O comerciante Vinicius do Vale de Souza, Tinho (PSB), lidera a disputa pela Prefeitura de Ubatã, com 64,80% das intenções de voto, revela o levantamento feito pela Gasparetto Pesquisa e Estatísticas Ltda ao qual o PIMENTA teve acesso. Ainda no cenário estimulado, Diram Santos, Diram (PDT), aparece em segundo lugar, com 16,45%.

O empresário e ex-prefeito Edson Neves (PSD) surge em terceiro, com 7,07%. Intenções de votar em branco ou nulo somam 4,61%. Já o percentual de eleitores que não sabem ou não responderam atinge 7,07%, segundo a Gasparetto Pesquisa e Estatística, que ouviu 608 eleitores.

ESPONTÂNEA

Candidato apoiado pela prefeita Siméia de Expedito, Tinho também lidera a disputa na pesquisa espontânea, quando a cartela com o nome dos candidatos não é apresentado ao eleitor.

Nesta modalidade, Tinho atinge 53,29% das intenções de voto. Diram alcança 11,35% e Edson Neves tem 3,62%. Na espontânea, o percentual de não sabe ou não respondeu atinge 28,29%. Já o universo de eleitores que pretendem votar em branco ou anular o voto alcança 3,45%, segundo a consulta da Gasparetto Pesquisa.

O instituto também quis saber, na opinião do eleitor, quem vencerá a disputa no município sul-baiano.

Para 71,38% Tinho será o próximo prefeito de Ubatã.

Outros 8,22% cravam o nome de Diram, enquanto 2,3% citaram Edson Neves. Já 18,09% não souberam ou não responderam à pergunta.

EDSON NEVES É O MAIS REJEITADO

A pesquisa apontou, ainda, que Edson Neves é o mais rejeitado dentre os candidatos à sucessão da prefeita Siméia de Expedito.

Segundo a Gasparetto Pesquisa, 64,64% dos eleitores rejeitam Edson Neves.

Diram tem 50,99% de rejeição. Líder na disputa ao governo de Ubatã, Tinho é o menos rejeitado, com 21,38%.

REGISTRO

Feita pelo Instituto Gasparetto, a pesquisa ouviu 608 eleitores de Ubatã no dia 24 de outubro e tem margem de erro de 4 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BA-04737/2000.

UBATÃ: AOS 59 ANOS, MORRE EX-PREFEITO E VEREADOR GLEIDE SANTANA

Gleide Santana faleceu na noite de domingo, em Salvador
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vereador e ex-prefeito de Ubatã, Gleide José de Santana, de 59 anos, faleceu na noite deste domingo (13) num Hospital de Campanha instalado na Arena Fonte Nova, em Salvador. Gleide estava internado há algumas semanas com diagnóstico de covid-19, informa o site Ubatã Notícias.

O parlamentar, uma das figuras mais emblemáticas da história política de Ubatã, teve seu quadro agravado nos últimos dias e familiares chegaram a organizar uma campanha de doação de sangue em prol do ubatense.

Conforme familiares, o corpo será cremado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, nesta segunda-feira (14). Em tempo, Gleide deixa esposa, a ex-prefeita Cássia Mascarenhas, e dois filhos, o advogado Iury Santana e a pequena Charlote.

A prefeita de Ubatã, Siméia Queiroz, lamentou a perda. “Gleide sempre teve uma atuação muito forte na política de nossa cidade e sempre mantivemos uma relação amistosa e de muito respeito. Neste momento de profunda dor, manifestamos os nossos sentimentos a todos os familiares e amigos. Que Deus leve conforto e refrigério a todos

COM 100 ANOS, IDOSO RECEBE ALTA APÓS 15 DIAS INTERNADO COM COVID-19

Seu Nelson Ramos, de 100 anos, está entre os mais de 292 mil curados da covid-19 na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Após 15 dias internado, sendo 12 em UTI, Nelson Ramos dos Santos, que tem 100 anos, está curado da Covid-19. O idoso recebeu alta do Hospital São Vicente, em Jequié, na manhã desta segunda-feira (7), feriado da Independência do Brasil.

Natural de Ubatã, o idoso tinha sido atendido inicialmente no Hospital Geral de Ipiaú e foi transferido assim que teve o quadro clínico agravado. “Quero agradecer, sensibilizado, a profunda dedicação dos profissionais de saúde, em todos os níveis de atuação. Cada paciente recuperado é uma imensa alegria para todos”, afirma o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

O Hospital São Vicente é uma das dezenas de unidades contratadas pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para ofertar leitos clínicos e de Terapia Intensiva ao Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, estão disponíveis na unidade 50 leitos, sendo 40 de enfermaria e 10 de UTI.

DECRETO SUSPENDE TRANSPORTE INTERMUNICIPAL EM 373 CIDADES BAIANAS

Transporte intermunicipal é suspenso em mais de 350 cidades no estado
Tempo de leitura: 3 minutos

Arataca e Contendas do Sincorá terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quarta-feira (15). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (14).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 31 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Abaíra, Baianópolis, Baixa Grande, Barra da Estiva, Barra do Mendes, Boninal, Coribe, Feira da Mata, Ibiassucê, Ibipitanga, Jacaraci, Nova Redenção, Rodelas e Tabocas do Brejo Velho, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. Confira a lista no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

NA BAHIA, 378 CIDADES FICAM SEM TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Foto Reprodução
Tempo de leitura: 3 minutos

Barra do Rocha, Caturama, Ituaçu e Novo Horizonte terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de sábado (11). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (10).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Lajedão e Malhada, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. Confira, no “leia mais”, os 378 municípios com restrição.

Leia Mais

MAIS SETE MUNICÍPIOS BAIANOS TÊM TRANSPORTE SUSPENSO; TOTAL CHEGA A 348

Foto Reprodução
Tempo de leitura: 3 minutos

O transporte intermunicipal será suspenso em Cotegipe, Igaporã, Itaguaçu da Bahia, Paramirim, Remanso, São José do Jacuípe e Wagner, a partir de quinta-feira (2). A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta (1º), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 6 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Ibiquera, Santana, São Domingos e São Gabriel, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. Clique em “leia mais” e confira todos os 348 municípios afetados pelo decreto.

Leia Mais

SUL DA BAHIA TEM 7,1 MIL CASOS DA COVID-19; MAIS DE 50% ESTÃO CURADOS

Itabuna registra mais de 140 casos de Covid em 24 horas|| Foto José Nazal
Tempo de leitura: < 1 minuto

O sul da Bahia atingiu a marca 7,1 de mil casos confirmados do novo coronavírus no sábado (27). Itabuna( 2.337), Ilhéus (1.330), Ipiaú (685), Gandu (555), Itajuípe (377), Camacan (280), Uruçuca (237), Ibirataia (144), Ubaitaba (144), Itacaré (134) e Ibicaraí (129) são os municípios regionais com a maior quantidade de infectados.

Outros municípios regionais com grande quantidade de casos de coronavírus confirmados são Buerarema (111),Ibirapitanga (91),Aurelino Leal (87), Ubatã (83), Itagibá (61), Coaraci (57) Floresta Azul (42) e Maraú (30). As informações são das secretarias municipais de saúde.

O número de pessoas que conseguiram vencer a Covid-19 chegou a 4.180, sendo que 1.034 moradores de Itabuna. Em Ilhéus aparece depois, com 892 curados. A lista de municípios com maior número de curados inclui ainda Ipiaú (525), Itajuípe, (206) Uruçuca (192), Camacan (187), Gandu (256), Buerarema (66), Ibicaraí (90), Itacaré (66), Ubatã (61), Ibirataia (49), Ubaitaba (47), Coaraci (46),Ibirapitanga (40), Aurelino Leal (37), Itagibá (35) e Floresta Azul (31).

ÓBITOS

A doença já cousou 203 mortes nos municípios sul-baianos. Os municípios que contabilizam óbitos são Almadina (1), Aurelino Leal (1), Buerarema (5), Canavieiras (3), Camacan (9), Coaraci (3), Dario Meira (1), Gandu (10), Gongogi (2), Ibicaraí (1), Ibirapitanga (2), Ibirataia (3), Ilhéus (54), Itabuna (66), Itacaré (4), Itagibá (2), Uruçuca (15), Ipiaú (8), Itajuípe (4)e Ubatã (2). A Covid-19 causou mortes também em Maraú (2), Pau Brasil (3) e Ubaitaba (3).

De acordo com as secretarias municipais de saúde, são mais de 300 pacientes do sul da Bahia internados. São moradores de Buerarema, Camacan, Gandu, Ibirapitanga, Itabuna, Itacaré, Ilhéus, Ipiaú, Itajuípe, Uruçuca, Ubaitaba e Ubatã.

UBATÃ: MP-BA ACIONA MUNICÍPIO PARA SUSPENDER REABERTURA DO COMÉRCIO

Promotoria acionou município contra reabertura do comércio
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério Público Estadual (MP-BA) ajuizou ação civil pública contra a Prefeitura de Ubatã e solicitou à Justiça liminar que suste efeitos de decreto que permitiu a reabertura do comércio do município sul-baiano. O objetivo é que os estabelecimentos sejam fechados e todas as atividades comerciais entendidas como não essenciais suspensas.

Além disso, o promotor de Justiça Fabrício Guida de Menezes explica que solicitou à Justiça que obrigue o Município, que já tem 66 casos de contaminados registrados e contabiliza duas mortes, a adotar medidas efetivas de fiscalização para garantir o cumprimento da norma proibitiva, que condicione a reabertura do comércio ao surgimento de um cenário epidemiológico favorável, com disponibilidade regular de leitos de UTI em quantidade suficiente, estabilização do número de casos ativos, diminuição da taxa de letalidade do coronavírus, redução contínua da taxa de infecção diária e aumento da taxa de isolamento social.

Segundo o promotor de Justiça, “houve evidente precipitação do Município de Ubatã na flexibilização das medidas de isolamento social, com a autorização do retorno das atividades não essenciais”. Ele acredita que este é um caso de ameaça à saúde pública, pois os dados demonstram uma verdadeira “explosão” na curva de crescimento dos casos de contaminados, “evidenciando de forma indiscutível que o município está no pico da epidemia com clara tendência de piora no seu cenário epidemiológico”.

Na ação, Fabrício Guida frisa que inexistem leitos de UTI equipados no hospital municipal e que é crítica a taxa de ocupação dos leitos da rede estadual, o que está acrescido da subida vertiginosa da taxa de infecção diária verificada nos 19 dias de retorno das atividades não essenciais.

Leia Mais
Back To Top