skip to Main Content
3 de julho de 2020 | 08:44 pm

UESC SUSPENDE ATIVIDADES DA SEGUNDA (28)

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uesc não funcionará nesta segunda (28) por causa da greve dos caminhoneiros

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) suspendeu as aulas e atividades administrativas para esta segunda-feira (28) devido à paralisação dos caminhoneiros e das transportadoras. Estão mantidas apenas as atividades “que se façam inadiáveis” de acordo com o comunicado, dentre elas “as provas didáticas e demais atividades das bancas instaladas do concurso para professor (Edital 15/2018), conforme cronogramas apresentados pelas Bancas Examinadoras”.
A reitoria justifica a decisão “pelas dificuldades de mobilidade e a escassez de insumos, resultantes do cenário nacional de protestos e crise”. A reitoria deverá voltar a se pronunciar nesta segunda, caso haja necessidade de manter a suspensão das atividades.

PRÉ-VESTIBULAR UNIVERSIDADE PARA TODOS ENCERRA INSCRIÇÃO NESTA QUARTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Inscrição no Universidade Para Todos se encerra nesta quarta|| Foto Divulgação

A Secretaria da Educação da Bahia encerra, nesta quarta-feira (23), as inscrições para o processo seletivo para o curso pré-vestibular do Programa Universidade para Todos (UPT). Estão sendo destinadas 14 mil vagas, das quais 650 para estudantes dos municípios do sul da Bahia. Somente para Itabuna e Ilhéus são 200 oportunidades.
A inscrição é gratuita e pode ser feita no endereço www.educacao.ba.gov.br. As aulas serão coordenadas pelas universidades estaduais e realizadas de 5 de junho a 14 de dezembro. No ato da inscrição o candidato deverá fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar.
RELAÇÃO DE CONVOCADOS
A relação dos candidatos selecionados será disponibilizada no dia 30 de maio, no endereço www.educacao.ba.gov.br/universidadeparatodos, nos sites das universidades estaduais e afixada nos locais em que funcionarão as turmas do curso. Os contemplados deverão se matricular de 5 a 8 de junho, no local e turno que optaram para cursar.
A matrícula somente poderá ser realizada pelo próprio candidato, assistido ou representado pelo pai, mãe ou responsável, se menor de 18 anos, ou por representante munido de procuração com firma reconhecida em cartório.

ESTUDANTES DA UESC PODEM SE INSCREVER NO MAIS FUTURO A PARTIR DE QUARTA-FEIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Mais Futuro abre inscrições na quarta-feira

O edital da terceira etapa do Mais Futuro, programa estadual de assistência estudantil, foi publicado no Diário Oficial deste sábado (19). De iniciativa da Secretaria da Educação do Estado, o programa oferece auxílio financeiro para os estudantes das universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), Santa Cruz (Uesc), Sudoeste da Bahia (Uesb) e Universidade do Estado da Bahia, (Uneb).
O benefício é para estudantes que estejam em condições de vulnerabilidade socioeconômica, inscritos no CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público. O período para as inscrições é de 23 de maio a 21 de junho, por meio do site maisfuturo.educacao.ba.gov.br.
Os interessados em participar desta terceira etapa devem ficar atentos para ter o registro atualizado no cadastro centralizado de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para fazer essa atualização é preciso ir até o setor responsável pelo CadÚnico ou pelo Bolsa Família na cidade onde mora.
OUTRAS CONDIÇÕES
Candidatos ao programa Mais Futuro também não devem possuir vínculo empregatício e não ter concluído qualquer outro curso de nível superior. O incentivo garante a permanência desses estudantes nas salas de aula e a conclusão dos cursos de graduação.
O valor da bolsa é de R$ 300 para quem estuda a até cem quilômetros de onde mora, ou de R$ 600 para os que vivem a uma distância maior, pois para estes há a necessidade de moradia temporária na cidade onde estuda. O estudante poderá receber o auxílio até completar dois terços do curso. No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado.
Até o fim de 2018, cerca de R$ 50 milhões serão investidos pelo governo de estado no programa. O pagamento das bolsas é feito diretamente ao próprio estudante, por meio de cartão, em conta bancária criada exclusivamente com essa finalidade.

UESC OFERECE 100 VAGAS PARA MONITORES DO UNIVERSIDADE PARA TODOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uesc abre vagas de monitores no Universidade Para Todos|| Foto Divulgação

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) abre, no próximo dia 14, inscrições no processo seletivo para monitores do Programa Universidade Para Todos.As oportunidades são para atuar como professor nas disciplinas de Português/Redação, Literatura, Língua Estrangeira, Biologia, Química, Física, Matemática, História e Geografia.
As vagas são para Itabuna, Ilhéus, Almadina, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Itapé e Itacaré. Serão selecionados 10 monitores para Itabuna e 10 para Ilhéus. As outras 81 vagas serão distribuídas, igualmente, entre os nove demais municípios participantes do Universidade Para Todos.
O selecionado irá atuar no período noturno e receber R$ 18 por cada aula. É exigido que o candidato seja aluno de graduação da Uesc, esteja matriculado a partir do 3º semestre. Pode ser ainda aluno de pós-graduação ou estar matriculado em uma segunda graduação. O candidato poderá se inscrever no período de 14 a 18 deste mês. Acesse aqui o edital.

PARALISAÇÃO ATINGE 3 UNIVERSIDADES ESTADUAIS DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paralisação afeta três das quatro universidades estaduais baianas

Professores das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba) farão ato público em Salvador, nesta quarta-feira (25), a partir das 9h, na Praça da Piedade. O movimento docente diz que sofrem a maior perda salarial dos últimos 20 anos.A categoria reivindica reajuste de 21,1%. Haverá paralisação das atividades acadêmicas da Uneb, Uesc e Uesb. Na Uefs (Feira de Santana), as atividades não serão paralisadas, mas a comunidade acadêmica feirense também fará parte da mobilização, conforme as associações de docentes.
De acordo com Sérgio Barroso, coordenador do Fórum das ADs, a atividade busca denunciar o descaso do governo baiano em relação aos docentes e às universidades. “O Governo do Estado simplesmente não se reúne com o movimento docente e mantém completo silêncio sobre a nossa pauta de reivindicações. A categoria está muito insatisfeita. Por isso, iremos às ruas. Queremos respostas efetivas”, destacou Barroso.
Além da ausência do reajuste salarial, o governo também não respeita outros direitos trabalhistas, segundo Barroso. Atualmente, o número de docentes com processos na fila de promoção, progressão e mudança de regime de trabalho subiu para 957 no total. Estão travadas nas quatro universidades estaduais 472 promoções, 284 progressões e 201 mudanças de regime de trabalho. O estrangulamento orçamentário também é um grande problema. Desde 2013 as universidades acumulam um corte de mais de R$ 200 milhões no custeio e investimento.

"BAHIA OPORTUNIDADES" REVELA O NOVO PERFIL DO PRODUTOR DE CACAU

Tempo de leitura: 2 minutos

Revista destaca o novo perfil do cacauicultor sul-baiano || Divulgação

A força empreendedora dos produtores de cacau no sul do Estado é o principal destaque da edição impressa da Bahia Oportunidades, lançada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) da Bahia. A revista traz o ambiente favorável aos novos empreendimentos e geração e emprego e renda no estado.
No sul da Bahia, os coronéis dão lugar a empresários modernos, as exportações do produto in natura cedem espaço para a produção de chocolates tipo exportação e a fama adquirida por intermédio dos livros de Jorge Amado incentiva o turismo rural. As inovações com o suporte da Ceplac e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) também são mostradas na reportagem. A edição digital pode ser conferida, gratuitamente, clicando aqui.
– A edição impressa amplia ainda mais o alcance da revista, que apresenta o ambiente favorável à geração de negócios, emprego e renda hoje existente na Bahia. A revista é um importante instrumento de prospecção e atração de novos investimentos – afirma o novo secretário da Pasta, Paulo Guimarães, que substitui o ex-governador Jaques Wagner.

Leia Mais

"EXPOSIÇÃO ITINERANTE NAVIO NEGREIRO CASTRO ALVES" CHEGA À UESC NA SEXTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Exposição Navio Negreiros chega à Uesc|| Foto Divulgação.

A “Exposição Itinerante Navio Negreiro Castro Alves e Hansen Bahia” chegará, na sexta-feira (6), à Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Idealizada pelo Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon (FPC), a mostra poderá ser visitada até o dia 16 deste mês, no Foyer do auditório Paulo Souto.
A mostra já passou por 10 cidades, e, após Ilhéus, mais  municípios baianos poderão apreciar as obras de Hansen e o poema de Castro Alves. “A história precisa ser pensada e discutida nos dias de hoje. Por isso, a exposição itinerante leva para as cidades oficinas, debates e discussões sobre o que foi a escravidão”, ressalta o diretor do Centro de Memória, Rafael Fontes.

O artista plástico realizará oficinas nos dias 12 e 13|| Foto Divulgação.

Contemplando a mostra, o artista plástico Zimaldo Baptista realizará a oficina de xilogravura nos dias 12, com turmas pela manhã e tarde, e no dia 13, com turma pela tarde. Formado em Artes Visuais, pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), ele foi um dos participantes da XI Bienal do Recôncavo da Bahia.
O Centro de Memória da Bahia (CMB) tem o objetivo de promover a difusão da história da Bahia, por meio da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades pública, além da realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

UNIVERSIDADE É LUGAR DE DIVERSIDADE

Tempo de leitura: 3 minutos

Felipe de Paula | felipedepaula81@gmail.com
 

No país que mais mata pessoas trans no mundo – 40% do total das mortes, a ação da UFSB, que reserva uma vaga supranumerária na Área Básica de Ingresso, ainda é muito pequena. Que as vagas se expandam para outros cursos, outras universidades e a instituição universitária possa ser equivalente à população que a sustenta e abriga: com gente de todas as raças, gêneros, identidades, credos, culturas, origens.

 
Coloquei meus pés numa universidade pela primeira vez há pouco mais de 18 anos e nunca mais saí. Entrei na UESC em fevereiro de 2000 para fazer minha matrícula como estudante de graduação. Depois disso fui servidor técnico e estudante de mestrado na mesma instituição e, posteriormente, professor da Universidade Federal de Alagoas por quatro anos antes da minha redistribuição para a UFSB. Ao longo desses anos tenho notado uma mudança de composição das comunidades acadêmicas.
Do tempo em que frequentei minha graduação, lembro-me de uma universidade predominantemente branca e de classe média. Conto nos dedos de uma mão os colegas originários de escolas públicas. Negros também eram poucos – em alguns cursos, praticamente inexistentes. Isso me incomodava muito.
Ao longo dos anos, percebi a mudança com o desenvolvimento de uma política de ações afirmativas. Vi uma universidade para poucos se transformar em uma instituição um pouco mais plural, mais completa. Vi estudantes terem suas vidas mudadas pela simples oportunidade de frequentar uma universidade.
Minha instituição de trabalho, a UFSB, notabilizou-se nacionalmente nas últimas semanas em razão da implementação de vagas reservadas a pessoas trans. A universidade sul baiana é a primeira do país a garantir essa reserva na graduação.
Entre os dias 22 e 26 de março, a UFSB oferece vagas de acesso à Área Básica de Ingresso de suas graduações, através de seus Colégios Universitários. Em cada um desses Colégios estão garantidas vagas supranumerárias para indígenas, quilombolas e pessoas trans que tenham cursado ensino médio em escolas públicas.
Lendo alguns comentários nas redes sociais, encontrei muita revolta com a decisão e constatei o evidente: a extrema necessidade desta ação.
Vale ressaltar: a questão não é declarar inabilidade desse grupo e sim de compreender as cruéis condições sociais historicamente constituídas que afastam essas pessoas da oportunidade de estudar e mudar a sua realidade. Não é apenas abrir uma “cota” para pessoas trans e sim de garantir uma política de ação afirmativa que reverta um pequeno aspecto do ambiente negativo a que este grupo é submetido cotidianamente na sociedade, impossibilitando acesso à educação e, consequentemente, emprego.
Estudos apontam que 73% dos estudantes que não se declaram heterossexuais já foram agredidos verbalmente em ambientes educacionais, 25% já foram agredidos fisicamente e 55% afirmam já ter ouvido comentários depreciativos especificamente sobre pessoas trans.
No país que mais mata pessoas trans no mundo – 40% do total das mortes, a ação da UFSB, que reserva uma vaga supranumerária na Área Básica de Ingresso, ainda é muito pequena. Que as vagas se expandam para outros cursos, outras universidades e a instituição universitária possa ser equivalente à população que a sustenta e abriga: com gente de todas as raças, gêneros, identidades, credos, culturas, origens.
Que possamos transformar a realidade através da educação.
Felipe de Paula é professor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)

ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÃO EM CONCURSO PARA PROFESSOR DA UESC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Inscrições para professor da Uesc se encerram na segunda|| Foto Robson Duarte

Quem pretende disputar uma vaga de professor na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), mas ainda não se inscreveu no concurso público, deve se apressar. O prazo para inscrição termina na próxima segunda-feira (2). São 36 oportunidades para professor auxiliar e assistente.
O concurso oferece vagas para as áreas de Letras, Filosofia, Ciências da Saúde, Ciências da Educação, Exatas e Tecnológicas, Ciências Biológicas, Ciências Administrativas e Contábeis, e Ciências Agrárias e Ambientais. O vencimento básico pode chegar a R$ 6.412,72, a depender do cargo, título e jornada semanal.
A inscrição pode ser feita pela internet, no endereço http://www.uesc.br/concurso. O candidato deve preencher o formulário e entregá-lo pessoalmente ou enviar para a Gerência de Seleção e Orientação (Geseor) da Uesc. A taxa de inscrição para ambos os cargos é de R$ 150,00.
As provas do concurso público serão aplicadas no campus da Uesc, na Rodovia Ilhéus-Itabuna. Serão três fases: prova escrita, aula pública e prova de títulos. A data e locais de aplicação das prova escrita ainda serão divulgados. O concurso terá validade de dois anos e pode ser prorrogado por igual período.

APÓS MAL-ESTAR DE ESTUDANTES, UESC FECHA RESTAURANTE PARA SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Restaurante Universitário é fechado após queixas de estudantes|| Foto DCE Uesc

A subgerência de Serviços Auxiliares (Susau) da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) anunciou nesta terça-feira (27) a suspensão das atividades do Restaurante Universitário (RU), que serve centenas de refeições de segunda a sexta-feira. De acordo com a Susau, a interrupção no atendimento ao público é para que sejam executados serviços de manutenção na unidade.
A medida ocorre cinco dias depois de denúncias de que estudantes passaram mal após fazer refeições no RU. Na quinta-feira (22), universitários relataram que sofreram enjoos, diarreia, vômito e dores de cabeça e no estômago após almoçar no local. O restaurante é administrado por uma empresa particular, sob supervisão da reitoria da Uesc.
A Susau não informou exatamente quando o Restaurante Universitário voltará a funcionar, adiantando somente que “as suas atividades serão retomadas assim que as manutenções necessárias forem concluídas”. Já os estudantes prometem cobrar maior fiscalização nos serviços prestados pelo RU.

Back To Top