skip to Main Content
26 de novembro de 2020 | 12:53 am

COM DISTINÇÃO, ÍNDIO DE PAU BRASIL CONQUISTA TÍTULO DE MESTRE PELA UFBA

Tempo de leitura: 2 minutos

Primeiro pataxó do sul da Bahia a conquistar o título de mestre pela UFBA||Foto Arisson Marinho/CORREIO

De cocar, colar e de rosto pintado. Foi assim que Hemerson Pataxó, de 25 anos, se preparou para se tornar, nessa sexta-feira (3), o primeiro estudante indígena a conquistar o título de mestre pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) em um curso das Ciências Exatas.

Nas palavras da dedicatória, que, emocionado, o novo mestre em química orgânica não conseguiu ler para sua plateia, a referência ao seu povo: os Pataxó Hã Hã Hãe: “Agradeço à minha família pelo incentivo, apoio e por sempre acreditar no sucesso de minhas escolhas e ao meu povo por lutar e resistir para que possamos escrever histórias como essa”.

A aldeia onde vive a tribo de Hemerson fica há nove horas de ônibus da capital. Para chegar até os Pataxó Hã Hã Hãe, é preciso ir de Salvador a Itabuna, de lá até Pau Brasil, o município mais próximo do povoado, e ainda percorrer um terceiro trecho até chegar ao povo pataxó.

Quando solicitado por um dos professores que avaliavam seu trabalho, Hemerson não conseguiu terminar a leitura do curto agradecimento. Ao lembrar da origem que carregava não só no sangue, mas nos símbolos que usava, as lágrimas e a emoção tomaram conta do pesquisador. Depois de quase duas horas de perguntas dos avaliadores, e já com o título garantido, Hemerson esclareceu seus motivos.

Hemerson saiu de lá com apenas 18 anos, quando foi aprovado no vestibular de química na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Todo o estudo de ensino médio foi feito ainda na aldeia, e é este um dos motivos que levaram o estudante a escolher portar os símbolos da sua cultura ao defender sua tese de mestrado. LEIA MAIS.

UFBA E UESC SÃO AS MELHORES UNIVERSIDADES DA BAHIA, APONTA MEC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uesc é a melhor entre as universidades estaduais pelo IGC, do MEC

As universidades Federal da Bahia (UFBA) e Estadual de Santa Cruz (Uesc) são as melhores instituições de ensino superior pelo Índice Geral de Cursos (IGC), aferido pelo Ministério da Educação.  Na escala que vai de 1 a 5, UFBA e Uesc obtiveram nota 4, consideradas excelentes de acordo com os critérios do MEC.
As notas foram divulgadas nesta terça-feira (18) e levam em conta os dados de 2017. Com índice contínuo 3,7518, a UFBA ficou em 20º entre as universidades. A Uesc obteve índice 3,3926, situando-se em 48ª colocação. A Uesc, que possui campus na Rodovia Ilhéus-Itabuna, teve 24 cursos de graduação avaliados.
Em 89º lugar, vem a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com índice contínuo 3,1152. A Universidade Salvador, privada, aparece em 101º lugar, com índice 3,0504. Em 112ª posição, a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com 3,0047. Todas elas têm conceito 4.
Quando também consideradas as faculdades, quem lidera no Estado é a Faculdade Nobre de Feira de Santana (FAN), privada, com conceito 4.

 ______________

CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFBA CONFIRMA DISCIPLINA SOBRE O GOLPE DE 2016

Tempo de leitura: 2 minutos

UFBA confirma criação de disciplina sobre o processo de cassação de Dilma Rousseff

O Conselho Universitário da Universidade Federal da Bahia (Ufba) confirmou na sexta-feira (9) a implantação do componente curricular “FCH436 – Tópicos Especiais em História: “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”.  O Conselho afirmou que a implantação da disciplina respeitou toda a tramitação prevista na Universidade, desde a proposição regular no Departamento até a criação de seu código na Superintendência Acadêmica da instituição e disponibilização para matrícula.
O Conselho  Universitário destacou, em nota, “que os componentes curriculares de Tópicos Especiais têm o traço de serem mutáveis, voltando-se amiúde à contemporaneidade das áreas do saber e a pesquisas em andamento. São assim característicos do ensino superior de qualidade, no qual ensino, pesquisa e extensão são indissociáveis, em especial, em Universidades Públicas, que, em conformidade com o disposto no Artigo 207 da Constituição Federal, gozam de autonomia didático-científica”.
Os conselheiros  apontaram ainda que “dessa forma, por unanimidade, o Conselho Universitário reiterou a importância essencial do respeito à liberdade de cátedra no ambiente autônomo das Universidades Públicas, em conformidade com os processos legais e legítimos que amparam a oferta de disciplinas em nossas instituições”.
A nota foi em resposta a uma ação civil na justiça federal movida pelo vereador Alexandre Aleluia (DEM), de Salvador. O parlamentar tentou impedir a implantação da matéria, mas as universidades públicas federais têm autonomia para criar quantas disciplinas quiserem, desde que aprovadas pelos Conselhos Universitários.

PRÉ-APROVADOS NO PROUNI TÊM ATÉ DIA 23 PARA COMPROVAR INFORMAÇÕES

Tempo de leitura: 2 minutos

Começou o prazo para candidato confirmar informações no ProUni

O prazo para comprovação das informações dos candidatos pré-aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) começou nesta quinta-feira, 15, e termina no próximo dia 23. O procedimento deve ser feito na universidade onde o candidato vai estudar, e é requisito para garantir a vaga.
O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior. Nesta edição foram ofertadas cerca de 243 mil bolsas. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais. As integrais foram destinadas aos estudantes com renda per capita de até 1,5 salários mínimos. Já as bolsas parciais contemplaram os candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos.
Poderão concorrer à primeira opção de curso aqueles que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares ou foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma. Pode concorrer às bolsas do ProUni quem não possui diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017, tenham obtido nota superior a 450 pontos e não tenham zerado a prova.

Leia Mais

EX-REITOR DA UFBA E UFSB É APOSENTADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Naomar aposenta-se das atividades do magistério federal

Ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e fundador da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), o professor e pesquisador Naomar Monteiro aposentou-se. A portaria da UFSB foi publicada no Diário Oficial da União. O ato é assinado pela reitora em exercício da instituição federal do sul da Bahia, Joana Angélica Guimarães, que declarou o cargo vago e concedeu a aposentadoria com proventos integrais ao professor doutor.
Pesquisador respeitado na comunidade científica e entre autoridades da Educação, Naomar comandou a UFSB até o segundo semestre do ano passado, quando deixou ao cargo alegando perseguições (veja aqui). A saída do cargo de reitor ocorreu cerca de um mês antes da eleição vencida por Joana Angélica, ex-aliada. O Ministério da Educação ainda não anunciou a escolha para o comando da instituição.

Portaria que oficializa aposentadoria do professor Naomar

MEC: UESC É A 2ª MELHOR UNIVERSIDADE DA BAHIA E LIDERA ENTRE AS ESTADUAIS

Tempo de leitura: 2 minutos

Uesc é a melhor entre as estaduais e a segunda no geral, segundo MEC

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) é a segunda melhor instituição de ensino superior baiana, ficando atrás apenas da Universidade Federal da Bahia (Ufba), segundo ranking do Ministério da Educação (MEC).

O ranking foi elaborado com base no Indicador de Qualidade da Educação Superior 2016, baseando-se nos resultados do Índice Geral de Cursos (IGC). A Uesc obteve nota 3,2309, enquanto a Ufba alcançou 3,6627.

Dentre as universidades estaduais, a Uesc foi a melhor classificada. A segundo com melhor desempenho foi a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com 3,0531. Dentre as particulares, a melhor do ranking foi a Universidade Salvador (Unifacs), com 2,6529. Confira o ranking mais abaixo.

O IGC é calculado com base na média de três conceitos no último triênio. São eles o Conceito Preliminar de Curso (CPC), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) dos cursos das instituições avaliadas e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) dos cursos de mestrado e doutorado.

RANKING BAIANO

1° Universidade Federal da Bahia (Ufba) – 3,6627
2º Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) – 3,2309
3º Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) – 3,0714
4º Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) – 3,0531
5º Instituto Federal Baiano (IFBaiano) – 3,0120
6 º Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) – 3,0104
7º Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) – 2,7874
8º Instituto Federal da Bahia (IFBA) – 2,7714
9º – Universidade Salvador (Unifacs) – 2,6529
10 º Universidade do Estado da Bahia (Uneb) – 2,3774
11º Universidade Católica do Salvador (Ucsal) – 2,2324

QUALIDADE

A avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia a qualidade dos cursos de bacharelado e graduação tecnológica, leva em conta quatro critérios: os professores (corpo docente); o desempenho dos formandos no Enade; o que a graduação agregou ao aluno e, por fim, a opinião dos alunos sobre o curso. As notas variam entre 1 e 5.

Leia Mais

NA UFBA, PROFESSORA É AMEAÇADA DE MORTE POR CAUSA DE PESQUISA

Tempo de leitura: 2 minutos

Ataques registrados também na Faculdade de Filosofia da Ufba|| Evandro Veiga/Correio/Arquivo

Ao menos três professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) foram ameaçados – um deles de morte -, recentemente, por conta do teor de pesquisas que desenvolvem dentro da instituição. Além do trio de docentes, uma aluna do mestrado também foi ameaçada dias antes da apresentação de sua dissertação.

Parte dos casos foi denunciada pelo reitor da universidade, João Carlos Salles, nesta segunda-feira (20), quando divulgou uma moção de repúdio contra os ataques, a maioria deles feita através das redes sociais.

No comunicado, o reitor se manifesta contra “a opressão diante das tentativas de cerceamento de todo um campo de produção do conhecimento científico”, a qual ele atribui a uma onda de conservadorismo no país.

“Em episódios recentes, verificamos ameaças de morte e outros tipos de violência contra uma de nossas docentes, pesquisadora do Neim; a tentativa de impedimento de defesa de uma dissertação de Mestrado de aluno do IHAC (Instituto de Humanidades, Artes e Ciências), tendo que solicitar a segurança da própria Universidade; e a perseguição e ridicularização nas redes sociais de projetos de pesquisa e extensão que versam sobre essas temáticas”, destaca o reitor, em nota.

A professora citada, que teve o nome preservado pela instituição, recebeu as ameaças por desenvolver pesquisas relacionadas à divisão sexual do trabalho. Os ataques contra ela ocorrem há cerca de um mês. Além de lecionar, a vítima é pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (Neim), grupo de estudos sobre gênero e sexualidade vinculado à graduação de Ciências Sociais.

De acordo com a assessoria da Ufba, a instituição tem tomado todas as providências para garantir a segurança dos envolvidos e a realização dos eventos científicos, aumentando, inclusive, a segurança nos locais em que a professora ministra aulas. Confira íntegra da reportagem de Nilson Marinho, Gil Santos e Júlia Vigné no Correio24h.

DIVULGADO RESULTADO PRELIMINAR DO CONCURSO PÚBLICO DA UFBA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ufba divulga resultado preliminar de concurso para níveis médio e superior

Foi publicado, há pouco, o resultado preliminar das provas do concurso público da Universidade Federal da Bahia (UFBA), o desempenho dos concorrentes e pareceres dos recursos impetrados pelos candidatos. A lista com os nomes de todos os candidatos pode ser acessada no endereço http://www.institutoaocp.org.br/concurso.jsp?id=150

As provas foram aplicadas em Salvador e Vitória da Conquista, no dia 29 de outubro, nos turnos da manhã e tarde. O concurso da UFBA oferece mais de 260 vagas em 72 especialidades e mais de  70 mil candidatos se inscrevam.

As vagas são para os campi de Salvador e Vitória da Conquista. Os salários variam de R$ 1.945,07 (para auxiliar administrativo) a R$ 8.361,32 para os cargos de médico veterinário/área de alimentos e veterinário/clínica médica de animais selvagens. Os futuros servidores terão ainda tíquete alimentação.

MEC ANUNCIA NOVAS VAGAS PARA CONCURSOS PÚBLICOS NA UFSB, UFBA, UFOB E UFRB

Tempo de leitura: < 1 minuto
MEC autoriza novas vagas para as universidades federais

MEC autoriza novas vagas para as universidades federais|| Foto divulgação

Os ministérios da Educação e do Planejamento e Gestão publicaram Portaria Interministerial 316, na edição de quinta-feira (19) do Diário Oficial da União, autorizando a criação de 1,9 mil vagas para cargos nas universidades federais em todo o país, no próximo ano. Do total, 1,2 mil serão destinadas para professores e as outras 700 para servidores técnico-administrativos.

De acordo com a portaria, entre as instituições contempladas com as novas vagas estão a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade do Recôncavo Baiano (UFRB) e Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).  Não foi divulgado o número de vagas para cada instituição de ensino superior.

O MEC informou que terão prioridade no preenchimento de vagas quatro universidades fundadas mais recentemente, em 2013, além de projetos de expansão de cursos de medicina, ampliações de campus e regularização de déficit de técnico-administrativos decorrentes de decisões judiciais.  Entram na lista de fundadas em 2013 a UFSB e UFRB.

UFBA ENCERRA NESTA SEXTA MATRÍCULA DE CONVOCADOS NA TERCEIRA CHAMADA DO SISU

Tempo de leitura: < 1 minuto
Matrícula de convocados na terceira chamada

Matrícula de convocados na terceira chamada será feita nesta sexta-feira

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) conclui nesta sexta-feira (1º) a matrícula dos candidatos convocados na terceira chamada do Processo Seletivo do Sistema de Seleção Unificada (SISU) para o segundo semestre. Os estudantes devem comparecer a uma unidade universitária das 8h30min às 11h30min e das 14 às 17 horas. Pela manhã serão matriculados os aprovados para os cursos de Farmácia, Fisioterapia, Gastronomia, Geografia, Letras Vernáculas, Letras Vernáculas e Língua Estrangeira, Língua Estrangeira ( Inglês/Espanhol), no noturno, e Língua Estrangeira Moderna ou Clássica.

No período da tarde serão feitas as matrículas dos aprovados para os cursos de Zootecnia, Química, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Pedagogia (noturno), Psicologia e Secretariado Executivo. Os candidatos devem ficar atentos aos documentos exigidos no edital. Quem não atender aos requisitos previstos perderá a vaga.

Back To Top