skip to Main Content
5 de junho de 2020 | 02:55 pm

PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS OCUPAM SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores ocuparam a sede da secretaria hoje pela manhã (Foto Divulgação).

Professores ocuparam a sede da secretaria hoje pela manhã (Foto Divulgação).

O prédio da Secretaria Estadual de Educação, em Salvador, foi ocupado, nesta manhã (15), por professores, estudantes e técnicos das quatro universidades estaduais baianas. Os docentes estão em greve há 62 dias e reivindicam maior orçamento para as universidades e fim de restrição à promoção de professores.

Desde o dia 13 de maio, são mais de 60 mil alunos sem aula nas universidades estaduais (Uesc, Uefs, Uesb e Uneb). Os docentes pedem autonomia orçamentária às universidades e que o orçamento das UEBAs corresponda a 7% das Receitas Líquidas de Impostos (RLI).

O governo estadual alega que, há mais de 40 dias, os professores não respondem à contraproposta para aumento de orçamento e promoção dos professores.

Uma audiência estava prevista para esta quarta, pela manhã, mas não ocorreu. A ocupação do prédio da Secretaria de Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), é or tempo indeterminado.

“TRANCAÇO”: PROFESSORES DA UESC BLOQUEIAM RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA. GREVE JÁ DURA 56 DIAS

Tempo de leitura: 1 minuto
Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) bloquearam, nesta manhã de quinta (9), o trecho da Rodovia Ilhéus-Itabuna em frente ao campus Soane Nazaré de Andrade, no Salobrinho. Os docente estão em greve há 56 dias. A paralisação por tempo indeterminado também atinge a Uesb, Uefs e Uneb.

Manifestações também ocorrem em Eunápolis, Vitória da Conquista e Feira de Santana. A coordenação do movimento docente das universidades estaduais tem audiência nesta quinta (9) com representantes do governo para discutir contrapropostas, dentre elas o aumento do orçamento das universidades, de 5% para 7% das Receitas Líquidas de Impostos (RLI) do estado.

O aumento do orçamento é uma das reivindicações dos grevistas. Existem outros como a devolução da autonomia universitária, usurpada em 1997, cumprimento de direitos trabalhistas (promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho) e a falta de cumprimento do plano de carreira da categoria. De acordo com os grevistas, o plano foi aprovado em 2012, mas não é cumprido pelos governos.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

PARALISAÇÃO NAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Universidades estaduais têm dia de paralisação de docentes (Divulgação).

Universidades estaduais têm dia de paralisação de docentes (Divulgação).

Professores das quatro universidades estaduais baianas fazem, nesta quarta (8), paralisação de 24 horas. Em Salvador, o fórum de associações docentes promove atos na Governadoria e na Assembleia Legislativa. Os professores têm em pauta reivindicações como restituição da autonomia das universidades e aplicação de 7% das receitas líquidas de impostos no ensino superior.

A pauta mais controversa é a que aponta corte de R$ 20 milhões no orçamento das instituições. Os professores falam em corte, mas o governo estadual nega que tenha havido cortes.

Ainda segundo o governo, o orçamento para as universidades em 2015 é 3,8% superior ao do ano passado. Numa nota enviada aos veículos nesta manhã, a Secretaria Estadual de Educação informa que o orçamento para as universidades neste ano é R$ 1,1 bilhão.

SELEÇÃO DA UNEB CONTRATARÁ 221 PROFESSORES

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) abriu inscrições de seleção pública com 221 vagas para professor pesquisador. As oportunidades são para a carga horária de até 60 horas e bolsas de R$ 1.100,00 ou R$ 1.300,00, conforme o caso.

Os aprovados serão lotados nos cursos de Bacharelado em Administração Pública (16), Licenciatura em Ciências Biológicas (22), Ciência da Computação (17), Educação Física (18), Geografia (18), História (29), Letras com Espanhol (17), Letras com Inglês (16), Letras com Português (22), Matemática (13), Pedagogia (20) e em Química (13).

Os interessados devem ter experiência mínima de um ano no magistério superior, vínculo a programa de pós-graduação strictu sensu (mestrado ou doutorado) ou formação em nível de pós-graduação stritctu sensu. As inscrições devem ser feitas no site www.selecaoprofessoread.uneb.br até o dia 30 de janeiro de 2015.

Todos os interessados passarão por análise de títulos, experiência na docência e em EaD, formação e idade, entre os dias 2 e 11 de fevereiro de 2015, sendo que os candidatos pertencentes ao quadro de servidores da Universidade terão prioridade. Informações do Ibahia.

MP PEDE EXPULSÃO DE ALUNOS QUE FRAUDARAM SISTEMA DE COTAS DA UNEB

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quatro estudantes de direito da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) podem ser obrigados a deixar o curso nos próximos dias. Eles são acusados de cometerem falsidade ideológica. Segundo o Ministério Público da Bahia (MP-BA), que denunciou o grupo, os alunos fraudaram o sistema de cotas da instituição de ensino superior ao violarem os requisitos de acesso às vagas reservadas para negros e indígenas.

Eles se matricularam entre os anos de 2012 e 2013 no curso de direito, no campus de Brumado. Apesar de se matricularem na vaga reservada aos negros, os quatro estudantes não atendiam a um critério fundamental: se adequar ao limite legal de quatro salários mínimos de renda familiar.

O reitor da Uneb tem até 10 dias úteis para informar quais medidas serão tomadas neste caso. A denúncia, realizada pelo MP na quinta-feira (7), pede a expulsão dos alunos levando em conta uma resolução do próprio Conselho Universitário da Uneb, que determina que “os candidatos que fizerem opção expressa pelas vagas reservadas e não se enquadrarem nos requisitos estarão sujeitos a eliminação do processo seletivo ou anulação da matrícula, podendo tal ato resultar em infração penal, configurada em lei”. Com Correio.

PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARAM

Tempo de leitura: < 1 minuto
Paralisação afeta todas as universidades estaduais baianas.

Paralisação afeta todas as universidades estaduais baianas.

Os professores das universidades estaduais baianas aderiram ao Dia Nacional de Luta em Defesa das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior, nesta quarta (28). As aulas foram suspensas e haverá manifestações nesta manhã e à tarde na Assembleia Legislativa e na Secretaria Estadual de Educação, em Salvador.
Os docentes das universidades estaduais de Santa Cruz (Uesc), Sudoeste da Bahia (Uesb), de Feira (Uefs) e da Bahia (Uneb) cobram aumento de repasse de 5% para 7% das receitas líquidas do Estado. Também denunciam queda de R$ 12 milhões nos repasses de custeio das universidades.
Por meio de nota da Secretaria Estadual de Educação, o governo nega queda no repasse às universidades. Ainda em nota, a SEC sustenta que os repasses para as universidades dobraram nos últimos anos, saindo de R$ 460.726.000,00 em 2007 para uma previsão de R$ 1.021.537.000,00 em 2014.

POETISA GRAPIÚNA LANÇA LIVRO EM PARIS

Tempo de leitura: 2 minutos
Ceres declamando na Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS).

Ceres declamando na Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS).

CeresRece
A poetisa Ceres Marylise Rebouças de Souza está em Paris, onde será empossada, no domingo (23), na Divine Académie Française des Arts, Lettres e Culture, durante jantar a rigor no Hotel Jorge V. Antes, pela manhã, na Feira do livro de Paris (Salon du livre de Paris), ela fará o lançamento da seleção de poemas Atalhos e descaminhos, obra publicada pela Editora Mondrongo.
Ceres Marylise nasceu em Ubaitaba (BA), mudando-se para Itabuna, a partir de onde desenvolveu intensa carreira o magistério. Pós-graduada em Alfabetização e Linguística Aplicada ao Discurso, foi por longo tempo professora da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), tendo exercido ali diversos cargos administrativos, sempre eleita pela comunidade acadêmica.
Ela às vezes parece dividida entre as letras e a sala de aula, tal o zelo que mostra pelas duas práticas. “Sempre exerci a poesia sem jamais me afastar da docência, que entendo como uma atividade fundamental, a maior forma de aprendizagem, em termos de troca de experiência humano e também uma tentativa de melhorar o mundo”, afirma.
Atalhos e descaminhos é a primeira publicação solo da poetisa, que tem participado de várias antologias. Uma mostra da produção literária de Ceres está nas antologias Poesia do Brasil (coordenação de Ademir Antônio Bacca), Escritores Brasileiros (organização de Ricardo de Benedictis) e Escola de Escritores e Poetas, com coordenação e prefácio de Arthur da Távola, dentre outras.

PROFESSORES DE UNIVERSIDADES ESTADUAIS FAZEM NOVA PARALISAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores fazem nova paralisação nesta quarta, 11 (Foto Adusc).

Professores fazem nova paralisação nesta quarta, 11 (Foto Adusc).

Do Correio

Mais de 60 mil estudantes não terão aula amanhã nas quatro universidades estaduais do estado. O motivo é a paralisação dos 2.679 professores das universidades estaduais da Bahia (Uneb), de Feira de Santana (Uesf), de Santa Cruz (Uesc) e do Sudoeste da Bahia (Uesb).

A categoria reivindica o aumento dos recursos estaduais destinados às universidades no próximo ano. A Secretaria estadual da Educação (SEC) afirmou que serão destinados R$ 903,4 milhões para as quatro instituições em 2014. “O valor representa um crescimento superior a 133% entre 2006 e 2013”, informou a SEC, em nota.

O recurso destinados às universidades estaduais é  definido pela Lei de Diretrizes Orçamentárias. Elaborada pelo governador, ela precisa ser aprovada na Assembleia Legislativa — a votação deve ocorrer este mês. A Associação de Docentes da Universidade de Feira de Santana informou que o valor representa um corte de “R$ 10 milhões para investimentos e custeio”.

Amanhã, às 10h, os professores farão uma aula pública em frente à Assembleia Legislativa e, depois, às 11h, vão participar de uma audiência pública promovida pela Comissão de Educação da Casa com o tema autonomia financeira e a vinculação de 7% da receita líquida de impostos.

PROFESSORES DA UESC PARAM NA QUINTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Professores decidem paralisar atividades na quinta, 7 (Foto Divulgação).

Professores decidem paralisar atividades na quinta, 7 (Foto Divulgação).

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) vão cruzar os braços nesta quinta-feira (7) em protesto contra o crise orçamentária enfrentada pelas universidades estaduais baianas (Uebas). A paralisação também atinge as universidades estaduais do Sudoeste (Uesb), de Feira de Santana (Uefs) e da Bahia (Uneb).

De acordo com a direção da Associação dos Docentes da Uesc (Adusc), o projeto de lei orçamentária de 2014 destina menos de 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI) para as universidades.

Os docentes reivindicam o mínimo de 7% da RLI para as universidades. A Adusc aponta o baixo orçamento como uma das causas para falta de estrutura física, de professores e de técnicos nas universidades estaduais baianas.

De acordo com relatório da Adusc, analistas e técnicos universitários ainda não tiveram seu Plano de Carreira regulamentado. Na outra ponta, denuncia a associação, docentes continuam sendo desrespeitados sem a progressão e promoção na carreira acadêmica nem mudança no regime de trabalho.

As universidades estaduais da Bahia também paga um dos piores salários no comparativo com as demais estaduais do Nordeste brasileiro.

UNEB PRORROGA INSCRIÇÃO EM VESTIBULAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

unebA Universidade do Estado da Bahia (Uneb) prorrogou até o dia 27 as inscrições para o vestibular 2014, que podem ser feitas somente pela internet no endereço www.vestibular.uneb.br. A inscrição custa R$ 98,00. A taxa deve ser paga até o dia 28.

A Uneb oferece 4.451 vagas em 100 cursos de graduação em Salvador e 23 cidades do interior do Estado.

O processo seletivo traz como novidade os cursos de Arqueologia, no campus de Paulo Afonso; Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, campus de Juazeiro; Engenharia Sanitária e Ambiental, nos campi de Alagoinhas) e  Xique-Xique; e Filosofia, no campus I (Salvador).

A universidade adota reserva de 40% das vagas para negros oriundos da rede pública e 5% para indígenas. As provas estão previstas para 24 e 25 de novembro.

Back To Top