skip to Main Content
14 de julho de 2020 | 09:08 pm

ILHÉUS: PRÉ-CANDIDATURA DE VALDERICO JÚNIOR É PRIORIDADE ABSOLUTA DO DEM, AFIRMA AZI

Valderico e o presidente estadual do DEM, Paulo Azi: prioridade
Tempo de leitura: < 1 minuto

Presidente do Diretório do DEM na Bahia, o deputado federal Paulo Azi apontou a pré-candidatura de Valderico Júnior como uma prioridade absoluta do partido. Valderico Júnior é um dos nomes que disputam a Prefeitura de Ilhéus em 2020. Segundo Azi, Valderico Júnior “se encaixa perfeitamente” dentre as prioridades do DEM. “Valderico é um jovem empreendedor de sucesso na sua carreira”.

Segundo Azi, o nome do Democratas na corrida sucessória em Ilhéus “se consolida a cada dia” e o município sul-baiano, “por sua importância histórica, terá toda a atenção dos democratas”. O dirigente estadual do DEM disse que a Valderico Júnior “não vai faltar apoio” para que “possa vencer as eleição. “Nós temos absoluta confiança de que ele fará em Ilhéus tudo aquilo que ACM Neto está fazendo em Salvador”, disse Azi.

ILHÉUS: PTC FECHA COM VALDERICO JÚNIOR

Jorge Farias e Valderico Júnior selam aliança eleitoral
Tempo de leitura: < 1 minuto

O PTC deixou a base de apoio ao prefeito Mário Alexandre (PSD) para apoiar a pré-candidatura do empresário Valderico Júnior (DEM) na sucessão municipal ilheense. A aliança foi fechada nesta segunda (6).

Ao deixar a base e fechar com a oposição, o presidente do PTC, Jorge Farias dos Santos, disse que o governo municipal não prestigiou o partido. “O PTC não estava sendo respeitado, não tinha voz”, explicou.

Valderico Júnior comemorou a aliança com mais um partido para o arco de alianças. “A chegada do PTC motiva ainda mais todo o nosso grupo”, afirmou. O novo partido, porém tem pouca expressão no cenário nacional. No sul da Bahia, o partido tem como principal nome o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes.

ARTIGO || O BALAIO DA POLÍTICA ILHEENSE

Tempo de leitura: 4 minutos

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui Costa.

Jerberson Josué

Semana passada fiz uma análise do cenário eleitoral e até hoje dá “pano pra manga”. Um amigo me contou que no PSD os pré-candidatos de menor força e popularidade foram tirar satisfações com os dirigentes, pois não sabiam que poderiam ser mulas de figurões da política, e ameaçaram promover abandono de pré-candidaturas, o que dificultaria a vida dos ditos tubarões. Vale lembrar que não existe mais tempo pra mudanças.

No PSB, a confusão é sobre o nome do ex-vereador Marcos Flávio. Ele se filiou inicialmente no dia 2 abril ao Podemos, algo normal. O problema é que no dia 4 de abril o ex-presidente da OAB se filiou ao PSB e também ao PCdoB. Qual é o destino do nobre advogado Marcos Flávio? É a pergunta geral. Tem gente achando que foi uma barbeiragem; outros acreditam que foi uma jogada do prefeito, pois o ex-vereador Marcos Flávio é aliado do prefeito e foi para o PSB com a missão de garantir o PSB na base e, de quebra, assegurar a vice e ter um fiel aliado como opção.

A filiação ao PC do B não bate com essa estratégia. Tem gente que diz que essa tática assegura caminhos a seguir e tranquilidade pra escolher a melhor opção mais a frente, no pós-pandemia. Saberemos a resposta quando Marcos Flavio falar ou agir, apontando ao TRE em que partido quer ficar. Outro movimento importante é feito pelo ex-prefeito de Ilhéus, o professor Jabes Ribeiro. Conhecido como um grande articulador, ele faz jus à fama, e nos bastidores atua fortemente pra garantir grandes apoios ao seu pré-candidato, o empresário Cacá Colchões.

O ex-prefeito Jabes conversa com capa pretas estadual de diversos partidos, de diversas correntes ideológicas. Com a saída de alguns nomes do partido na proporcional, o ex-prefeito também trouxe para fileiras progressistas lideranças dos principais e mais importantes bairros. A lista do progressista é guardada pelo ex-prefeito Jabes a sete chaves. Ele sabe muito bem do poder de convencimento da caneta de um prefeito e por isso não vai dar mole ao prefeito Mário. Alguns experientes articuladores na montagem de chapa, apontam que o progressista vem muito forte e devidamente espalhado em todos os cantos, inserido em todas as classes sociais e segmentos, ou seja, diferente do que muitos pensam, o partido do ex-prefeito vem forte sim, também, na corrida para o legislativo ilheense.

A SABER AO ABRIR AS URNAS. Na articulação para a majoritária, o sonho do ex-prefeito é ter nas fileiras de seu pré-candidato quase todos os partidos da base do governador RUI, à exceção do PSD, apesar de até no PSD ter amigos e filhos políticos. As conversas, principalmente com o PT, PSB, PCdoB e Cidadania, são contínuas e diárias. O PT segue firme com seu pré-candidato, o empresário Nilton Cruz.

Nilton Cruz anda a cidade de norte a sul, na construção de sua candidatura, além de articular nos gabinetes de Ilhéus e Salvador. Um forte aliado do empresário e pré-candidato é o deputado Rosemberg Pinto, o líder do governo na Assembleia Legislativa. Nilton Cruz, assim como Jabes, sonha em aglomerar em torno de sua campanha o máximo de partidos da base governista para atrair o governador Rui e o senador Jaques Wagner, que são de seu partido.

O prefeito Mário Alexandre PSD vive difíceis momentos, diante de desmandos e caos administrativos, confusões e fofocas de bastidores, um verdadeiro inferno astral, principalmente que os problemas da pandemia fazem estourar todo dia uma nova bomba no seu colo. Além de insatisfação de aliados, inclusive na Câmara, vereadores de sua base reclamam que não têm demandas atendidas pelo governo, e as pressões nas bases apertam mais ainda os vereadores que se sentem abandonados pelo prefeito Mário. Vale lembrar que Mário tem fama de não cumprir com o combinado e ser inadimplente da palavra.

Alguns dizem que o que ele diz sentado, não vale em pé. Diante de tanta problemática e com gigante rejeição, sua reeleição fica cada dia mais improvável. Dizem até que o grupo já pensa em um plano B, em lançar um nome novo e diferente, até de fora da política. Mário tem batido cabeça também no estado, por sua aproximação com ferozes opositores do governador, como a deputada Dayane Pimentel, do PSL, ex-partido de Bolsonaro.

O constrangimento é grande, principalmente porque bolsonaristas com cargos no governo Mario, batem no governador Rui Costa todo dia nas redes sociais. O CLIMA fica ruim quando esse assunto é discutido em Salvador, e nem os senadores Otto e Coronel, ambos do PSD e aliados do governador, conseguem defendê-lo. Principalmente, porque os senadores fazem contraponto ao governo Bolsonaro. Coronel é presidente da CPMI das FAKES NEWS. O engraçado é que essa mesma turma é vetor de retransmissão na cidade, da rede de compartilhamento investigada pela CPMI que o Coronel preside. Até onde vai esse imbróglio, só vamos saber mais à frente. Diante de tudo isso, esse é o pior momento do governo Mário.

O empresário Valderico Junior tem se destacado e se notabilizado como uma força crescente, principal opositor do prefeito e um nome a ser batido. Valderico já tem ao seu redor vários partidos da oposição ao governador Rui e avança nas articulações até com partidos da base do governador. É certo que a eleição de 2020 é laboratório para 2022. Por isso, Rui está atento ao que acontece em Ilhéus e, dificilmente, ficará de braços cruzados. Mas qual será a tendência do bem avaliado Rui Costa é a pergunta recorrente. Só não deve vacilar e mexer na peça errada do xadrez político ilheense. E assim, aguardamos os próximos capítulos.

Jerberson Josué se define como um estudante na escola da vida.

ANSELMO CLEMENT ASSUME PRESIDÊNCIA DA CDL DE ILHÉUS

Anselmo Clement, da Quality, assumiu presidência da CDL
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário Anselmo Clement, da Quality Medi Hospitalar, assumiu a presidência da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus (CDL). Anselmo substituirá Valderico Júnior, que deverá disputar a Prefeitura de Ilhéus.

“Anselmo tem todas as condições de mediar esse diálogo com a prefeitura, sem a sombra de diferenças partidárias”, afirmou Valderico, que é dirigente do DEM de Ilhéus e acredita que isto impedia o diálogo da entidade com o prefeito Mário Alexandre (Marão).

VALDERICO JÚNIOR PRESTA SOLIDARIEDADE A MANDETTA

Valderico Júnior presta solidariedade a Mandetta
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário e presidente do DEM de Ilhéus, Valderico Junior prestou solidariedade política ao ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta, alvo de intensas críticas por parte do presidente da República, Jair Bolsonaro:

– Mandetta é um dos quadros mais respeitados do partido e neste período de crise sanitária lidera o ministério com olhar técnico, atento às mais recentes pesquisas sobre como lidar com a pandemia da Covid-19 – disse.

De acordo com Valderico Junior, críticas ao ministro são desnecessárias e tiram parte da opinião pública do foco principal, que é combater de maneira eficaz a letalidade do novo vírus e salvar vidas.

PARA CDL DE ILHÉUS, SUSPENDER ATENDIMENTO PRESENCIAL NO COMÉRCIO É “BOM SENSO”

Comércio de Ilhéus funcionará apenas com atividades essenciais e de baixo risco || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 2 minutos

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Ilhéus (CDLI) emitiu recomendações aos seus associados para suspender, temporariamente, o atendimento presencial nas lojas que não vendem produtos de necessidades básicas. O presidente da CDL, Valderico Junior, colheu as opiniões de conselheiros e membros da entidade na quinta-feira (19).

Segundo o presidente, o conselho representativo entendeu que chegou a hora de adotar medidas duras para proteger a saúde dos trabalhadores, consumidores, lojistas e seus familiares. “Os comerciantes de produtos essenciais podem reduzir as jornadas, diminuindo os riscos para os vendedores. Isso com todos os cuidados de higiene. Alguns países controlam o número de pessoas que entram ao mesmo tempo em mercados, farmácias. Tudo para evitar aglomerações”, explica.

A CDL também recomenda a suspensão das atividades presenciais nos casos em que o trabalho possa ser feito a distancia, nas casas dos trabalhadores.

– Conversei com muitos comerciantes ontem. O clima é de muita insegurança sobre o que devem fazer. Graças a Deus, a postura que prevalece é a da responsabilidade com a vida das pessoas. Ilhéus não tem caso confirmado, mas, a gente não tem que esperar isso acontecer para agir. O primeiro grande esforço é preventivo – avalia o presidente da CDL.

Valderico: apelo ao bom senso || Jornal Bahia Online

Valderico sabe que a recomendação da CDL é severa. “Estamos falando de comércio e serviços, as atividades mais importantes da nossa economia, mas a gente tem que aprender com a experiência dos outros lugares. A restrição do contato social é o meio mais eficaz para impedir que o vírus contamine muitas pessoas rapidamente. Só assim os hospitais vão ter condições de cuidar dos pacientes mais graves”.

Também deu o exemplo das medidas adotadas mesmo em cidades reconhecidas pela força do setor comercial. “O Shopping Jequitibá anunciou a suspensão do funcionamento em Itabuna. Feira de Santana fechou o comércio”.

APELO AO BOM SENSO

O presidente esclarece que a recomendação da CDL, como o próprio nome explicita, “não tem a força de uma lei, mas é um apelo ao bom senso”.

De acordo com Valderico, a CDL também vai propor à Prefeitura de Ilhéus um debate sobre o que pode ser feito para diminuir o impacto dos tributos municipais no setor produtivo. “O município e as entidades representativas têm um papel fundamental nesse momento. Temos que unir forças para proteger a vida da população e reduzir os impactos sociais e econômicos da pandemia. Estamos em guerra contra um inimigo invisível”.

Conforme o presidente da CDL, o momento desafia o comerciante a encontrar caminhos alternativos para chegar aos clientes. “A internet está aí para os empreendedores. É possível usar as redes como canais de venda online, com entrega a domicílio, por exemplo”.

PRESIDENTE DA CDL COBRA MEDIDAS CONTRA AVANÇO DO CORONAVÍRUS EM ILHÉUS

Valderico: apelo ao bom senso || Foto Jornal Bahia Online
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus (CDL), Valderico Junior, cobrou que o prefeito Mário Alexandre (Marão) decrete medidas que limitem aglomerações de pessoas e impeçam o avanço do novo coronavírus (Covid-19) no município. “Temos que pensar na saúde da população de Ilhéus e colaborar com os esforços contra o avanço do vírus no país”.

Segundo Valderico, que é pré-candidato a prefeito e preside o DEM local, essa é uma recomendação de médicos infectologistas e biólogos que estudam a evolução do coronavírus. Valderico, no entanto, aponta uma recomendação de pouco efeito nos tempos de avanço do Covid-19 no país: copiar o prefeito de Salvador, ACM Neto, também do DEM, e limitar as aglomerações de pessoas a, no máximo, 500 pessoas.

Em Itabuna, o prefeito Fernando Gomes (PTC) foi mais enérgico e limitou estas aglomerações a até 50 pessoas.

“Peço que as autoridades públicas adotem medida semelhante em Ilhéus. Nossa cidade tem aeroporto, porto e atrai muitos visitantes”, clama Valderico, alertando que não há motivo para pânico, entretanto, as medidas antiaglomeração são importantes para diminuir a velocidade com que o vírus se espalha.

ILHÉUS: VALDERICO JÚNIOR CRITICA PREFEITO MARÃO POR ABANDONO DO IME

Valderico Júnior (à esq.) critica Marão por abandono do IME Eusínio Lavigne
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário e novo presidente do Democratas de Ilhéus, Valderico Júnior, fez críticas ao prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), pelo abandono de uma das mais tradicionais escolas do município, o Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME), localizada no centro da cidade. A crítica ocorre após o Ministério Público Estadual (MP-BA) enquadrar Marão pela falta de planejamento para a reforma do colégio, que sofreu princípio de incêndio em agosto do ano passado.

Apesar do ano letivo na rede municipal ter começado há um mês, várias escolas estão com o período prejudicado, a exemplo do próprio IME e das escolas Heitor Dias, Paulo Freire e Nucleada de Santo Antônio. “O governo municipal cometeu um grave erro de planejamento. É inaceitável que dois mil e trezentos estudantes fiquem mais de um mês sem aula por incompetência da prefeitura”, diz Valderico, repetindo o que expressou o Ministério Público em recomendação ao governo.

O empresário, que é pré-candidato a prefeito de Ilhéus, foi além:

– Se o IME, com toda a sua importância histórica, está abandonado, imaginem a situação das escolas longe do Centro – disse.

O IME foi construído no final dos anos 1930. Por lá passaram grandes nomes nacionais e da Bahia, a exemplo do geógrafo Milton Santos, falecido em 2001. No IME, Milton Santos iniciou a carreira docente. Por lá, outros nomes importantes, como o ex-governador Paulo Souto e de geração de ilheenses e sul-baianos. Por causa da falta de planejamento, a escola fará aniversário, no próximo mês, de portas fechadas.

Confira também:

VALDERICO JÚNIOR ASSUME A PRESIDÊNCIA DO DEM DE ILHÉUS

Valderico Júnior, ao centro, tomou posse em evento com ACM Neto e Pedro Tavares
Tempo de leitura: < 1 minuto

O empresário Valderico Júnior assumiu a presidência do diretório ilheense do Democratas (DEM). A transmissão de cargo ocorreu em Salvador, na manhã desta terça-feira (3), com as presenças do prefeito da capital, ACM Neto, que é também presidente nacional do partido, e do deputado estadual Pedro Tavares, que deixa a direção do DEM ilheense.

Pedro Tavares se considerou honrado ao passar a presidência do DEM para Valderico Júnior. “Ele como pré-candidato [a prefeito], vai ter liberdade para construir alianças políticas compromissadas aos anseios do povo de Ilhéus”.

Na mesma ocasião, o prefeito ACM Neto declarou que a pré-candidatura de Júnior “é prioritária para a Executiva Nacional do DEM”.

De acordo com sua assessoria, Valderico Júnior tem agenda extensa em Salvador nesta semana. Dentre os compromissos, o empresário vai conhecer politicas públicas de sucesso executadas pela gestão de ACM Neto.

ILHÉUS: VALDERICO JÚNIOR CORRE PARA NÃO PERDER O PODEMOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Valderico, também conhecido como Júnior Reis, era do Podemos, mas migrou para o DEM

O empresário Valderico Júnior está se articulando nos bastidores para não deixar o Podemos escapulir do seu arco de alianças que está sendo desenhado para a candidatura a prefeito de Ilhéus.

A ameaça de perda de controle do partido surgiu após o filho do ex-prefeito Valderico Reis decidir deixar a base de Rui Costa e migrar para o DEM do oposicionista ACM Neto. Emissário de Mário Alexandre procurou a cúpula do Podemos para que a sigla apoie a reeleição do prefeito ilheense.

Na missão para manter o Podemos na sua aba, Valderico Júnior conta com ajuda do advogado Michel Reis.

A ameaça, aliás, não é tão levada a sério. Em Itabuna, o Podemos apoiará Dr. Mangabeira, que, apesar de estar no PDT, é oposição a Rui Costa.

Back To Top