skip to Main Content
4 de julho de 2020 | 02:53 pm

ORLANDO DIZ QUE DELAÇÃO CONTRA O FILHO É “FAKE NEWS E MALDADE SEM FIM”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Orlando Filho diz que nota em jornal é “fake news” e não há denúncia

O ex-prefeito Orlando Filho negou que esteja negociando, com o Ministério Público Estadual (MP-BA) delação premiada contra o próprio filho, o prefeito de Buerarema, Vinícius Ibrann. “Isso é fake news, é de uma maldade sem fim”, afirmou ao PIMENTA, há pouco, por telefone. A suposta delação foi publicada na coluna O Carrasco, d´A Tarde e seria uma retaliação ao prefeito, com quem Orlando, segundo a publicação, não estaria se relacionando bem.

– Eu não estou preso para negociar delação. Isso é uma esculhambação. Nesse momento (11h43min), eu estou na praia, pescando – rebateu, afirmando ainda que o filho faz excelente gestão e com recorde de aprovação.

Orlando elogiou o filho ao afirmar que a cidade “está pocando de obras, com recursos próprios e emendas parlamentares”. O prefeito, reforçou Orlando, faz uma “administração de invejar”.

O ex-prefeito diz não fazer parte do governo e considera o filho, “que é advogado, um sujeito “independente e inteligente”. E, novamente, reforçou que não existe denúncia nem negociação de delação premiada.

– Não tem denúncia nenhuma contra mim. Processos meus que existem lá são coisa da época de Mardes [Monteiro, ex-prefeito], que me chamou de ladrão – afirmou.

PREFEITO DIZ QUE EXONERAR SECRETÁRIA LOGO PODERIA ATRASAR FOLHA DE PAGAMENTO

Tempo de leitura: 2 minutos

Vinícius diz que ação determinava a exoneração de apenas 2 secretárias

O prefeito de Buerarema, Vinícius de Orlando (PSDB), disse que a secretária de Finanças, Rozilma Dantas, será mantida no cargo até o fechamento da folha de pagamento de fevereiro. A exoneração foi determinada em decisão do juiz da Comarca de Buerarema, Antônio Carlos Maldonado Bertacco. Rozilma é tia do prefeito.
Vinícius afirmou, por meio da assessoria, que apenas Rozilma e Glécia Oliveira foram citadas na liminar. Glécia é esposa de Vinícius e foi exonerada no dia 21, como informou este site. Glécia comandava a Secretaria de Assistência Social. A exoneração ocorreu dois dias após a intimação.
Segundo Vinícius, a exoneração de Rozilma em 21 de fevereiro poderia atrasar pagamentos ordenados pela Pasta, inclusive a folha do funcionalismo, o que o levou a pedir a prorrogação de prazo de substituição. O prefeito diz que ter “respeito aos demais Poderes, especialmente decisões judiciais”.
MAIS PARENTES NO GOVERNO
Movida pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), a ação civil pública, esclarece o prefeito, não faz menção a outros parentes que ocupam cargo no governo: o tio e secretário de Educação, Magnobaldo Santa´ana; e as primas Ivna Mororó, secretária de Saúde; e Letícia Dantas Santa´ana, dentista e ocupante de cargo na Pasta da Saúde.
O prefeito não diz se manterá os demais parentes no cargo. A manutenção configura nepotismo, razão que levou o promotor público Inocêncio de Carvalho a entrar com a ação civil pública resultante na exoneração de Glécia.
Em 2017, Inocêncio havia recomendado a exoneração de todos os parentes do governo, quando até mesmo vereadores foram atingidos. Na recomendação, porém não constava a relação completa de parentes do prefeito. O site não conseguiu ouvir a promotoria para saber se a relação foi fornecida pelo município ou se foi o próprio MP quem chegou aos nomes depois de denúncia.

BUERAREMA: SECRETÁRIA ENTREGA CARTA DE EXONERAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vinícius tentará manter prima no cargo

O prefeito de Buerarema, Vinícius de Orlando (PSDB), deve sofrer baixa em seu governo – e numa das pastas mais sensíveis de qualquer gestão. Antes de viagem internacional, Ivna Mororó entregou ao prefeito, nesta semana, carta de exoneração do cargo de secretária de Saúde.

O prefeito deverá aguardar o retorno de Ivna para tentar demovê-la da ideia. Ela teria se queixado das ingerências do primo prefeito na Pasta. A viagem da secretária demissionária é de 12 dias.

Back To Top