skip to Main Content
16 de maio de 2021 | 03:37 am

VANE REJEITA NOMES DO PC DO B PARA O FINANCEIRO DA SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vane bateu pé (Foto Gabriel Oliveira).

Vane bateu pé (Foto Gabriel Oliveira).

A lua de mel do prefeito Claudevane Leite com o PCdoB registra momentos de turbulência. Ontem, Vane rejeitou as indicações de Ramon Cardoso e Wellington Rodrigues, respectivamente, para os cargos de diretor financeiro e diretor administrativo da Secretaria da Saúde.
Os nomes foram levados ao prefeito pelo próprio secretário Renan Araújo, o vice-prefeito Wenceslau Júnior e o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães. Vane bateu pé, rejeitou as indicações e disse que ele escolheria os nomes.
Vane não aceitou a argumentação do titular da Pasta. Renan explicou ao prefeito que precisava de um nome de sua confiança para o financeiro. O prefeito rebateu afirmando que confiava nos nomes escolhidos por ele próprio (Adenilson Ramos, da Marimbeta, e Edmar Sodré, ex-Uesc).
Os dois cargos eram acumulados, até o início deste mês, por Almeciano Maia. Como revelou o Pimenta em primeira mão, Maia pediu exoneração do cargo (relembre aqui). Antes de apresentar os nomes de Ramon e Wellington, o trio comunista tentou o retorno de Almeciano. Vane não aceitou.

SENADO VOTA PROJETO DA UFESBA AMANHÃ. SEDE DA REITORIA JÁ FOI ADQUIRIDA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Projeto de lei vai a plenário nesta quinta, 9.

Projeto de lei vai a plenário nesta quinta, 9.

Após aprovação nas comissões técnicas, o projeto de lei que cria a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba) está previsto para ser votado nesta quinta-feira, 9, no plenário do Senado Federal.
Hoje, o prefeito Claudevane Leite, de Itabuna, antecipou que o imóvel onde ficará sediada a reitoria da universidade já foi alugado pelo município. Ele espera concluir a negociação de adquisição do terreno do campus da Ufesba até junho.
Ontem, Claudevane e o vice, Wenceslau Júnior, participaram de reunião com a bancada federal baiana, quando também foram discutidos projetos de outras duas universidades federais a serem instaladas na Bahia.
O projeto da Ufesba é o mais adiantado. O deputado federal Geraldo Simões conversou com o líder do Governo no Senado Federal, Walter Pinheiro (PT-BA), e manteve esperança de que o projeto de lei da Ufesba seja votado e aprovado amanhã.
A aprovação do PL no Senado e a sanção presidencial ocorrendo ainda em maio aumentam as chances da Ufesba começar a funcionar ainda em 2014.

SÓ EM 2014

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wenceslau2 coletiva www.pimenta.blog.brO PCdoB poderá, sim, ter três nomes do sul da Bahia na disputa por vagas à Assembleia Legislativa, mas a definição dos concorrentes somente ocorrerá em 2014, segundo o vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior. Na segunda, dirigentes sul-baianos e estaduais se reuniram em Salvador (relembre aqui).
Segundo Wenceslau, a prioridade do PCdoB, no momento, “é fortalecer o governo Vane e atender as demandas da população de Itabuna por serviços públicos de qualidade”.
Se há indefinição na corrida à assembleia, o mesmo não se pode dizer, no âmbito regional, quanto à vaga ao legislativo federal. Prego batido em torno do presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães.

O "JUDAS DO ANO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

caricatura vaneOs leitores opinaram na seção Comentários e o prefeito Claudevane Leite, de Itabuna, foi o escolhido para o posto de “Judas do Ano”, com 44 menções, ante 38 do ex-prefeito Capitão Azevedo. No geral, os leitores citaram o atual gestor pelo início de governo “cambaleante”. Já o ex-prefeito é lembrado pelo caos financeiro que provocou em Itabuna.
O governador Jaques Wagner foi lembrado por 10 dos leitores que opinaram. O vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior, recebeu 8 menções, seguido do prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, com seis. Houve ainda quem citasse o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, e o deputado federal Marco Feliciano, acusado de racismo e homofobia.

VAIADO OU OVACIONADO?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sábado à noite, 9, o vice-prefeito Wenceslau Júnior (PCdoB) saudou a plateia que esperava pelo show da banda Armandinho, Dodô&Osmar na Praça Adami, fechando a Lavagem do Beco do Fuxico. Cerca de 30 mil pessoas se aglomeraram na praça e em trecho da Avenida do Cinquentenário. Houve reação ao discurso de Wenceslau (relembre aqui). Na internet, já faz sucesso uma nova versão dos apupos do público. Confira o vídeo-comédia…

LAVAGEM, POLÍTICA E VAIAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
O vereador Zé Silva, o vice-prefeito Wenceslau Júnior, Pedro Tavares, Davidson Magalhães e Augusto Castro (Foto Marcos Souza/Pimenta).

O vereador Zé Silva, o vice-prefeito Wenceslau Júnior, Pedro Tavares, Davidson Magalhães e Augusto Castro abriram espaço para tratar de costuras políticas para 2014 (Foto Marcos Souza/Pimenta).

A Lavagem do Beco do Fuxico foi oportunidade para o desfile político. O presidente da Bahiagás e pré-candidato a deputado federal, Davidson Magalhães, aproveitou ao máximo o tempo de desfile – desde o cortejo no Beco do Fuxico, no início da tarde, ao show de Armandinho, Dodô&Osmar. Ao lado dele, um séquito e possíveis dobradinhas políticas, a exemplo dos parlamentares estaduais e candidatos à reeleição Augusto Castro e Pedro Tavares.
Sem a presença de Vane do Renascer – que, apesar de ser prefeito, evoca a condição de evangélico para não comparecer a eventos como este, o vice Wenceslau Júnior o representou em todo o evento. Cometeu um erro: foi discursar em um evento no qual o público quer é música. As vaias somente cessaram quando o comunista deixou o microfone.
Pior, o folião já estava cansado do discurso do secretário de Indústria e Comércio, José Humberto Martins. Políticos como Geraldo Simões e Fernando Gomes cometeram erro semelhante – e nunca mais repetiram. O exemplo não serviu para todos.

MAIS DE 30 MIL "BALANÇAM O CHÃO DA PRAÇA" NA LAVAGEM DO BECO DO FUXICO

Tempo de leitura: 5 minutos
Bloco Te Amasso puxou multidão com a banda itabunense Tsunami (Foto Pimenta).

Bloco Te Amasso puxou multidão com a banda itabunense Tsunami (Foto Pimenta).

A Lavagem do Beco do Fuxico deste ano já entrou para a história como a maior de todas as edições já realizadas. Segundo cálculos do comando da Polícia Militar, mais de 30 mil pessoas participaram da festa que começou com o tombamento do ABC da Noite e terminou ao som da banda de Armadinho, Dodô e Osmar na Praça Adami, às 23h30min de ontem.
Na Lavagem do Beco com as baianas, crianças dão os primeiros passos (Foto Gabriel Oliveira).

Na Lavagem do Beco com as baianas, crianças dão os primeiros passos (Foto Gabriel Oliveira).

A Avenida do Cinquentenário, a Praça Adami, o Beco do Fuxico e transversais foram tomadas pela alegria contagiante do folião – seja ele o “pipoca” ou em bloco, puxados por atrações da casa, mas que fizeram grande sucesso, como o Tsunami.
E o público balançou o chão da praça no show de Armadinho, Dodô e Osmar (Foto Pimenta).

E o público balançou o chão da praça no show de Armadinho, Dodô e Osmar (Foto Pimenta).

Nem mesmo integrantes do Bloco Casados I…Responsáveis contiveram a alegria e desceram a avenida com o som de sua tradicional bateria. A diretoria do bloco, que antes havia informado que os Casados iriam silenciar os tambores em homenagem ao jornalista e fundador, Eduardo Anunciação, sentiu que reverenciar o mestre do jornalismo regional era descer a avenida e ser parte da alegria, juntando-se a Maria Rosa, Encantarte, Te Amasso, Chapolin, Mendigos de Gravata…
O chão ferveu…
No encontro da Cinquentenário com a Praça Adami, multidão à espera de Armandinho&Cia (Foto Pimenta).

Avenida Cinquentenário e Praça Adami: multidão à espera de Armandinho&Cia (Foto Pimenta).

Magalhães, da Bahiagás, o vice-prefeito, Wenceslau Júnior, e Caboclo Alencar no tombamento do ABC da Noite (Foto Gabriel Oliveira).

Magalhães, da Bahiagás, o vice-prefeito, Wenceslau Júnior, e Caboclo Alencar no tombamento do cinquentenário ABC da Noite, do Beco do Fuxico (Foto Gabriel Oliveira).

Os Casados I...Responsáveis decidiram ir para a avenida em homenagem a Eduardo Anunciação, jornalista e fundador do bloco (Foto Marcos Souza/Pimenta).

Os Casados I…Responsáveis decidiram ir para a avenida em homenagem a Eduardo Anunciação, jornalista e fundador do bloco (Foto Marcos Souza/Pimenta).

 
Confira dezenas de fotos de flagras e foliões clicando no

Leia Mais

OS NEOALIADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

WENCESLAU1Os ex-vereadores Sargento Raimundo (PTC) e Didi do INSS (PDT) tiveram longa conversa com o vice-prefeito Wenceslau Júnior (PCdoB). Ao final, ficou acertado que ambos, a pedido de Wenceslau, apoiarão a candidatura a deputado federal do economista e presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães. Como contrapartida, Didi e Sargento Raimundo serão aquinhoados com indicações de cargos no Governo Vane.
Wenceslau tem operado em alta: melhorou a relação do governo com o deputado Geraldo Simões e fez ponte pelo equilíbrio no tratamento dispensado à gestão Vane pela Rádio Difusora.

DE OLHO EM 2014

Tempo de leitura: < 1 minuto

Davidson comemora resultados.O presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, aproveitou o final de semana para as costuras políticas, claro, de olho em 2014, quando pretende disputar uma vaga à Câmara dos Deputados. No sábado, 23, teve uns dedinhos de prosa com o deputado estadual Augusto Castro, com quem pretende fazer dobradinha eleitoral não apenas em Itabuna, mas em vários outros municípios baianos onde o deputado tucano está presente.
A conversa, no Hotel Tarik, foi acompanhada pelo vice-prefeito Wenceslau Júnior (PCdoB). Davidson vai para a disputa tendo já fechado o apoio do prefeito itabunense Vane do Renascer. Em entrevista ao PIMENTA (confira aqui), Vane disse que seu voto vai para o candidato a deputado do PRB, mas dará apoio aos nomes da sua base política.

"TE CUIDA, RAMIRO AQUINO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Hoje, nada lembrava a beligerância eleitoral entre o prefeito Claudevane Leite e o deputado Geraldo Simões. Os dois e o vice-prefeito Wenceslau Júnior até provocaram risos no plenário da Câmara de Vereadores, durante o encontro de prefeitos e comissão da Ufsba.
Geraldo falou primeiro. Começou elogiando Vane:
– Queria parabenizar Vane pela austeridade em seu governo. Escolheu o vice-prefeito para secretário de Planejamento e mestre de cerimônia.
Vane, a princípio, pensou se tratar de “pegadinha” política. Wenceslau, o vice-secretário-cerimonialista, entrou na “onda” do parlamentar petista:
– Geraldo, o governo não está preocupado só em economizar. Contratou um cerimonalista do primeiro time – disse, sem esclarecer se já passou pela escola do multimídia e mestre Ramiro Aquino.

UFSBA MUDARÁ O PARADIGMA DE NOSSA REGIÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

WENCESLAU1Wenceslau Júnior | wenceslauvereador@gmail.com

A Comissão está trabalhando incessantemente para encontrar a solução mais adequada para garantir a imediata instalação da universidade na cidade.

Na condição de membro da Comissão criada pelo prefeito para acompanhar o processo de implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsba), vale a pena esclarecer:
A) Que o município não dispõe de área própria que atenda às exigências elencadas pela Comissão de Implantação;
B) Que a área oferecida pela gestão anterior é particular, não existindo qualquer contrato que assegure ao município alguma garantia;
C) Que em conjunto com a comissão de implantação da UFSBA, estamos avaliando tecnicamente a melhor opção de área para em seguida efetuarmos a compra ou desapropriação;
D) essas medidas estão sendo mantidas em sigilo para evitar especulação imobiliária no entorno da área escolhida.
Na verdade, o que mais tem nos angustiado é a definição de um espaço adequado para abrigar imediatamente o funcionamento do Colégio Universitário de Itabuna e a Instalação do Instituto e da sede da Reitoria, pois esses espaços é que são fundamentais, juntamente com a celeridade na aprovação do Projeto de Lei que Cria a UFSBA assegurando o seu pleno funcionamento já em 2014.
Quanto às decisões de prédios para instalação do Colégio Universitário, do Instituto e da Sede da Reitoria, bem como em relação à definição da área para construção do Campus, a comissão de implantação, juntamente com o prefeito da nossa cidade, definiram o mês de março como prazo razoável para tal definição.
A Comissão está trabalhando incessantemente para encontrar a solução mais adequada para garantir a imediata instalação da universidade na cidade. Não poderia ser diferente tal empenho, até porque, eu e o prefeito Vane, na condição de vereadores, juntamente com nossos pares e outros atores, participamos intensamente da luta em defesa da Universidade Federal do Sul da Bahia.
Entendo que a decisão de instalar a Universidade aqui é a maior conquista do centenário de Itabuna, pois esse equipamento, juntamente com a Uesc, Ifba, Ceplac e outros órgãos aqui instalados, possibilitará a formação da massa crítica necessária para formular políticas de desenvolvimento econômico com inclusão social, respeito ao meio ambiente, focado no desenvolvimento tecnológico e na inovação necessários à consolidação de uma mudança de paradigma que supere de uma vez o modelo econômico de exportação de commodities, aproveitando a instalação dos equipamentos de infraestrutura e logística em curso na região dando um salto na diversificação econômica com foco em tecnologia.
Daí a determinação do prefeito Vane para que a equipe não poupe esforços e no prazo combinado com a comissão, nosso município possa cumprir com a parte que lhe cabe.
Wenceslau Júnior é vice-prefeito de Itabuna, advogado e professor da Uesb.

ESFORÇO PRÓPRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

marco wense1Marco Wense
Quem mais ajudou Aldenes Meira na eleição para a presidência da Câmara de Vereadores de Itabuna foi o próprio Aldenes Meira.
O candidato do vice-prefeito Wenceslau Júnior era Jairo Araújo, do Sindicato dos Comerciários. Vale a lembrança que Jairo teve mais votos do que Meira.
Aldenes tem pretensões políticas. Sonha alto. Quer ser deputado estadual, federal e, quem sabe, prefeito de Itabuna. A vontade política de Aldenes preocupa Wenceslau e Davidson Magalhães.
A eleição para o Parlamento estadual fica na dependência de um bom trabalho no Legislativo municipal.  Do contrário, nem a reeleição.
BARÃO DE ITARARÉ
Nome de batismo: Fernando Apparício Torelly. Pseudônimo: Barão de Itararé. Criticava os políticos, na época do Estado Novo, com um gênio cômico sem comparação.
Segue algumas tiradas do Barão de Itararé: 1) “O voto é rigorosamente secreto. Só assim o eleitor não terá vergonha de votar no seu candidato”. 2) “Os vivos são cada vez mais governados pelos mais vivos”. 3) “O político brasileiro é um sujeito que vive às claras, aproveitando as gemas e sem desprezar as cascas”. 4) “O homem que se vende sempre recebe mais do que vale”.
Itabuna não tem um Barão de Itararé. Se tivesse, faria o maior sucesso. O saudoso Hélio Pitanga seria um autêntico Barão de Itararé.
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE ITABUNA É DISCUTIDO EM AUDIÊNCIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Wenceslau, Gabrielli, Rosemberg e Marcelo discutem projetos para Itabuna e região.

Wenceslau, Gabrielli, Rosemberg e Marcelo discutem projetos para Itabuna e região.

O planejamento estratégico de Itabuna para os próximos quatro anos e demandas nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento foram discutidos pelo vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior, em audiência com o secretário estadual de Planejamento (Seplan), José Sérgio Gabrielli. O encontro ocorreu em Salvador, mediado pelo deputado Rosemberg Pinto, e teve participação do vice-prefeito de Uruçuca, Marcelo Dantas.
Gabrielli citou experiências que podem ser compartilhadas pelos dois maiores municípios do sul da Bahia (Ilhéus e Itabuna) tanto na destinação dos resíduos sólidos como o transporte intermunicipal. Técnicos da Seplan virão a Itabuna para capacitação de servidores da Prefeitura de Itabuna, especialmente da área do Planejamento.
Itabuna também receberá, em março, o fórum de debates Diálogos Territoriais, organizado pelo governo baiano e municípios. Nele, são definidas as prioridades da gestão pública para os municípios que compõem o Território Litoral Sul.

RUMO À ESTAÇÃO MUDANÇA

Tempo de leitura: 2 minutos

WENCESLAU1Wenceslau Júnior |

Os nomeados são sugestões dos partidos que compõem a base, bem como diversos militantes da campanha, considerado o critério do perfil técnico.

O prefeito Vane tem sido alvos de críticas sobre algumas nomeações para o segundo e terceiro escalões do seu governo. É preciso analisar com cautela antes de emitir juízo de valor.
O mesmo critério que valeu para a composição do Secretariado vale para os demais escalões: A indicação pode até ser política, e é justo que seja porque as relações políticas fazem parte do jogo democrático, mas o nome tem que ter perfil técnico adequado para o cargo.
Outro aspecto importante é de assegurar que não existe nomeação para os quatro anos de gestão. Se seguir a cartilha da gestão em termos de resultados estabelecidos no planejamento do governo, continua, se não mostrar resultados, será substituído.
Outro critério decisivo estabelecido pelo prefeito é o critério ético. Quem se afastar da linha de probidade, economicidade e eficiência, também vai procurar outro rumo, pois no governo não permanecerá.
Os nomeados são sugestões dos partidos que compõem a base, bem como diversos militantes da campanha, considerado o critério do perfil técnico.
Algumas pessoas que já contribuíram para outros governos e foram convidadas a contribuir com o governo Vane não podem e nem devem ser avaliadas apenas porque participaram do governo de “A” ou de “B”, mas pelo currículo, capacidade e pela conduta.
No time de craques escalado pelo técnico Vane, temos umas duas dezenas de quadros que já foram secretários de municípios importantes e/ou já ocuparam cargos de ponta a nível estadual.
Vamos dar tempo ao tempo, o governo está apenas começando. É como o trem que em algumas estações uns vão desembarcando e outros vão embarcando, mas só os que mostrarem competência e seriedade seguirão até a estação final. Afinal de contas, não é uma ou outra nomeação de segundo escalão que dará o norte do governo.
A linha político-administrativa a ser seguida é aquela anunciada pelo prefeito Vane, mudança, austeridade, economicidade, competência e seriedade no trato com a coisa pública.
Wenceslau Júnior (PCdoB) é vice-prefeito de Itabuna, advogado e professor de Direito.

WENCESLAU DIZ QUE ESCOLHA DE JOSÉ HUMBERTO TEVE PARTICIPAÇÃO DE BARBOSA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O vice-prefeito eleito de Itabuna, Wenceslau Júnior, disse discordar de nota aqui publicada e que aponta certo desprestígio do empresário Roberto Barbosa, do PP, na composição do secretariado do Governo Vane. O cururu disse que a escolha do advogado José Humberto Martins para a Secretaria de Indústria e Comércio foi em comum acordo com o PP estadual e o próprio Barbosa.

“Roberto viu que, para ele, como empresário, seria melhor não compor o secretariado, não fazer parte do governo. Foi uma decisão consensuada”, disse Wenceslau. O vice-prefeito eleito disse, também, que o empresário será das vozes que serão consultadas pelo governo nas decisões. “O diálogo será das marcas deste governo do prefeito Vane [do Renascer]”.

Back To Top