skip to Main Content
23 de fevereiro de 2020 | 01:01 am

JUSTIÇA FEDERAL ACEITA DENÚNCIA CONTRA EX-PREFEITO DE CANAVIEIRAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Zairo sofre derrota na Justiça Federal.

Zairo sofre derrota na Justiça Federal.

O juiz federal da vara única de Ilhéus, Wilton Sobrinho, aceitou denúncia oferecida contra o ex-prefeito de Canavieiras Zairo Loureiro (DEM). O Ministério Público Federal denunciou Zairo por ato de improbidade administrativa por suposto desvio de verba da Educação.

Segundo o MPF, Zairo, em novembro e dezembro de 2012, últimos meses do seu mandato como prefeito, deliberadamente, retirou todos os recursos da conta vinculada do Fundeb, inclusive os que eram destinados especificamente ao pagamento de pessoal da educação.

Conforme a denúncia do MPF, Zairo deixou todos os funcionários municipais dessa área sem salários e a prefeitura sem os recursos vinculados para esse pagamento. Com informações do Políticos do Sul da Bahia.

A VINGANÇA DO PRIMO DE PAULO SOUTO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Zairo controla 9 vereadores e trava prefeitura.

Zairo se vinga dos canavieirenses, após a derrota do primo Paulo Souto.

A oposição em Canavieiras está jogando politicamente contra o prefeito Almir Melo (PMDB) e afetando a população. Segundo a coluna Tempo Presente, d´A Tarde, os cofres da prefeitura estão cheinhos, mas a oposição – controlada pelo ex-prefeito Zairo Loureiro (DEM) e maioria na Câmara, nega os pedidos de suplementação enviados pelo prefeito.
Resultado: prefeitura travada, com dinheiro, mas sem poder executar obras previstas.
Zairo Loureiro é primo do ex-governador Paulo Souto.  Souto levou uma sova na cidade que ele chama de “sua” (dele, claro!). Enquanto o petista Rui Costa obteve 8.160, Souto amealhou apenas 4.992 votos em Canes. A raiva de Zairo, que controla 9 dos 11 vereadores da cidade, aumentou ainda mais após a ressaca eleitoral.

ZAIRO NO TIME DOS FICHAS SUJAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Zairo teve as contas reprovadas pela Câmara.

Zairo teve as contas reprovadas pela Câmara.

Novo ficha suja na praça.
Alvo de investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, o ex-prefeito de Canavieiras teve mais um motivo de dor de cabeça para a sua carreira política: ontem, a Câmara de Vereadores reprovou as contas de 2012 do ex-gestor.
No plenário, o ex-prefeito conseguiu apenas cinco de seis votos necessários para derrubar parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que recomendou rejeição das contas de 2012. Dentre as irregularidades, investimento em educação abaixo dos 25% e licitações irregulares, conforme a corte.
Como teve – e exerceu – o seu direito a defesa no legislativo, o ex-prefeito fica inelegível por oito anos com o resultado da votação.

PF INVESTIGA FRAUDES EM CANAVIEIRAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Zairo é investigado pelo MPF e Polícia Federal.

MPF e Polícia Federal investigam Zairo.

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal investigam o ex-prefeito Zairo Loureiro (DEM), de Canavieiras, denunciado por irregularidades na aquisição de ônibus escolares e construção de quadra poliesportiva. Na semana passada, os órgãos federais solicitaram documentos complementares para concluir as investigações.

Loureiro é acusado de montar licitação para a compra de ônibus escolares. A beneficiada foi a empresa Grupo Brasileiro, que vendeu três ônibus por R$ 99 mil ao município. A licitação foi montada com a participação de três empresas (Rota Transportes, Águia Azul e Brasileiro), todas pertencentes ao Grupo Brasileiro.

O ex-prefeito também é alvo de inquérito do Ministério Público Federal por ter doado área da União à Royal Charlotte, que promovia a pesca oceânica no município. A doação irregular será revogada por meio de projeto enviado ao legislativo local. Pela legislação, somente o governo federal tem competência para este ato.

A outra investigação é quanto a indícios de desvio de dinheiro na construção de quadra poliesportiva no Colégio Noécia Cavalcante. As medições mostram pagamentos a maior à empresa responsável pela execução da obra.

EM CANAVIEIRAS, PREFEITO DIZ QUE HOUVE SABOTAGEM EM SISTEMA DE INFORMÁTICA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Almir: grampos no gabinete e sabotagem na informática.

Almir: grampos no gabinete e sabotagem na informática.

Além da apuração da instalação de câmeras e microfones clandestinos no seu gabinete, descoberto no sábado (5/1), o novo prefeito de Canavieiras, Almir Melo (PMDB) vai solicitar à polícia civil a investigação da sabotagem praticada no sistema de informática da Prefeitura, que eliminou praticamente todas as informações financeiras, administrativas e de pessoal.
Ele recebeu a cópia de uma conversação no Facebook, em que um funcionário da área de informática da gestão anterior prometia desativar todo o sistema no dia 27 de dezembro, quatro dias antes da posse do atual prefeito.
”Almir vai ter que reconstruir a internet da prefeitura e secretaria de educação/ vai ter que reconstruir o sistema de matrícula online/vai ter que reconstruir um monte de coisas que eu vou desativar dia 27 de dezembro”, afirmou Leandro Cachá Benjamin, que na gestão anterior, do prefeito Zairo Loureiro (DEM), foi o responsável pela implantação e operação do sistema de informática da Prefeitura.
Leia a íntegra no site da Tribuna da Bahia

Back To Top