WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





agosto 2011
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias





itao

ftc




EU QUERO É PAZ…

O projeto de “terceira via” maquinado pelo ex-prefeito Fernando Gomes para o secretário de Educação de Itabuna, Gustavo Lisboa, deu chabu. Ao contrário da impressão passada a assessores próximos momentos depois do almoço com Zé de Cuma, o secretário não quer nem saber de disputar a prefeitura… de Itabuna. No máximo, almejaria a prefeitura de sua terra natal e de familiares, Itajuípe.

E se o chefe político de ontem mantiver a pressão, ele larga tudo e pica a mula para fazer doutorado na “Zoropa”.

Ainda ao ex-prefeito – a quem atende sempre com respeito, deixou claro que pensar em disputar 2012 seria agir com deslealdade a quem hoje está na cadeira principal do centro administrativo Firmino Alves. Fernando entendeu. A versão é confirmada com quem esteve à mesa, no Palace Bistrô.

Na verdade, na verdade, Gustavo sabe que disputar a prefeitura exigiria participar de complexa operação da qual não estaria interessado em participar. E, segundo, conhece bem a realidade financeira dos cofres municipais e o que pode estourar ainda entre 2011 e as eleições vindouras.

2 respostas para “EU QUERO É PAZ…”

  • ROMULO BARRA says:

    GUSTAVO, SE VC REALMENTE TEM INTERESSE DE SAIR CANIDATO A PREFEITO DE ITAJUIPE, VENHA LOGO E SE APRESENTE, VC CONCERTEZA É A PESSOA QUE PRECISAMOS PARA MORALIZAR A GESTÃO PÚBLICA, PORQUE A COISA AQUI ESTÁ FEIA. QUEREMOS RENOVAÇÃO , E RENOVAR É TER GUSTAVO LISBOA COMO PREFEITO DE NOSSO MUNICIPIO. CAPACIDADE, HONESTIDADE E CARÁTER, É VC MESMO.

  • Zelão says:

    Zelão diz: – É esnobismo ou o que será?

    Negar que é um “homem político” e que vive diretamente ligado à política, não deve ser o principal argumento do professor Gustavo Lisboa, para deixar transparecer certo esnobismo, ao “rejeitar de pronto” um convite do ex-prefeito Fernando Gomes – convite sonhado e desejado por muitos.

    Competência e carisma não deve ser o fator impeditivo ao professor. O fator econômico muito menos, desde que; ao fazer o convite, Fernando Gomes sabe que; como padrinho e principal apoiador, cabe a ele a responsabilidade de formar os grupos de apoio e de financiamento da campanha.

    Nem mesmo a tão sonhada cátedra no exterior, tantas vezes anunciada e sempre adiada, vale como desculpa ao professor Gustavo Lisboa. Fica aqui uma advertência ao professor Gustavo Lisboa: – De tanto se negar em aceitar o convite, pode acabar caindo no esquecimento do grupo político que o abraçou e projetou, ou pior; ser visto como esnobe.

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia