WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










outubro 2012
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias





itao






INADIMPLENTE

O deputado federal Geraldo Simões (PT) é acusado de aplicar calote de até R$ 900 mil em auxiliares de campanha, informa o Blog do Ricky. O parlamentar teria emitido cheques sem fundos de sua conta pessoal para pagamento de compromissos de campanha da esposa, Juçara Feitosa (PT).

Um canal de TV a cabo e agência de propaganda estariam no rol dos atingidos pelos cheques voadores, além de 28 colaboradores envolvidos na produção dos programas de rádio e televisão da candidata.

12 respostas para “INADIMPLENTE”

  • Josuel says:

    O DINHEIRO DAS EMENDAS VENDIDAS,NÃO DEU.ELE DEVE ESTAR PROCURANDO QUEM COMPRE MAIS.

  • TRAIDOR... says:

    Onde está a novidade???? Todo mundo sabe que ele não cumpre acordo e ainda recebe cheque??? MERECE!!! Será que é preciso esfolar e esquartejar uma pessoa para que se acredite que ele não passa de um canalha? Sempre soube que a história é cruel e implacável com os TRAIDORES. Os dias de impunidade de Geraldo estão chegando ao fim.

  • Robson Almeida says:

    Esperar o quê do geraldo vassourento simões?
    Ele nunca entregou nada do que promete. Agora, o perigo é quando o sujeito não promete…A vassoura-de-bruxa que o diga!

  • Ricardo Santana says:

    A Gráfica Mais, ali na Av. Itajuípe, amarga um calote do eminente Deputado GERALDO SIMÕES desde a campanha 2008 de sua esposa no valor de R$ 600 mil. Prejuízo que prejudicou mais de 20 pais de família que trabalhavam na Gráfica, pelas dificuldades em que a empresa esteve envolvida, quase chegando à falência.

    Os esforços para recebimento da dívida ainda culminaram com violência em cima dos proprietários da Gráfica. Ao sair da casa do Deputado, quando fora negociar o pagamento da dívida, um filho do deputado colocou um veículo em cima da moto de um dos sócios da gráfica, jogando-o violentamente ao chão.

    Como este ato ficou impune, imagina-se que igual ou pior esteja reservado para esta empresa que prestou o serviço agora na campanha da esposa do Deputado. Seria bom que a opinião pública fosse informada dos atos desses homens que são eleitos por nós mesmos para nos representar, para pelo menos sabermos com quem estamos tratando, ou em quem estamos votando.

  • Maria says:

    Além de inadimplente com sua palavra, ainda é inadimplente com seus cheques, concluindo não possui honradez para nada!!!!

  • Cidadão says:

    Idiota é quem ainda recebe os borrachudos de Pedinha.Todo mundo sabe que ele não “(a)paga” nem a luz na hora de dormir.Esse cara podia sumir de Itabuna…essa seria a melhor coisa que ele faria a nossa cidade.

  • Ricardo says:

    Esse deputado geraldo simoes éo que
    tem depiorna politica,éle não cumpre
    o que promete e mais ainda é falso,vai
    acreditar em geraldo

  • sensato says:

    Cadê os cheques então?
    Se houve algum então que se mostre! Senão tudo pode-se dizer e não provar contra qualquer pessoa.

  • ab says:

    Todos nós sabemos que uma campanha para prefeito envolve vários “investimentos” no processo para conseguir a vitória, ou não, do candidato.
    No caso de Itabuna, tivemos três candidatos (Vane, Azevedo e Jussara) que derramaram muitos milhões na praça. O que muitos queriam saber é de onde veio tanto dinheiro dessas campanhas?
    Na minha pouca inteligência, acredito que os grandes empresários, a elite econômica da região, que sempre manteve suas ligações com a “mãe generosa” prefeitura, são os grandes aplicadores e apostadores nesse processo econômico eleitoral. Eles, muitas vezes investem nos três candidatos mais fortes nas pesquisas para, um deles ganhando, continuam sem perder a mamata.
    Assim, todos os candidatos estão comprometidos com os que financiaram suas campanhas. Deixando já escrito a continuidade de um mesmo processo administrativo, voltado para o empreguismo de aliados e benesses dos amigos.
    Assim sendo, esse é o país do mensalão e da hipocrisia política, onde a maioria dos políticos só quer se dar bem.
    No caso de Geraldo, era de se esperar com a derrota eleitoral do PT e de sua esposa. Afinal, o chamam de “inadimplente da palavra” que passa a ser agora “inadimplente do didin”.

  • Binho says:

    Cadê a Policia!!!!!!!!!!!!!!
    Cheque sem fundo ,deixou de ser crime!!!! Se fosse um “João Ninguém”,seria logo enquadrado como ” ESTELIONATARIO “.!!!!!
    Ainda bem ,que a população de ITABUNA ,acordou de vez para esse tipo de “POLITICO DE PLANTÃO”!!!!!!!!!!
    Em 2014 daremos o troco em todos elles!!!!!!!!!!!!!

  • Joana D'Arc says:

    Ele tem dinheiro para pagar, moço! Curioso é perceber o quanto vale a pena financiar campanha política a tão altos custos. Quem ia pagar a conta era a verba da saúde, da educação, da segurança pública… O contribuinte, enfim…

  • Franklin says:

    900 mil reais de conta pessoal, ele é deputado ou jogador de futebol? Qual será a origem desse dinheiro?

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia