WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








fevereiro 2013
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  

editorias





itao






VANE ANUNCIA FÁBRICA DA DEL VALLE E PROGRAMA PARA 10 MIL CRIANÇAS E JOVENS

(Fotos Gabriel Oliveira)

(Fotos Gabriel Oliveira)

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) disse que estão adiantadas as negociações do governo estadual para que a fábrica de sucos Del Valle, da Coca-Cola Company, seja instalada em Itabuna. A unidade deverá se instalar no Distrito Industrial, às margens da BR-415. Uma área de 72 hectares foi desapropriada pelo governador Jaques Wagner para criar o distrito e abrigar indústrias como a Del Valle.

Durante entrevista exclusiva ao PIMENTA, o prefeito itabunense também revelou a criação do que considera o maior programa social da história do município. A iniciativa envolverá 10 mil crianças e adolescentes em atividades de inclusão por meio do esporte e deverá começar “nos próximos meses”. É uma das cartadas para tentar diminuir os índices de violência no município e integra as ações do programa Cidade de Paz, prometido em campanha.

Vane também comentou sobre a força do PCdoB no governo e negou que os comunistas tenham sido desleais. “Eu desafio aqui os meios de comunicação ou qualquer pessoa a dizer onde foi que o PCdoB avançou sinal”.

A entrevista também aborda duas questões caras nesse início de governo: a nomeação – e exoneração – de azevedistas e as dívidas deixadas pelo ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM).  Apenas com a Marquise, cita, foram R$ 12 milhões não pagos, além de R$ 1 milhão com a Oi, o que deixou prefeitura e redes de educação e saúde sem telefone e internet, afetando, por exemplo, a marcação de exames e consultas. Confira principais trechos da entrevista.

BLOG PIMENTA – A mudança foi o lema da sua campanha, mas a sua gestão manteve quadros e situações do governo passado. Com isso, não há uma quebra de expectativa? O senhor não acha que faltaram ações de impacto que marcassem a diferença de um momento para o outro?

CLAUDEVANE LEITE – Eu acredito que houve choque de gestão com a revisão, agora, de todos os contratos feitos de 2009 para cá. Conseguimos reduzir o valor da maioria dos contratos. Dos cargos comissionados, nós preenchemos apenas 40%, o que é muito difícil um prefeito fazer. Quanto aos comissionados do governo anterior, foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão e, até onde eu sei, não eram pessoas envolvidas com nada de errado. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava. [A nomeação] talvez tenha sido um equívoco. Os que ficaram são efetivos e quem errou vai responder. Vamos enviar [as provas] para o Ministério Público estadual.

BP – Numa entrevista, o senhor disse que nomeou algumas das pessoas do governo passado, apresentadas pelos seus secretários,  sem mesmo conhecê-las. Essa surpresa se deu também com o ex-secretário José Alencar?

CL – Não. José Alencar é um bom técnico, tem trânsito muito bom no governo federal e tinha uma boa equipe de planejamento, de projetos. No primeiro momento, a gente precisou ficar com algumas pessoas aqui para passar informações de projetos. Chegamos e não tínhamos conhecimento de como estavam os projetos. Uma dessas pessoas foi José Alencar, que ficou e nos ajudou muito.

BP – Essa necessidade seria um indicativo de que não houve transição efetivamente?

CL – Houve transição, trabalhamos, mas, efetivamente, o governo anterior não encaminhou todas as informações. Até agora, eles não passaram as informações contábeis. Marcam a data e não cumprem. Estamos em nossa auditoria interna e vamos contratar empresa.

BP – Fará auditoria externa?

CL – Exatamente. Estamos conversando com várias empresas. Vamos fechar essa auditoria externa até a próxima semana.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

NOMEAÇÃO DE AZEVEDISTAS: Foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava.

 

BP – Nos levantamentos internos, o que já foi detectado?

CL – O comprometimento das finanças, as dívidas deixadas, sem dúvida, são os maiores problemas. Itabuna está no Cadin [Cadastro de Inadimplentes] e, por isso, não pode pleitear muitos dos convênios federais por causa da inadimplência. Só de INSS, são R$ 250 milhões em dívidas. Isso é histórico, vem de muito tempo. Temos dívida de R$ 19 milhões com empresas de lixo. São R$ 12 milhões com a Marquise e R$ 7 milhões da Torre.

BP – Como será solucionado este impasse com a Marquise, que tem contrato até setembro?

CL – A Marquise está trazendo muita dificuldade para gente. Aqui em Itabuna, já encontramos empresas que podem fazer o serviço pela metade do preço da Marquise, mas com qualidade. Óbvio que iremos ver isso por meio de licitação. Ainda falando dos problemas encontrados, o ex-prefeito também não pagou os servidores, que precisam receber, mas como é que você paga R$ 11 milhões nessa dificuldade? Outro problema muito grave é com a telefônica Oi. Deixaram R$ 1 milhão de débito. A gente não tem como quitar R$ 1 milhão de um dia para o outro. Em janeiro, tivemos um mês infeliz. Nossa arrecadação caiu de R$ 23 milhões, em janeiro de 2012, para R$ 18 milhões em 2013. 70% da nossa frota estava praticamente sem funcionar, inclusive a patrulha mecânica, equipamento novo. Temos também o alto percentual gasto com a folha de pagamento. Apenas a folha dos efetivos já é muito alta e isso é extremamente preocupante.

BP – Muitos municípios têm sofrido com esse aumento do percentual de gasto com a folha não pelo empreguismo, mas por causa da queda de arrecadação. Qual a saída para aumentar receita?

CL – Nós temos que trabalhar com austeridade e buscar aumentar a receita própria, mas sem aumento ou criação de impostos, e vamos fazer isso. Volto a dizer que cortamos as funções gratificadas e deixamos de preencher 60% dos cargos comissionados como medidas de economia. Mas vamos ter que contratar para a saúde, educação, assistência social. Precisamos estruturar a saúde para que todos os postos estejam funcionando em março. A saúde está sendo preparada para receber a Plena.

______________Vane entrevista Pimenta 6 Foto Gabriel Oliveira

DÍVIDAS E GESTÃO: Nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa.

BP – O retorno do Comando Único estaria condicionado, ainda, ao pagamento de dívidas deixadas em 2008, quando o município perdeu a gestão plena?

CL – Este não é um complicador para que o comando único retorne. O mais importante é melhorar a atenção básica. Nós estamos acelerando para que isso aconteça.

BP – O senhor traz um retrato de “terra arrasada”. Há perspectiva de quando o governo começa a trabalhar dentro de um cenário mais otimista?

CL – Tivemos uma melhora em fevereiro, mas nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa. Estamos regularizando a dívida com o servidor, contratamos 150 pessoas para varrição de ruas, poda, jardinagem e estamos com operação tapa-buracos e iluminando as vias. A cidade não está melhor, mais limpa, por causa desse problema com a Marquise, que faz a coleta de resíduos sólidos. O Hospital de Base já deu uma melhorada, mesmo com toda a dificuldade. As consultas médicas estão sendo marcadas. Gente que estava há oito meses sem marcar exame já  está conseguindo.

BP – Mas quem procurou marcar consulta no início de fevereiro enfrentou dificuldades.

CL – Com certeza, mas isso foi por causa do sistema que é ligado à Oi, a quem a prefeitura deve R$ 1 milhão. Esse foi um problema operacional, que já estamos regularizando. A gente começou a limpar a cidade, tapar os buracos e limpar canais. O canal do São Caetano há seis anos que não passava por limpeza e nós começamos a limpar. E o da Califórnia, também. Então, a gente acredita que de abril em diante a gente comece a avançar muito mais.

BP – As feiras livres de Itabuna sempre foram sujas, mas hoje estão ainda mais. O centro comercial está muito sujo. O que fazer?

CL – O centro comercial é um condomínio e precisa dar uma resposta. Diante da dificuldade toda que temos, estamos fazendo grande esforço. Queria antecipar que, na conversa com o governador Wagner, nós tratamos da revitalização das feiras livres. Outro assunto foi a volta do Comando Único do SUS. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras. As feiras são questão de saúde pública e um pedido de Itabuna. As feiras do São Caetano e Califórnia têm canais sujos, com ratos, urubus… Nós solicitamos ao governador, e ele pediu para encaminhar projeto. Pensamos em feira com estacionamento, pavimentos e que as pessoas que trabalham lá possam aumentar sua renda.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

FEIRAS LIVRES: As feiras são questão de saúde pública. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras.

 

 

BP – Esses projetos das feiras livres implicam em mudança de local?

CL – Não temos intenção de mudança de local. Pedimos mais algumas coisas ao governador, a exemplo dos canais e apoio para a pavimentação dos bairros.

BP – Na última entrevista ao blog, ainda na condição de prefeito eleito, o senhor falou que um dos assuntos da audiência seria a geração de empregos, atração de indústrias. Isso foi tratado?

CL – Sim, o governo já desapropriou área de 72 hectares para a Sudic. Virá uma empresa para cá. Estou muito preocupado porque 90% das pessoas que vêm à Prefeitura estão em busca de emprego. Nesses 50 dias de governo, já me reuni com mais de 20 empresários. Todas essas 20 virão para Itabuna? Não, mas tentaremos trazê-las. Nós fomos o primeiro prefeito da Bahia que criou a Sala do Empreendedor, com o Sebrae, para que o pequeno empreendedor saia de lá com tudo prontinho, tenha também acesso a crédito, junto com a Caixa [Econômica Federal]. Essa semana, também, já tivemos com o Banco do Povo, para que a prefeitura possa dar suporte financeiro para que possamos expandir o microcrédito. A visão nossa é ampla, estamos preocupados com a questão da saúde, da educação, do emprego, da violência.

BP – Qual a empresa que ocupará essa área do distrito industrial?

CL – É a indústria de sucos Del Valle (da Coca-Cola) e já é uma negociação que está bem adiantada. Mas temos também aquela área onde funcionou a Kildare, que eu penso em utilizar para instalar uma incubadora de pequenas e médias empresas. Hoje nós temos diversas empresas interessadas naquele espaço e nós estamos avançando nisso, embora ainda haja uma questão judicial a ser resolvida. Mas estamos muito preocupados com a questão do emprego e renda em Itabuna.

BP – Existe possibilidade de negociação amigável com os Kaufmann, que reivindicam os galpões?

CL – Na verdade, hoje a Prefeitura tem o domínio da área, mas ainda há questões a serem vencidas.

Vane entrevista Pimenta 7 foto Gabriel Oliveira______________

VIOLÊNCIA E CIDADE DE PAZ: A cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto.

BP – Como o governo está se mobilizando para transformar em realidade o projeto Cidade de Paz, que foi um de seus compromissos de campanha?

CL – Na última década, os índices mostram que a cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto. Nós vamos procurar resolver isso, fazendo políticas públicas. Temos feito diversas reuniões com nossos secretários e todas as ações, principalmente na cultura, na Fundação Marimbeta, Secretaria de Esportes, de Educação, é visando promover programas e projetos voltados à inclusão social. O que precisamos fazer é trabalhar a criança e o adolescente para reduzir sua vulnerabilidade. Estamos articulando junto ao Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego] a atração de diversos cursos profissionalizantes. Além da ampliação da renda, queremos oferecer esse treinamento e mais opções no que se refere ao esporte e à cultura.

BP – Já existe algum projeto pelo menos em vias de ser concretizado?

CL – Nós ainda não estamos divulgando na imprensa, mas nos próximos meses vamos lançar um programa que vai atender 10 mil crianças e adolescentes. Será o maior programa social da história de Itabuna. Somente na Vila Olímpica, sede da Usemi (União dos Servidores Municipais de Itabuna) e no Itabunão (Estádio Luiz Viana Filho),  teremos vaga para 3 mil crianças praticarem esportes. Outras 2 mil serão acolhidas na Fundação Marimbeta e mais 5 mil pela Ficc [Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania]. Será o primeiro grande passo que daremos em relação às políticas públicas de inclusão, mas também de prevenção. Itabuna terá uma programação cultural e esportiva que jamais teve. Queremos fazer grandes festivais culturais e muitas competições esportivas para que, nos próximos anos, em vez de ver a  violência aumentar, possamos vê-la diminuir.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E CONFIRA TODA A ENTREVISTA

BP – A droga está diretamente ligada à violência em Itabuna. O que o senhor pretende fazer nesse sentido, até pela sua experiência na recuperação de usuários?

CL – Nós com certeza teremos políticas públicas voltadas ao tratamento do dependente. Existem muitos programas federais e nós procuraremos fazer parcerias. Temos, por exemplo, o Caps (Centro de Atenção Psicossocial), Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), o POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua). Se esses programas estivessem funcionando aqui em Itabuna, nossa situação seria um pouco melhor.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

ATENÇÃO AO DEPENDENTE: A gente quer um Caps que atue, o que hoje praticamente não ocorre. A gente quer um novo formato, não um Caps só esperando o dependente lá, que vá às comunidades terapêuticas.

BP – Mas o Caps, por exemplo, já existe em Itabuna.

CL – Mas a gente quer um Caps que atue, o que hoje praticamente não ocorre. A gente quer um novo formato, não um Caps só esperando o dependente lá, que vá às comunidades terapêuticas. Nós já estamos fazendo uma listagem de todas essas comunidades, verificando as que fazem um trabalho sério, para que a Prefeitura possa fazer parcerias com elas. Queremos colocar o psicólogo, o psiquiatra à disposição desse trabalho.

BP – O que você acha da proposta de internamento compulsório de dependentes químicos, o que já vem sendo feito no Rio e São Paulo?

CL – É uma alternativa à qual muitas vezes é necessário recorrer. Em alguns casos, o viciado já perdeu o equilíbrio e não manda mais nele; é a droga que manda. Então essa pessoa está correndo risco.

BP – Mas Itabuna tem locais adequados para recuperar o dependente de drogas?

CL – Nós temos nossas comunidades terapêuticas, que são guerreiras. São ONGs que normalmente não visam fins lucrativos. Há o exemplo do Renascer, que há 23 anos faz esse trabalho. Mas tanto o Renascer como outras comunidades terapêuticas passam por muitas dificuldades. O que a gente quer é fortalecer esse trabalho, mas daquelas que realmente possam proporcionar um bom atendimento.

BP – Em sua mensagem na abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores, o senhor chegou a falar em possível reforma no secretariado, mas depois não confirmou essa intenção. O senhor está satisfeito com sua equipe?

CL – Eu fiquei surpreso, porque na mensagem não consta isso.

______________Vane entrevista Pimenta 6 Foto Gabriel Oliveira

COMUNISTAS NO GOVERNO: O PCdoB não tem toda essa força. O partido tem o espaço dele, que nós garantimos, como a todos os demais partidos que estão conosco.

BP – Foi num momento em que o senhor saiu do texto e falou de improviso…

CL – Pode ser que a gente tenha falado alguma palavra fora do contexto, mas eu não lembro realmente de ter falado isso. Pelo contrário, eu lembro de ter falado da boa relação que temos com o nosso vice [Wenceslau Júnior], porque as pessoas comentam muitas inverdades, e disse também que tanto o vice, como os partidos e os secretários, sabem seus limites. Ninguém aqui avançou limite. Eu tenho delegado tarefas, pois cada secretaria precisa realizar seu trabalho, mas ninguém toma decisão que não possa tomar. E falei que estou satisfeito com os nossos secretários, que estão aqui trabalhando normalmente de 12 a 14 por dia, não têm sábado nem domingo. Então, não existe nenhuma intenção de fazer reforma administrativa no momento.

BP – O que se comenta nos meios políticos é a força do PCdoB no governo e da atuação do vice quase como um primeiro-ministro. Na sua visão, é isso o que acontece de fato?

CL – Não, o PCdoB não tem toda essa força. O partido tem o espaço dele, que nós garantimos, como a todos os demais partidos que estão conosco. A indicação de Wenceslau para ser secretário foi minha, não foi uma coisa nem proposta por ele. Eu entendo que ele tem o perfil e a gente quer um vice que atue, que trabalhe, e isso tem acontecido. Eu desafio aqui os meios de comunicação ou qualquer pessoa a dizer onde foi que o PCdoB avançou sinal. Dentro do espaço que o PCdoB e os demais partidos têm, todos estão trabalhando, mas o governo tem uma cara só, que é a daquela proposta que levamos para Itabuna, de fazer a diferença, de mudar realmente a cidade para melhor. Isso vai ser realmente a nossa marca e todos estão trabalhando com esse intuito.

Vane entrevista Pimenta 7 foto Gabriel Oliveira______________

APOIOS EM 2014: Os meus candidatos são os do PRB, mas o governo poderá apoiar aqueles que forem lançados pelos partidos da nossa base.

BP – Como está sendo administrada a insatisfação de parte do PP?

CL – Todos os partidos tiveram seu espaço, mas há uma limitação. A gente não pode chegar, com essa dificuldade financeira toda, e fazer como o prefeito anterior, que contratou 2 mil pessoas, preencheu todos os cargos comissionados. Eu não tenho dificuldade de reconhecer que há uma insatisfação, não do partido, mas de pessoas do partido que não foram contempladas. Por conta da dificuldade financeira, a gente cortou os cargos comissionados em 60% e vai continuar dessa forma. Sempre haverá pessoas insatisfeitas e volto a dizer que estou bastante preocupado com isso, por isso estou buscando novas empresas, novos investimentos, porque, de dez pessoas que chegam à Prefeitura, nove é para solicitar trabalho.

BP – O senhor visitou ministérios em Brasília, acompanhado pelo deputado federal Luiz Argôlo, do PP, e aí começaram as especulações em relação a 2014. Como o senhor vê o cenário de apoios em 2014?

CL – Nossa primeira ida a Brasília como prefeito foi agendada realmente por Luiz Argôlo, que é do PP, partido de nossa base, e nós tivemos audiências em dois ministérios. O deputado não pediu meu apoio pessoal, pois ele sabe que eu não posso dar, mas qualquer deputado que ajudar Itabuna, eu vou dizer que ajudou. Se ajudar e fizer a obra, eu farei questão de que ele vá à inauguração e diga que inaugurou a obra. Pode ser Luiz Argolo, Geraldo Simões ou qualquer outro, só que essas pessoas não são meus candidatos. Os meus candidatos são os do PRB, mas o governo poderá apoiar aqueles que forem lançados pelos partidos da nossa base.

______________Vane entrevista Pimenta 6 Foto Gabriel Oliveira

CARNAVAL E LAVAGEM: Alguns prefeitos prometeram fazer carnaval. Voltaram atrás porque não tiveram possibilidade. A Lavagem do Beco do Fuxico é um evento tradicional e a prefeitura dará apenas a estrutura.

BP – Como está a organização para a Lavagem do Beco do Fuxico?

CL – Nós sempre enfatizamos a austeridade e isso está acontecendo. Já durante a campanha, as pessoas me perguntaram se haveria carnaval em Itabuna e eu disse que neste primeiro ano seria inviável fazer a festa. Graças a Deus, a população de Itabuna entendeu bem. Alguns prefeitos que prometeram fazer carnaval voltaram atrás porque não tiveram possibilidade. A Lavagem do Beco do Fuxico é um evento tradicional em Itabuna e a prefeitura dará apenas a estrutura. A prefeitura não vai contratar banda nem trio elétrico, porque não temos condição financeira para isso. A Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo tem buscado parceiros no segmento empresarial, que realmente estarão bancando a festa.

BP – O senhor programou os primeiros 90 dias de governo à chamada “arrumação da casa”. O que tem sido feito realmente nesse período?

CL – A proposta dos 90 dias está sendo realizada, com a limpeza da cidade, a iluminação, a limpeza dos canais, a operação tapa-buracos, que vamos prosseguir, apesar das dificuldades encontradas. Nós pegamos 32 escolas sem condição nenhuma de ter aula, o que é complicado. Mas o ano letivo vai ser obedecido. Teremos agora a seleção pública para a educação e a saúde e o próximo passo é fazer com que a saúde pública melhore, com médicos, enfermeiros e medicamentos nos postos.

BP – A seleção simplificada sempre abre brechas. Por que a adoção desse modelo para a contratação de funcionários?

CL – É uma seleção onde as pessoas entregarão seu currículo e será feita uma análise. Depois, elas serão chamadas para uma entrevista e não haverá interferência do executivo. A seleção está sendo feita com tudo como a lei prevê.

39 respostas para “VANE ANUNCIA FÁBRICA DA DEL VALLE E PROGRAMA PARA 10 MIL CRIANÇAS E JOVENS”

  • Mr Anderson says:

    Meu amigo, se essa fábrica vier para Itabuna, nas mãos de Vane, já sairemos desses quase 10 anos de atraso que Fernando e Azevedo nos proporcionaram. O programa Paz pra cidade também.

    E creio que quem está por traz dessa fábrica seja Geraldo Simões.

  • Justo says:

    Nada contra a fabrica da Del Vale, Itabuna realmente precisa de
    mais empresas e fabricas nova etc, pra dar mais emprego ao povo e trazer mais renda,aqora aqui pra nos, fazer suco com que agua?.

  • SERVIDOR says:

    Parabéns Prefeito, acredito no Homem de Deus nesta cidade, não foi por um acaso que vc venceu, faça a diferença

  • sandra says:

    Sr. Prefeito Vane, o senhor citou algumas feiras livres localizadas na nossa cidade, mas esqueceu de citar uma vergonhosa feira que ainda insiste em ser reealizada no bairro da mangabinha, uma fedentina, barracas caindo aos pedaços onde serve de cama a noite para “noias”, usam um banheiro que tem lá em frente a praça como apoio para feirantes, para usarem drogas e fazerem sexo, uma promiscuidade. Ninguém passa mais a noite neste pedaço pois está muito perigoso, para não falar na praça que o prefeito anterior destruiu e deixou lá só o lixo, mato cobrindo casas, e nesta antiga praça que hoje é deposito de lixo, lama e outas coisas mais foi constuido um posto médico onde funciona diariamente, debaixo de toda esta fedentina e imundice. É uma vergonha prefeito, por favor faça alguma coisa em prol destas pessoas que moram nestas imediações, confio muito no seu bom senso e no seu comprometimento com a nossa cidade, sei que não vou me arrepender de ter votado, feito campanha para o sr ganhar a nossa eleição.

  • Matheus says:

    Esse é o prefeito que Itabuna precisava.Que o Senhor lhe abençoe Vane.

  • Mateus says:

    essa fabrica ja via anunciada anos a traz por Geraldo Simões foi nada Vane que troce

  • Wagner espertinho says:

    A água vai chegá com a barragem do colônia.

  • Leandro Marques says:

    O que está faltando na verdade é mais desempenho dos secretário, para que o governo Vane siga em frente o setor de obras tá parado ,secretários perdidos sem iniciativa, praças abandonadas asfalto de pécima qualidade mato tomando conta da cidade e etc, desse jeito o governo vane não vai andar.

  • Paulo says:

    O deputado Geraldo Simões está de Parabéns.

  • Danille says:

    Nao acredito que venha nada para Itabuna, o governo esta mais preocupado em apontar os esrros da antiga gestao do que em fazer, ate agora nao mostrou para que veio

  • Jorge do Conceição says:

    É verdade, o palanque continua montado…
    Existe um governo 10, 10 vezes igual ao anterior e uma proposta de transformação que será muito difícil de ser implantada, porque está eivada de condições, apoios, arrumações, interesses partidários e coisas da política. Ademais, os Secretários não tem capacidade técnica para entender e operacionalizar essas políticas públicas federais.
    O que o prefeito diz é o que todos nós já sabemos – Itabuna está desgovernada a, pelo menos, 08 anos. Mas… e daí?
    Caro prefeito, negar a ingerência de seu vice quando todos da prefeitura e da cidade atestam sua força é negar o óbvio. Seria melhor enaltecer sua qualidade superior seja na Câmara ou, agora, no Executivo. Aliás, ele sempre foi mais fiel ao seu partido que o senhor.
    Creio que um excelente negócio seria comprar o senhor pela capacidade de execução de promessas e vendê-lo pelo discurso faraônico que professa.

    Quanto ao seu apoio ao PRB, nem o PRB acredita. Talvez, o senhor consiga transferir um único voto – o seu.

  • Cidadão says:

    Sem água de qualidade a coisa fica difícil.Alguém já ousou experimentar a água da EMASA pra beber?? É a pior água que já bebi.

  • marcos says:

    O prefeito disse que exonerou as pessoas que estavem no seu governo e que atuaram com AZEVEDO.
    Mas esquece de tirar do seu governo as pessoas que trabalharam comn Fernango Gomes

  • Karl Marx says:

    Quanto ao PODER do PCdoB é fácil verificar. A Secretária de Educação não é desse partido, no entanto os cargos comissionados são 90% indicados deles, é só olhar os Diretores das escolas.
    Tá de brincadeira comigo seu prefeito, parecendo Lula, nunca sabe de nada.

  • Carlos says:

    Parabéns Geraldo por ter conseguido com o Governador trazer a Del Vale para nossa cidade. Lembro que na campanha vc falou sobre essa fábrica e a oposição achava graça.

  • Sônia says:

    O ” homem de Deus ” deveria ser mais humilde e agradecer ao deputado que conseguiu essa vitória, pois, essa fábrica não vinha para nossa cidade.

  • DANIEL says:

    PREFEITO DESEJO-TE TODA SORTE DO MUNDO E SEI QUE NAO SOMENTE SUA HONESTIDADE E SINCERIDADE DA QUAL ADMIRO FARA DIFERENÇA, É PRECISO MUITO TRABALHO SERENIDADE FIRMEZA E CONSTANCIA. DEUS TE ABENÇOE SEI QUE NAO SERÁ FACIO, POREM O PROPRIO JESUS DISSE… ESFORÇA-TE E TEM BOM ANIMO, POIS EU VENCI O MUNDO. NO MAIS CONFIA EM DEUS E NUNCA DESVIE DOS SEUS PRINCIPIOS, POIS ESTAMOS NESTE MUNDO PASSANDO APENAS UMA CHUVA NOSSA PATRIA NAO É ESTÁ. FICA COM DEUS.

  • Predador says:

    Calem a boca azevedistas.

  • Jose Reis says:

    O prefeito fala em austeridade mas o Hospital de Base acabou de contratar um curso de Licitação de 24h para os servidores pagando o valor de R$687,00 por hora a uma empresa de Salvador. Quando na verdade até dentro da Prefeitura tem pessoas com conhecimento para ministrar tal curso com o valor bem mais baixo. Nem os doutores da UFBA ganham uma hora dessa lá o valor é R$120,00 por hora aula no curso de Mestrado, imagine. Assim não pode aproveitar os técnicos do governo antigo mesmo tem que “ajudar” os seus é claro. E vcs ainda querem falar de mudança. Só muda o endereço do povo o resto é tudo igual… Vamos orar por Itabuna.

  • Avelino says:

    Parabéns Vane pelo empenho na geração de emprego, na preocupação com a situação das feiras e na faxina na folha dos servidores. Mas ainda tem Azevedista exercendo Cargo em comissão, e é gente que trabalhou na campanha e nas eleições do DEM. Bota esse povo pra correr Vane !!!

  • Jr.M. says:

    Ele tem que anunciar é o terreno da UFSBA, pois esse anuncio prefeito, pode deixar pra o governador e o deputado Geraldo Simões fazerem, pois foram quem de fato trouxeram essa fábrica pra cá, eu só quero ver se o governo do estado terá que comprar também esse terreno viu?!

  • Meu prefeito Itabuna te ama! Deixe seu coração ser conduzido pelo
    o Sr.Jesus!

  • falconieres says:

    O interessante é pessoas ainda usam o espaço que tem pra fazer criticas vazias todos sabem que Geraldo anunciou a vida da dell vale pra Itabuna mas todos tem que saber que é o minimo que ele tem que fazer por esta cidade agora a vinda depende do prefeito não adianta ficarem tentando malhar o prefeito por que se ao invés disso o povo não buscam soluções pra ajudar quantas pessoas voluntárias tem nesta cidade? vejamos uma boa parte já deve ter ido fazer voluntariado pra trabalhar na copa de graça enquanto eles enchem os bolsos de dinheiro ai o que se ver é as escolas precisam de ajuda para funcionar ai fica a pergunta? por que eu sei de tudo isso simples eu tenho visitado as escolas ainda hoje eu fui a escola Everaldo Cardoso na rua Floresta e constatei que a escola precisa de ajuda dos voluntários ai é a questão ninguém se apresenta para da uma força ai vão pros meios de comunicação fazer criticas sem precedentes o novo gestor tem menos de 2 messes de mandato e já é vitima de criticas sem cabimentos o que essas pessoas querem? querem que o governo faça em menos de 2 meses o que o outro sucateou em 4 anos isso sim é o que podemos chamar de ignorância , burrice falta de sensatez por parte da população…

  • Zelão says:

    Zelão, diz: – Vane: – “O genérico”

    “Governante que chega ao poder sem ter um prévio projeto de governo, passa todo o mandato falando das dificuldades encontradas, apelando pra Deus e pedindo a ajuda dos governos; estadual e federal, sem apresentar projeto e as suas viabilidades.”

    O prefeito Vane confessa que foi ao governador pedir – tudo o que o governador pudesse dar – sem levar, debaixo do braço, um único e misero projeto. Isso só prova que Vane e o PCdoB não possuem projetos para Itabuna. Serão mais quatro anos de “improvisos” e “achismos.”

  • Samuel says:

    Muitos estão dizendo que O deputado Geraldo Simões é o responsável pela vinda da Del vale, Agora se Geraldo ta tão preocupado com Itabuna, porque ele não entrou em acordo com o Deputado Marinho, para que Itabuna fosse beneficiada com emendas parlamentar.

  • Carlos Gomes says:

    A fábrica da Del Valle foi anunciada no ano passado pelo Deputado Geraldo Simões durante a campanha para prefeito.
    Agora é torcer para que ela realmente saia do papel.
    Acredito que se não olharem somente para os fatos políticos e pensarem no coletivo e na cidade, Vane e Geraldo Simões podem contribuir muito para colocar Itabuna de volta nos trilhos do desenvolvimento.

  • legalidade says:

    Geraldo sem duvida está sendo mais atuantes que antes. Quanto a vane é dezpreparado.

  • André Freitas says:

    Prefeito você disse que ficou com alencar por ser um bom tecnico pelo que todo mundo sabe ele tinha uma boa equipe na secretaria de obras que lhe dava todo apoio. é bom que seja reconhecido tudo que a equipe de projetos e engenharia do SEDUR fez pelo municipio.

  • josé says:

    Nessa entrevista Vane falou de quase tudo, mas esqueceu da Emasa que esta prestando um péssimo serviço a cidade moro no Vila Zara desde 2006 e no período em que Geraldo Simões foi prefeito a água tinha data para cair, que era sexta, sábado, domingo e segunda, nos mandatos de Fernando Gomes e Azevedo a água só caia quando eles queriam deixando 2 a 3 semanas sem cair água.
    E parece que Vane esta no mesmo caminho já estamos a 3 semanas sem cair água aqui em casa já estamos sem água a 1 semana e meia isso é uma vergonha para uma cidade como Itabuna entra prefeito sai prefeito e continua no mesmo, centro da cidade cheio de mato, o asfalto que estão tapando buraco é de péssima qualidade fora a questão do hospital de base que é um absurdo, acho que Itabuna não tem mais jeito, acabaram com carnaval, com são joão, com a cultura, só resta drogas e morte que não tem mais fim, espero que esteja enganado e apareça um prefeito que coloque Itabuna no trilho e saia das manchetes dos meios de comunicação nacional em se tratando de coisas que não prestam.

  • Sandro says:

    Parabéns Vane mesmo antes de toma posse sendo perseguido por Geraldo Simões e ao toma posse de uma prefeitura arruinada vc faz a diferença.

  • CNTRIBUINTE DE BAIRRO ABANDONADO says:

    NAO ENTENDEMOS É POR QUE A POLÍCIA/JUSTIÇA QUE TEM AUTORIDADE PARA PRENDER O CRAQUEADO, QUE PEGA UM SHAMPOO NUMA CASA COMERCIAL, NÃO EXERCE ESSA MESMA AUTORIDADE PARA PRENDER E FAZER DEVOLVER AO COFRES PÚBLICOS O QUE FOI ROUBADO DOS COFRES DO MUNÍCIPIO PELO CHEFE DO EXECUTIVO,SECRETÁRIOS E DIRETORES QUE DEIXARAM ESCOLAS SUCATEADAS EM ITABUNA.

  • CONTRIBUINTE DE BAIRRO ABANDONADO says:

    NAO ENTENDEMOS É POR QUE A POLÍCIA/JUSTIÇA QUE TEM AUTORIDADE PARA PRENDER O CRAQUEADO, QUE PEGA UM SHAMPOO NUMA CASA COMERCIAL, NÃO EXERCE ESSA MESMA AUTORIDADE PARA PRENDER E FAZER DEVOLVER AO COFRES PÚBLICOS O QUE FOI ROUBADO DOS COFRES DO MUNÍCIPIO PELO CHEFE DO EXECUTIVO,SECRETÁRIOS E DIRETORES QUE DEIXARAM ESCOLAS SUCATEADAS EM ITABUNA.?????????????????

  • Eleitor says:

    Oxent, Vane tá querendo pegar carona no Projeto e na luta de Geraldo Simões e do PT? Esse foi um pedido de Geraldo Simões desde o ano passado.
    Inclusive o Deputado Federal anunciou isto na última campanha eleitoral.
    Quem levou a informação ao governador foi Geraldo quando ficou sabendo que a Coca Cola queria instalar outra empresa no Brasil e queria que fosse no Nordeste. Nesse contexto Geraldo conversou com Wagner e opinou que o melhor lugar para se instalar essa empresa seria em Itabuna.
    Vane, vá limpar a cidade e tapar os buracos que nem isso você fez ainda. As filas dos postos é de dar pena… pobre de quem precisa do SUS em Itabuna!!!

  • Maria says:

    Vixiii, o comentarista Jorge conceição botou pocando viu, gostei de ver, comentário inteligente, com fundamento, um ponto de vista indiscutível !!!

  • Cilene says:

    Vane votei em vc, mas mas gostaria de ver trabalho, melhoras principalmente nas classes mais pobres q são os q mais sofrem, moro no bairro Califórnia e desde afinal de 2013 o Posto de saúde está sendo reformado, uma reforma q nunca acaba, as pessoas tem q se deslocar daqui para outro bairro vizinho para tentar uma marcação de consulta pq nem certeza elas têm, por favor faça alguma coisa por aqueles q precisam, pq os q não precisam não valorisam, o SUS só esta nessa decadência pq os ricos não precisam, pois se eles precisassem td seria melhor, não estou falando por mim , estou falando por pessoas q precisam mas do eu muito mais, mexemplo, minha mãe é idosa e quando precisa de médicos tem q pagar pq se for esperar pelo Sus morre antes da hora, isso é um desrrespeito ao ser humano, esperamos em vc Vane, cuide melhor da nossa cidade, confiamos em vcAinda confiamos viu, seha um homem de fibra, lute e estaremos do seu lado sempre, te desejo sucesso nessa caminhada ok, abraço.

  • Aluno says:

    Prefeito Vane parabéns pela iniciativa no esporte,mas o projetos sociais ñ é so com esporte!lembre-se de musica nas escolas.

  • marcos says:

    E por falar em Banco do Povo, já passou da hora de seu Diretor Omar Santos, ser reconhecido por sua competência, ética e profissionalismo à frente desta instituição, e alçar maiores. Vane aí está um ótimo secretário para seu governo.

  • GIL NUNES says:

    O Pimenta não perguntou o que o povo quer saber. O salário do Prefeito, vai continuar com termo de compromisso de ganhar menos? UÉ, O Prefeito foi vereador 8 anos, o homem que legislava, ele sabe que a lei tem que ser revogada. O Prefeito da moralidade só exerce a moralidade para os outros? e a justiça pra ser boa não começa de casa. Contra fatos não ha argumentos. Quero ver a lei ser cumprida. E aí seu pimenta, pode saber da Camara Municipal se o Prefeito solicitou a revogação da lei que aumentou o seu salário pra 30.000,00, o que é ilegal? Ele não pode dizer que não participou, ele era vereador na época

  • sandro says:

    eu quero ser presidente da vale

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia