Ceará e Epifânio foram apontados como mandates de crime.

Ceará e Epifânio foram apontados como mandabtes de crime.

A polícia ainda procura dois homens apontados como mandantes do assassinato do ex-jogador de futebol e comerciante Renildo Costa Ribeiro, conhecido como Vanzinho, no dia 28 de setembro em Jussari, no sul da Bahia.Vanzinho foi chamado para fazer uma entrega em um bairro do município e acabou executado com cinco tiros na cabeça. O crime chocou o município de 6.492 habitantes.

Horas após o assassinato, a polícia prendeu o mototaxista Arilson Ferreira dos Santos na região de Itamaracá, zona rural de Itabuna. Arilson depôs e confessou que um homem conhecido como Ceará ofereceu dinheiro para que ele executasse o comerciante. O depoimento do réu confesso também incriminou o comerciante de prenome Epifânio.

Segundo a família de Vanzinho, Epifânio tinha interesse no ponto comercial da vítima. “Como a causa estava praticamente ganha para meu pai, ele [Epifânio] se juntou com o Ceará e mandou matá-lo”, disse o filho do ex-jogador. Rodrigo Ribeiro clama por justiça.