WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










fevereiro 2014
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

editorias





itao






TRÊS DIAS DEPOIS DE CRIME, ASSASSINOS DE JURACI SANTANA CONTINUAM SOLTOS

Juraci Santana com o vice-presidente da República, Michel Temmer.

Juraci Santana (seta à esquerda) com o vice-presidente da República, Michel Temer.

A polícia ainda não conseguiu prender os três homens que invadiram o Assentamento Ipiranga e mataram o agricultor Juraci Santana, de 44 anos, na madrugada da última terça (11). Juraci foi executado na frente da esposa, Elisângela Oliveira, e da filha de 17 anos, Tailane de Oliveira. Ele resistia à ordem de tupinambás para que se cadastrasse como índio.

O crime está sendo investigado pela polícia civil e tem colaboração da Polícia Militar, segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública. No inquérito, foram colhidos depoimentos que envolvem, pelo menos, três supostos índios, dois deles identificados pelos prenomes Cleilton e Pascoal. Ambos são caciques tupinambás e foram denunciados por Juraci por terem feito ameaças após o produtor se negar a a declarar-se tupinambá.

Juraci denunciou as ameaças a autoridades federais. Além do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o agricultor também fez a denúncia ao vice-presidente da República, Michel Temer, em uma audiência no início de setembro do ano passado, em Brasília.

Temer estava na presidência da República no período da audiência devido a uma viagem internacional da presidente Dilma Rousseff. A foto acima é da audiência da qual participaram o então vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima, políticos e lideranças rurais da área do conflito.

Tropa do Exército em exercício nas ruas de Ilhéus (Foto Danilo Matos/Blog Ilhéus24h).

Tropa do Exército em exercício nas ruas de Ilhéus (Foto Danilo Matos/Blog Ilhéus24h).

EXÉRCITO ASSUME SEGURANÇA HOJE

O Exército deve assumir ainda hoje a segurança pública na região em conflito. A presidente Dilma Rousseff assinaria o decreto autorizativo ainda nesta manhã de sexta (14), após o governador Jaques Wagner recorrer ao instrumento de Garantia da Lei e Ordem (GLO) e apresentar pedido formal.

Cerca de seiscentos homens do Exército estão em Ilhéus, para onde também foram deslocados mais de 90 veículos, dentre eles alguns para socorro a vítimas. Desde a quarta-feira (12) que helicópteros do Exército fazem voo de reconhecimento na área de 47,3 mil hectares.

5 respostas para “TRÊS DIAS DEPOIS DE CRIME, ASSASSINOS DE JURACI SANTANA CONTINUAM SOLTOS”

  • Regi Negão says:

    Em Buerareama a população está revoltada, o comércio “entristecido”.. Os que se dizem índios estão no mato e o prefeito debaixo da mesa.

  • Por Amnor a Buerarema e Respeito ao Povo says:

    Pela entrevista que ouví ao meio dia, a preocupação do exercito ainda é parecida com a da Força Nacional, ‘a cidade’, falou-se em policiar a cidade, fiscalizar pontes, BR e entrada de ruas, mas nada fopi dito sobre ações no meio rural que seria de prender drogas, armas e logicamente seus portadores os bandidos que estão roubando os agricultores, é necessário que a população se acalme neste momento, mas é necessário também que as autoridades entendam que esta calma será mais rápida a medida que providências positivas sejam alcançadas por eles no combate a esta criminalidade, atuem com rigor contra os bandidos e tenho certeza que não será necessário um soldado na sede

  • cara preta says:

    Os intitulados agricultores de Buerarema (os sabemos que na sua maioria são pessoas moradoras dos bairros proximo da Ponte na BR 101) estavam usando das mesas armas do tutelados da FUNAI, enquato eles praticam barbaries na area do conflito, os “agricultores” faziam no comercio de Buerarema e BR 101, com a chegada do Exercito Brasileiro, estou esperando de camarote a pilunga desser de todo jeito quanto eles forem dinamitar a ponte.

  • Ana says:

    o fato é que esse país está de cabeça para baixo, ao relento e à deriva. O cidadão acuado, preso em casa, em estado de sítio e a impunidade dominando. TODO MUNDO SABE QUEM SÃO E ONDE ESTÃO OS ASSASSINOS DE JURACI. Onde está o Estado de Direito? Do lado de quem está? Dos criminosos índios de mentira ou das vítimas? Isso chega a ser nojento.

  • Anonimo says:

    O que as forças policiais e a justiça não conseguiram agora se resolve.
    Ilhéus,Una e Buerarema estarão livres dos problemas relacionados a segurança publica. Traficantes, assassinos, ladroes e corruptos que se cuidem!

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia