WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










julho 2015
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias





itao



quinta da alegria


“TRANCAÇO”: PROFESSORES DA UESC BLOQUEIAM RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA. GREVE JÁ DURA 56 DIAS

Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) bloquearam, nesta manhã de quinta (9), o trecho da Rodovia Ilhéus-Itabuna em frente ao campus Soane Nazaré de Andrade, no Salobrinho. Os docente estão em greve há 56 dias. A paralisação por tempo indeterminado também atinge a Uesb, Uefs e Uneb.

Manifestações também ocorrem em Eunápolis, Vitória da Conquista e Feira de Santana. A coordenação do movimento docente das universidades estaduais tem audiência nesta quinta (9) com representantes do governo para discutir contrapropostas, dentre elas o aumento do orçamento das universidades, de 5% para 7% das Receitas Líquidas de Impostos (RLI) do estado.

O aumento do orçamento é uma das reivindicações dos grevistas. Existem outros como a devolução da autonomia universitária, usurpada em 1997, cumprimento de direitos trabalhistas (promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho) e a falta de cumprimento do plano de carreira da categoria. De acordo com os grevistas, o plano foi aprovado em 2012, mas não é cumprido pelos governos.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

8 respostas para ““TRANCAÇO”: PROFESSORES DA UESC BLOQUEIAM RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA. GREVE JÁ DURA 56 DIAS”

  • Secretaria da Educação do Estado says:

    O Governo da Bahia, por meio das secretarias da Administração, Educação e Relações Institucionais, está aguardando a resposta do movimento docente sobre a última proposta apresentada na mesa de negociação, que assegura recursos financeiros para atender às promoções dos professores.

    O diálogo permanente com o movimento docente está mantido. Já foram realizadas oito reuniões. Mais uma reunião está confirmada para hoje (09/07).

  • Secretaria da Educação do Estado says:

    Nota de Esclarecimento

    O Governo da Bahia, por meio das secretarias da Administração, Educação e Relações Institucionais, informa que o diálogo permanente com o movimento docente está mantido. Já foram realizadas oito reuniões. Mais uma reunião está confirmada para hoje (09/07), às 16 horas.

    “O Governo assegura a disposição em analisar a contraproposta do movimento docente, e manter o diálogo, ampliando o processo de negociação e discussão”, afirmou o superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Administração, Adriano Tambone.

    O Governo disponibilizará recursos orçamentários para a concessão das promoções, sem comprometer o orçamento de custeio e o investimento das universidades. Ainda segundo Tambone, “conforme proposta inicial apresentada de remanejamento de vagas do magistério, as promoções serão feitas a partir da redistribuição de vagas entre as classes, no quantitativo de 20 vagas por universidade”. Esta proposta garante a maior celeridade no cumprimento dos direitos trabalhistas.

    A proposta do Governo foi apresentada na reunião do dia 20 de maio e reiterada em cinco reuniões subsequentes. No último documento encaminhado às associações de docentes no dia 19/07, o Governo da Bahia também reafirma sua posição de atender à reivindicação para revogação da Lei 7176/97 e criar nova lei que garante maior autonomia às universidades. Segundo o professor Paulo Pontes, coordenador de Desenvolvimento de Ensino Superior da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, “com a nova lei, a estrutura passa a ser definida pelo estatuto elaborado pelas próprias universidades”.

    Assessoria de Comunicação
    Secretaria da Educação do Estado da Bahia
    Contato: 71 3115-9026/9025
    E-mail: ascom@educacao.ba.gov.br

  • Giovana says:

    kkk Greve dos professores da Uesc e provessores de Itabuna… ninguem cede! Onde estão os alunos? fora da escolaaaa

  • Wallace says:

    Ué! Cadê os professores? Terceirizaram o protesto foi? Ou é vergonha de militante arrependido?

  • paulo says:

    Foram oito anos de Jacques Wagner: Sem ponte Ilhéus-Pontal, sem Portosul, sem Aeroporto, sem duplicação da BR 415, mesmo assim os professores das Universidades Estaduais votaram em massa nos candidatos do PC do B e PT. Agora querem que os trouxas dos estudantes queimem pneus na estrada.
    Em quem vocês acrditam que esses mesmos professores irão votar nas próximas eleições?

    “Humm!!Vá dá rabo homi”

  • Rafael says:

    tá certo isso?

    é democratico isso?

    impedir o direito de ir e vim em nome de escolhas malditas, malsucedidas.

  • JORGE BITENCOURT says:

    Será mesmo verdade que professores da UESC tiveram atitude de bandidos e fecharam a rodovia? O problema deles deve ser resolvido por quem circula pelo local? São os motoristas seus devedores? Agora virou moda qualquer manifestação interditam ruas e estradas, ou invadem prédios? Onde está o bom senso? Cadê a policia para agir com rigor?
    Duvido que professores tenham participado dessa baderna. OU…?

  • servidor says:

    Ue.. cade o deputado federal que foi professor dessa universidade e quem outros tempo ficava gritando no microfone. o que aconteceu virou a casaca…?

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia