WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias





itao






JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE AZEVEDO PARA ANULAR JULGAMENTO DE CONTAS DE 2011

Azevedo teve pedido negado pela justiça.

Azevedo teve pedido negado pela justiça.

O titular da da 1ª Vara da Fazenda Pública, Ulysses Maynard Salgado, julgou improcedente pedido feito pela defesa de Capitão Azevedo para declarar nulo julgamento das contas de 2011 pela Câmara de Vereadores de Itabuna. Azevedo é pré-candidato a prefeito pelo PTB e a decisão complica-o, eleitoralmente, com base na Lei Ficha Limpa.

A decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública foi tomada na última sexta (15), porém publicada nesta segunda-feira.

As contas de Azevedo relativas ao exercício financeiro de 2011 foram julgadas pela Câmara em dezembro de 2013, sendo reprovadas por 11 votos a 10 (relembre aqui). Os vereadores seguiram recomendação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Para ser candidato em 2014, quando disputou vaga à Assembleia Legislativa, Azevedo conseguiu liminar que suspendia os efeitos da decisão do legislativo. Agora, o magistrado, ao julgar o mérito da ação, negou o pedido para anular o julgamento da Câmara.

Na ação, o ex-prefeito enfatizou nunca ter sido “citado, pessoalmente, para apresentar defesa. E, acrescenta, tecnicamente, “nunca foi aberto prazo de defesa” por parte do legislativo.

AZEVEDO VAI RECORRER

Apesar da decisão, a coordenação da pré-campanha de Capitão Azevedo mantém a esperança de candidatura. Questionada pelo PIMENTA se a decisão não complicaria, eleitoralmente, a situação de Azevedo, a resposta foi política.

– Já estávamos esperando [essa decisão]. O juiz precisava dar uma sentença. Agora, o jogo começa.

Azevedo recorrerá da decisão. “São duas situações. O julgamento jurídico, onde sempre se presume a inocência, e o popular, que é notoriamente a favor de Azevedo”.

Ainda, no entendimento da coordenação de campanha, a decisão em primeira instância não deixa o político inelegível, o que seria decidido apenas pela Justiça Eleitoral, que se pronunciaria até o prazo dos registros, 15 de agosto.

9 respostas para “JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE AZEVEDO PARA ANULAR JULGAMENTO DE CONTAS DE 2011”

  • Gel says:

    Eleição sem nosso Pula Pula?

    voces vao ter que engulir o velhinho.

  • moncorvo says:

    A justiça tarda mas não falha.O laranja criado por Gilson Cururu Arrependido nao vai para o jogo!!!!

  • Ricardo dos Santos Santana says:

    Augusto Castro rindo de “canto de boca”, como se dissesse: “tirei mais um”.

  • Bom dia Leitores do Pimenta, aqui no Brasil pode tudo, pois as Leis brasileiras deixam muitas brechas para que pessoas tipo fichas sujas na política consigam se candidatar de novo para disputar as eleições com grandes chances de ganhar pois ainda tem gente que vota em elementos dessa natureza, elementos tipo Fernando “Cuma” “capetão” Azevedo e Cia Ltda. Bem se o Fernando Collor de Melo fez o que fez com o povo Brasileiro e depois conseguiu se eleger para Governador do seu Estado de Alagoas e depois para Deputado Federal, o Maluf fez o que fez na cidade de São Paulo e agora também é Deputado Federal, então não precisa dizer mais nada, basta só lembrar que o povo brasileiro não tem memória e só gosta do que não presta.
    Então sendo assim sofra povo brasileira e continue votando nos fichas sujas para a prosperidade da Nação Brasileira.
    Viva o Brasil, viva o povo brasileiro.

  • há 25 dias topei-me entre prateleira no Max Atacadão o Soldado raso,Azevedo,com um carrinho fazendo compra e eu também, “são os encontros e desencontros” Anunciação Eduardo.

    Eu disse; colegam que prazer revê-lo! Ele respondeu; colegam! E batemos papos inerente aos velhos tempos que agente trabalhava na delegacia de polícia de Itabuna,ele na do termo,eu na Furtos e roubos,idos de 79 a 81, Dr.Pedro Marques de Sá,era o delegado da furtos e o Dr.Justo Calazans do Termo.

    O papo nos trouxe os velhos tempos e lembrança do mesmo,os colegas de trabalho e aquele colega investigador que só andava de paletó e gravata com o Parabelo na cinta e o mesmo que criou o espirito de coleguismo no superlativo”colegam.” o investigador de Polícia, João Calazans.

    Nos despedimos e perguntei se o mesmo vai ser candidato a prefeito,respondeu que
    é candidato e nos voltamos nos encontrar nos caixas do Max Atacadão de Itabuna e
    nos despedimos.

    Azevedo é um exímio policial,nunca humilhou ou bateu em nenhuma pessoa,nunca fez
    uso do poder de polícia para extorquir ou forjar uma prisão de uma pessoa, é um
    policial ícone.

    O que significa: Policia é policia,política é política, prefeito é prefeito e
    comandante de polícia é comandante de polícia,é o mesmo que; crime é crime,
    pecado é pecado.

    Pra um mandato executivo, Azevedo não serve,mas pra um legislativo,Azevedo serve
    foi justamente o que logo pensei e não votei em Azevedo pra prefeito de Itabuna e continua não servindo,porém pra um mandato legislativo ou vice nu cargo executivo o mesmo serve.

    Nós não temos bola de cristão,qualquer um de nós podemos escolher errado,mas a essência da democracia justamente e a capacidade de corrigir o erro. Foi um erro
    reeleger Lula e mais grave permanecer no erro reelegendo sua cúmplice.

    É a prova cabal de burrice,tal ação,todos nós pagamos por não pensar e votar como se fosse um estouro de boiada,portanto,a vida é uma eterna aprendizagem e
    nunca é tarde pra aprender.

    Azevedo é um Soldadinho legal,excelente colega,mas pra prefeito é um cargo que requer extrema responsabilidade é o destino de todos nós,não é pra qualquer um,
    e assim,pra governador e presidente da república.

  • ADERBAL says:

    ITABUNA NÃO MERECE VOLTAR AO ATRAZO, 4 CONTAS REJEITADAS PELO TCM, O POVO NÃO DEVE ACEITAR ESSE ABSURDO.

  • Róger says:

    Que senso crítico filho de Mutuns, gostei, dá pra fazer páreo com Val Cabral .

  • Politico says:

    Esse ai e outros raposas velhas que querem ser prefeito de Itabuna têm treita de sete jegues, ou mehor dizendo de treita de um milhão de jegues se é que vocês leitores me entendem.

  • erberte says:

    Quanto sarcasmo,hein, Roger!. Desde quando VAL CABRAL é referência comparativa ? Azevedo, Fernando Gomes, Geraldo Simões, Augusto Castro…
    Se fossem frutas (no bom sentido), seriam limão,tamarindo, biribiri e (laranja) verde. Misturados em uma vasilha, dariam uma salada de frutas azeda. MAS… como são MANDIOCA BRAVA, moídos e torrados pela justiça e pela opinião pública, só poderia resultar em FARINHA DE 3a. do mesmo saco.

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia