WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





abril 2017
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias





itao

ftc


UM VIVA A VILY MODESTO E ODILON PINTO NO DIA DO JORNALISTA

Vily Modesto e Odilon Pinto, ícones do jornalismo baiano.

Vily Modesto e Odilon Pinto.

Vily Modesto, marcou época na Rádio Jornal de Itabuna, com o programa matinal das 7 às 9 da manhã, que levava seu nome. Músicas (com destaque para seu ídolo e amigo Roberto Carlos), notícias e entretenimento, em duas horas diárias do melhor que o rádio podia oferecer em termos de qualidade.

Odilon Pinto fez história,  também na Rádio Jornal, com um programa voltado para o homem do campo. Das 5 as 7 da manhã, a voz de Odilon ressoava por todo o Sul da Bahia, tendo como ponto alto o quadro “Vida na Roça”,  cartas dos ouvintes contando experiências de vida, que Odilon dramatizava e que depois se transformam em livro editado pela Via Litterarum e numa coluna fixa, Coisas da Vida,  no Diário Bahia.

Vily e Odilon, dois marcos e mestres da comunicação regional, se afastaram dos microfones e vivem, por opção ou necessidade, períodos de reclusão.

Fizeram história e fossemos mais cuidadosos em homenagear quem efetivamente merece, deveriam ser reverenciados inclusive pelos cursos de comunicação, tão desleixados que são quando se trata de olhar para o passado, de assimilar experiências extraordinárias.

No Dia do Jornalista, o Blog do Thame celebra Vily e Odilon, dois grandes jornalistas que fazem falta, muita falta.

Viva Vily. Viva Odilon.

Vivam ambos, protagonistas e não meros figurantes nessa vida que a gente vive uma vez só.

Do Blog do Thame

5 respostas para “UM VIVA A VILY MODESTO E ODILON PINTO NO DIA DO JORNALISTA”

  • Rosi Barreto says:

    MUUUUUITO BOM, MUUUUITO BEM LEMBRADO! PARABÉNS NÃO APENAS
    AO JORNALISTA DANIEL THAME PELO EXCELENTE TEXT0 EM HOMENAGEM
    A ESSES DOIS PROFISSIONAIS DA COMUNICAÇÃO, MAS A TODOS QUE
    CONTARAM,AJUDARAM E FAZEM PARTE DE NOSSA HISTÓRIA.

  • Uma vez que amanhecia o dia,acordava com Odilon Pinto, no meu plantão da Polícia Rodoviária Estadual,Vamos acordar,era uma belezura o programa envolvia e interagia os ouvintes era a maior audiência no horário,até este comentarista participa e dava as notícias do plantão das rodovias estaduais da região.

    O que é conhecer pelo rádio,é a voz a empatia que o locutor passa aos ouvintes,foi nesta interação que conheci o radialista Odilon Pinto,fenômeno do rádio de Itabuna e fiquei ouvinte não perdendo amanhecer na roça,a carta,namoro no rádio,forró mata o veio e as participações dos ouvintes, enfim,as notícias.

    Então de plantão no posto da Polícia Rodoviária Estadual saído pra Ferradas, na década de oitenta, abordei uma C-1O com um farol queimado chegando em Itabuna já amanhecendo o dia,isso era um final de semana.

    Solicitei o documento do carro,a CNH do motorista e perguntei o que era a carga,
    o motorista respondeu que era instrumento do forró mata o veio e disse se eu não
    conhecia Odilon Pinto,eu disse que não,ele disse é este Odilon Pinto.

    Neste momento iria fazer atuação da infração do farol queimado,que nada, pedir foi um autografo a Odilon Pinto e desta maneira que conheci pessoalmente e o mesmo é um cara legal e tenho todos os livros deste ícone escritor e radialista.
    Um beijo,Odilon Pinto,Deus que lhe dê muita saúde!

  • CAIO CÉSAR says:

    ENGRAÇADO, DOIS BONS PROFISSIONAIS DO RÁDIO, MAS NENHUM DOS DOIS É JORNALISTA.
    PORTANTO… NÃO DOU OS PARABÉNS.

    Da Redação: Caio, ambos escreviam para jornais, com colunas fixas. Portanto, sim, foram/são jornalistas

  • CARLOS SODRÉ says:

    Itabuna começa a se libertar do mau costume de não cultivar a memória de figuras importantes de sua vida e de sua história. Semana passada, pinçamos do “baú do esquecimento” a figura extraordinária do penalista, advogado íntegro e brilhante, ALBERTO GALVÃO, nominando a Sala dos Advogados do Complexo Penal. Agora, quando se anuncia homenagens a VILY MODESTO e ODILON PINTO se faz justiça resgatando nomes de fuguras valorosas da comunicação grapiúna, merecedoras do aplauso permanente de todos nós pela contribuição marcante que ofertaram á vida social e cultural de nossa terra. Parabéns aos autores da feliz iniciativa ! É o melhor legado que podemos repassar à s novas e futuras gerações.

  • Gislene Mesquita says:

    Sou filha de Odilon, e em nome dele e da família agradeço a Daniel Thame e ao Pimenta a homenagem e o carinho! De fato, ele está afastado das atividades e, por conta dos problemas de saúde decorrentes da diabetes, também não usa mais computador nem acessa internet. Mas, mostramos a ele essa nota e ele ficou muito feliz.

    Da Redação: Viva o Grande Mestre!!!

Deixe seu comentário

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia