Rui escolhe Ediane como chefe do Ministério Público Estadual|| Foto Divulgação

A promotora de Justiça Ediene Santos Lousado ficará como chefe do Ministério Público da Bahia por mais dois anos.  A escolha do governador Rui Costa foi anunciada no início da noite deste terça-feira (6). Ela foi a segunda colocada, com 266 votos, 26 a menos que o promotor Pedro Maia. A lista foi completada pelo promotor Alexandre Cruz, que foi escolhido por 233 colegas de MP-BA.

A lista tríplice foi encaminhada para o governador logo após a votação com a participação de procuradores e promotores de Justiça do estado. O pleito foi no dia 19 de fevereiro.  Primeira mulher eleita para o cargo de procurador-geral de Justiça, Ediene Lousado assumiu a chefia do MP-BA em 2016 e será reconduzida ao cargo na próxima quinta-feira,  8 de março, Dia Internacional da Mulher.

Natural de Santa Terezinha, ela tem 50 anos e ingressou na Instituição em 1993. Atuou nas Promotorias de Justiça de Bom Jesus da Lapa, Itiúba, Caravelas, Ilhéus e Barreiras. Foi promovida para Salvador em 2009, onde atuou na Vara de Tóxicos. Coordenou a Promotoria de Justiça Regional de Barreiras, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Crimonosas (Gaeco) e ocupou o cargo de secretária-geral do MP.