skip to Main Content
8 de maio de 2021 | 04:05 am

PAPA-JACAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Marival Guedes | marivalguedes@yahoo.com.br

Se o juiz não conhece, experimente, pois vale a pena. A fruta é rica em fibras, portanto recomendada contra problemas intestinais.

Em 1962, quando Maria Olívia Rebouças Cavalcanti ganhou o primeiro lugar no concurso Miss Brasil, uma polêmica acirrou a rivalidade entre Itabuna e Ilhéus. Equivocadamente, o então deputado Demóstenes Berbert publicou nota parabenizando a vencedora e destacando o orgulho dos ilheenses em tê-la como conterrânea. Afirmou que Maria Olivia nascera em Rio do Braço, distrito de Ilhéus.

Segundo Adriana Dantas, no livro “Itabuna:História e Estórias”, a notícia caiu feito uma bomba e os itabunense reagiram de imediato. Uma comissão formada por Elza Cordier, Célia Vita, Simone Neto, Olga Oliva, Cremilda Lima, Célio Franco, Adelindo Kfoury e Paulo Lima foi pesquisar nos cartórios e conseguiu a certidão de nascimento da bela Maria Olívia, comprovando que a Miss era itabunense.

Não satisfeitos, os itabunenses, num ato de provocação, foram a Ilhéus e colaram cópias do registro nas paredes de várias casas. Itabuna vibrou quando a Miss Brasil desfilou em carro aberto pelas ruas da cidade e até as pessoas que não se interessavam pelo concurso festejaram. Para se ter uma ideia, foi algo semelhante a uma conquista da Copa do Mundo pela Seleção Brasileira.

Indiscutivelmente, um fato histórico. Nem o famoso mão-de-figa José Oduque Teixeira resistiu. Num momento de emoção, enfrentou a “cobra” que carrega no bolso e pagou faixas em homenagem à vencedora. Também ofereceu almoço a ela e para autoridades em sua residência.

Alguns ilheenses ficaram inconformados com a derrota. Eles pensavam que Maria Olivia desembarcaria em Ilhéus ( o avião aterrissou em Itabuna). Em protesto, foram até o aeroporto e espalharam cascas de jaca. Para completar, fincaram uma placa na pista com a inscrição: MISS PAPA-JACA.

Foi a reação dos papas-caranguejos.

50 ANOS DEPOIS

Meio século depois, o juiz Valdir Viana “xinga” o presidente da OAB itabunense, Andirlei Nascimento, de papa-jaca. Confesso que não entendi e assumo que tenho o privilégio de ser papa-jaca. Fruta tropical excelente e com a característica de oferecer duas opções: jaca mole (dos bagos moles) e dura.

Se o juiz não conhece, experimente, pois vale a pena. A fruta é rica em fibras, portanto recomendada contra problemas intestinais; tem vitaminas do complexo B, cálcio, ferro e fósforo. Os caroços cozidos em água e sal dão um bom tira-gosto.

Faço questão de dizer também que sou papa-caranguejo. De maio a agosto, período em que estão gordos, degusto este marisco semanalmente no Katikero (jabá gratuito) do casal Mari e Zequinha, em Itabuna.

Um adendo: o bom é trabalhar com respeito mútuo e comer jaca e caranguejo para não ficar estressado.

Marival Guedes é jornalista e escreve no PIMENTA às sextas-feiras.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Por essas e outras histórias que uns defendem como aspecto cultural que a região afundada na lama custa tanto a sair.

    Nossa realmente fico embasbacado como pode ser perdido tanto tempo por pessoas, diríamos… ilustres, com futilidades. Digno de intriguinhas da época do jardim de infância.

    Que lástima… Que brigassem por invenções, feitos, quem gera o maior PIB, ou ainda melhor: que se unissem por isso.

  2. Belo texto Marival. Mas uma leve advertência: não se recomenda consumir jacas e caranguejos simultâneamente ou um após outro, sob risco de indigestão e complicações à saúde com risco de óbito.

    Quanto ao convívio social, principalmente entre operadores do Direito, convém segurar a intolerância ou, como diria o saudoso Manuel Leal de Oliveira, a juizite. Este último sintoma costuma grassar entre aqueles que se consideram deuses ou acima da Divindidade.

    Valeu, pelo escrito. Vamos esperar o tempo propício para degustar o crustáceo, agora em período de defeso, sob a gelada companhia da loura incomparável, cujo consumo per capta no País, ainda está aquém dos austríacos e alemães, apesar dos ganhos econômicos propiciados pelo Governo Lula.

    Saravá!

  3. …QUEM É FORASTEIRO, É QUE PODE DIZER ESTAS COISAS, POIS NÃO CONEHCE A REGIÃO, SEUS FRUTOS DELICIOSOS E AS PESQUISAS FEITA SOBRE A JACA, POR SER PAPA-JACA, ISTO NÃO SIGNIFICA MENOSPERESAR AS PESSOAS, MAIS SIM, SABER QUE ELAS TEM BOM GOSTO, AGORA QUEM NÃOSABE FAZ COMENTÁRIOS DE PREJORATIVOS DESE NÍVEL… ENTANDO OFENDER, MAIS SITO SIGNIFICA QUE NÃO TEM NEM SE QUER PODER E DISCERNIMNENTO DE JUGAR ….EQUILIBRO EMOVIONAL PARA SERNTAR NA CADEIRA E OPOR SUA ASSINATURA PARA DECIDIR A VIADA DAS PESSOAS, FICA SE APEGANDO A MEROS INSTINTOS EMOCIONAIS FAMILIARES, …(VÁ PARA SP- FORASTEIRO), DE ODNE NÃO DEVERIA SARI

  4. parabéns marival,quanto ao juiz que chamou o presidente da oab de papa jaca,na minha opinião foi uma ato de racismo e desrespeito aos com moradores daqui de itabuna,ele vai ter que ir para de onde ele veio são paulo,,,,,só quero ver no que vai dar tudo isto,,,,,

  5. O mais lamentável em tudo isso com certeza não é essa patacoada toda envolvedo o judiciário itabunense, na minha opinião é a cobertura que as principais páginas da região estão dando a essa pouca vergonha, o PIMENTA e POLITICOS DO SUL DA BAHIA, são duas conceituadas páginas, e as principai da região, no entanto, ao invés de estarmos debatendo os resultados do aumento da violencia na BAHIA enquanto os estados de PERNAMBUCO, RIO DE JANEIRO e SÃO PAULO cairam 25%, desgraçadamente nós subimos em 50%, antes que algum apressadinho diga que se trata de uma reportágem terrorista do jornal “A Tarde”, devo lembrar que o jornal apenas usou os dados passados pela SSP-BA e que esse mesmo jornal sempre jogou duro contra o carlismo.

  6. O mais lamentável mesmo é a mentira repetida. O Juiz nega ter dito isso. O advogado, que odeia o juiz por já ter sido condenado por ele por má-fé, não tem prova do que alega. parte da imprensa dá como certo a versão unilateral, com base em nada.
    Isso sim é uma lástima.

  7. Prezado Marival Guedes…
    Você poderá dar uma contribuição ainda maior sobre o caso, sendo que, pela ênfase com que fala, é sinal que estava presente no acontecido (ou será que não????). Desta forma, você poderá ser testemunha no sentido de comprovar que o Juiz chamou o advogado de papa-jaca. Olha, acredito que, antes de fazermos qualquer afirmação, ainda mais tratando-se de um blog com a dimensão que é o Pimenta, devemos ter conhecimento da realidade fática. Como o Senhor sabe que o Juiz chamou o advogado de papa-jaca??? O senhor já presenciou alguma cena em que um magistrado desrespeitou um pofissional do direito??? O senhor estava presente quando aconteceu o espisódio em comento??? O senhor é pofissional do direito e atua na área para saber como é o tratamento conferido pelos magistrados??? Já houve a instauração de PA e o seu consequente encerramento em que a verdade foi esclarecida???? E se o magistado respondeu a uma agressão inicialmente sofrida??? Primeiramente, a veracidade dos fatos deve ser apurada para, a partir daí, tecermos algum comentário.

  8. É tanta injustiça com frutas e legumes…
    Se uma coisa não presta… é um ABACAXI … um fruta tão saudável.
    Se um coisa tá encrencada… é um PEPINO… um legume tão saudável..
    Se uma coisa não vale nada… é uma BANANA… uma fruta riquíssima e saudável.
    Para esnobar… PAPA-JACA … e jaca é uma fruta riquíssima…
    Que povo louco !!!

  9. A verdade sempre prevalece ´conhecedor´o nº do processo é 001684-97.2000.805.0113. Essa sua informação e ´plantada´para mudar o gravissimo fato de ter sido a OAB com os seus membros desrespeitados pelo Juiz. Dr. Andirlei tem uma história nesta cidade, todos respeitam pela sua simpliciade e respeito as pessoas. Ninguem irá acreditar nesta versão que o ´casal´ tenta se passar como vítima. O casal, pelo que se falam, respondem ação penal por abuso de autoridade na comarca de Camaçari.

  10. Essas pessoas que conhecem apenas um lado da estaóri e tomam como verdade e saem por ai dizem o que não sabem, podem até sofrer um processo =por sdanos morais; além disso, esse nome que até site de Itabuna tem PAPA-JACA, é típico da região, dúvido que o juiz saiba que isso é pejorativo, se é que ele disse isso, não acredito piamente no que di ANDIRLEI, desde que esses juizes chegam é que ele vive os atacando na mídia, pegue uma melancia e saia pela cinquentenário que será mais fácil a´parecer…

  11. Minha gente, a JACA não é exclusividade nossa, como frutas UMBU, CAJÁ, SERIGUELA…. Que eu saiba, pelo que já viajei, existe JACA no Rio de Janeiro e em São Paulo, portanto esse juiz já deve ter comido da JACA.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top